1. Spirit Fanfics >
  2. Gangster - BTS >
  3. Capítulo 54: Doce Vingança (Parte 1)

História Gangster - BTS - Capítulo 55


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei 😅🤙🏼

Capítulo 55 - Capítulo 54: Doce Vingança (Parte 1)


Fanfic / Fanfiction Gangster - BTS - Capítulo 55 - Capítulo 54: Doce Vingança (Parte 1)

Eu podia sentir meu sangue ferver naquele momento ao ver aquela megera com minha filha nos braços...  Ela mantinha um sorriso sínico nos lábios...

M: Vejo que não cumpriu sua parte do trato SN... - eu podia sentir o desprezo em sua voz ao pronunciar meu nome...

SN: Desculpe mas... Não estou com paciência pra falar com você... Então por favor entregue minha filha antes que ela se suje com seu sangue imundo... - respondo a mais velha com o mesmo tom...

M: Você diz isso como se o sangue que corresse em suas veias não fosse o mesmo que o meu... O mesmo que... O dela... - ela diz com um sorriso doentio no rosto...

SN: ... - eu destravo minha arma - Coloca ela no berço...

A mais velha me dá um sorriso difícil de ser decifrado, mas logo se vira e coloca a menor no berço... Ela se vira lentamente, e eu não perco tempo e atiro em sua perna... Fazendo ela se ajoelhar na minha frente gemendo de dor...

Yoongi destrava sua arma... Seu semblante era de impaciência... Ele iria atirar nela a qualquer momento... Eu podia sentir sua raiva silenciosa... Mas então eu faço ele abaixar a arma...

SN: Eu cuido disso...

YG: ... - ele parecia levemente hesitante em sua decisão... - Eu confio em você...

M: Quem diria... O grande Min Yoongi é o cachorrinho de uma vadia qualquer como a SN...

YG: O que você disse?!

M: Exatamente o que você ouviu... 

YG: A única vadia aqui é você... - ele dá uma joelhada no rosto de minha mãe, a deixando desnorteada, e logo joga seu corpo no chão, ela bate a cabeça com força, logo ficando incosciente, Yoongi pisa nas costas da mesma a impedindo de levantar...

Eu vou até o berço com pressa e pego Yoona que chorava com o barulho do disparo... Ao senti-la em meus braços, me senti completa novamente... O aperto em meu peito havia desaparecido... E tudo que eu podia sentir era as batidas de seu pequeno coração contra meu peito...

Eu sentia meus olhos cheios de lágrimas... Lágrimas de alegria... Mas eu não podia comemorar ainda... Muitas coisas ainda poderiam dar errado... Mas eu não poderia desistir...

Yoongi se aproximou lentamente... Eu o encarei nos olhos... Sua expressão era totalmente diferente de tudo que eu já havia visto... Ele parecia tão... Puro e vulnerável... Duas coisas que eu nunca pensei que poderia ver vindo de Min Yoongi...

SN: Você quer... Pegar?

YG: N-Não... Eu não tenho jeito pra isso...

SN: Eu te ajudo... - eu sorrio para ele de forma calorosa...

YG: Mas e se... - ele parecia relutante... Mas ao mesmo tempo... Curioso...

E antes que ele pudesse protestar eu coloco Yoona em seus braços fortes... Yoongi parecia levemente assustado... Ele segurava a menor com tanta delicadeza, que eu tinha a impressão que a qualquer momento Yoona poderia se quebrar em mil pedaços...

NJ: Odeio estragar o momento família de vocês mas... Parece que temos companhia...

O voz de Namjoon se fez presente em nossas escutas... Do lado de fora eu podia ouvir o som estridente das sirenes dos carros policiais...

YG: Que merda!

NJ: Não xinga perto do bebê Yoongi...! Eles escutam tudo... - Namjoon repreendeu o maior...

SN: Ele tem razão... - digo rindo...

YG: Mais tarde eu me preocupo com isso... Agora temos que...

Antes que ele pudesse terminar sua frase o quarto é invadido por homens armados e uniformizados...

?¹: LARGUEM AS ARMAS! - a voz grave ecoou por trás do capacete preto...

Obedientemente eu coloco minha pistola no chão... Junto com com os carregadores... E os dois revólveres que eu guardava na minha cintura...

SN: Onde eles estão? - sussuro para Namjoon sem que os policiais percebessem...

NJ: O terceiro da primeira fileira a esquerda é o Jungkook...

Olho para onde ele diz... E logo assemelho o homem a Jungkook...

NJ: O que está na porta é Jimin... E o segundo a direita é o Hoseok...

SN: Ok... - digo gravando suas posições...

?²: Largue a criança...

SN: É uma criança e não um objeto pra ser simplesmente largado...! - digo com sinceridade...

?²: Acho melhor você calar sua boca enquanto pode...!

SN: E eu acho melhor você abaixar sua arma... Atirar em nós totalmente desarmados é certamente considerado uma execução...

?²: SUA...!

?¹: Ela tem razão... Abaixe a arma!

SN: ... - eu mostro minhas mãos vazias... E vou em direção a Sungi... O retiro dos braços de Yoongi e o coloco de volta no berço...

Com as mãos levantadas volto ao lugar onde eu estava...

NJ: Em 3... 2... 1...

Logo a sala é tomada pelo som dos tiros... 3 soldados caem no chão já sem vida...

Eu me abaixo rapidamente e pego minha pistola, atirando nos outros dois que estavam a minha frente... Assim como Yoongi que sem perder tempo pega seu revólver e atira em outros três agentes...

Em poucos segundos todos os 15 agentes que adentraram no quarto estavam mortos... Todos caídos no chão... Manchando o carpete claro com seu sangue...

Yoongi vai até o berço e pega Yoona e me entrega a menor... Ela chorava de forma desesperada... Eu podia sentir o quão assustada eleaestava... Eu tentava acalmá-la de todas as formas... Até que eu finalmente consigo...

YG: Temos que ir...

SN: Mas o que vamos fazer com ela? - digo me referindo ao corpo ainda inconsciente de minha mãe...

YG: Vamos levá-la... - Yoongi gesticula para que um dos outros trouxesse a mais velha... - Agora vamos!

Descemos as escadas correndo... Indo para a entrada de serviço do Hotel... De longe avistamos a Van Preta... Mas...

NJ: Não saiam! Vocês estão totalmente cercados... - a voz firme de Namjoon ecoou por nossos ouvidos...

SN: Que porra!

YG: Não xinga perto do Bebê! - ele imitou meu tom de voz me repreendendo...

SN: ... - eu reviro os olhos - Quantos tem aí fora?

NJ: P-Pelo......... Men-nos 40... - a voz do maior estava picotada... Sendo difícil entender o que ele dizia...

JM: Bloquearam o sinal de transmissão... - ele disse enquanto carregava sua arma...

YG: Ok...Ok... - Yoongi esfregava suas têmporas enquanto tentava pensava no que fazer a seguir...

SN: O que nós vamos fazer? - perguntei ainda receosa com a resposta....

YG: Nós vamos explodir eles... - ele tinha um sorriso sádico no rosto... E aquele sorriso me escutava muito....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...