História GabLipe - Um "Alguém" Diferente... - Felipe Neto - Capítulo 2


Escrita por: e TuttyLufe

Postado
Categorias Felipe Neto
Personagens Felipe Neto
Tags Amor, Felicidade, Felipe Neto, Felipe X Gabriel, Felipexgabriel, Gablipe, Gabriel X Felipe, Gay, Luccas Neto, Shipp, Youtuber
Visualizações 236
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi 😛


Ideias: Tuty
Escritora: Tuty

Capítulo 2 - O homem certo


POV GABRIEL
 O beijo estava calmo, romântico, mas ao mesmo tempo, agressivo e prazeroso.
Nossas mãos estavam em lugares inapropriados.
Mas ouvimos a porta se abrir.
Bruno: Felipe você precisa ver is.... CA--CE-TE
Quando nós vimos o Bruno entrando, nós nos separamos na hora.
Felipe: Bru...Bruno o q...que faz... Aqui?
Fala Felipe gaguejando muito.
Bruno: e...que....eu...
Bruno não conseguiu falar de tão surpreso que tava.
Bruno: eu...já...ja...tô...indo.
Bruno sai correndo lá para baixo.
Eu fui correndo falar com o Bruno, e o Felipe ficou lá no estúdio.
Segui o Bruno até a cozinha, onde ele logo sentou no balcão, e eu fui logo falar com ele.
Eu: Bruno sabe e.... O que aconteceu no estúdio...é....
Bruno: Eu vi muito bem o que aconteceu.
Bruno estava com uma voz grossa e séria. 
Bruno: Não se preocupe, eu não irei contar para ninguém.
Fala Bruno se levantado para pegar um copo d'água.
Eu: Ufa, valeu cara.
Falo num alivio.
Bruno: Mas como a vida nãoée de graça... 
Estranhei o tom de voz de Bruno.
Eu: Como assim?
Falo levantando uma sobrancelha.
Bruno: Você e o Felipe vai ter que me ajudar.
Bruno fala sentando novamente no balcão.
Eu: Em que?
Vou admitir que fiquei com medo do que o Bruno iria falar.
Bruno: Abconquistar alguém.
Eu: Tá, mas... Quem e a menina?
Bruno: Quem disse que é menina?
Quando ouvi isso estranhei, pois ele falou tão sério... Será que eleée o que eu tô pensando?
Bruno: Quer dizer.... Depois te falo.
Após isso ele sai da Netoland, eu subo pensando como iria falar isso com o Felipe.
Chegando lá Felipe está sentado suando frio.
Ele fica lindo até preocupado.
Seus olhos brilhando...
Meu Deus, que homem...
Claramente eu estava apaixonado por ele.
Quando ele viu eu entrando, logo se levanta.
Felipe: Então... O que aconteceu?
Eu: Bom....
Felipe percebeu que eu estava meio estranho.
Eu: Ele falou que vai ficar em silêncio.
Ao ver a cara de alivio de Felipe me deu até medo de falar o resto.
Eu: Mas... Com um detalhe.
Ele olha com uma de medo.
Felipe: Que detalhe?
Eu: Temos que ajudar ele a conquistar alguém.
Ele bate na mesa com tanta força que tudo que estava na mesa pulou.
Felipe: Quem é a menina?
Eu: Bom... Não sei se é menina não Felipe...
Felipe: Hã...? Como assim?
Ele fala com uma cara de assustado e confuso.
Eu: Quando eu perguntei quem era a menina, ele disse "quem disse queée menina?" e depois disfarçou falando que depois fala.
Felipe se levanta e começa a andar pelo estúdio (claramente estava pensando).
Felipe: Será que o Bruno é...
Eu: Gay?
Ele se senta de novo na cadeira.
Felipe: Não... Não pode ser... Se ele fosse ele teria contado.
Eu: Mas e se ele descobriu recentemente?
Vou e sento em outra cadeira do lado dele.
Felipe: Ele falaria do mesmo jeito.
Sem a gente perceber Luccas entra no estúdio com Roni.
Luccas: Oi povo.
Fala Luccas com sua típica voz de criança.
Felipe: Hã... Luccas, que horas você entrou?
Luccas: Agora... Vocês não viram?
Felipe: Não... Bom, tanto faz! Eu e o Gab vamos lá pra cozinha. Né Gab?

Ele fala piscando para mim 
Eu: Ah! É sim!
Saímos do estúdio e fomos direto para cozinha.
Eu me sento e Felipe estava a pegar um copo de café.
Tudo estava em silêncio, só se ouvia os gritos de Luccas.
Até que Felipe resolve quebrar o clima.
Felipe: Então Gab... O que será daqui em diante?
Eu: Não sei, mas quero que seja com você...
Digo e dou um leve sorrisinho de lado.
Felipe: Você me dá prazer, sabia?
Ele fala com uma cara de malícia.
Felipe se aproxima, mas não me beija, certeza que era para me provocar. 
Seu olhos...
Sua boca...
Seu sorriso...
Todo seu corpo...
Perfeitos...
O puxo e o beijo, era um beijo selvagem e agressivo, do jeito que gosto.
Eu: Mas me diga: E para você? Como será daqui em diante?
Felipe: Bom... Quero continuar com isso, pois gosto muito de você, desde eu terminei com a Bruna, eu olhava para você de um jeito diferente, eu nunca pensei que eu iria sentir isso, especialmente com um homem, tinha medo que escolhesse a pessoa errada, mas Deus me deu o homem certo.
O beijo novamente, mas era um beijo mais calmo e romântico.
Eu: Deus também me deu o homem certo....
Nos encaramos por um tempo.
Felipe: Nunca pensei que falaria isso tão cedo para alguém, mas eu te amo.
Eu: também te amo Felipe Neto.
Nos beijamos novamente.

 

 

 

 

 


Notas Finais


Bom não sei se e o suficiente para vcs mas ta ai
E COM VC JUH😀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...