História Gaeul - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Ficção Adolescente, Romance
Visualizações 3
Palavras 3.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


📍 Plágio é crime.
📍 Boa leitura.

Capítulo 6 - Capítulo VI


Fanfic / Fanfiction Gaeul - Capítulo 6 - Capítulo VI

    "Eu quero gritar

Isto é um sonho

Como isso pôde acontecer

Acontecer comigo

Isso não é justo"



☞ I want you here - Plumb




Seul, Coreia do Sul



Algumas horas depois do acontecido no beco, Olívia ficou pensativa, repetindo a cena diversas vezes em sua cabeça até achar uma explicação plausível ou pelo menos um palpite sobre quem estava dentro do carro.

Suas opções eram aptas para a situação: Sasaengs, seguranças da Lisa ou do Bang, paparazzis e afins. Mau sabia direito no que pensar.

Olívia estava terminando os relatórios do fim de semana quando Bang entra na sala acompanhado por uma senhora com cabelos castanhos escuros, usava óculos, pele pouco morena e seu porte era baixo. Ela levava em suas mãos duas pastas enormes e a bolsa estava apoiada em seu antebraço. Ela se certificou que não tinha sido vista até ambos chegarem na mesa de Bang.

- Olívia nos dê licença por gentileza. - Liv levantou de sua mesa, fez a referência para a Sra e notou que a mesma não olhava diretamente para ela, ficando desde que adentrou a sala, de costas para a ruiva.

Liv não sabia ao certo o que fazer pois seu passatempo no momento era terminar os relatórios. Ela ficou andando pelos corredores da empresa até se deparar com Hope, Jungkook, Jimin, Tae e Jin sentados nos bancos de espera do primeiro andar. Os garotos pareciam concentrado em algum assunto, pois falavam baixo, quase em sussurros. Ela optou em não atrapalhar, então se virou devagar e parou por um instante quando prestou um pouco mais de atenção na conversa.

- Olívia. - Liv volta a olhar para os garotos. Hope levantou e se colocou de frente para um vaso grande de plantas.

- Como ela pôde? - Jin questiona. Olívia se aproxima um pouco mais, colocando suas mãos no canto da parede para se apoiar.

- Não é culpa dela... - Jungkook se pronuncia.

- Para de defende-la Jungkook, vê se cresce, está nítido o que ela fez, foi ela que ferrou tudo. - Hope repreende o maknae.

- Ela contou a verdade. Eu acredito nela, acredito que ela esteja sendo sincera. - Jungkook empurra Hope e diz o fitando sério. - Você não pode acusar ela dessa forma, você não tem provas, ninguém tem. - ele diz firme.

Naquele momento, Olívia mordeu os lábios em tensão, os meninos estavam desconfiados com relação ao que aconteceu com ela e Yoongi no mesmo quarto. Ela temia por aquilo, temia por ela e pelo emprego. Olívia sempre acreditou no grande auê que a história ia resultar e estranhou desde o início o fato de ninguém mais ter comentado.

- Você é um bobo apaixonado. - Taehyung diz. - É por isso que não acredita em quem ela é de verdade.

- E quem ela é de verdade Taehyung? - Jungkook o olha com decepção.

- Uma mentirosa. - Jimin responde por Taehyung. - E você sabe disso, sabe o que ela fez e sabe do que ela é capaz.




(•••)




Quando anoiteceu, Olívia terminou seus relatórios e desligou o computador em sua frente. A cena dos garotos dizendo que não confiavam nela não parava de se repetir várias e várias vezes em sua mente.

Ela jogou seu corpo para trás fazendo a ponta da cadeira de chocar contra a parede de mármore branca, colocou suas mãos sob seus olhos e respirou fundo, na tentativa de expandir o um pouco mais a mente e fazer afastar os maus pensamentos que a atorduavam.

Bang abriu a porta e Olívia o olhou rapidamente..

- Já terminei os relatórios Sr. Bang! - ela diz enquanto se levanta, arrumando os papéis em sua mesa.

- Vamos ter uma confraternização com alguns donos de outras empresas, empresários, idols e tudo... Você irá estar conosco? - Bang questiona Olívia enquanto ela os entrega os relatórios.

- Não Sr. - ela diz sem muito ânimo.

- Por que? Todos estão animados para conhecer a tão famosa e requisitada Staff da empresa. - ele diz divertido.

- Fico lisonjeada com a oportunidade de ser apresentada para essas pessoas Sr Bang, mas estou cansada, acho que vou ficar no meu quarto assistindo a um filme. - Olívia diz sincera.

- Olívia... Quando se é apto para uma situação, você não precisa correr atrás de nada, as coisas vem até você com extrema facilidade. Tudo em questão de minutos. Pelo contrário, quando não se tem capacidade para algo, você tenta, tenta, tenta até não aguentar mais. Aqui na minha empresa é assim, nós exigimos que dê tudo de si. - ele se dirige a garota com uma expressão séria. - Você é boa no que faz, por isso continua aqui, se você fosse uma pessoa que não me agradasse profissionalmente, já teria voltado para o Brasil. - Bang tinha uma estranha forma de tratar e falar com Olívia, a moça estava acostumada mas o que ele acabara de dizer deixou a garota um pouco mais surpresa. - Esteja pronta às oito.

Liv olhou para o relógio que marcava seis e meia da noite, ela não estava nem um pouco animada para participar mas mesmo assim decidiu ir. Foi para seu quarto, tomou um banho e se enrolou em uma toalha, pegou uma menor e deixou seu cabelo descansando.

Ela caminhou até o pequeno freezer que tinha em seu quarto e pegou seu chá preferido, levou até o microondas que ficava um pouco ao lado e esquentou. Olívia ainda estava cansada, enquanto segurava firmemente a xícara azulada com pequenos esbarros brancos, apoiou seu queixo sob as costas da sua mão e fechou os olhos por alguns segundos antes de abri-los novamente para ver a notificação que acabara de chegar em seu celular.


"Oi, faz um bom tempo que não conversamos, espero que..."



Era um número desconhecido e provavelmente a mensagem era grande já que não apareceu completa na notificação do celular. Antes mesmo que Olívia pudesse pegá-lo, ela se depara com o horário um pouco mais acima e decidiu priorizar a festa.

Ainda segurando sua xícara, foi até o banheiro e tirou a toalha do seu cabelo, ligou o secador e foi desembaraçando os fios com os próprios dedos e aos poucos o cabelo foi ficando modelado. Seu cansaço era nítido, então Liv optou em passar maquiagem, enquanto se arrumava ainda pensava no acontecido mais cedo, na verdade, era a única coisa que ela conseguia pensar.





20h




Bang recepcionou cada um de seus convidados, tinha muita gente com grande nome dentro do mercado musical, grupos conhecidos, muitos Staff's e Managers, acompanhados pelo dono das empresas nas quais eles trabalhavam. Os meninos estavam terminado uma pequena sessão de fotos para revistas coreanas do lado de fora da empresa, enquanto Lisa estava acompanhada por sua manager.

Bang permitiu que algumas emissoras fizessem a cobertura do evento particular, apenas mostrando o exterior da empresa, sem interferir na intimidade de cada convidado. Os donos que compareceram fizeram com que os grupos mais conhecidos de suas empresas fizessem colaborações com fotos para terem mais destaques.

Após terminar as sessões, os garotos adentraram o prédio e seguiram para perto de um pequeno banner onde Bang estava... Em seguida, o homem foi atendido por um garçom que lhe trouxe uma taça de champanhe e uma pequena colher que foi usada para chamar e aproximar todos.

- É com imenso prazer que dou início a essa confraternização. Hoje, estão reunidos os meus companheiros de trabalho, amigos e pessoas que tem um grande apoio meu. Quero que nesta noite, todos aproveitem ao máximo o que puder, desfrutem dos pratos que nosso cozinheiro... - ele aponta para o canto mostrando um homem baixo e com o cabelo tingido. - Gi Sook. - os convidados batem palmas para o cozinheiro que agradece em reverência. - Por favor, divirtam-se, a minha casa, é vossa casa.

Bang levou suas mãos para frente do corpo dando a entender que todos poderiam se espalhar agora.

Lisa foi em direção ao Namjoon, que estava um pouco mais afastado dos garotos, os dois conversaram por alguns minutos até Jungkook chegar.

- Você está linda. - o mais jovem diz.

- Obrigada Kook. - ela leva sua mão até a bochecha do maknae, apertando levemente.

- Veio causar na festa também Lalisa? - Yoongi questiona enquanto tomava outro gole de seu vinho.

- Sabe o porquê eu vim... Não ignoro uma boa festa! - ela responde o encarando.

- Aproveite enquanto pode. - Hope diz em um tom desafiador.

- Pode ter certeza que vou aproveitar. - ela responde no mesmo tom, enquanto passa pelos garotos e vai em direção ao banheiro.

- Ei, ali é a Olívia? - Jimin chama a atenção de todos fazendo com que eles se virassem para a mesma direção. Os garotos estavam perplexos olhando, enquanto Namjoon apenas sorriu de canto e em um gole terminou o seu champanhe.

- Você está linda. - Namjoon diz ao se aproximar da garota que também estava indo em sua direção.

- Obrigada Nam. - Olívia olha para os meninos que estavam um pouco mais atrás do líder e repara que Jungkook e Yoongi haviam saído de lá.

- Quer alguma coisa para beber? - ele diz encarando a garota.

- Um pouco de champanhe seria bom. - ela responde em um tom bom seguido por um sorriso de canto.

Assim que Namjoon sai, os garotos voltam a olhar para Olívia, que no mesmo instante disfarça e se vira.

- Oi Liv. - Hope diz se aproximando com os meninos. - Já estávamos começando a sentir sua falta.

- Como conseguem ser tão falsos? - Olívia se vira já respondendo. - É sério? Vocês acharam mesmo que eu iria permanecer na minha depois do que falaram de mim hoje a tarde? - ela semissera os olhos.

- Do que você está falando? - Jimin pergunta sem entender.

- Ah por favor Park Jimin, até você? - ela cruza os braços.

- Olívia você entendeu errado... Não estávamos falando de você... Não da forma que você pensa. - Tae se pronuncia.

- Não se preocupem, eu só tenho que lidar com vocês porque é o meu trabalho, não teremos nenhum tipo de vínculo fora o profissional. Aproveitem a festa. - Olívia diz e se vira, tendo seu braço segurado logo em seguida.

- Nós vamos te explicar Olívia... Vem cá! - Taehyung puxa a garota para um canto mais reservado junto com Jimin, Jin e Hope.

- Ok. Falem! - ela diz direta.

- Estávamos falando da Lisa, Olívia... - Jin se apoia em uma mesa que tinha ao lado. - Quando Yoongi ficou presa com você aqui, Lisa também estava aqui mas ela saiu logo em seguida...

- Não. Não tem como ela ter saído, nós estávamos presos.

- Foi o que Yoongi disse? - Liv assente a pergunta de Hope. - E você sabe o porquê? Naquele dia Bang tinha dispensado todos mais cedo, menos a Lisa. Yoongi achou que ela tinha ficado porque não sabia, ele voltou aqui pra poder chamar ela e quando entrou não a tinha encontrado. Foi aí que ele viu que estava preso.

- É... Foi por isso que ele foi te procurar. Só você ia estar aqui dentro. - Taehyung continua.

- Ele percebeu o que tinha acontecido... Era óbvio não é? Prender ele com você aqui dentro para fazer o Bang pensar no que poderia ter acontecido. - Jin termina.

- Por que o Yoongi? - Liv franze as sobrancelhas.

- Não é algo particular, poderia ser qualquer um de nós. - Hope responde.

- Mas o Jungkook... - Liv ia continuar mas logo é interrompida.

- Olívia, Jungkook é apaixonado pela Lisa. É por isso que você ouviu ele defende-la. - Jin é direto.

- Liv, o Jeon não estava defendendo você, ele estava defendendo a Lisa. - Hope diz enquanto apoia sua mão no ombro de Olívia. - O Bang soube da verdade depois mas mesmo assim não quis se pronunciar.

- Falando nele... - Taehyung diz um pouco baixo.

- Finalmente achei vocês... Garotos vocês tem uma mini apresentação em dez minutos, é um vocal básico, apenas para os convidados gravarem. Olívia, tem alguns amigos que querem te conhecer, por favor... - Bang sorriu de canto e fez um sinal para que ela o seguisse.

Enquanto Olívia se diria para a apresentação com Bang, ela notava o quanto sua presença chamava atenção das pessoas presentes. Ela nunca fora uma pessoa muito chamativa, talvez o que realmente chamava atenção era o tom vermelho natural de seus cabelos.

- Com licença senhores... Gostaria de apresentar a vocês minha nova Staff, Olívia. - Olívia se curvou um pouco enquanto as pessoas a observavam atentamente. Um homem alto, um pouco gordo e moreno sorriu para ela.

- Olívia. - ele pronuncia com um sotaque diferente. - Então você é a brasileira que todos estavam ansiosos para conhecer?

- Ansiosos? Puxa, que honra. - ela diz simpática e continua analisando as pessoas que estavam ali, até, por fim, chegar a um rosto um tento familiar.

- Essa é a Sra Min, é a mãe do Yoongi e está e Park...

- Byeol. - Olívia termina o nome da senhora, que a olhava fixamente.

- Ela é mãe da Lalisa. - Bang continua.

- É, eu sei. - Liv fitou a senhora por uns instantes mas logo foi cortada pela senhora Min.

- Você é brasileira, querida? - Sra. Min questiona e Liv assente. - Qual o estado?

- São Paulo.

- São Paulo... Já pensei em visitar lá! - o senhor com o sotaque diferente diz para Bang. - Parece lindo.

- E é! - Min Yoongi aparece atrás de Liv, fazendo a moça dar um espaço para ele. - Os nossos fãs de lá são incríveis. Sou apaixonado pelo Brasil, sempre tenho boas memórias dos nossos shows.

- Seus gostos são peculiares Yoongi. - sua mãe o responde em um tom irônico.

- Um dia quero ir lá, sem precisar me preocupar com a agenda. - ele continua.

- Com licença... Eu posso perguntar da sua outra filha, Pakura? - Liv questiona a Sra. Byeol.

- Ela disse que virá. - a resposta foi curta para Olívia. - Vocês são muito amigas? - ela continua.

- Nos conhecemos recentemente, ela é uma pessoa incrível. - Liv sorri ao lembrar de sua nova amiga.

Por uma pequena fração de segundos, o garçom pisa no vestido de uma das convidadas logo perdendo a coordenação de seu corpo e esbarra no senhor com o sotaque diferente, que também perde a coordenação do corpo e começa a cambalear para frente. Bang rapidamente entra no meio da Sra. Min e Byeol. Min Yoongi segura firmemente a cintura de Olívia, puxando a garota para mais próximo e virando de costas.

O homem tropeça no bico de seu sapato social e cai de cara no chão, quebrando a taça em sua mão e cortando levemente a lateral de seu rosto.

Min Yoongi e Olívia permanecem intactos, olhando nos olhos do outro.. Segundos antes que todos pudessem virar para procurar a origem do barulho enorme que fizera, Yoongi se aprofundou no olhar misterioso e doce de Liv, enquanto a garota procurava um pequeno motivo para querer desviar os olhos, todas suas tentativas foram sem sucesso. Assim que percebe a cena, Sra. Min finge uma tosse aguda fazendo com que Olívia se recompôsse e seu filho acompanhando a garota na mesma atitude.

Após o pequeno incidente, Olívia se encarregou de limpar o corte no rosto do convidado cautelosamente para não piorar o alvoroço que havia acontecido. Pakura chegou um pouco depois do anúncio de sua mãe na roda onde Olívia estava, fez companhia para Olívia mas logo a ruiva optou em se retirar.

Antes mesmo de poder fechar a porta do seu dormitório, Yoongi põem a mão no meio, impedindo que a mesma se fechasse por completo.

- O que está fazendo aqui? - Olívia diz enquanto observa Yoongi encostando a porta.

- Algo que eu tô querendo desde que te conheci.

Sem tempo para reagir, Olívia é pressionada na parede, Yoongi passa suas mãos sob a extensão do braço de Liv, fazendo a garota levanta-los. Ele prende seus pulsos com a mão, passando os lábios em seu pescoço. Liv sente seu corpo arrepiar.

- Yoongi, não podemos... - a voz de Olívia sai fraca.

Ele a ignora completamente e a beija sensualmente, sua mão livre percorre a cintura da garota com pequenos apertos. Ele solta seus pulsos e a pega no colo com uma certa dificuldade por conta do vestido e vai em direção a cama.

Antes que ele pudesse colocá-la na cama, os dois ficam paralisados ao ouvir alguém bater na porta.

- Liv, abre, é a Pakura. - a garota bate diversas vezes.

Olívia olha para Yoongi que a encara sem reação mas logo começa a rir.

- Vai, se esconde no banheiro... - Liv diz sussurrando.

- Preciso te contar uma coisa e usar o banheiro.

- Droga... - Olívia põem a mão na cabeça. - Só um minuto Pakura, estou no banheiro. - Olívia tenta ganhar tempo e aponta para debaixo da cama, onde Yoongi se rastejou rapidamente.

A garota espera um pouco até abrir a porta. Pakura mau espera Olívia recepciona-la e corre para o banheiro.

- Que alívio... - Pakura diz enquanto apoia seu rosto nas mãos. - Você não sabe o que aconteceu... O que eu descobri.

- Você está bêbada? - Olívia questiona.

- Não importa, agora deixa eu te contar... - Olívia se senta na cama ouvindo a amiga. - Depois que você veio para o quarto, eu decidi ir beber um pouco e andar pela empresa... Foi quando eu achei o escritório do Bang.

- Pakura...

- Não Olívia, escuta... Eu vi Lisa e o Yoongi se beijando... Eles estavam, se beijando, tipo, muito... - Pakura começa a rir.

- Beijando? - Olívia repete em um tom baixo.

- Ele é tão bonito pra ela... Mas calma, vai ficar pior... Depois eu subi as escadas do terraço pra terminar de beber meu bom drink... Quando eu desci, eu ouvi a Sra. Min dizendo a Lisa que aceita ela como nora. - Olívia franze as sobrancelhas e se levanta.

- Nora?

- Caramba, Olívia, você virou papagaio agora? - Pakura diz sarcástica e se levanta. - Agora eu preciso ir, eu chamei meu motorista, tenho uma festa pra ir. - ela se aproxima de Liv e a abraça. - Boa noite, amanhã te mando um sinal de vida.

Olívia espera Pakura sair do quarto para ir até a porta e conferir se ela não tinha desmaiado pelo chão.

- Agora você pode ir. - Liv vê Yoongi se arrastando para sair de debaixo da cama, ajeita as mangas do seu terno e se aproxima. - Isso é verdade?

- Olívia eu posso explicar. - Yoongi leva sua mão até a bochecha de Liv.

- Não! - ela vira o rosto. - Se você for pelo segundo corredor ninguém vai te ver. - ela diz sem direcionar seu olhar para ele.

- Por favor...

- Não! - ela diz em um tom um pouco mais alto, batendo na mão de Yoongi. - Vai.

- Liv...

- Vai. - Yoongi fica alguns segundos olhando para ela, engole seco e sai sem olhar para trás.

Olívia fecha a porta com força e se senta atrás da mesma tentando raciocinar e juntar o acontecido.

Um pouco depois ela se levanta e vai até o banheiro, tira suas roupas e se enfia no chuveiro. A água quente ajudou a garota relaxar um pouco.

Ela colocou um pijama confortável e se deitou, fitou o teto escuro com pouca iluminação por conta de sua janela que estavam entreabertas.

  E naquele momento, Olívia se perguntara se tinha feito a escolha certa quando decidiu aceitar a tão esperada oferta de trabalho numa empresa fora do Brasil. Seus pensamentos foram pairando em seu pensamento, suas pálpebras ficaram pesadas e por fim, ela adormeceu.


Notas Finais


Olá pessoas, como estão? Espero que estejam bem.

Estamos quase chegando no capítulo certinho onde parei no último login.

ps: próximo capítulo será especialzinho.

Até mais. XoXo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...