História Garotas Infernais! - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias A Maldição do Tigre, A Seleção, Fallen, Harry Potter, Os Instrumentos Mortais, Percy Jackson & os Olimpianos, Sussurro (Hush, Hush)
Personagens Alagan Dhiren Rajaram (Tigre Branco "Ren"), America Singer, Annabeth Chase, Clary Fairchild (Clary Fray), Daniel Grigori, Hermione Granger, Jace Herondale (Jace Wayland), Jonathan Christopher Morgenstern, Kelsey Hayes, Lucinda "Luce" Price, Maxon Calix Schreave, Nora Grey, Patch "Jev" Cipriano, Percy Jackson, Personagens Originais, Ronald Weasley
Visualizações 129
Palavras 933
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


DESCULPA JUJUBAS!!!!!
Eu fiquei longe por um bom tempo, eu sei! Mas deixa eu explicar, eu tinha capítulos lindos e maravilhosos para postar para vocês, mas no final do ano passado houve um problema no PC e o histórico foi todo apagado, eu perdi tudo e nem lembrei de passar para o Pen-drive.
Eu fiquei tão triste por ter pedido todas as histórias que fiquei um tempo sem escrever, sem inspiração para escrever tudo de novo.
Mas agora eu voltei e eu vi todos os comentários de vocês, E MUITO...MAIS MUITO OBRIGADA. Por todo incentivo, todo apoio, por tudo!!
Agora, Enjoy!

Capítulo 17 - Annabeth Chase


-Da para acreditar que vamos ficar no mesmo cômodo que eles? -falou Nora enquando tirava sua blusa que havia usado para ir pra escola.

-Em outros tempos até poderia. -disse Lucinda, dando mais uma tragada no cigarro que fumava. Ela estava sentada no banco das janelas que estavam aberta para liberar o fedor do cigarro.

-Você acha que assim está bom? -Nora se virou para Lucinda, quando colocou uma outra blusa que estava manchada de tinta de cabelo ou algo do tipo.

-Está legal pra ficar em casa. -comentei dando de ombros, voltando a olhar para as minhas unhas que nesse momento estavam ganhando uma atenção especial pela Clary.

-Ótimo, até porque eu não pretendo encontrar ninguém hoje. -Nora deu de ombros, enquanto pegava sua roupa do chão e saía do quarto.

-Eu acho que roxo amarelo combina com você. O que você acha Luci? -comenta Clary, quando havia terminado de completar uma mão.

-É, combina. -imaginei que ela não estivesse prestando muita atenção na pergunta da Clary. Não a culpava estar agindo de um jeito estranho, não é todo dia que você recebe a notícia de que vai morar na mesma casa que sei ex do qual você quer se vingar.

-Bem, eu estou gostando. -disse simpática, mostrando meu melhor sorriso para ela.

O quarto ficou sm silêncio nos minutos seguintes, Clary se concentrando em não borrar minha unha e eu pensando se foi uma boa idéia deixar Clary pintar minhas unhas. Ela não era lá muito boa nisso, mas o que não fazer por essa ruiva.

-Pergunta rápida, quem vota pra frango levanta a mão. -falou Hermine se esgueirando na porta.

-Vão pedir no Drive-Thru? -perguntei, voltando minha atenção para Mione.

-Não... -ela faz uma pausa pensativa. -Assim teríamos que pedir consequentemente para os meninos também. Mas não queremos isso, então Kells, America e Abbie estão na cozinha. -ela explicou.

-Eu voto em frango. -disse Clary levantando a mão e sem querer borrando minha unha pela quinta vez. -ela olhou para mim e sorriu daquela forma inocente. -Opa.

-Opa? -eu arqueei a sobrancelha rindo.

-E você Luci? -fala Mione.

-Frango parece bom. -ela deu de ombros.

-Eu voto eu carne, porque eu sou do contra. -disse.

-Então faça a sua carne, porque frango ganhou. -ela sorriu saindo da quarto, deixando Clary e Luci rindo de mim.

-Chata. -murmurei.

***

-Então, como está indo aí? A comida vai demorar a sair? -perguntei me debruçando sobre ilha no centro da cozinha.

-Já estaria saindo se não fosse por essas loucas aqui! -resmungou Kelsey, enquanto tirava a panela do fogo.

-Ei, em minha defesa quem mais atrapalhou foi a America. -Abbie levantou as mãos em ato de redenção, saindo de perto ds meninas.

-Eu atrapalhei? Você que empapou arroz, nunca soube fazer um arroz. -ela rebateu rindo. Ela bom ver ela assim rindo, até porque desde hoje mais cedo parecia que uma nuvem sombria havia pairado sobre ela.

-Eu apenas concordo com ela. -falei.

-Você está do lado de quem afinal, senhorita Annabeth? -Abbie cemi cerrou os olhos para mim.

-De quem está cozinha. -sorri abertamente.

-Sabia resposta, respeito a senhora por isso. -Kelsey olhou para mim balançando a cabeça contente.

-Inocente, mal sabe ela que Annie faz isso apenas pela comida. -America balançou a cabeça negativamente.

-Vai demorar muito? Minha barriga já está roncando. -chegou Clary toda manhosa.

-Shiu... -Abbie levou o indicador até a boca em sinal de silêncio. -Estão escutando?

You were red, and you liked me 'cause I was blue

But you touched me, and suddenly I was a lilac sky

Then you decided purple just wasn’t for you

Tocou na rádio, que estava ligada em um som mínimo.

-Everything is blue, His pills, his hands, his jeans -canta Clary, imitando ou tentando imitar a voz da cantora.

-And now I’m covered in the colors -segue America com a música.

-Pull apart at the seams, And it's bluuuuuuuuuue -completa Abbie.

-And it's blue uuuuuuuuuuuuuhh -a esse momento já estávamos nós quatro na cozinha ao som de Colors, a música que em parte nos definia e que simplesmente era incrível. Principalmente porque o Tayler estava no clipe, mas isso a gente deixa passar.

-Pelo Anjo, tentem não estragar a única música boa que ainda sobrou da nossa playlist. -chegou Luci, cortando o barato da nossa cozinheira Kells que já estava usando a colher de madeira para mexer o arroz como microfone.

-Você está muito azeda hoje Luci. -comentou Clary revirando os olhos.

-Isso é algo que não se vê todo dia. -"Estava bom até demais" pensei, ao escutar a voz Maxon.

De canto de olho observei America de mexer desconfortável sobre os seus pés.

Olhei para o lado vendo Maxon segurando uma caixa de papelão cheia de tralhas dentro. Acompanho de Daniel, que estava logo atrás dele, segurando suas mochilas.

-Tem algum motivo em mente Annabeth? Porque eu tenho vários. -entendo que a raiva e o incomodo dela seja por conta de Daniel. Mas não precisava distribuir patadas de graça para as amigas. Ela apenas pegou uma garrafa de água e foi para a cozinha.

Escutei algum bufando e passando reto em direção as escadas para o segundo andar, deixando Maxon logo atrás.

-Eu vou ver o frango. -Falou Kelsey se afastando das meninas e indo para o fogão.

-Espero que essa mudança não afete o humor de todas, porque já basta Lucinda com as patadas grátis dela. -murmurei.

-Já passamos por pior Annie. -Abbie sorriu solidária para mim. -Você mesmo sabe que não é fácil conviver em uma casa com várias mulheres de tpm.

-Ah nem me lembre. -ri sem humor.



Notas Finais


É isso, espero que vocês gostem. Obrigado Jujubs💙🐙💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...