1. Spirit Fanfics >
  2. Gaara -O acordo,o melhor anti clichê. >
  3. Que bebida forte-apenas uma chance.

História Gaara -O acordo,o melhor anti clichê. - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 10 - Que bebida forte-apenas uma chance.


Fanfic / Fanfiction Gaara -O acordo,o melhor anti clichê. - Capítulo 10 - Que bebida forte-apenas uma chance.

       NARRADORA ON

"A morena abriu o livro um pouco receosa mas começou a ler a primeira página. 

Minha irmã me incentivou a fazer isto então por que não o fazer?

Todas as pessoas tem boas memórias da infância, seja com seus pais ou amigos mas eu nunca tive isso.

Além da pequena dose, que Yashamaru me proporcionou,eu não tenho memória alguma de amor.

O amor pra mim só passava de um sentimento vazio, que além de não ter significado deixava as pessoas mais fracas.

Mais eu desejava ser um fraco

O amor se tornou algo tão inalcançável para mim que resolvi me amar, pelo menos assim eu não abandonaria a mim mesmo.

Isso que eu pensava.

Mas uma pessoa me ensinou que não estamos sozinhos nessa dor,eu era seu inimigo mas ele me tratou como um bom amigo.

Talvez o amor exista afinal.

Rasa não foi o que se pode chamar de pai porém sem ele eu não seria o que sou agora, apesar da dor de ser um Jinjuuriki eu descobri que pode haver algo a mais

Talvez o passado não me defina mais e sim as escolhas de hoje.

Mesmo as memórias ainda me afetando eu descobri o amor..

Mas a apenas um chance de ser amado certo? Eu acho que não, mesmo com escolhas erradas ainda pode florescer tal sentimento.

Mas à apenas uma chance."

Ayane já estava com os olhos marejados ainda na cama de hospital, o que teria acontecido com Gaara Sama?

Passou a página tentando ao máximo não molhar o livro.

"Hoje de manhã andei por minha estufa mais uma vez..

Eu queria saber como aquele girassol floresceu em meio a areia.

Ele deveria ter murchado certo?

Talvez eu encontre o seu dono, ou a sua dona e junto com estes talvez as respostas que procuro, um ser tão frágil penetrar a areia? Isso é impossível”

Ayane parou um momento, girassóis na areia? Aquele era seu jutsu,tinha certeza que era.

Mas não lembrava de ter ido a Sunakagure uma vez no passado.

[....]

              AYANE ON

Depois de alguns minutos me deram alta do hospital.

Eu estou perdida.

Não sei se a minha tristeza é pelo meu pre julgamento ou porque nós começamos totalmente errados.

Será que que eu o conhecia antes?eu realmente não lembro.. não tenho coragem pra falar com ele no momento, porém tenho que o fazer e botar meus pensamentos em ordem.

Eu quero saber mais sobre Gaara.

Talvez assim eu melhore as coisas, mas antes eu tenho que fazer algo.

Bom pior do que tá não fica..

[....]

Saindo do hospital me dirijo até “em casa”, finalmente botando meus pensamentos em ordem.

Decidi fazer duas coisas:

Conversar com ele e saber mais sobre seu passado.

Abro a porta ,procuro pelo Kazekage e por Bacon.

Por sorte o encontro no sofá, com o porquinho no colo ,em outras situações eu acharia isso fofo.

-Gaara Sama..e-eu quero te pedir perdão,eu sei que eu errei..mas eu queria recomeçar,não como um acordo mas como uma amizade normal.

Tá bom Ayane amizade? Quem eu quero enganar. Mas podemos ser amigos que se beijam né?

-Bom é claro que eu te perdoo Ayane,eu também admito que errei aceitado essa..hum combinação?-diz um pouco confuso fazendo carinho no ser rosado em cima de suas pernas.

É isso soou bem errado.

Mas eu sou um ser puro e inocente!

-Eu sou Ayane Kitsu,filha do líder da vila da chuva e eu amo comer!-boto minha mão a frente de meu corpo para que ele aperte.

-Sou Gaara no Sabaku,Kazekage da vila da areia ,amo uma morena que acho que me ama também, mas eu fui trocado pela comida-faz uma cara um tanto dramatica apertando minha mão.

-Não podemos esquecer isso não?-olho para o lado.

-Você disse que me amava-ri da minha cara.

Chegou numa fase que ninguém me leva a sério.

-Eu não me lembro disso não-franzo as sobrancelhas.

-Vamos fingir que você não lembra-solta a minha ainda rindo.

-Ei ei casal!-Kankuro grita tentando passar pela porta carregando um caixote cheio de garrafas.

-Que casal?-respondemos em uníssono.

-Vocês ai me ajudem está pesado-bambeia até a sala, olhando para os lados procurando algo, possivelmente um lugar para deixar a caixa.

-Hum ...não da estou apreciando este teto-olho pra cima rindo.

Que teto bonito,olha esses detalhes...

-O Bacon está dormindo, desculpe-o ruivo fala olhando para seu colo.

-Eu ainda mato os dois-foi emburrado até a cozinha xingando baixo.

-Tchau,eu tenho que voltar para o escritório-deixou o bacon no sofá se aproximando de mim depositando um beijo em minha testa,me deixando um pouco sem graça.

-Eu vi em..-o de touca grita da porta da cozinha.

Quem vai acabar morto vai ser ele.

-Calado!-me levanto e dou um peteleco em seu braço-O que é isso?-pego uma das garrafas que Kankuro levava a abrindo e tomando um gole grande.

O líquido desce rasgando minha garganta.

-Isso é...-olha pra trás me vendo com a garrafa ainda nos lábios -MEU DEUS AYANE NÃO ERA PRA VOCÊ BEBER!!ISSO É MUITO FORTE.

começo a ficar com o rosto corado e quente e minha vista fica um pouco embaçada.

A bebida era forte mesmo.

[....]

Acordei com muita dor de cabeça, e sentei na beirada da cama e observei o quarto.

Pera, esse quarto não parece ser o meu.

Virei o rosto e vi o Kazekage ainda deitado na cama lendo um livro.

Ata dormirmos juntos ... MAIS O QUE?DORMIRMOS JUNTOS O QUE ACONTECEU?!?!

-Gaara o que fizemos ontem?-me viro para ele ainda com cara de sono e assustada.

Ele se encosta na cabeceira da cama.

-Não se lembra?-sorri doce -foi a melhor noite da minha vida-abre um sorriso maior que o primeiro.

Processando...


Processando....


Eu transei com o Kazekage!?!?


Fico parada na cama encarando o nada, meu Kami o que eu fiz ontem?



Notas Finais


Mil perdões pela demora,é que um bloqueio criativo me pegou essa semana,por sorte eu ja tinha o rascunho desse capítulo salvo no word.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...