História Gangster's Paradise pt.2 - Capítulo 109


Escrita por: e kwgguk_


Capítulo 109 - Bullet to you heart pt.3


Fanfic / Fanfiction Gangster's Paradise pt.2 - Capítulo 109 - Bullet to you heart pt.3

A atmosfera que pairava no ar nos conduzia ao clímax mais tenso e perigoso que toda aquela situação explosiva nos proporcionava. E mesmo sabendo e reconhecendo todos os riscos que ambos estaríamos correndo se fôssemos pegos ali dentro. A gente queria continuar com tudo aquilo e gostava do modo como tudo  aquilo acontecia naquele banheiro. 

Jackson Wang depois de Oh Sehun também era o cara mais gentil e romântico com quem já  fique.Mas a única diferença  existente entre um e outro : era que Jackson Wang não tinha muita experiência nesse assunto e fazia sexo pela primeira na vida comigo. Só que ele tentava dar o melhor de si naquela hora e fazia o máximo possível pra me satisfazer de acordo com os meus desejos e mesmo sendo novato no assunto em questão. Que se ele nunca tivesse me dito que era virgem e que queria fazer isso apenas comigo. Eu poderia dizer que isso era uma heresia. Pois Jackson Wang parecia saber exatamente o que estava fazendo com suas mãos,com sua boca e também sabia perfeitamente  como arrancar belos  gemidos em mim e me deixar ao avesso enquanto me penetrava com sua rigidez e me levava ao delírio. 

Teria eu perdido muito tempo ao nunca ter dado pra ele toda a atenção e amor que ele merecia receber de mim enquanto éramos noivos?

Fiquei pensando nessas coisas banais toda vez que sentia o gosto dos seus beijos e cravava as minhas unhas nas costas largas e bem másculas de Jackson Wang,quando eu achava que não aguentava mais toda aquela pressão dentro de mim e era invadida por loucas ondas de prazer segundo após segundo entre uma estocada lenta e outra bastante intensa.

Eu seria feliz ao lado de Jackson Wang? Ele me bastaria? Essa era a vida que eu queria ter pra mim? Ou eu estava apenas tentando escapar do óbvio e fugindo daquilo que eu sabia que não teria mais como evitar.

Essa onda de pensamentos estranhos e negativos encheram a minha mente e logo me fizeram refletir profundamente sobre algo que eu acreditava que daria pra ocultar até de mim mesma. Mas infelizmente  existem certas coisas das quais eu jamais conseguirei me livrar ou sequer superar seja o que for ou como for.

E quando enfim Jackson Wang conseguiu me possuir e me fez sua mulher. Acho que um monte de coisas mudaram dentro de mim e, do nada, eu logo percebi a burrada que havia feito e o quanto desnecessiariamente havia brincado com os sentimentos de alguém que tanto me amava ,que sinceramente queria o meu bem e que  seria capaz de dar a sua vida pela minha.

Mas creio que talvez agora fosse um pouco tarde demais pra poder fazer de conta de que nada havia acontecido por ali e  que com isso apenas um de nós sairia machucado dali naquela noite.

E tudo o que eu menos queria que acontecesse agora é  que ele não pudesse notar que havia algo de errado comigo,nem que soubesse da pior maneira possível que tudo o que eu havia lhe dito era uma baita mentira e que no fundo no fundo eu havia somente o usado para os meus próprios fins lucrativos e justo quando ele só estava ali pra tentar me salvar das mãos daquele monstro e me devolver a minha tão sonhada liberdade outra vez. 

- Por que fez isso comigo,hein? - ele me questionou assim que tocou no meu rosto após chegarmos ao fim daquele ato insano de amor entre nós dois.

- Isso o quê? - tentei enrolá-lo com mais outra mentira bem contada - Juro que não sei do que está falando e nem aonde pretende chegar com tudo isso. Não mesmo - sorri pra ele ao me soltar de seus braços,jogar meu corpo pra trás e evitando com isso ter que olhá-lo olho no olho.

- Não menti pra mim,Mia! - ele indagou ao ficar me avaliando com seu olhar repreensivo - Eu já vi isso acontecer tantas outras vezes. Mas jurei que desta vez eu pensei que seria diferente. Só que eu me deixei me levar pelos seus encantos e pela sua doçura de novo. E estou tão mal agora  por ter te deixado seguir com isso até o fim e não ter te parado antes que fosse tarde demais pra ambos termos futuros arrependimentos  de tal ato - fiquei paralisada e muda ao ter sido pega no flagra por ele e mais rápido do que eu pensava que fosse acontecer - Realmente você está dívida entre duas pessoas e isso pode ser bem perigoso por aqui não dá pra negar.Sehun é mesmo uma delas. E constatar isso foi mais horrível do que eu pensei que seria de saber nessa altura do campeonato - ele respirou fundo - Pena que eu não sou a outra. Não é? - isso me fez engolir em seco e ter vontade de cavar um buraco no chão pra poder fugir daquela situação embaraçosa e  vergonhosa que agora estava ali e bem estampada na minha cara - Eu sei que nunca pude entender muito bem o que havia de errado comigo e nem compreender o fato de que você jamais seria capaz de me amar algum dia em sua vida toda. Mas não precisava ter ficado comigo só por sentir pena de mim ou por ter ficado grata em saber que irei te tirar desse lugar e te levar pra onde você quiser ir quando sairmos daqui - fiquei sem rumo com as palavras dele - Porque mesmo sabendo que nunca fui e que nunca serei um dos seus favoritos. Preferia saber que me odeia e que quer ser apenas a minha melhor amiga. Do que saber que de depois de tanto tempo juntos, tudo o que ainda consegui sentir por mim é apenas pena. Isso sim. Me fere. E me deixa imensamente  triste,Mia.

- Eu sinto muito por isso,Jackson! - tentei ajeitar as coisas por ali - Sinto mesmo! - soltei um suspiro reprimido - Você sempre foi todo gentil e atencioso comigo e agora está colocando a sua vida em risco somente pra tentar me deixar livre de novo. E eu aqui.  Sempre fazendo tudo aquilo o que eu jamais deveria ter feito com alguém como você - toquei o rosto dele com ternura com a ponta dos meus dedos e fiquei lhe olhando com cara de quem estava completamente arrependida da altitude que teve instantes atrás - Se eu pudesse ter controle sobre os meus sentimentos e também  sobre quem entra ou sai do meu coração. Juro que teria escolhido você em todas as vezes em que  tudo o que eu fiz foi  só ter te rejeitado. 

- Eu sei disso - ele sorriu pra mim assim que tocou meus lábios com seu dedo polegar e se sentia preso dentro dos meus olhos - E é por isso que sempre te pedoei das outras vezes e vou te perdoar agora. Porque não dá pra gente escolher por quem vai se apaixonar ou não. Não é?

- É. 

- Mia? - ouvir a voz de Shownu naquela hora  e isso me deixou apavorada e me fez ficar tensa - Cadê você? - senti seus passos se aproximando daquela porta assim que ele bateu nela e tentou abrí-la ao girar a maçaneta compulsivamente - Por que trancou a porta,ham? 

- O que que você quer agora,hein? - fui dura com ele - Será que eu não posso mais ter nenhum segundo de paz por aqui nesse lugar e nem ter o direito de ficar trancada dentro no meu próprio banheiro quando eu quiser ou achar conveniente...que você logo aparece pra me irritar e me tirar do sério,ham? - dialoguei com ele ainda estando assentada em cima daquela bancada e tendo Jackson Wang diante dos meus olhos estando em completo silêncio pra não ser pego ali por Shownu - Vê se me erra,tá!

- Tá tudo bem com você aí? - Shownu me perguntou e agora o tom de suas palavras me sooram cheias de preocupação ao meu respeito.

- Estaria. 

- Como assim estaria? - ele ficou confuso e logo em seguida  socou a porta novamente com mais força - Abre a porta! - exigiu aos berros e ficou mais furioso comigo do que estava antes disso - Me deixe entrar! - ordenou - O que que você está aprontando aí dentro,ham? Quero saber. Anda logo! Abra logo! - ameaçou - Ou eu irei derrubar essa porta agora mesmo. E se eu fosse você faria isso o mais rápido possível. Porque sabe muito bem como eu costumo agir  e ficar quando sou feito de tolo ou quando sou rejeitado por você. Não sabe?

- Eu estaria bem se estivesse em casa agora e não aqui - tentei entretê-lo o máximo que pude - E pro seu governo. Eu não vou abrir porta nenhuma só porque você acha que manda em mim - o enfrentei sob os olhares de Jackson Wang pra cima de mim o tempo todo  - Eu posso até ser sua prisioneira e ter me casado com você por um pequeno  erro de percurso somente meu. Mas não sou obrigada á nada. E se você ousar derrubar essa porta agora. Juro.Juro mesmo. Que nunca mais falo com você e que nunca mais te deixo me tocar de novo. Ok? - Jackson arregalou os olhos ao me ouvir dizer essas pra Shownu. 

- Tudo bem  - ele falou com a voz mansa - Eu não vou mais derrubar a porta - baixou a sua bola - Mas ainda quero te ver - isso me fez gelar as mãos  - Será que posso?

- Eu ainda não sei.

- Por favor! - Shownu implorou. 

- Você não vai fazer isso. Não é? - Jackson cochicou ao me ver pensativa - Ou vai?

- Eu preciso - falei.

- Você é maluca ou o que,hein? -  ele me criticou  -  Se fizer isso vai ser o meu fim e depois disso eu nunca mais poderei ter uma chance tão  perfeitamente como essa pra poder te tirar daqui.

- Confie em mim! - eu pedi pra ele ao tentar me desvencilhar de seu corpo e pensar em descer da bancada sem a sua ajuda - Tudo vai dar certo - o encarei com cara de quem sabia o que estava fazendo e de quem conhecia o que estava em jogo por ali - Ele não vai te achar aqui. Mas se eu não fizer isso agora. Aí sim. É que ele terá bons motivos pra desconfiar de mim e vai te achar aqui dentro cedo ou mais  tarde. Vai por mim. Pode não parecer. Mas eu sei o que estou fazendo e também  sei com quem estou lidando. 

- Espero que saíba mesmo - Jackson me falou assim que me ofereceu a sua ajuda  pra facilitar a minha descida dali e eu não a recusei - Porque agora sei quem é o outro cara que te deixa balancada - ele me fitou com seu olhar repreensivo enquanto segurava na minha cintura e me colocava no chão outra vez - É ele? Não é?

- Se afaste pra que eu possa passar  - logo mudei de assunto enquanto me ajeitava antes de dar as caras do outro lado - e fiquei escondido atrás da porta até que eu já tenha conseguido me livrar dele. Pode ser? - levei minha mão na maçaneta da porta ao dar as costas pra ele e contei até três antes de abrí-la. 

- Por que justo ele e não eu,hein? - Jackson segurou o meu braço e me prendeu ali dificultando ainda mais as coisas pro meu lado e pro seu.

- Me solta! - pedi ao fitá-lo com meu olhar cético. 

- Não solto - Jackson insistiu ao ficar me avaliando e medindo forças comigo - E se quiser mesmo passar por essa porta agora pra falar com ele. Terá que me responder o que lhe pergunte antes de fazer isso - revirei meus olhos pra ele - Ou do contrário.Ele que lute pra derrubar esta porta se quiser te ver - me pressionou  - Tá aí uma decisão que só cabe a você fazê-la,Mia. E ele ou não é?

- É  - respondi alterando sem querer o tom da minha voz ao ficar nervosa com ele - Satisfeito? 

- Tem alguém aí com você? - perguntou Shownu ao socar outra vez a porta e com isso me acordar de novo pra vida real - Quem está aí,Mia?

- Tá vendo o que você fez? - ralhei com Jackson ao fuzilá-lo com meu olhar mortal - Agora já era. Você me fez colocar todo o seu plano de fuga daqui pro água á baixo,seu idiota!

- Eu não fiz nada - Jackson falou em sua própria defesa - Você foi a única  responsável por tudo isso - me condenou -  Eu apenas te pedi por uma resposta. Mas foi você quem colocou tudo a perder assim que começou a gritar comigo agindo feito uma louca. Não eu. Agora vá lá! - exigiu por providências  - E dê um jeito de fazê-lo ir embora logo daqui e lhe dê boas razões pra não querer entrar aqui. Ok?

- Mas como é que é que  eu vou fazer isso agora,ham? - o questionei. 

- Eu sei lá  - Jackson indagou ao cruzar seus braços e ficar me olhando sem parar - Faça com ele o mesmo que fez comigo - sugeriu - Mas creio que com ele você não vai precisar ficar forçando muito as coisas. Não é? Já que dele você gosta. E de mim não. 

- Odeio você,sabia? - puxei meu braço de volta e fiquei bem brava com suas palavras. 

- Essa sim - Jackson enfatizou - é  a Mia que eu conheço - tive vontade de bater com a cabeça dele na privada e fazê-lo se enforcar  com sua própria língua quando me falou isso - E é dessa que eu sentia falta. Não da outra que achei aqui quando fez amor comigo dentro desse banheiro. 

- Mia! - Shownu chamou por mim novamente. 

- Já vou - berrei ao ficar possessa com sua insistência - Pode esperar!

- E por que ele,hein? - Jackson me deixou encurralada. 

- Eu não sei lhe dizer isso porque nem eu mesma sei explicar isso pra mim   - respondi - Apenas posso lhe dizer que eu não queria que fosse assim e nem do modo como foi...mas infelizmente...isso aconteceu...e agora não tenho mais como evitar o que sinto por ele...Só sei que sinto e nada mais.

- Você está demorando tempo demais pra sair daí,sabia? - Shownu me apressou. 

- E você já me irritou o bastante por hoje,procede? - repliquei.

Continua... 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...