1. Spirit Fanfics >
  2. Gangsta; >
  3. Único?

História Gangsta; - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Confesso que criei esse plot bem louco do nada escutando música, espero que gostem. Nos vemos nas notas finais, Boa leitura.

Capítulo 1 - Único?


Luhan sentia uma tremenda atração pelo líder da gangue "Red Wolves", o líder se chamava Oh Sehun. Sehun tinha 1,83, cabelos cor sangue, tatuagens por todo o corpo, olhos escuros que pareciam sugar sua alma e possuía 27 anos e o nosso pequeno Luhan tinha 20. Oh Sehun poderia ser facilmente considerado um dos sete pecados capitais.

[...]

eram 23:00 e Luhan estava com seu amigo baekhyun na boate que mais lucra em Seul. O xiao usava um cropped preto, uma saia também preta, uma meia calça com rendas e botinhas da mesma cor. Seus cabelos loiros lhe davam um aspecto inocente, mesmo ele sabendo que de inocente só tem a cara.

- Se eu fosse ativo, te pegaria de jeito lulu - O Byun falou safado mordendo o cantinho do copo com uma bebida meio Rosa com azul.

-Baekiee, sei que você está louco para dar pro' chanyeol. - apontou discretamente para o local onde o Park estava. Park chanyeol era meio irmão e braço direito de Sehun.

E nessa hora baekhyun corou, o mesmo parecia um cosplay de tomate.

- Na mesma intensidade que eu quero dar para o Chan, você quer dar para o Sehun. - disse o rosado com um sorriso nos lábios mas menos corado que antes.

- Vamos parar de falar quero mexer a raba até não aguentar mais! - disse virando o copo de vodka e o colocando em um lugar qualquer indo até a pista de dança.

[...]

Luhan não estava tão bêbado mas também não estava sóbrio. Seu corpo dançava suavemente ao som de Or Nah, seu corpo descia até o chão fazendo movimentos ora suaves e inocentes ora provocantes.

O loirinho sentiu sendo observado, virou e encontrou Oh Sehun lhe olhando com desejo e luxúria enquanto segurava em sua mão um copo com alguma bebida, nessa mesma mão havia uma tatuagem de uma Rosa Vermelha. Luhan desejava ter as mãos do Oh sobre seu corpo!

O xiao descia com as mãos nas coxas e rebolando ao som da música, em um movimento rápido teve sua cintura segurada com precisão e possessividade.

- Não deveria me provocar tanto bebê. -Sehun diz esfregando seu pau entre as nádegas do garoto.

Conforme Luhan ia dançando o pau do Oh ganhava vida dentro de sua boxer. E, meu deus que pau mais grande! Para atiçar mais o avermelhado atrás de si, colocou suas mãos em seus joelhos arrastando a bunda avantajada no membro de Sehun que já estava ao ponto de tirar a roupa de Luhan e o foder ali mesmo.

- garoto, não provoque ou não terei outra escolha a não ser tirar sua roupa e lhe foder diante de todo mundo! - fala rouco no ouvido do Xiao que se arrepiou por inteiro.

- e por quê não me fode hein? Me fode na frente de todos! - o loirinho diz sorrindo sacana.

Sehun solta um rosnado por sentir seu pau pulsar em ansiedade para preencher o garoto.

- Luhan, sua vadia exibicionista! - rosna no ouvido do pequeno deixando chupões no pescoço-antes- branquinho do garoto.

Sim! Xiao Luhan era uma vadia exibionista.

- Sou sua vadia Sehun! Apenas sua! - Após falar isso virou de frente para o maior seguando em seus ombros ficando na ponta dos pés.

- vai se arrepender de ter me atiçado garoto! - Falou pegando na mãozinha pequena do loirinho o guiando até o escritório onde havia isolamento acústico, como ele saberia isso? Simples, além de ser gângster também tinha um grande Império de cassinos, boates e várias outras coisas.

[...]

Atrás de Luhan havia um Sehun suado, ofegante, fodendo seu rabinho.

- Hunnie, continua! - diz rouco de tanto ter gritado o nome do outro que o fodia com tanta experiência. Luhan havia se engasgado com o próprio gemido.

- seu rabinho é tão guloso bebê! Olha o jeito que ele me engole - Sehun abre as bandas da bunda grande de Luhan vendo seu pau sumir na entradinha do loirinho.

Após isso Luhan solta um grito alto, se não fosse pelo isolamento acústico que havia alí todo mundo teria ouvido o grito meio afeminado do garoto.

Depois de terem transado em todos os cantos o pequeno Luhan dormiu no peito quentinho de Sehun. Afinal, o Oh o fodeu como ninguém havia feito antes. 

Quando acordaram se vestiram e Sehun levou o loirinho para casa, dentro do carro o avermelhado deixou um selinho nos lábios do Xiao.

- isso foi errado Hunnie! - fala o pequeno se sentindo culpado.

- Entenda lulu, alguns morrem pelo pecado, outros pela virtude. Nós apenas estamos entrando nas profundezas do pecado da luxúria.


Notas Finais


Ficou meio nhe???? Talvez. Até pessoas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...