1. Spirit Fanfics >
  2. Futanari City (interativa) >
  3. Manhã Agitada - parte 1

História Futanari City (interativa) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Os meus amores, tudo bem? Espero q sim
Voltei para postar mais um capítulo desta fic.
Estou pensando em fazer um teste a partir do próximo domingo (17 de maio) em tentar postar três domingos seguidos para ver se me adapto bem a essa rotina de escrita, bem é isso.
Fiquem com o Cap e boa leitura.

Capítulo 2 - Manhã Agitada - parte 1


Era uma manhã normal. Pelo menos era isso que Naomi esperava.

A garota se encontrava dentro do banheiro de seu quarto, ela estava sentada na tampa da privada enquanto com a mão destra masturbava seu pênis, com a canhota brincava e massageava as bolas. Durante a noite ela havia tido um sonho erótico e havia acordado dura, infelizmente ela não conseguia disfarçar o volume do pau dela nas roupas, então decidiu dar um jeito ali mesmo antes de ir para a escola.

Antes de entrar no banheiro ela olhou o relógio, no mesmo marcavam 5:50. Ela tinha até as 6:30 para se aliviar e logo em seguida tomar um banho, mas infelizmente nem tudo acontecia como ela queria. Naomi estava muito, muito excitada. Excitada ao ponto de estar usando todas as suas forças para se masturbar naquela manhã. Assim chegamos no cenário atual, já eram cerca de 6:50, ela ainda estava dura como uma pedra, mesmo depois de gozar quatro vezes seu pau não cedia.

Se dando por vencida ela apenas se levantou com as pernas trêmulas e entrou no box começando a tomar um banho frio numa última, porém falha tentativa de fazer seu "amiguinho" diminuir de tamanho.

_ Quebra de tempo _

Naomi já estava vestida e sentada na cadeira da cozinha comendo uma bela torrada. A garota vestia uma uma saia azul marinho que era um tanto curta, revelando um pouco da calcinha vermelha dela, na parte de cima uma blusa branca com alguns botões abertos, pelo fato de seus seios serem um pouco avantajados a blusa acabava a apertando então ela abriu alguns dos botões, para completar um blazer azul marinho da escola que combinava com a saia.

Enquanto Naomi comia, ela tentava ajeitar a saia e a calcinha. Pelo fato de seu "amiguinho" estar duro, o pedaço de pano que ela usava estava a incomodando, a mãe dela pareceu notar e logo perguntou:

-Problemas filha? - Perguntou da copa da cozinha, ela terminava de por café em duas canecas e logo se aproximava entregando uma para a filha.

-Sim. - Suspirou pegando o café e logo olhou a mãe de cima a baixo vendo ela totalmente nua. -Prefiro não perguntar o por que disso. - Falou calma tomando o café sentindo que ele estava um pouco grosso demais.

-Estou aproveitando essa bela manhã para deixar meu corpo livre filhota

- Sorriu radiante tomando um gole do café. -Está muito leve. - Baixou um pouco a caneca na altura da virilha e se masturbou lentamente soltando um jato grosso de gozo dentro da caneca, mexeu a mesma lentamente e logo em seguida tomou um gole do líquido. -Perfeito. - Sorria lambendo os lábios.

Naomi ao ver aquilo olhou o próprio café e o deixou em cima da mesa se levantando e pegando sua mochila.

-E-Estou saindo mãe, beijo te amo. - Falou rápido e saiu da mesma forma correndo com o rosto muito vermelho.

_ Quebra de tempo _

Naomi já andava a um bom tempo, ela havia se perdido pelo caminho, as informações que a mãe dela havia dado na ida para casa também não haviam sido muito precisas. Sem muitas opções ela acabou tendo que pedir informações, ela viu que tinham muitas pessoas apressadas correndo para pegar trens ou ônibus, ela deu mais uma boa procurada e por sorte havia uma mulher que estava na entrada de um bar, ela usava uma calça e um moletom verdes junto com uma máscara que cobria a boca e parte do nariz dela, deixando apenas os olhos, a testa e o cabelo de fora para serem vistos. Ela se aproximou calmamente da mulher, a mesma pareceu notar e direcionou o olhar para ela.

-O-Olá. - Falou Naomi um pouco tímida. -E-Eu estou meio perdida, poderia me ajudar?

-Claro. - Ela respondeu calma. - Está indo para a escola de futas? - Perguntava enquanto reparava no uniforme dela.

-Sim sim. - Sorriu. -Poderia me dizer o caminho por favor?

-Sim. - Falava calma enquanto tirava um pequeno pedaço de papel do bolso e uma caneta escrevendo algumas coisas em seguida. -Você irá seguir reto por essa rua, no final dela vire a primeira direita e você irá sair em uma rua do Centro Comercial, seguindo por ele você só precisa procurar o nome desta rua que está no papel. - A forma como ela explicou foi clara e calma enquanto dava o papel a jovem.

-Muito obrigada moça. - Sorriu se curvando em agradecimento.

-Não precisa disso tudo não. - Sorriu por trás da máscara. -Mas acho melhor ir, ou pode chegar atrasada no primeiro dia

-T-Tem razão, m-mais uma vez muito obrigado. - Se curvo em agradecimento mais uma vez antes de sumir completamente da vista da mulher.

_ Algumas ruas depois dali _

Seguindo as instruções da mulher, a estudante que antes estava perdida, finalmente havia encontrado o caminho. Ela deu uma olhada em sei relógio de pulso e viu que pelo menos não chegaria atrasada.

Poucos minutos de caminhada depois, ela havia chegado a entrada do Colégio, ela se surpreendeu com o tamanho do mesmo. Enquanto estava no exterior, ela nunca havia estudado em nenhum colégio como aquele. Ela deu uma breve olhada ao redor e viu que tinham muitas alunas bonitas passando pelos portões da escola, isso era ruim para Naomi, pois seu pênis que antes estava em uma posição que disfarçava um pouco o volume, agora estava muito mais duro que antes ficando bem marcado.

Como um raio, Naomi correu para dentro do Colégio, ela não pensava, apenas corria querendo ir para um lugar onde não tivesse alunas. Ela foi para o terceiro andar onde estava vazio, ela olhou ao redor e viu uma sala com o nome "diretoria" escrito no vidro.

Ela se lembrou de outra parte da conversa que havia tido com a mãe depois que a mesma havia pego ela no aeroporto:

"Se tiver algum tipo de problema, fale com a diretora. Ela com certeza saberá como lhe ajudar!"

Essas haviam sido as palavras que a mãe dela havia lhe dito, foram nelas que Naomi confiou e se aproximou da porta dando duas leves batidas.

Silêncio. Por cinco minutos não havia ouvido nada. Deu mais duas batidas e ouviu o som da maçaneta sendo mexida e logo a porta foi aberta.

-Pois não?

Continua


Notas Finais


Até o próximo cap
Comentários? Dicas? Críticas?
Deixem aí embaixo, obg por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...