História Galerie de l'amour... - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe "Febatista" Batista, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq"
Personagens Felipe "Febatista" Batista, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Personagens Originais
Tags Febatista, Jvnq, Jvtista
Visualizações 29
Palavras 1.326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


er...


~Boa leitura~

Capítulo 14 - You'll be mine tonight, baby


Fanfic / Fanfiction Galerie de l'amour... - Capítulo 14 - You'll be mine tonight, baby

~~João Victor

Fiquei um bom tempo abraçado com Batista, mas vi que já estava ficando tarde, e era melhor arrumarmos nossas coisas. Fomos para meu quarto, ele me ajudou a arrumar minha mala, mesmo eu insistindo para que não ajudasse, mas ele sempre ganha no quesito insistência. Ele e a Margot são idênticos, não tem como competir com ambos. 

Terminamos de arrumar minhas coisas, tudo coube em uma mala só, Batata me ajudou a levá-la para o carro que iríamos usar. Optei por irmos na Toro, já que faz um tempo que Batista quer dirigi-la. Fomos para sua casa, para ele arrumar suas coisas, demorou um pouco, mas logo ele aparece com duas malas.

- Pra que isso tudo? É só um final de semana. - digo, me referindo as malas.

- Uma são as roupas, e outra são livros. Caso eu fique entediado, vou terminar alguns... - ele diz, dando de ombros. O ajudo a guardar as malas, ele adentra o carro primeiro, mas antes de eu entrar, peguei uns... Brinquedinhos... Colocando em uma das malas dele.

Entro no carro, como se não tivesse feito nada, e seguimos de volta para minha casa. Iríamos com Castiel, ele ia nos deixar lá, e voltar, assim o mesmo teria uma folga. Chegamos em casa e Cass estava nos esperando, saio do banco do motorista e passo para o banco de trás, ficando junto de Batista. Seguimos viajem para o aeroporto JFK, o mais próximo da quinta avenida. Demorou uma hora, mais ou menos por conta do trânsito, agora eram exatamente 20:07 (Aut.: sim, eu coloquei outro meme), nosso voo estava marcado para às 20:37, ou seja, daqui a meia hora.

A chamada para o voo foi feita, e nós logo fomos embarcar. Ficamos na área presidencial, e tinham poucas pessoas ali. Foi uma viagem calma, e o bom, é que só demoram cinco horas. Batista dormiu quase a viagem toda, eu às vezes pregava os olhos por uns minutos também, mas eram por poucos minutos.

Era quase 01:00 da manhã, estávamos prestes a pousar. Liguei para o Cass, ele viria para cá com o Igor para trazer o carro, e voltariam em outro, no caso, no que Igor estava vindo. Acordei Batista e nós pousamos finalmente, desembarcamos e fomos para fora do aeroporto, encontrar os meninos. 

- Olha eles ali! - diz Batata, apontando para nossa frente. Cass e Igor estavam parados, ao lado dos carros.

- Como foi a viagem Jv? - Cass pergunta, simpático como sempre.

- Foi bem calma, por incrível que pareça. - respondo, e o mesmo sorri.

- Qual dos carros os senhores vão ficar? - Igor pergunta. Olho para Batista, e o mesmo me encara.

- Toro, com certeza! E eu vou dirigir. - diz. Nem vou discutir, ele sempre ganha mesmo...

- Bom, tenham um bom fim de semana. - diz Cass, nos ajudando a guardar as coisas.

- Obrigado! - digo juntamente de Batista.

- Façam uma boa viagem de volta, nos vemos na segunda. - digo e entro no carro. Batista já está no banco do motorista, só esperando minha autorização.

- Podemos? - pergunto e ele abre um sorriso. - Só vá com cuidado...

- Não deveria ter me deixado dirigir então, pois eu vou na maior rapidez! - ele diz, praticamente arrancando o carro de lá.

 

.

 

Finalmente chegamos na casa de férias, Batista veio MUITO rápido, e eu não estou exagerando. Me arrependi de ter deixado ele dirigir... Mas, conseguimos chegar sãos e salvos. Pegamos as coisas e entramos na casa, acendi as luzes e adentramos.

- Nossa, é mais bonito do que pensei... - diz Batata, ao entrar na casa. 

- Você não viu o nosso quarto ainda. - digo, e o mesmo cora.

- P-posso ir ver? - ele pergunta.

- Claro, fica lá em cima, no final do corredor. - digo, e o mesmo sobe com uma de suas malas. Subi logo atrás, e o encontro olhando tudo no quarto, mas o que parece ter encantado ele, foram os meus bonecos colecionáveis de anime.

- Não sabia que você era tão fã assim de animes. - ele diz, assim que percebe minha presença no quarto.

- É, só um pouco haha. 

- Estou com um pouco de fome...

- Podemos pedir comida japonesa, o que acha? - sugiro e ele sorri como resposta. - Vou pedir então. - digo, saindo do quarto.

Desço para a sala, e ligo para um restaurante Japonês, e pedi uma porção de sushi. Exagero? Talvez... Não demorou muito, e a comida chegou, começamos a comer enquanto víamos The End Of The Focking World. Assim que terminamos a comida, Batista foi levar as coisas para a cozinha e pegar um pouco de refri para nós. Como não tínhamos comprado comida antes de vir para cá, teremos que ir ao mercado amanhã. Ele volta cantarolando Kiss Me, ele fica tão fofo a cantando... Me deu até um ideia.

Levantei-me e desliguei a TV, logo ligando o som e conectando-o no meu celular, colocando a música que ele cantarolava. 

- Me daria a honra de uma dança? - o convido estendendo minha mão, ele sorri fofo deixando os copos na mesa de centro, segurando-a em seguida.

- Com prazer. - ele responde, logo, começamos a dançar pela sala, ao som daquela bela melodia. 

(Kiss me, Ed Sheeran, estou xonada! apreciem)


Settle down with me
Cover me up
Cuddle me in
Lie down with me
And hold me in your arms
And your heart's against my chest, your lips pressed in my neck
I'm falling for your eyes, but they don't know me yet
And with a feeling I'll forget, I'm in love now
Kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved
You wanna be loved
This feels like falling in love
Falling in love
We're falling in love
Settle down with me
And I'll be your safety
You'll be my lady
I was made to keep your body warm
But I'm cold as the wind blows so hold me in your arms
Oh no
My heart's against your chest, your lips pressed in my neck
I'm falling for your eyes, but they don't know me yet
And with this feeling I'll forget, I'm in love now
Kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved
You wanna…

 

Eu o rodava por todos os cantos da casa, riamos e sorriamos um para o outro apaixonadamente. Assim quando a música acabou, o abracei carinhosamente e ele retribuiu. Acho que se eu pedir agora, ele aceita...

- Batata... - o chamo e ele me encara. - Não quero ser precipitado, nem nada, mas... 

- O que? Seja direto ao ponto.

- Okay... Eu quero te levar pra cama, mais precisamente, agora. - digo e o mesmo arregala os olhos, totalmente corado.

- V-você... O quê?

- Não me entenda mal, mas foi você quem pediu para ir direto ao ponto. E eu não estou aguentando mais! Ficamos meses só saindo, ontem foi nosso aniversário de dois meses, e não tivemos nosso momento ainda. Sei que precisa de seu tempo, e eu o respeito totalmente, mas é que... Não aguento mais. - digo e ele desvia seu olhar do meu, se sentando no sofá. - Me desculpe, eu nã... - sou interrompido.

- Eu... Também quero. - ele diz, me surpreendendo.

- É sério? - ele assente.

- Só estava criando coragem para dizer, mas a vergonha não deixou... Desculpe te fazer esperar, eu só...

- Ei, não se desculpe, você estava esperando o tempo certo, e eu estava esperando você ficar pronto. Mas, agora que esse momento chegou... - digo, indo em sua direção, o pegando no colo. - You'll be mine tonight, baby. - sussurro em seu ouvido, fazendo-o se arrepiar. O mesmo dá um sorrisinho ladino, logo depositando um beijo rápido em meus lábios. Assim que nos separamos, ele diz: 

Então, me faça logo seu...

 

...

 


Notas Finais


DESCULPAAAAAAAA
mas tenho que interromper, sinto muito mesmo! prometo trazer o lemon amanhã.

dou o crédito ao meu amorzinho, vulgo a Linny (@Linnyzinha), por simplesmente se aprofundar nos sites procurando os aeroportos de NY, sendo que eu pedi ajuda só os km... é, ela é doida sim, mas okay. duas doidas, se entendem...

desculpem se houver erros

~Bye dos Bye~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...