História Galerie de l'amour... - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe "Febatista" Batista, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq"
Personagens Felipe "Febatista" Batista, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Personagens Originais
Tags Febatista, Jvnq, Jvtista
Visualizações 29
Palavras 2.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oisiin
nn tenho nada pra dizer então...


~~Boa Leitura~~

Capítulo 6 - Achei que não viria...


~~Felipe Batista

- Até mais tarde... - desligo e suspiro sorrindo.

- Sorriso, suspiro, olhinhos brilhantes, ursinho... - Moon diz escorada na porta, olho para a mesma, e rio mínima. - Xonado' demais.

- Ai Moon haha... Chamei ele pra ir no cinema essa noite, acha que fiz bem?

- Você acha que fez bem?! - ela pergunta sorrindo e eu confirmo com a cabeça. - Então é isso, vai com ele.

- Que filme? Nem sei qual escolher...

- Deixa eu fazer isso... - ela adentra minha sala, senta na minha cadeira, começando a mexer em meu notebook. - Ação ou terro?

- Ação!! - digo desesperado, odeio terror...

- Terror meu querido.

- Desgramada... - semi-serro os olhos, a mesma ri.

- Hihi, Annabelle 3 okay? - nego com a cabeça. - Avisa ele.

-... Não fale mais comigo. - ela ri me abraçando. Meu celular vibra acendendo a tela em seguida, uma mensagem do Jotinha. - Uhm, ele me mandou mensagem agora...

- O que é? Vai me diz, me diz!

- Calma hahahah, ele disse... - leio a mensagem. - Ah não, para...

- O que? Deixa eu ver! - Moon toma o celular da minha mão, lê a mensagem, logo começando a rir de mim.

- Não tem graça. - cruzo os braços, fazendo uma carinha emburrada.

- Desculpe, mas tem sim hahahah. Como será que ele adivinhou, que vocês iam ver terror?! Hahahaha.

- Não sei, agora me dá meu celular, vou responde-lo...

- Deixa que eu faço isso... - ela começa a digitar, falando em voz alta, o que estava escrevendo. - "Annabelle 3? Okay, pode ser"...

- Não pode ser não! Moon, vou matar você!

- Shii, ele tá' ligando, atende. - ela estende o celular pra mim, logo atendo pondo no viva-voz.

 

Tem certeza que pode ser terror?

Olha, sobre isso... - sou interrompido.

- Pode sim cunhado, faça ele ver terror. - Moon diz e eu dou uns tapinhas fracos em seu braço, ela está morrendo de rir...

Hahaha, okay então. 

Okay não Jotinha, não escuta ela...

- Para de cú doce Batista, é só um filme!

- De uma boneca possuída!

Se estiver com medo, podemos ver outro... - Jotinha diz e eu encaro a Moon. A mesma, me faz um sinal para aceitar, suspiro...

- Não, tudo bem, vamos ver esse.

Tá bom então, vou terminar os meus afazeres e te busco. Se importa de passarmos na minha casa antes?

- Imagina, não terá problema...

Okay, nos vemos mais tarde. - ele diz animado.

- Tchau Jotinha... - desligo.

 

- Quero matar você Mara Luíza...

- Quer nada, tu me ama. Agora, precisamos escolher uma roupa pro seu date. - ela diz caminhando até o armário no canto esquerdo da sala, - onde guardo algumas roupas minhas, por ficar pintando até tarde e não poder voltar para casa -.

Quero uma coisa básica. O que acha de eu colocar minha calça jeans escura, com aquela jaqueta que você me deu de aniversário!?

- Com aquela camiseta branca e o vans preto... - ela completa. - Perfeito! Já tem seu look.

- Muito obrigado pela a ajuda, mas precisamos voltar ao trabalho senhorita... - digo, à empurrando para fora da sala.

- Aiai, tá bom, já tô' indo... - ela sai rindo. Entro na sala novamente, fechando a porta.

- Acho que vou pintar algo novo... - digo à mim mesmo. Pego meus materiais, - pinceis, palheta, tintas e um quadro branco - ponho os fones em meus ouvidos, coloco uma música relaxante, pelo menos para mim, e começo a pintar no ritmo da música...

 

- My Life Is Going On  (Rock version) - Cecília Krull  (Aut.: foi mal, mas essa música versão rock, é simplesmente maravilhosa! Sou apaixonada... link nas notas finais)

If i stay with you

- If i'm choosing wrong 

- I don't care at all...

- If loosing now, but i'm winning late

- That's all i want

 

Now we need some space

- Cause i feel for you

And i wanna change

- Growing up alone, it seems so short

- I can't explain...

 

- Whatever happens in the future

- Trust in destiny 

- Don't try to make, anything else

- Even when you feel...

 

- I don't care at all, i am lost...

- I don't care at all...

 

I will be so strong

- Looking for a new version myself

- Cause now all i want, is to be a part

- Of my new world...

 

- I don't care at all... I am lost

- I don't care at all...

- Why not have it all?

- I am lost... I don't care at all...

- Lost my time my life is going on...

 

- The voice para você... - Téo diz na porta da minha sala, tiro o fone rindo.

- Desculpa, nem percebi que estava cantando... Precisa de alguma ajuda? - pergunto deixando as coisas de lado.

- Na verdade sim, um senhor veio aqui agora pouco, e pediu para você entrar em contato com ele, o mais rápido possível. - Téo me entrega um pedaço de papel, contendo o nome e o número do senhor.

- Cliente novo... Okay, vou entrar em contato, obrigado Téo. - sorrio gentil, o mesmo retribui saindo da sala.

- Mais uma música, não vai matar ninguém... - escolho uma na minha playlist, e ponho para tocar.  (Aut.: até pensei em colocar um Alan aqui, mas hoje não. F: só pq eu queria catar "um cara é profissional"... J: ele gosta de pegar no pau... Aut: kkkkkkkk)

 

Make Your Heart SingFlowkey & Enzuu - 

- Hello your name is beautiful

- Some how I knew you from before

- I wanna a life

- Just you and I

- Where did you come from

 

- I am gonna make your life better

- I am gonna make your laugh louder again

- I am gonna make your heart sing

- Everyday and Forever ever

 

...

 

~~João Victor

- Senhor, já são 18:53... - Hillary me avisa. Puts', estou atrasado! 

- Ai meu Deus, me esqueci! Obrigado Hillary, estou saindo. - arrumo minhas coisas rapidamente, e atrapalhadamente, pego tudo e saio correndo de minha sala. Entro no elevador, apertando o botão do térreo. Saio do mesmo assim que as portas se abrem, vou direto para o estacionamento, pego meu carro, saindo de lá...

Acho que vou passar em casa logo, me arrumar, depois voltar para a galeria... É, vou fazer isso. Minha casa fica perto da empresa, são mais ou menos cinco minutos para chegar, vale mais a pena. Adentro no terreno de minha casa, logo parando em frente a porta. Desço do carro, e Castiel - um de meus seguranças -, vem em minha direção.

- Não precisa guardar Cass, vou sair logo. - digo e o mesmo assente se afastando. Entro em casa, penduro meu terno atrás da porta e subo para o meu quarto.

- Oh, minha criança, chegou cedo hoje... - Margot diz assim que me vê, ela estava guardando algumas roupas minhas. - Nem fiz o jantar ainda, está com muita fome?

- Não, estou bem. Vim mais cedo, pois vou sair com... alguém... - digo dando um sorriso ladino, diferente de Margot, que abre um muito maior.

- Alguém é?! Posso saber quem? - ela pergunta. Rio soprado, sento em minha cama a encarando.

- Essa pessoa tem cabelos loiros e bem encaracolados, olhos azuis que as vezes ficam verdes, é mais baixo que eu... - ela me interrompe.

- Baixo? Uhm, é um garoto! 

- Ué, mas como? 

- Querido, se fosse menina, teria dito "mais baixa que eu"... Te peguei no pulo! - ela diz e eu rio. - Ai estou tão feliz por você! Ele é apenas um amigo, ou... é algo à mais?

- Bom, quero se torne algo à mais... - mordo o lábio inferior, e a senhora pula de alegria.

- Espero que dê tudo certo, ele parece te fazer feliz...

- Me faz, e muito... Quando estou perto dele eu, sinto que não posso e nem preciso ficar triste. Sempre que ele sorri, me sinto bem...

- Minha criança, você está muito apaixonado. - ela diz rindo mínimo. - Marcaram um encontro não é!? À que horas vão se encontrar?

- Combinei de pegá-lo às 19:30. - digo e a mesma arregala os olhos.

- E tá' esperando o quê para ir se aprontar? Mas menino, tenho que te dar uns cascudos, pra te dar juízo! - ela me puxa da cama, logo me empurrando para o banheiro - que fica no meu quarto -. - Tome um banho, que eu separo uma roupa pra ti. Agora ande logo, vai...

- Calma, calma, já vou haha... - entro no banheiro fechando a porta.

- Para onde vão? - Margot pergunta.

- Cinema.

- Tá'... Não será tão formal tua roupa, mas acho que ficará bom.

- Confio em você, haha... - digo logo me despindo e adentrando o box.

 

.

 

- Vem, quero te ver! - Margot diz ansiosa, e entusiasmada.

- Tô' saindo... - saio do banheiro já vestido. - E então?

- Eu deveria ser personal style, cê' não acha não?! - ela diz e eu rio. - Estou falando sério, eu arrasei no teu look.

- Onde tá' aprendendo essas palavras?

- Na TV oras... - responde dando de ombros.

- Agó' pronto... - ela ri e eu a acompanho. Vou até o espelho do guarda-roupas, vejo meu reflexo e reparo minha roupa... Uma calça skinning preta, uma camiseta azul bem clara, quase branco, e um tênis adidas branco de cano médio. Ela escolheu bem...

- Falta alguma coisa... - ela diz pensativa, me olhando de cima a baixo. - Jaqueta de couro preta. - abre uma porta de meu armário, tirando de lá a jaqueta.

- Agora sim. - pego a jaqueta de suas mãos, a colocando na hora. - Bom, melhor eu ir, estou meio atrasado. Obrigado pela ajuda Margot. - agradeço com um sorriso, e a beijo na bochecha. - Até mais tarde...

 

.

 

~~Felipe Batista

- 19:37 -

- Moon, jaqueta preta ou azul? - pergunto indeciso.

- Olha, sua calça já é escuro, assim como o tênis... Acho que a azul, aquela que tem os pelinhos por dentro sabe!?

- Okay, e... Meu cabelo?

- Lindo como sempre. - ela diz com um sorriso.

- Acha que devo cortar antes?

- Nem pense nisso! Assim tá' lindo, agora você está mais parecendo ainda com um anjinho.

- O que eu faria sem você?

- Ficaria perdido, óbvio... - ela diz e eu jogo uma almofada em seu rosto. - Ei!

- Mereceu... - digo rindo e terminando de me olhar no espelho. - Tô' pronto, eu acho.

- Que divo meninas. - Ingrid fala entrando na sala.

- Obrigado In, e nem é pra tanto...

- É sim, cala a boca! Agora para de se empetecar, vai esperar o menino! - Moon diz me empurrando para fora da sala.

- Espera, cadê meu celular e minha carteira?

- No teu bolso Batista. - Ingrid diz rindo.

- Mas, ele nem me ligou ainda, tenho que esperar. - digo parando de frente para Moon.

- Espera lá fora, vai! - continua me empurrando para fora, desta vez, da galeria.

- Bom filme. - Ingrid diz sorrindo gentilmente e acenando para mim. Coloco minha jaqueta e vou para trás da galeria, - onde fica o estacionamento - e espero.

Estou ansioso e com medo ao mesmo tempo. Medo de ele não aparecer, ou sei lá, desistir... Essa demora está me matando, achei que eu ia demorar, não ele. Decido mandar mensagem para a Moon, só para passar o tempo...

 

- Whatsapp -

- Chat on: Moonzinha

Moon? -

Oi, oq' aconteceu?

Ele está demorando, será q' ele desistiu? -

Calma Batista, ele não desistiu, deve estar preso no trânsito.

Mas, ele não mandou nenhuma mensagem -

Tenho medo de ele me dar um bolo, e eu ter criado muitas expectativas, e ter tido esperança... -

Pelo pouco tempo que conheço o Jv, já deu para notar, q' ele não é capaz de fazer isso

- Não com você...

Tu acha? -

- Sim, com toda a certeza

- Só espera mais um pouco, deve ser o trânsito msm'

Ok Moon, vou confiar em você -

- Chat  off -

 

Bloqueio o celular logo o guardando no bolso, vejo uma luz forte se aproximar de mim, era Jotinha chegando em seu carro.

- Achei que não viria... - digo com um sorriso meigo e envergonhado.

- Desculpa, passei em casa primeiro e peguei muito trânsito. - ele diz coçando sua nuca. O mesmo desce do carro me cumprimentando com um abraço. - Vamos? - diz assim que nos separamos do abraço, logo abrindo a porta do carro para eu entrar.

- Te perdoo com uma condição...

- Qual seria?

- Se eu ficar com medo, vou apertar teu braço! - digo e o mesmo ri.

- Aceito essa condição. - diz sorrindo, o que me fez rir também. Entro no carro, o mesmo fecha a porta e dá a volta entrando também. - Quer pegar a sessão das 21 ou das 22?

- Das 21, melhor... - digo colocando o cinto. O mesmo dá a partida no carro, - já que ele não havia desligado -, e saímos da galeria.

 

 

...


Notas Finais


https://www.youtube.com/watch?v=IZXd8llfb48 -músiquinea-
https://youtu.be/8tuMR2CDI2g -musiquinea-

-nn revisado-

~~Bye dos Bye~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...