História Gamers Love - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Boris, Castiel, Charlotte, Dakota, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Alexy, Amor Doce, Armin, Docete, Games, Kentin, Personagens Originais, Rosalya
Visualizações 25
Palavras 2.451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora! De coração ><
Tive um pequeno bloqueio ;u; Para além que uma preguiça me atingiu kkkk
Mas aqui está um capítulo novo de Gamers Love :3
Boa leitura!

Capítulo 29 - Entrevista


Pov Sasha ON

Sentei-me num banco no jardim traseiro da escola pensativa. Segundos depois Rosalya estava do meu lado com uma cara de preocupação.

- Estas bem Sasha? - perguntou-me.

- Porque não haveria de estar? - ri.

- Bem... Assim do dia para a noite todas as pessoas voltaram a falar da tua carreira como cantora~

- Isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde, acabou apenas por ser hoje. - ri sem graça. - Fui descuidada.

Rosalya encarava-me com um olhar de pena.

- Não olhes para mim com essa cara. - dei-lhe um peteleco na testa.

- Mas se eu não tivesse sido tão egoíst~

- Ainda pensas nisso? Eu que decidi tomar esta decisão. - olhei para o céu. - Acho que apenas não estava destinado para acontecer.

- Eu fiquei com medo de te perder... Ia-mos nos ver menos vezes... Eu não queria, queria que eu, tu e o Daniel ficasse-mos juntos para todo o sempre. Mas se essa tua carreira começasse ias ficar com menos tempo para nós... Eu não entendia que era o teu sonho... Em vez de te apoiar eu e o Daniel acabamos por te colocar mais pressão em cima usando os sentimentos que sentias por nós contra ti. No final, acabamos por nos separar fisicamente, o Daniel está fora do país, estamos a pensar em seguir caminhos diferentes na universidade... Tanta coisa mudou desde aquela época...

-  Não se achem o centro do mundo, não foram apenas vocês dois a causa do fim da minha carreira que nem tinha iniciado.

- Não...?

- Nunca falei muito bem disso com vocês, mas era pressão demais! Sério, tinha muitas pessoas que tinham altas expetativas em mim, e se eu não conseguisse alcançar as expetativas deles? Se eu de repente paresse de conseguir escrever canções? Eu não iria aguentar isso tudo e provavelmente teria colapsado.

- Que exagero, acho que tu terias conseguido lidar com isso tudo.

- Quem sabe, talvez sim, talvez não, agora não tem como eu descobrir.

- Se te voltassem a oferecer uma proposta para seres cantora profissional, tu aceitarias?

- Depende da situação em que eu me encontrasse no momento, eu não sei... Talvez sim, talvez não.

- Se qualquer dia decidires seguir essa carreira, não só eu e o Daniel, mas tenho a certeza que todos os outros iriam te apoiar.

- Não me parece que eu vá seguir esse caminho. - ri. - Estou bem como estou atualmente, tenho-te a ti, ao Armin, ao Daniel, a todos, não preciso de mais nada.

- Nunca se sabe o que irá acontecer amanhã.

- Pode acontecer muitas coisas, então vou decidir o que fazer na altura, agora, tou de boas. - levantei-me do banco e coloquei as mãos na cintura. - Vou acabar com a Misty hoje.

- Tenta apenas não cair na frente de tantas pessoas.

- Se isso acontecer eu faço uma pose estilosa no final. - pisquei o olho.

- Isso se não bloqueares. - riu.

- Nós vamos estar lá para dar um apoio se isso acontecer. - falou Lynn.

Olhei para trás e vi todos.

Íris.

Nathaniel.

Lynn.

Castiel.

Armin.

Alexy.

Peggy.

Lysandre.

- Conto com vocês. - sorri para eles.

---- 18h----

- Encontramo-nos no Master Course. - falou Alexy dando um tapinha de leve no meu ombro.

- Boa sorte a todos. - falou Rosalya enquanto abraçava Íris e Lysandre. - Arrazem.

- Esse é o plano. - Castiel sorriu de canto.

O motorista que nos esperava dentro de um carro próprio da MC buzinou duas vezes.

- Vamos indo. - falou Castiel abrindo a porta do carro entrando neste.

- Até já! - Íris acenou entrando.

Lysandre sorriu para todos e entrou também.

- Agora eu~

Armin pegou na minha mão e olhou para os restantes.

- Entendemos! Estamos indo na frente. - falou Lynn começando a empurrar todos junto com Rosalya.

Assim que todos desapareceram da nossa linha de visão fechei a porta do carro e fiz sinal ao motorista para esperar dois minutos.

- Então... - começou Armin. - Eu só queria te desejar boa sorte.

- Obrigado. - fiz um carinho na bochecha dele.

Armin pegou na minha mão e depositou um beijo nela.

- Nos vemos lá? - perguntou.

- Mal terminar a entrevista vamos ter uma noite de karaoke para relaxar, tudo por minha conta. - pisquei o olho.

- Acho que todos vão gostar. - riu.

O motorista buzinou.

- Preciso ir.- dei um selinho rápido no Armin.

- Boa sorte de novo. - falou soltando a minha mão.

Abri a porta do carro e olhei para ele.

- Sorte é o meu nome do meio.

No momento que eu ia entrar no carro bati com a cabeça.

- Merda... - resmunguei com a dor.

- "Sorte é o meu nome do meio". - repetiu Castiel em tom de deboche.

Olhei para fora do carro e o Armin estava a morrer de rir.

Será que eu não posso ter um momento estrelar sem algo ou alguém me impedir?

O motorista ligou o carro.

- Eai estão ansiosos? - sorri de canto.

- Demais. - Íris parecia estar quase a ter um ataque cardíaco do tão nervosa que estava.

- É só uma entrevista, relaxa! Pensa que todos à tua frente são algo que tu gostes muito.

- Tipo eu.

Todos olhamos para Castiel.

- Acho que isso iria deixar a Íris mais nervosa ainda. - comentou Lysandre.

- Prefiro pensar em gatos ou algo assim...

- Eu sou um gato, ou seja, vais continuar a pensar em mim. - Castiel sorriu de canto.

- Castiel e a sua alta autoestima. - suspirei.

Passado alguns minutos finalmente chegamos à parte traseira do edifício onde iriam decorrer as entrevistas.

Assim que entramos no edifício fomos cercados por diversas pessoas que estavam destinadas a nos vestir e maquilhar.

*1 hora depois*

Lysandre, Íris e Castiel sentaram-se em 3 das cadeiras em frente ao grande número de jornalistas presentes na sala.

Vários flashs fizeram-se presentes na sala.

Os três fizeram o máximo para não parecer que estavam quase cegos.

Armin, Alexy e os restantes encontravam-se no fundo da sala fazendo alguns sinais de apoio.

- Hoje teremos uma entrevista com os membros da nova banda da Master Course, Apocalipse. Por favor coloquem as vossas perguntas uma por uma sem confusão. - Leo olhou para os 3. Eles assentiram e levantaram-se.

- Chamo-me Lysandre, prazer. - acenou com a cabeça.

- Íris. - disse ela timidamente.

- Castiel. - sorriu de canto para uma câmara.

Um homem levantou-se após os 3 se sentarem novamente.

- Eu começo. - pigarreou. - Quando tiveram esta ideia de formar a banda?

- Eu e o Lysandre já queriamos formar uma banda à alguns anos porém nunca tivemos oportunidade de concretizar este sonho. - respondeu Castiel.

- E a Íris? - perguntou.

- A Íris juntou-se a nós recentemente, pois, para aproveitar a chance que nos deram de criar esta banda precisávamos de um terceiro membro. - desta vez quem respondeu foi o Lysandre.

- Até agora qual foi o maior obstáculo da vossa carreira? - perguntou outro homem.

- Estudar e ter os ensaios ao mesmo tempo eu acho, é um pouco exaustivo, mas suportável. - respondeu Íris.

- Quando será a data do vosso primeiro show ao vivo?

- Ainda não sab~

O meu pai entrou no palco e flashs começaram a disparar de novo.

- Agora? - perguntou Leo.

- Acho que não teremos um momento melhor. - assentiu o meu pai.

- O que se passa? - sussurou Castiel para o meu pai.

- Temos um anúncio a fazer. - apoiou uma mão no ombro do Lysandre e outra no ombro da Íris. - A Master Sound como planeado à alguns anos vai se expandir até ao exterior.

O meu coração por algum motivo começou a bater muito depressa... Eu estava com um mau pressentimento.

- O local escolhido foi Inglaterra e esta nova banda foi escolhida para ser a cara da Master Sound lá. Assim como vocês, eles acabaram de descobrir isto, então ainda aguardamos a confirmação deles.

Lysandre, Íris e Castiel trocaram olhares confusos.

- E claro, o show de estreia deles vai ser em Londres. - continou Leo. -  Mas se não aceitarem também é possível dar um jeito de ter um concerto aqui, mas o tamanho provavelmente será consideravelmente menor. 

A partir daqui eu não consegui escutar mais nada, Castiel, Lysandre e Íris iriam sair de França? Não iríamos nos ver como agora? Primeiro o Daniel, e agora eles... Um por um estavamos todos a separarmo-nos.

Dali a a pouco tempo iríamos nos ver com menos frequência e talvez fossemos perder o contacto com alguns de nós.

É... O colégio estava terminando... Tinha sido tudo tão rápido demais... Se pudesse adoraria voltar atrás e fazer tudo de novo, sem mudar nada, nem mesmo a minha quase morte.

O que para mim pareceram alguns minutos perdida em pensamentos na realidade foi uma hora, o que sinalizava o fim da entrevista deles e o início da minha.

Os três saíram do palco acenando com grandes sorrisos na cara enquanto diversos flashs eram disparados na direção deles.

Tinha chegado a minha vez.

Assim que o meu pai fez um sinal com a mão, suspirei e entrei.

Milhares de flashs começaram a disparar na minha direção o que me deixou um pouco tonta. Para que isso gente?

Avistei todos encostados à parede ao fundo da sala e sorri discretamente na direção deles e sentei-me.

- Iremos começar. - anunciou Leo.

- Boa tarde, o meu nome é Sasha Brauns mais conhecida por vocês como Misty. - sorri.

Um homem levantou-se rapidamente.

- Boa tarde, o meu nome é Joe, irei começar, qual o motivo de teres escolhido ser cantora mesmo que tenha sido por um curto período de tempo?

- Bem, ser cantora era um dos meus maiores sonhos desde muito nova então assim que tive um possibilidade de concretizar esse sonho eu decidi tentar.

- Se era um dos teus maiores sonhos porque desististe dele? - perguntou outro homem.

- Motivos pessoais.

- Segundo vídeos publicados na internet vimos que cantaste num evento da Master Sound à algum tempo junto com um integrante da Apocalipse, o Lysandre, e também em alguns musicais aleatórios junto com alguns alunos da Sweet Amoris, podemos supor que ainda gostas de cantar e que as chances de voltares com a tua carreira não são nulas? - perguntou um terceiro homem.

- A Misty desapareceu antes mesmo de ter uma existência completa, se eu voltasse com outra carreira usaria um nome diferente provavelmente, quanto ao voltar a ser cantora... Atualmente não é algo que eu tenha em mente os meus sonhos são diferentes do que eram anos atrás. - sorri sem graça.

- Qual é o teu sonho atual?

- Eu gostaria de estudar programação ou algo desse género e criar o melhor jogo de sempre!

Após isso encheram-me com mais um bilião de perguntas e no momento em que o Leo iria encerrar a entrevista um homem ao fundo da sala levantou-se.

- Eu poderia colocar mais uma questão?

- Última. - assentiu Leo sentando-se.

- Retornando à segunda pergunta feita, o motivo pelo qual desististe da carreira talvez tenham sido... Amigos? Pressão? Medo? Devias ser bastante nova quando começaste a cantar como Misty o que é que te influenciou tanto a ponto de desistires? Aposto que todos os presentes aqui querem saber a resposta a esta pergunta. - sorriu de canto.

A sala que momentos atrás estava silenciosa enquanto Leo se preparava para encerrar a entrevista encheu-se de sons. Todos começaram a fazer perguntas ao mesmo tempo sobre o que o homem tinha acabado de falar.

Eu abria a boca para responder e dar um fim rápido a tudo porém logo a seguir alguém me interrompia.

O Leo tentava acalmar todos em vão.

Uma coisa que eu odeio, desde o fundo do coração é peixe! (N/A: ?) Mas a outra coisa que odeio demais é estarem constantemente a interromperem-me.

Soquei a mesa à minha frente com força e todos se calaram a olhar para mim.

- Talvez ela tenha desistido porque tem problemas com humor? - sussurrou um homem.

Esse cara pensa que eu tenho problemas auditivos?

- Eu, Sasha Brauns, desisti da minha carreira como Misty pois achei que não estava preparada ainda! Artisticamente e pessoalmente. Eu teria que abdicar de muitas coisas e eu não estava pronta para isso, fora que eu tinha medo de não conseguir agradar a todos, atualmente eu sei que é totalmente impossível conseguir agradar todo o mundo, mas na altura eu não enxergava isso, eu queria ser a melhor entre as melhores, era uma criança. Mas eu cresci, os meus sonhos mudaram, eu mudei! O que eu queria quando criança não é o mesmo que eu quero agora, espero que entendam isso. Mas não, as chances de eu voltar com a minha carreira de cantora não são nulas, ninguém sabe o que vai acontecer amanhã. Talvez certas circunstâncias me obriguem a voltar, não sei, o futuro é incerto. Eu atualmente vou entrar numa fase dificil, vou-me separar de diversos amigos, todos nós vamos seguir caminhos diferentes, uns querem seguir moda, outros direito, musica, contabilidade... No fim, muitos de nós vamos acabar por ter preferências em universidades diferentes e vamos nos separar, esta fase é sempre difícil, saber que os tempos que nos divertimos tanto se estão a afastar e a vida adulta está cada vez mais próxima... Para além disso ainda tenho muitas provas de admissão pela frente, agora não é a altura para me ficar questionando sobre algo que ficou no passado, não acham? - sorri de leve e levantei-me para sair da sala enquanto o Leo terminava a entrevista.

Milhares de flashs começaram a disparar na minha direção e pessoas bloqueavam o meu caminho impedindo-me de passar. Senti alguem passar um braço ao redor dos meus ombros. Quando olhei para ver quem era vi Lysandre, o que me deixou mais aliviada. Ele sorriu para mim e começou a abrir caminho rapidamente entre todos junto com Castiel.

Passei rapidamente o olhar pelo lugar onde estava a Rosalya e os outros e encontrei Armin a olhar com cara feia para o Lysandre, porem, um sorriso caloroso apareceu na cara dele assim que ele olhou para mim, um sorriso de apoio. Todos fizeram gestos de apoio para mim enquanto eu me afastava.

Assim que consegui sair daquele lugar peguei minhas coisas, marquei uma hora com todos para nos encontrarmos no tão prometido karaoke e fui para casa descansar uns 30 minutos. Tinha sido um dia em grande.


Notas Finais


Só de pensar que todos se vão separar bate uma tristeza ;u;
Desculpem novamente pela demora :3
Espero que tenham gostado!
Nos vemos no próximo capítulo!! Beijão :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...