História Gang, the crime syndicate - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BLANC7, Block B, EXO, G-Dragon, IKON, Kris Wu, Seventeen, SHINee, T.O.P, TWICE, Velvet Revolver, Zico
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jungkook///você///bts
Visualizações 75
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 50 - Nascimento do meu filho,Meu bem mais preciso é você


Cap anterior
olhei para frente e a tropa da s.n chegando,meus amigos chegando para ajudar a arrumar a pista,eles foram arrumando e a gente foi passando de vagar,nao sei que eu faria se nao tivesse eles,nao sei como vai ser isso mas sei que tenho uma familia grande para me ajudar,nunca mais vou deixar de acreditar que mesmo com essa minha familia maluca eu ainda tenho eles de maos estendidas para mim,e para meus amores
Capi atual
Continuação.
A s/n abriu os olhos e ficou olhando em volta,assim que A pista foi liberando e a gente passando de vagar,mais a frente dei de cara com um caminho todo fechado nas laterais,abrimos o vidro do carro,era a tropa da s/n fechando as ruas para liberar só nossa passagem.
Vieram os comandantes de outras tropas de outras policias,carro mas a frente parado,quando passamos em frente,era o jin,todo machucado,com bandagem pelo rosto,feridas  boca super cílios cortados,olhos arrochados,ele veio ate a gente,e me olhou apreensivo.
Jin- kook,ela não vai agüentar cara,precisamos fazer isso aqui,ela pode morrer e o bebe também.
--não vai jin,eu confio,ela vai ficar bem,ele também vai,nos vamos ficar bem,por favor confia.
Jin- então vai logo embora,ta tudo liberado,depois a gente conversa ok?
-ok- O carro seguiu a rua a baixo,tínhamos que ir rápido,mas ainda tinha gente a nossa frente,e o povo tentando liberar tudo.,
conseguimos com muito custo chegar ao fim da ladeira,
Fomos muito rápido do carro deslizar na pista,vi a seulgi abanando ela,a única coisa que minha mente so fazia era rezar para que nada dessa errado,olhei pro lado ela voltou a desmaiar.
--Rapido yoongi,ela desmaiou de novo  cara por favor,as batidas do coração dela estão lentas,não quero perder minha mulher-ele me olhar e acelera,passamos tão rápido as 4 pistas principais da cidade,que fomos deslizando subindo a calçada do hospital.
E vendo as pessoas correrem da frente.
Ele parou na frente do portão,e a equipe medica vir com a maca já?-isso tem dedo do olaf.
O medico abriu a porta,eu sai e ele pegou a s/n eu e o enfermeiro ajudamos -ele me olha.
Medico- ela desmaiou agora?-Ele me olha apreensivo,eu to quase morrendo por dentro mas preciso ser forte por nos.
-não na porta de casa,acordou,e voltou a desmaiar,ela não agüentou as dores,ela dessa vez não conseguiu ser forte para agüentar tudo.
Medico- vamos levar ela para dentro,e ver tudo,vamos cuidar bem dela,pelo visto vai ser cesariana senhor,se eu força vir normal,pode dar problemas no coração dela,e muita dor para ela,ela não vai agüentar ok?
Se o senhor me garantir que vamos ficar bem tudo bem- o olho.
Medico- o Senhor vem junto,normais do hospital o pai acompanha o nascimento do filho,seja forte por eles.
Seguimos para a sala de cirurgia,eles ficaram e eu fui junto dos médicos e dos enfermeiros.

Entramos na sala colocamos ela na mesa,eles fizeram todos os procedimentos para ela operar,a colocaram no soro,e mascara de oxigênio,ela abriu os olhos desorientada,e ficou me olhando chorando.

--Amor vai ficar tudo bem,o bebe esta bem se acalma,eles vão te da a injeção para fazer cesariana ok.-ela concordou com a cabeça.

O medico a colocou na posição para da a injeção nela,e eu a abracei para segurar a reação do corpo dela por causa da injeção entrando.

Em quanto a gente esperava,entrou mas dois homens,ele foram para um canto da sala,um deles se sentou e fez volume na cintura,meu lado bandido gangster gritou,algo tem,tem coisa ai puxei o celular e liguei pro yoongi,senti que algo pode acontecer,não confio assim tão fácil no destino as vezes ele pode nos pregar peças.

Ligaçao on

-- yoongi manda o Paulo e o olaf entrar,tem dois caras estranhos aqui,nao sei algo me diz que tem algo de errado cara ,podem matar minha mulher e meu filho.

Suga- calma vamos da um jeito já vou avisar ele.

Desliguei a ligação.

Voltei meu olhar pros caras no fundo,ele abaixaram a cabeça e começaram a olhar o celular,algo gritando dentro do meu ser diz que esses caras querem algo,escutei barulho na porta,vi o olaf o Paulo,o padrinho da s/n entrar,eu só acompanhei com os olhos, ele pegando os caras pelo braço e levando para fora.

Vi o olaf vir na minha direção e parar diante da Maca onde eu estava com a s/n perto, e ele alisar o dedo na testa dela,e me olhar,e afagou meu cabelo por cima da touca.

Olaf- Vai ficar tudo bem,vamos investigar quem ele é,fica despreocupado,curta seu momento de pai e de marido,cuide deles,que do resto a família cuida.

--Obrigado-Sorrir.mais internamente meu coraçao chorava,eu não ia conseguir fazer muita coisa mesmo sabendo lutar,brigar o medo de algo da errado foi maior.

Olaf- Vou ficar aqui dentro e examinar ela,jaja o Paulo vem,vamos ficar por perto se precisar de ajuda ok?

--ok

Ele foi ajudar o medico do outro lado do pano,que colocaram em forma de cortina ,para evitar de quando abrir a barriga dela, espirrar sangue sobre nos dois,ela dormia serena,e eu nervoso,peguei o celular e pus para gravar,e via tudo

Abriram a barriga dela,e baixo ventre,terminaram de cortar,e o medico colocou a mao por dentro dela,tirando de vagar a cabecinha do nosso bebe,assim que ele viu a claridade não demorou muito para chorar,o chorinho dele,foi como musica para minha alma.

Tudo que a gente passou,tudo que a gente sofreu passou como um filme em minha cabeça,acompanhava o olaf indo ate um canto limpando ele junto a enfermeira,pesando ele,colocando o bracelete com a identificação,meus olhos saindo lagrimas de alegria,pois ali aquele instante começava uma nova fase para mim,me condenem por pensar assim,nao vou voltar para a gang,mas agora em diante o jeon jungkook que vos fala,vai ficar com o lado gritante dele para fora,meu jeito de proteger vai ser outro,ela vai ter que ficar calma para cuidar dele e eu vou tomar as rédeas dessa família de novo.

O olaf trouxe nosso bebe,e deu em minhas mãos,eu o segurei junto ao corpo e abracei,beijei sua mao,olhei para a s/n ela estava acordando,levei ele próximo a ela,e ela arregalou os olhos,e suas lagrimas desceram por baixo da mascara de oxigênio,ela não acompanhou nada do nascimento,mas eu gravei e ela vai ver depois.

Esse momento era para ser meu,o destino conspirou para que isso fosse acontecer,nada nesse mundo vai acabar com o meu momento ,nem que para isso, eu tenha que matar alguém,isso e uma promessa

 kook off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...