História Gabicente-depois de tudo - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Esse tá mais ou menos, mas mesmo assim... Boa leitura!
P.S: nessa fanfic o Elias não morreu depois de doar sangue pra Gabi.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction Gabicente-depois de tudo - Capítulo 10 - Capítulo 10

        P.O.V  PALOMA

Minha preocupação aumentava a cada segundo, eu já quade havia perdido a Gabriela um vez, e não queria que isso acontecesse de novo.

-Mãe, senta um pouco, se não vai acabar fazendo um burraco no chão de tanto andar de um lado pro outro! 

-Ai Alice! Como eu vou ficar parada enquato sua irmã tá desaparecida?

Ouvi o celular tocando. Meu coração disparou, peguei ele e olhei o número. 

- É um número estranho gente. Será que eu atendo?

Marcos me olhou,não acreditando na pergunta. 

-Como assim Paloma?! - pediu se levantando - Claro que atende! Pode ser notícias da Gabi! 

Atendi no mesmo momento.

-Alô?  Quem fala?.................alô? Olha aqui eu nã...

-E ai Paloma, tava com saudades de mim?

-E... E.....Elias?

Comecei a tremer,minha cabeça girava....sentei no sofá, me abanando.

-Você não morreu?

-Não minha querida. Como eu disse pra Gabriela, vim atrás dela e do meu filho!

Tudo parou. Ele disse que falou com a Gabi? 

-Seu desgraçado!  O que você fez com a minha filha? 

-Nossa filha, Paloma. Não se esqueça disso!

-O que você fez com a Gabriela? Responde seu canalha! 

Temi a resposta. 

-Por enquanto nada. Ela tá aqui, brincando com a namoradinho.

-Oque? Como assim? Onde você levou a Gabriela? 

-Ai Paloma,não se faça de tonta! 

Fiquei ainda mais fraca quando me dei por conta, segurei as lágrimas. 

-Você sequestrou a Gabriela e o Vicente, é isso?

Todos se levantaram,assustados. 

-Parabéns Paloma, você acertou! 

-Seu maldito! Devolve os dois agora!

-Você pensa que é fácil assim? Nada disso. Pra soltar eles eu   quero R$ 200,000,00 mil. Até quinta feira,caso contrário será a Gabriela quem sofrerá as consequências! 

E desligou. 

Comecei a chorar forte,todo mundo me olhava com ansiedade e preocupação. 

-Paloma, meu amor, como você tá?  O que ele disse?

-Ai Marcos! Eu não tô nada bem. Você acredita que o Elias sequestrou a Gabriela e o Vicente? Agora ele pediu 200,000,00 mil reais pelo resgate.

Meu coração estava apertado, minha filha nas mãos daquele bandido me dava agonia só de pensar.

-Mas como assim Paloma? Você tem certeza que a Gabriela e o Vicente estão mesmo com ele?

Suspirei,tentando me acalmar.

-Certeza certeza eu não tenho,mas se tratando do elias tudo é possível, Ramon.

Todos se sentaram novamente. 

-Eu vou ligar pro Dr. Machado, afinal ele é advogado e pai do Vicente. Vai saber o que fazer - disse Marcos, puxando o celular do bolso.

Impedi.

-Não, espera!  Eu acho melhor falar com ele e com a Eugênia pessoalmente. 

Alice me olhou preocupada.

-Mas mãe, olha o estado que a senhora tá, acho melhor ficar em casa.

Me levantei. Se tratando dos meus filhos, eu fazia qualquer coisa!

-Eu já tô melhor meu amor,posso muito bem sair de casa e falar com a Eugênia.

-Tem certeza dona Paloma? - perguntou Michelly

-Absoluta. Vamos Marcos? 

Meio contrariado, ele foi.

                 ● ● ●

        P.O.V  VICENTE

Depois do almoço, vi que a Gabs estava calada,,olhando pro nada,muito pensativa. Foi aí que eu vi um dos homens fazendo uma cruzada em um caderno.

Chemei ele,que estava no fim do corredor (que eu tinha percebido ser o  mais atrapalhado). Ele veio até mim meio desconfiado.

-O que você quer? - pediu assim que chegou.

-Então, você teria duas folhas de palpe e duas canetas pra me emprestar?

Novamente olhares desconfiados.

-Pra que você quer?

-Pra fazer uma brincadeira com a minha namorada. Sabe,ela ta meio triste por causa da TPM.

-EU NÃO TÔ DE TPM - ela gritou lá do fundo, meio desanimada.

-Ta bem garoto,mas se vocês aprontarem,já podem imaginar o que acontece! Tô de olho! 

Balancei a cabeça positivamente e peguei tudo,indo até a Gabs.

-Olha meu amor,o que eu consegui - disse apontando pro papel e as canetas.

-Pra que isso,Vicente?

-Como assim pra que? É pra brincar de STOP, né! 

-STOP?

-É! Vai me dizer que não sabe jogar? - brinquei

-Claro que sei! Garanto que sou bem melhor que você!  - disse ela,puxando um pedaço de papel e uma caneta.

-Ó, vai ser nome,animal,comida e CEP, pode ser?

Ela concordou e começou a riscar a folha fazendo tabelas. Meio minuto depois, terminou. 

-Prontinho!

-Ótimo,vamô começar.  Diz ai uma letra. 

Ela pensou um pouco.

-Letra G!

Dei uma risadinha,tinha que ser.

Menos que quinze segundos depois, ela gritou STOP. Encarei mei papel,surpreso.

-Uau! Você é boa mesmo!

Ela sorriu.

-Eu já sabia!  Bom,diz ai, o que colocou no nome?

-Gabs - respondi

Ela ergueu uma sombrancelha

-Animal?

-Gatinha - respondi

Gabriela me olhou nos olhos, soltando uma risadinha.

Comida? 

-Gelo!

-Gelo Vicente?  Isso é sério?  Você come gelo? - ela pediu entre gargalhadas

Suspirei aliviado,ela finalmente havia sorrido.  Isso me deixava extremamente feliz. 

-Ué você não? 

Ela riu mais ainda.

-Só você mesmo Vicente! E um lugar com G, agora.

-Guarulhos? Esse pode,né? 

Ela continuou sorrindo.

-Pode,claro que pode! - respondeu

-E um beijinho, pode? - pedi, indo até ela.

-Humm....tá bem,mas só porque você é o melhor namorado do mundo!

Puxei-a para mim,colando nossos corpos e nossos lábios.  Ali eu senti que eu pertencia a ela e ela a mim.

 


Notas Finais


Até o próximo! Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...