História Gang, the crime syndicate - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 44


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BLANC7, Block B, EXO, G-Dragon, IKON, Kris Wu, Seventeen, SHINee, T.O.P, TWICE, Velvet Revolver, Zico
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jungkook///você///bts
Visualizações 140
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 44 - Para um bom entendedor poucas palavras bastam


  Capitulo Anterios.

 p.o.v s/n off guarde o celular,e me pus deitada ao lado da hee,puxei outra coberta e me abracei a ela,sei que agora minha vida, ou vai andar para frente,ou vai voltar de re para trás. s/n off

Capitulo Atual.

 kook on 

 voltei ao passado,ao tempo que eu ia no bordel,casa de campo,casa de prostituição como você entende disso. Cheguei La todos me receberam muito bem,as minhas propriedades ainda estão bem amparadas,todos meus funcionários trabalhando bem,ia me manter fora disso mas não ta dando isso me sufoca,algo me diz que preciso me respaldar ainda não sei de que ou de quem.

 A s/n não estava ao meu lado quando acordei,sai de La sem saber onde ela estava,isso e mal sinal,ela deve ter ido ver meu pai,ou melhor suposto pai,elam e pede distancia dele e vai vê-lo? 

 Cadê a cumplicidade nisso?,ela foi e eu não,eu deveria pedir para ela manter distancia,mas o lado dela mãe,mulher grita nessas horas. Andei ate minha sala que ainda continua a mesma tudo nos devidos lugares parece que esse povo me espera vir todos os dias,mas prefiro vir de surpresa,vim para Ca pos eu sei que posso pensar melhor nas coisas. 

 Aqui era um lugar que por incrível que pareça consigo pensar, no que tenho que fazer,a leda e minha representante daqui,ela e parte do meu passado que a s/n nunca sonhou em saber,foi com ela que deixei de ser menino e me tornei homem,vulgarmente falando ela tirou minha virgindade,para todos os efeitos foi a s/n a gente deixou de ser virgem juntos,bom na cabeça dela deve ser isso,nunca entrei em detalhes na aquela época,hoje em dia se ela comentar a gente fala de boa. 

 Me sentei e pus todos os livros da contabilidade a minha frente e fui revisar eles,apertei o interfone e fui chamar a secretaria pedi um café,um whisky preciso relaxar,preciso por minhas idéias em dia. Não demorou muito ela trouxe,bateu a porta e eu deixei ela entrar,ela deixou a garrafa para mim e saiu,me olhando e dando sorrisinho. Odeio mulheres assim que se jogam no colo dos homens como se fosse tirar o penis deles das calças isso e complicado. 

 Fiz gesto com as mãos para ela ir logo e trancar a porta assim ela o fez,e voltei a cuidar de tudo,e bebendo meu café e meu whisky do blend de Chivas Regal do ano de 1786 o sabor dele e único so com grana alta você compra um desse Faz muito tempo que não tomo nada forte e do meu agrado,se minha s/n me visse agora iria não me reconhecer so fico de água,suco essas coisas para me manter bem o corpo. 

 Escutei batida na porta,e ela se abrir,era ela era a Leda,isso e mal sinal,se ela veio aqui e porque ela sente saudades coisa que não sinto mais.

 Leda- esta maravilhoso assim viu,todo despojado de moletom de frio de touca e de mascara.-vem na minha direção. 

 -Leda seu tempo acabou mulher sou casado com 2 filhos minha mulher e perfeita. Leda- se fosse você estaria em casa e não aqui -sorrir debochada. 

 -Bom você não sabe da minha vida em nada então não pense besteira estou bem com a minha mulher.Dou lhe os ombros.

 Leda- Bom saber que e casado e esta bem com a esposa,então se eu me chegar perto de você não sente nada?-a olho. 

 -pode fazer o que voce quiser ate ficar nua esfregar isso que você tem ai de baixo do vestido na minha cara não muda em nada o que tenho com minha pequena

. Ela veio em minha direção colocando sua Mao dentro das minhas calças e segurando meu penis puxando o zíper ela o desce e tira tudo para fora e por a boca,eu fingir que ela não estava ali,olhei para ela e ela ficou furiosa. 

 Leda- Não acredito você não ta nem ai para mim Daddy. 

 -Já disse a você sou homem de uma mulher so e a ela meu respeito então saia.

-pus meu penis para dentro da cueca e puxei a calça,e ela saiu enfurecida. Ela abriu a porta e deixou aberta o som alto varias pessoas falando,eu me perdi olhando de PE os papeis de novo. 

 Uma outra mulher entrou não conhecia ela,loira alta no salto de vestido preto,muito maquiada,o reboco que ela pos na cara dava para construir uma casa,não precisa de tudo isso para ter um homem apenas respeitá-lo o resto a vida se ajeita. 

 x-senhor jeon prazer em conhecê-lo. -diz

-o que você quer estou ocupado? 

 x- So queria conhecer o meu chefe -sorri aquilo me embrulha o estomago. .

-já conheceu pode sair.-me sento.

 Ela veio na minha direção e me estendeu o copo de whisky e eu bebi,um tempo depois passei a ficar tonto não lembro de mais nada. 

 Kook off 

 Narradora on 

 Depois de bebe o whisky todo kook se sentou e a mulher saiu,ele passou a ficar tonto e perder as funções como se o corpo dele não tivesse obedecido ao seu comando. 

 Ela voltou e veio sorrindo pos sabia que o que ela queria iria acontecer,ela foi pro lado do kook e seu celular toca. 

 Ligaçao on

 S.n- Jeon?

Jk- amor?

S.n-cade voce?

 Jk- vim andar para espairecer,onde voce estava? 

S.n -fui ver seu suposto pai com o yoongi,não ia deixar você ir La ver ele,precisamos conversar. 

JK- agora não da s/n estou ocupado

 xx-Vem amor larga esse celular,vamos brincar-.

Ela falava algo que ele não escutou,e desliga o telefone Ele já não respondia nada,como fosse uma marionete ela o manipulava,em quanto tudo acontecia alguém os observava.

 A novata fez ele trair a s.n transar com ela,ela o beijava ate a ponto dela por a mao de novo nele e ele se sentar na cadeira quase desmaiando. Ela se sentou o colo dele e ele recostou na cadeira e acabou adormecendo.

X- Mas que merda ele dormiu esagerei ma dose

. Ela se levanta do colo dele e sai fechando a porta e indo para o palco dancar em quanto isso kook ficava no escritorio dormindo. 

Um tempo depois Jungkook acorda com muita dor de cabeca e nota que dormiu no escritorio da boate vulgo bordel se levanta e se arruma pega suas coisas seus livros de contabilidade e vai embora do lugar. Entra no carro da partida no mesmo e vai para o hospital encontrar com a s.n e a Hee.

 Algumas horas depois ele chega la estaciona o carro e corre indo para o quarto da Hee ,entra e ver a s.n dando de comer a sua filha. 

Jk- Amor desculpa a demora eu dormir onde eu fui.

 S.n- Sei bem que voce dormiu la 

Jk- Sabe? 

S.n- Nao vou brigar agora so tenho a te dizer e vai embora jeon cansei de tudo.

 Jk- ......... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...