1. Spirit Fanfics >
  2. Fúria Bestial. >
  3. "Te vejo na próxima vida."

História Fúria Bestial. - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - "Te vejo na próxima vida."


HARU POV



Havia chegado o dia do meu julgamento, eu estava sem esperanças e tinha certeza de que só tinha dois destinos: a morte ou me tornar um escravo da M.H.O. Kyosame estava morto, o levaram pra sala de execução de manhã, eu definitivamente estava sozinho.


Então esse é o meu castigo? Eu fiz tanta gente sofrer no passado, e agora tô recebendo minha punição, é isso?


Em meio aos meus pensamentos, lembrei dos meus últimos momentos com o Kyosame. Ele me disse algo que não saiu da minha cabeça desde a última noite.



FLASHBACK ON



-Ei, Haru. — Kyosame me chamou repentinamente no meio da noite, quando eu estava quase pegando no sono. — Você já pensou em nós vivendo normalmente em meio aos humanos? Tipo, sem sermos caçados e essas coisas...


-As vezes penso nisso, mas parece impossível. — Murmurei preguiçosamente. — Nós tentamos ser pacíficos mas eles continuam matando os inocentes, isso não é justo.


-Você não é tão diferente deles, no fim das contas. — Ao ouvir aquilo, rangi os dentes e me levantei, sentando na borda da cama. — Vocês matam os guardas que só estão fazendo o trabalho deles, muitos deles são escravos do governo, só seguem ordens sem pensar.


-Não.... — Firmemente, fechei meus punhos. — Eles sabem o que estão fazendo, e eu não posso deixar isso passar.


-Isso é bem irracional, você não acha? — Retrucou Kyosame, com um sorrisinho de canto. — Você quer paz, mas continua matando pessoas.... isso só piora a imagem de vocês.


-E o que você quer que eu faça? Dê flores a eles? — Eu não estava entendendo o raciocínio daquele cara, minha mente só ansiava pela ruína daquela organização. — Eles estão se aprimorando com a intenção de nos exterminarem, a única forma de acabar com isso é acabando com esses putos!


-Você não bate bem ds cabeça, Haruzinho.... — Kyosame suspirou e se sentou sobre a cama, encostando sua cabeça na parede. — Violência só gera mais violência, eu descobri isso da pior forma possível, sabia disso?


-....? — Arqueei a sobrancelha direita, pronto para ouvi-lo.


-Quando tudo isso começou, eu era como você: odiava os humanos, queria matar todos eles....estava cego pelo ódio. — De repente, a expressão calma e sorridente em seu rosto se transformou em angústia e dor. — Teve um dia que....eu iniciei um ataque terrorista pra matar o máximo de humanos aqui.


Aquilo não me era estranho, senti que já havia lido algo envolvendo aquilo em algum lugar.


-Você é o tubarão que atacou a M.H.O e matou 200 pessoas.... — Finalmente me lembrei e liguei os pontos. — Deu uma merda do caralho na época, eu lembro disso.


-É....mas a mídia não contou o resto da história.... — Kyosame me encarou morbidamente, aquilo me assustou. Talvez aquele fosse o mesmo olhar que ele possuía na época do ataque. — Invadiram meu esconderijo, mas você já sabe essa parte da história. Eles nos pegaram desprevenidos, nos torturaram e nos trouxeram pra cá, pra sermos condenados à morte.


Eu abri a boca pra dizer algo, mas ele me interrompeu rapidamente:


-Antes de sermos torturados, eu encontrei esperança em meio a tanto ódio. — Kyosame fechou os punhos com firmeza, e então continuou. — Antes de começar a tortura, um dos soldados disse "me desculpa...", aquilo não saiu da minha cabeça. Desde então, eu venho pensando se eles vão nos dar uma chance se sobrevivermos sem matar gente inocente, é nisso que eu acredito.


Depois de tudo aquilo, eu estava sem reação. Meu pensamento não havia mudado completamente, mas meus ideais estavam em conflito.



FLASHBACK OFF



Antes de ser executado, ele deixou uma carta em cima da sua cama. Com um aperto no peito, eu comecei a ler aquilo.



"Haru, conhecer você foi muito bom, você é um bom garoto.... só é um pouco irracional. Eu contei tudo aquilo para você ontem a noite por um motivo: porque eu acredito que você possa estabelecer a paz entre os monstros e os humanos!


Olhando pra você, vi um brilho que ninguém pode apagar, nem mesmo a M.H.O. Você pode ter matado inocentes, mas foi por um motivo nobre: salvar seu povo. Suas ações, por mais que sejam criminosas e erradas, tiveram uma grandiosidade por trás.


Por isso, eu deixo o resto com você. Quero que você comece o que eu não pude começar, quero que seja o homem que não pude ser.


Até mais, garoto, os soldados estão vindo me buscar. Te vejo na próxima vida, conto com você!"



Assim que parei de ler, já estava chorando sem nem perceber. Como ele pôde botar toda a esperança dele em mim? Nós mal nos conhecíamos!


Naquele momento, senti algo dentro de mim, era estranho. Era como se....no fundo eu estivesse concordando com tudo o que Kyosame pensava, e que iria realizar seu sonho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...