História Game of Kingdons - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Fumikage Tokoyami, Fuyumi Todoroki, Hanta Sero, Hawks, Inko Midoriya, Izuku Midoriya (Deku), Kyoka Jiro, Mina Ashido, Momo Yaoyorozu, Ochako Uraraka (Uravity), Shouto Todoroki, Tetsutetsu
Tags Aventura, Bakugoureidosdragoes, Kamijirou, Kiribaku, Todomomo
Visualizações 32
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - A morte não descrimina....


 

E lá estavam, dois povos prontos para a batalha, os dragões e os soldados, tinham uma chance para negociar, ou então se matariam. Bakugou e o príncipe Shoto caminharam calmamente em frente até ficarem de frente um pro outro, dava pra notar a diferença de altura entre os dois

- me diga, porque está fazendo isso Bakugou?- Todoroki perguntou - não precisa acabar assim, desista disso e apenas assine o tratado de paz - Todoroki disse quase suplicando

- se eu estivesse em qualquer outra situação eu assinaria de bom grado - Bakugou disse dando uma falsa esperança pro bicolor- ...mas fale pro seu "reizinho" que não vou assinar nenhuma porra de tratado até ter o que eu quero - Bakugou finalizou deixando Todoroki confuso

- o que você você quer?

Bakugou ficou mais próximo do mais alto, o loiro era realmente bem baixo em comparação ao príncipe

- o rei- o loiro respondeu seco e estressado - me entregue o rei

Todoroki se impressionou, porque Bakugou queria o rei? Com certeza não tinha nenhuma boa intenção, Endeavor morreria nas mãos daquele bárbaro

- sinto muito, mas não terá o rei

- então não há nada o que negociar- Bakugou se virou e foi até seu exército de dragões, Todoroki também se virou e foi em direção ao exército. Estavam apenas esperando o rei mandar para atacarem

- AVANTE!!!- o exercito avançou, Kirishima encarou Bakugou que estava sério e de braços cruzados esperando o comando

- queimem todos eles - Kirishima obedeceu, ficou na frente do rei e cuspiu fogo para queimar todos os soldados que carregavam escudos na frente deixando espaço livre para ele, Katsuki e os dragões atacarem 

Logo os dragões atacaram e queimaram vários soldados enquanto Kirishima e Bakugou lutavam juntos contra os vários soldados presentes. Enquanto aquele festival de morte ocorria, Ashido e Midoriya estavam na caverna ouvindo tudo, assustados e com medo

- a quanto tempo é escrava de Katsuki?- Midoriya perguntou enquanto brincava com Luke, Mina riu

- não sou escrava dele, ele me libertou, eu cheguei em Valiria suja, nua, machucada e estrupada, Eijirou me levou até o rei e ele me deu uma oportunidade de ser sua tradutora e amiga mais próxima- Mina sorriu ao se lembrar, o rei foi o único que deu a Ashido outra opção além da escravidão, humilhação ou morte - eu vim do reino Baratheon, humilhada constantimente, " a criança amaldiçoada", o rei foi o único que me ajudou, e sou grata por isso

Izuko estava surpreso, o tão temido rei dos dragões, assassino, queimador de cidades, não era alguém tão ruim, era de uma certa forma uma boa pessoa

- ele é muito diferente do que me falaram

____________*_____________*____________

Bakugou's interlude

Eu sinto morte muito mais como uma memória, cada uma das pessoas que eu vi morrer, cada uma das pessoas que eu queimei, por mais que pareça ruim tudo que eu fiz, todas aquelas pessoas mereciam a morte, senhores de escravos em uma cidade horrível, a cidade no qual Mina nasceu e foi maltratada por pessoas asquerosas, Todoroki, todos, eles mereceram a morte. Depois de tanto tempo, aqui estou eu, o rei dos dragões, lutando com toda a minha força pela minha vida, meu querido Kirishima está ao meu lado, meus dragões estão ao meu lado, tenho esperança. Mas assim como todas as coisas que eu amo ela é tirada de mim

____________*________________*___________

Um dos dragões foi derrubado, dois foram derrubados, eles não conseguiriam cuidar de tudo aquilo sozinhos, Bakugou parou por um instante para ver o que aconteceu, quando foi acertado na nuca por alguém, era Uraraka, ela não deixaria barato o rapto de Midoriya

- Bakugou!!- Kirishima vai tentar salva- lo mas é acertado no rosto por um soco de Momo o apagando

- me diga onde está Midoriya!- Uraraka gritou para o soberano que ainda estava tonto - responda!!

Bakkugou engoliu o sangue na boca

- não é assim que vai pegar seu namorado de volta - Bakugou deu um sorriso sádico se preparando pra luta, mas viu outro dragão cair, o último caiu, Mitsuki caiu, Tetsu tinha sido capturado e os outros...morreram. Bakugou entrou em choque, nunca na sua vida tinha perdido uma batalha, ele caiu no chão com as mãos na cabeça, desejando para que Midoriya e Ashido estivessem bem, para que Eijirou ficasse vivo, para que Endeavor simplesmente explodisse, sabia que era inevitável, iriam achar Mina e Midoriya, matariam o que restou dos dragões, achariam... Katsuo! Bakugou se lembrou do ovo de dragão, ele tinha que pega- lo, ele se levantou querendo correr até o castelo mas Momo imediatamente o acertou o fazendo cair, ela o amarrou no chão enquanto Bakugou se contorcia de preocupação

- Katsuo - ele sabia que aquele seria seu último pensamento

___________*____________*_________

Na floresta que dividia Valiria de Yuuei estava Bakugou e Kirishima, o rei estava prestes a decidir seus destinos, ambos haviam sido dados para Endeavor pra julga-los

- Katsuki Bakugou, o rei dos dragões, parece que não é tão ameaçador agora sem seus tão ameaçador dragões não é?- Endeavor riu enquanto continuava- parece que seu fim será como a da velha Valiria não é? Nascido como um rei, criado como como um guerreiro e vai morrer como um escravo

Bakugou franziu o cenho

- não me rebaicharei a isso filho da puta!- Bakugou gritou assutando todos os soldados- prefiro morrer a servir você!

Naquela frase Endeavor se cansou, fez um sinal para Momo, morena se aproximou, o soldado que segurava Bakugou puxou sua cabeça pelo cabelo loiro do rapaz, Bakugou sabia que morreria ali, Kirishima assistiria tudo, e aquilo era tudo culpa dele, se não fosse tão obsessivo com vingança, se tivesse deixado pra lá, mas não, o rei dos dragões tinha que tentar ser o herói, tinha que fazer justiça, ele estava arrependido? Nenhum um pouco

- últimas palavras?- Momo o perguntou

Levou 2 minutos para ele decidir falar, Eijirou olhava aquilo apavorado, o amor da sua vida iria morrer, aqueles simples 2 minutos estavam parecendo uma eternidade

Bakugou deu um sorriso debochado, queria que Eijirou lembrasse dele assim, alguém que não tem medo de nada, que enfrenta o perigo até mesmo diante da morte

- adeus, vadia do Todoroki- após aquela frase Momo enfiou a faca no peito de Bakugou, a retirou e a enfiou na barriga dele

Kirishima entrou em desespero

- BAKUGOU!!!- Eijirou gritou desesperado

- Ei...ji...rou - foram suas últimas palavras, o final Eijirou não lembraria dele como alguém inabalável e sem medo, mas sim alguém corajoso, que enfrenta tudo que estiver em sua frente, alguém que o amava

Eu sinto a morte muito mais como uma memória

ela não descrimina entre pecadores e santos, ela pega, e pega e pega

Eu vou esperar por isso, vou esperar para ver o rei Todoroki novamente, vou mata- lo, junto do príncipe, junto da guerreira que o tirou de mim ..

Vou apenas esperar por isso

Não vou desperdiçar minha oportunidade

 

Continua...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...