História Fury of Dragon - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Sobrenatural, Traição
Visualizações 3
Palavras 982
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Luta, Saga, Shounen, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Um caminho


Cap 3 um caminho

Axel ao chegar em casa se enfureceu e foi ao seu quarto. Sua mãe preocupada o seguiu e quando entrou todos os objetos estavam flutuando, ela se apressou em fechar as cortinas.

-- Axel pare com isso. Alguém pode ver lá de fora. -- exclamou a mãe.

-- De que adianta esse poder se alguém conseguiu ser melhor? -- perguntou olhando para ela.

-- Você estava brigando denovo não é ? Mas parece que encontrou alguém a sua altura. Vem eu vou cuidar dos seus machucados. -- Regina era uma mãe boa e carinhosa.

Axel passou a noite em claro pensando em como Donam conseguiu vence-lo, seus punhos eram tão duros quanto concreto. Ao mesmo tempo olhava para o teto em busca de falar com seu pai, que ele não havia conhecido. O pai dele era um americano treinando para ser um astronauta na NASA, casado com a brasileira Regina estava prestes a conseguir realizar o seu maior sonho, ver a Terra de fora dela, mas em um treinamento para que seu corpo se acostumasse com a diferença de gravidade, a máquina deu algum tipo de defeito e o ficou aumentando e abaixando a gravidade muitas vezes, fazendo o astronauta bater diversas vezes no chão e no teto da máquina. Quando finalmente conseguiram desligar a máquina seu corpo havia tido diversas lesões e a atividade cerebral havia desaparecido.

Em um momento de impulso Regina pediu aos médicos que retirassem espermatozoides dele para fazer uma inseminação artificial, era o único meio que ela pensou em ter um pedaço dele. Feito o procedimento e contrariando as chances Axel nasceu, porém algo era diferente com ele, o bebê fazia a mamadeira e seus brinquedos flutuarem a seu redor, com medo do governo americano descobrir e tirar seu filho, Regina voltou para o Brasil e aqui criou Axel, fez ele aprender a controlar seus poderes e lhe ensinou uma palavra chave para usar e aumentar seu grau de poder "gravitetion" . Tudo com menos de 100 quilos ele poderia aumentar um diminuir sua gravidade. Um dia ele brigou com um menino no colégio e perdeu sem usar seu dom, irritado com isso buscou uma forma de usar seus poderes de forma que pudesse passar facilmente desapercebido, então ele teve a ideia de aumentar a gravidade do seu corpo quando levasse um soco para o tornar mais pesado e seus músculos se enrrigecerem como pedra, fez a mesma coisa nos seus braços tornando seu soco 10 vezes mais forte que o normal.

-- Onde ele está? ....não vai me dar uma revanche? - Axel procurava Donam, no entanto ele nunca mais foi naquela quadra. O menino sabia que a morte do seu pai deu-lhe poderes, então tudo que ele buscava era ser o mais forte.

Na Ásia Kaito crescia, seu corpo musculoso escondia seu poder. Ele vagou pelo continente todo, pediu a Lúcifer antes de sair do Japão que lhe ensinasse todos os idiomas do mundo pois ele viajaria pelo planeta inteiro acumulando mais e mais força até estar pronto para seguir os planos do ex arcanjo. Aos 17 anos Kaito soube de um homem muito forte que comandava um organização poderosa na Europa. Chegando lá em menos de 5 minutos havia derrotado todos os subordinados da facção comandada por Remi, mas ao chegar perto do francês uma garota o agarrou e de repente ele se viu num deserto e a moça o soltou e evaporou na sua frente. Uma semana depois ele retornou e aconteceu a mesma coisa, na terceira vez quando a menina ia deixa-lo na Antártida Kaito a segurou pelo braço:

-- Me solta por favor. ...

-- Você tem o poder de teletransporte não é? -- questionou o dragão, a menina se assustou e tentou se soltar em vão.

-- Quanto ele lhe paga para trabalhar para ele...? -- perguntou apertando o pulso da jovem, para quem desmembra pessoas com as mãos limpas o que ele poderia fazer com o pulso de uma garota que aparentava ter apenas 15 anos.

-- Aaaaii.... Por favor. ..ele não me paga nadaa... -- disse a moça chorando.

-- Então me leve de volta pra lá. -- concluiu Kaito.

-- Não posso.....aaaaiii. .se eu o trair eles matam meu pai... -- respondeu trincando os dentes.

-- Não me interessa, se não me levar de volta , vou te matar agora. - finalizou olhando para ela.

A menina com muita dor o teletransportou para Remi novamente.

-- Sua desgraçada eu vou matar seu pai se você não o levar daq... -- Kaito o interrompeu segurando pelo pescoço.

-- Menina, há quanto tempo você não vê seu pai? -- perguntou o dragão.

-- Há 1 ano eu e meu pai vivíamos felizes numa cidade pequena da França, mas eu estava atrasada pra chegar em casa e usei meus poderes e um cara viu e os boatos começaram a aumentar. ...e o Remi invadiu minha casa me fez desmaiar e nunca mais vi meu pai. Quando acordei eu não sabia onde ele estava e fui forçada a fazer coisas, me estuprou, me fez matar pessoas . ..ele disse que se eu não fizesse ele mataria meu pai. ..me desculpa. .... -- a menina chorava compulsivamente.

-- Sinto muito dizer mas seu pai já está morto. -- disse Kaito.

-- Eu pesquisei sobre você Kane. Seu pai se matou quando falaram que ele seria usado pra te chantagear. -- continuou ele.

A menina ficou em choque num primeiro momento, mas depois se levantou e pediu para deixar Remi com ela, o dragão o soltou e saiu andando, a menina transportou o chefe da facção para a beira de um vulcão e o jogou de lá.

-- Queima seu desgraçado. ...-- disse ela em uma mistura de tristeza e ódio.

Kaito saia da cidade quando viu Kane na sua frente o olhando.

-- Posso ir com você ?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...