1. Spirit Fanfics >
  2. Furação de tranquilidade - Kakasaku >
  3. Tudo andou rumo a felicidade

História Furação de tranquilidade - Kakasaku - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Tudo andou rumo a felicidade


Fanfic / Fanfiction Furação de tranquilidade - Kakasaku - Capítulo 3 - Tudo andou rumo a felicidade

- calma filho, vá a floricultura e leve as flores pessoalmente tá, vou cortar uma fatia bem bonita da sobremesa e um pedação de torta e você leva com as flores tá bom, vá trocar de roupa para fazer isso- falou chiyo, enquanto Sakura ria e vovó cortava a sobremesa e a torta para Yamato.

- ah vovó será que algum dia alguém vai me amar assim?- perguntou sakura

- ah filha claro que vai, pegue uma carona com Yamato filha- falou e entrei na cozinha.

Peguei um copo e bebi água

- Filho você está ocupado filho?- perguntou

- não vovó estou tranquilo, me fale o que a senhora precisa que eu faço agora- falei torcendo para que ela falasse para eu levar a Sakura, não queria ter que me oferecer .

- Leve a Sakura em casa filho, já está tarde!- falou ela, sorri e ouvi Sakura suspirar

- Levo sim vovó, a senhora precisa de algo da rua vovó?-perguntei

- Hoje não filho , mais amanhã para fazermos a compra do mês- falou

- tá bom vovó, vamos a hora que senhora quiser-falei

Sakura e eu fomos para meu carro, no início ficamos calados.

- gostei muito da sua aula- falei

- obrigado kakashi- falou

- É muito a história de vocês três- falou ela

- vovó é a mãe, a vó, e o parente que Deus nos enviou- falei

Assim que chegamos ao apartamento dela.

- obrigado kakashi, Boa noite e te espero na próxima aula- falou

- Boa noite e pode ter certeza que eu estarei sakura- falei e segui para minha casa

As semanas seguintes vi Yamato trazer Ino a minha casa, ela almoçou conosco e fiquei imaginando a Sakura ali, naquela tarde Yamato contou que teríamos aula com a Sakura e ela fez questão de buscar o tapetinho dela e fizemos aula todos juntos, como sempre rolava um lanche depois das aulas eu Sakura conversamos um pouco mais , mais nada anormal.

Se passaram semanas, estava ficando desanimado, como eu chegaria na sakura, poxa isso sempre foi tão fácil, por que estou travado, droga.

Alguns dias depois Ino estava dormindo em minha casa, pronto minha casa virou bordel , pensei.

Em uma das vezes que passei pelo corredor para ir para sala ouvi uma conversa deles dois.

-poxa Yamato Sakura está desanimada, você me falou que seu irmão estava interessada em minha amiga , e agora com o sasuke de novo na cola dela , ela vai acabar cedendo por estar desanimada e por achar que ela não merece alguém como kakashi, precisamos fazer alguma coisa minha delícia, fala que vai me ajudar falta-falou Ino

- Ino você me enlouquece, oh , Ino, Ino, porra , isso, ah te ajudo no que quiser Ino, mais forte, isso, por favor diga que não mataremos ninguém , gostosa pra caralho- ouvi a fala de Yamato

O que caralho eu podia fazer para ter aquela mulher para mim pensei.

Fui para sala e fiquei pensando nisso, em determinado momento Yamato desceu pegou comida, colocou numa bandeja e depois encostou no sofá .

- achei que você estava gostando da sakura idiota!- está esperando o ex namorado conseguir voltar com ela por insistência é, a mulher está na tua idiota- falou ele e depois seguiu para o quarto.

Minutos depois bati lá.

- Yamato você pode pedir o telefone da sakura para Ino por favor?- falei sem entrar no quarto, ouvi um gritinho feliz e depois Ino abriu a porta com a cara fechada.

- hum,está com seu telefone?- vou mandar pelo telefone do Yamato- falou

- Estou sim- falei , assim que agradeçi e estava seguindo para meu quarto ouvi ela me chamar.

- ei, manda um boa noite para ela, ela vai ficar feliz- falou

- Você acha?-perguntei

- Tenho certeza- falou ela

- obrigada Ino- falei sério e segui pro meu quarto.

Cheguei no meu quarto e mandei um boa noite para ela, minutos depois recebi um .

- Quem é?

- Oie Sakura, sou o Kakashi-falei

- kakashi?-perguntou

-Sim, irmão do Yamato- respondi

- a vovó te deu meu número?- perguntou

- Me desculpe se estou incomodando- falei

- não, eu só estou curiosa, não some eu quero conversar com você - falou e eu sorri

- Eu pedi a Ino- falei

- Amanhã a vovó vai fazer minha comida favorita e vai ter pudim de doce de leite e também minha sobremesa favorita, quer vir almoçar aqui com a gente?- eu te busco – falei

- Eu quero sim, avisa a vovó por que se a Ino está aí não vai sobrar comida nenhuma para nos dois- falou e eu gargalhei

Conversamos por umas horas sobre assuntos aleatórios, dormi sonhando com ela.

Avisei a vovó antes de ir sobre a Sakura vir almoçar e ela ficou muito feliz, segui para a empresa, quando estava beirando a hora de buscá-la, estava me sentindo muito nervoso, eu iria no espaço terapêutico dela, busca- lá, cheguei e estacionei e fui buscá-la, quando adentrei o local vi um idiota a segurando com força enquanto ela falava que não existia mais nós e não tinha mais nós para ele.

- solte-a- falei

- Então é isso , você agora vai sair com engomadinhos Sakura- falou e a vi ficar com os olhos marejados

Sentei uns socos nele até cansar, quero ver ele abrir a boca sem os dentes para falar de qualquer mulher, levantei e a abracei.

- kakashi, Deus, não precisava fazer isso- falou me apertando com força, antes de sairmos o idiota foi levado pela ambulância e Sakura registou um B.O contra ele.

Nosso almoço foi agradável, todos estavam ao redor de sakura, lhe dando apoio, ela olhava para mim com um sorriso bonito, não rolou nenhuma piadinha naquele dia e vovó a obrigou a ficar ali conosco o dia todo, amei e nos conhecemos ainda mais, perdi para ela em todos os jogos de videogame ,e sorri com isso, meu coração estava tranquilo, pedi para ela dormir em um dos quartos naquele dia, me senti feliz ao vê-la dormir e me preocupei quando a vi começar a se debater na cama e acordar assustada.

- Está tudo bem, ele nunca mais chegará perto de você- falei e ela começou a chorar

- Eu ouço isso a tanto tempo kakashi, que nem acredito mais- falou entre lágrimas

- Pois vou providenciar isso pessoalmente Sakura,acredite em mim eu cumpro minhas promessas – falei acariciando seus cabelos

-Durma aqui comigo kakashi, só para eu conseguir dormir tranquilamente- falou

- jamais- falei e ri e ela me olhou parecendo meio magoada

- Vou te levar lá para meu quarto , sou completamente viciado na minha cama, e ela tem um sistema de massagem que me faz entrar em estado de vegetação- falei e a vi sorrir, a peguei no colo e levei para meu quarto, depois de um tempo pedi para ela deitar direitinho e confortável na cama e liguei e programei o sistema de massagem, assim que a vi dormindo quase no final da massagem, sorri e dormi também.

Acordei me sentindo quente, abri os olhos devagar e vi sakura completamente agarrada a mim, comecei a rir , porra como aquilo era bom, envolvi seu corpo com meus braços e acabei dormindo mais um pouco, acordei novamente mais tarde sentindo ela tentando se soltar de mim, percebendo isso, apertei mais.

- Por favor Sakura só mais cinco minutos, estou muito confortável para te soltar agora- falei e a senti ficar quieta , soltar um suspiro e me envolver novamente , comecei a rir e a senti ficar tensa.

- Eu não acredito que você estava me enganando kakashi- ela falou tentando se desvencilhar de mim

- Se eu fosse você não ficaria se agitando dessa forma em cima de mim- falei rindo e a vi parar e ficar envergonhada

- vo vo você está duro-falou ela

- hum, ainda bem que você percebeu Sakura- falei sorrindo maliciosamente

- vo vo você é um pervertido, eu vou chamar a vovó- ela falou alto comigo

- chame se você conseguir- falei e a beijei a jogando sobre a cama e me pondo em cima dela, como vivi sem isso, pensei e a ouvi gemer, porra mulher gostosa para caralho.

- kakashi, isso , oh por favor, não me torture assim- falou e senti ela tocar meu pau, gemi, comecei a tirar sua roupa desesperado , beijei seu corpo com desespero, uma mulher nunca me deixou tão louco assim, acariciei sua intimidade e a senti bem molhada, esfreguei meu pau em sua entrada , entrei devagar.

- oh calma, você é grosso – falou ela

- Você nem imagina o quanto- falei entrando um pouco mais.

Os gemidos dela, me arrepiava todo o corpo, aquilo era o paraíso, éramos perfeitos um para o outro, gemi junto com ela, ao entrar com mais força.

- Quero ir por cima- ela gemeu e me empurrou para trás, me deixei cair , e fui agraciado por aquela visão linda dos seus seios saltando enquanto cavalgava em mim, segurei em seu quadril e arremetia enquanto ela descia, delícia, quase gozei antes dela, estava no meu máximo quando ela gozou e eu relaxei e deixei vir.

A abracei e beijei assim que terminamos, fiquei olhando para ela e sorrindo que nem um bocó, sou mesmo.

Senti-la se aconchegar a mim era a melhor sensação.

Tomamos um banho e fui pegar uma roupa da Ino para Sakura usar, seguimos para roubar comida do café da manhã e fomos pegos pela vovó.


Notas Finais


Alguém aí quer mais um capítulo hoje?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...