1. Spirit Fanfics >
  2. Garota de Programa >
  3. Cliente Especial....

História Garota de Programa - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amores, eu havia apagado essa fic pois pensava que estava errando, na historia e etc mas ai eu vi que muitos gostaram e a restaurei por voces! Espero que gostem!



Boa leitura! <3

Capítulo 6 - Cliente Especial....


Fanfic / Fanfiction Garota de Programa - Capítulo 6 - Cliente Especial....

 Ser uma garota de programa não é uma coisa divertida e sim necessidade pra quem não tem como trabalhar, ao to romantizando essa profissão porque eu não desejo isso pra ninguém, essa profissão é tratada pela sociedade como a pior profissão, uma das piores na verdade e eu concordo plenamente, mas uma garota como eu que chegou em uma cidade grande, sem dinheiro, sem estudos, sem nenhuma qualificação para uma trabalho digno eu tive que me entregar a essa profissão sem escolha alguma.

Ser uma garota de programa é comer o pão que o diabo amassou, pois isso desvaloriza muito uma mulher, me desvaloriza, por as vezes ter clientes que pensa que a gente é animal, eu exatamente não sei o que se passa na cabeça de um homem pra querer tratar a mulher de uma forma tão grotesca e é uma coisa que eu não admito e então,por isso, não rendo muito dinheiro em uma noite por recusar alguns programas que são os mesmos que contem caras desse tipo.

Voce que esta ai do outro lado da tela deve estar pensando: “ E enquanto os caras casados?” Pois é, esses são os piores pra lidar, pelo menos pra mim é assim, eu sempre me ponho no lugar de suas mulheres, me sinto mau mas eu aceito pelo dinheiro, não aceito porque eu posso ser melhor que ela que ele tá me querendo, eu me sinto mau por estar colaborando no colapso de um casamento, e eu as vezes pergunto para o cliente o porque de ele estar fazendo isso, e muita das vezes eles não tem coragem de responder, porque ? Homem nunca teve peito pra admitir que ele é o errado.

Na boate e no ponto em que trabalho, já vi várias mulheres se apaixonando por homens que havia feito programas mas eu jurei que isso nunca aconteceria comigo, não até Thomas McDonell aparecer.

 

 

- O que você quer dizer com isso? - perguntei confusa e o olhando -

 

- Quer dizer que o que eu e você tivemos foi diferente, coisa que eu não tenho mais com a minha mulher hoje em dia! - disse ele me olhando -

 

- E por que você não a deixa? Melhor do que ficar a traindo! Já pensou como ela se sentiria? - perguntei e ele bufou -

 

- Voce não entende quando envolve filho, ele é pequeno, ainda tem 7 meses, não o quero longe de mim, quero ser um pai presente! - disse ele e eu me calei, e ele pegou na minha coxa-

 

- Então o que você quer? - perguntei e ele sorriu -

 

 

Ele foi se aproximando de mim, pegou na minha nunca, depois desceu para minha cintura e me pos em cima dele de novo.

 

 

- Quero ser seu cliente especial! - ele sorriu e me beijou ferozmente -

 

 

 

Toda aquela angustia e culpa que senti durante aquela conversa se foi assim que ele me beijou, me foi me alisando até chegar na minha bunda e apertar com força, não sei como mas ele foi tirando minha calcinha e desabotoou a sua calça e colocou seu pau pra fora, logo fui sentando devagar em cima dele o fazendo gemer e jogar a cabeça pra trás. Me agarrei nele e fui quicando cada vez mais rápido fazendo ambos gemer.

Ele apertava minha cintura e puxava meu cabelo me incentivando a ir mais rápido, até que o mesmo me jogou pro banco do passageiro e ficou em cima de mim indo ainda mais forte e rápido me fazendo gemer ainda mais alto e pedindo por mais.

Aquilo tava intenso e prazeroso, coisa que eu não sentia com nenhum cliente meu, um prazer imenso e eu só pedia por mais e queria mais e mais.

Ele chupou meu pescoço e puxava mais meu cabelo me fazendo jogar a cabeça pra trás até que ele gozou e se jogou para o banco do motorista ofegante. Ele ligou o ar no mais forte e me olhou sorrindo.

 

 

- Acho que posso dar essa chance pra você! - disse sorrindo e o beijando -

 

 

 

Saímos daquele beco e ele me parou no meu ponto novamente aonde tava a Layza secando aquela garrafa não sei como ela ainda não tava caida.

 

 

- Queria ficar mais com você, mas não dar. - disse ele alisando minha coxa e mordendo os labios-

 

- Eu entendo. - disse indo abrir a porta do carro -

 

- Ei, você não vai pra casa? - perguntou ele -

 

- Não né. - sorri – Tenho que pegar dinheiro, eu preciso! -

 

- Ah é.. - ele pegou a carteira dele e me deu 200 reais – Acho que você não precisa mais trabalhar!

 

- Olha, é muita gentileza sua… - disse pegando o dinheiro – Mas não quero depender de ninguém, foi por isso que eu sai de casa! - sorri e ele sorriu fraco -

 

- É, tem razão! - ele sorriu e me deu um cartão – Me manda mensagem mais tarde pra mim salvar seu numero!

 

- Claro! - o beijei e sai do carro -

 

 

Uma pequena conversa estranha porém relevante.

 

 

 

- Oi amigan! - disse a Layza levemente bebada e sorrindo – E ai como foi com o Sr. Belo Belozo Grandemente Rico Deus Grego Que o Senhor Fez?? - perguntou ela acendendo um cigarro e me dando um -

 

- Foi mais que ótimo! - a contei tudo e ela quase engoli o cigarro de desespero -

 

- Agora a gente sai desse aperrerio e vai morar numa mansão! - disse ela sorrindo e eu ri-

 

- Ele meio que jogou uma verde, como se quisesse me bancar ou algo assim, mas como eu disse a ele eu não quero depender de ninguém! Quero ter meu próprio dinheiro! - disse e ela concordou com a cabeça-

 

- É, mas eu não quero mais comer miojo! - disse ela e eu ri e logo acendi o cigarro dando um trago -

 

A noite foi longa, tanto pra mim quanto pra Layza, pegamos cerca de 900 dólares o suficiente pra encerramos a noite ás 4 da manhã.

Sinceramente, eu to curiosa pra saber aonde vai dar essa relação com o Thomas, não é bem uma relação, mas sim um cliente especial que provavelmente tá me ganhando aos poucos.

 

 


Notas Finais


Então o que acharam?
Se eu tiver errando podem falar eu aceito! <3

Obrigada por lerem ate aqui amo voces !


Bjs ate breve!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...