História Garotas Infernais! - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Maldição do Tigre, A Seleção, Fallen, Harry Potter, Os Instrumentos Mortais, Percy Jackson & os Olimpianos, Sussurro (Hush, Hush)
Personagens Alagan Dhiren Rajaram (Tigre Branco "Ren"), America Singer, Annabeth Chase, Clary Fairchild (Clary Fray), Daniel Grigori, Hermione Granger, Jace Herondale (Jace Wayland), Jonathan Christopher Morgenstern, Kelsey Hayes, Lucinda "Luce" Price, Maxon Calix Schreave, Nora Grey, Patch "Jev" Cipriano, Percy Jackson, Personagens Originais, Ronald Weasley
Visualizações 117
Palavras 980
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Me desculpem pelos erros, prometo que ajeito depois.
Enjoy!

Capítulo 19 - Kelsey Hayes


-Você vai contar a ele? -pergunta Hermione, enquanto se sentava na minha cama em minha frente.

-Eu não devo satisfação a ele. -dou de ombros, mesmo sabendo que aquilo era errado.

-É claro que deve, além do mais é... -ela abaixou um pouco mais o seu tom de voz. -O irmão dele.

-Queria que não fosse. -suspirei, colocando a carta espaço que havia entre nós.

-E o que diz aí? -Mione pergunta curiosa.

-Pode ler, eu não me incomodo. -forço um sorriso amarelo. Mas realmente eu não me incomodava, quer dizer isso não me incomodava.

Suspirando eu me joguei na cama, olhando para o teto branco do quarto.

-Bilauta, já se passaram três semanas mas para mim parece anos.  Sinto a sua falta todos esses dias e não vejo a hora de te encontrar novamente.
Ter você em meus braços e nunca mais soltar você. Olhar em seus pequenos olhos castanhos, que sempre ganham um brilho quando vê livros novos.
Poder beijar você e sentir o sabor dos seus lábios...
-Nessa hora Hermione para de lê, assim com eu ela já estava envergonhada com todas aquelas palavras.

-Deixa que eu leio. -falo constrangida, essa carta parecia estar ficando íntima de mais.

Peguei a carta da mão dela e voltei a ler até onde ela parrou.

-Sentir as carícias que você fazia em meu cabelo, ouvir você reclamar sobre meus costumes feios.
Eu sinto tanto a sua falta Bilauta.
Ah propósito, o senhor Kadam e Nilima também sentem sua falta e estão mandando saudações.
Te vejo em breve, um beijo do seu Casanova.
-completo a leitura, juntando a carta contra o meu peito. Como se aquilo fosse o suficiente para matar a saudades que eu havia ficado do meu tigre negro.
Já se passou tanto dias desde a última fez que nos vimos. Na primeira semana foi tão difícil não ficar lembrando a cada momento dele.

-Eu acho que você severia contar para o Dhiren antes que ele descobrisse que está em um relacionamento com o irmão dele. -fala Hermione me despertando os pensamentos.

-Eu não posso... -suspiro ficando cabisbaixa. -Ainda não. Kishan nem sabe que eu vim para cá apenas oara me vingar do irmão dele. Ele ficaria tão magoado quando soubesse. E eu não quero isso. -mordi meu lábio, sentindo uma pontada da culpa e medo.

-Eu entendo, mas quando mais cedo contar. Melhor. Você tem que contar aos dois. -Hermione e sua voz da sabedoria.
Mas nesse momento eu não queria pensar nesses problemas que havia me metido. Eu queria apenas pensar na carta e no Kishan.

Em seus fascinantes olhos dourados, a forma como as mechas do seu cabelo rebelde caía sobre seu olhar.
O quanto ele ficava ainda mais bonito molhado. A forma como as gotas de água pareciam deslizar em câmera lenta pelo seu abdômen bronzeado, o quanto seus músculos tencionavam quando ele se abaixava para pegar algo pesado.
Seus lábios quentes contra minha pele, suas mãos me puxando para ele, passando a ideia que que eu o pertencia.

-Olha, eu não vou ficar aqui com você e seus pensamentos pervertidos que você deve estar tendo com o Kishan. -falou Mione me afastando.

-Desculpa, eu não pude evitar. Apenas me bateu saudades. -rio, enquanto voltava a me sentar e esticava meu braço para por a carta dentro da gaveta da escrivaninha ao lado da cama.

-Eu sei que sente, foram meses animados aquele na Índia. -ela fala dando um sorriso animado.

-Você se lembra... -rio, voltando me olhar para o nada.

-Como eu poderia esquecer... -ela fala com uma voz distante, provavelmente relembrando aqueles meses que passamos na Índia.


Passamos dois meses incríveis na Índia, senhor Kadam havia feito questão de nos emprestar o "Iate" Deschen para nós. Visitamos vários lugares, lugares que ainda não conhecíamos. Todas aprendemos um pouco da "lingua indiana", literalmente. E os festivais, as danças, as roupas.
E em tudo isso, eu e o Kishan nos reencontramos. No início eu não queria nada, ele entendia. Até porque o irmão dele havia partido meu coração e eu não havia o perdoado.
Mas aos poucos o Kishan foi meio que...um curativo para disfarçar aquela cicatriz. Eu realmente estava me apaixonando por ele, apesar dos sentimentos pelo...

Dhiren.

-Eu sinto falta das histórias indianas. Elas com certeza superam o drama mexicano. -comenta Hermione, me fazendo rir. 

-Eu não discordo quanto a isso. -dou de ombros, olhando para a janela. -Já deve ser tarde. -murmuro. 

-Melhor eu ir... -Hermione se levanta da cama.

-Porque você não dorme aqui essa noite? -pergunto.

-Eu acho que vai querer ligar para o seu romance indiano proibido. Além do mais, não confio em deixar meu quarto sozinho quando se tem um ruivo andando pela casa que a qualquer momento pode entrar no meu quarto para bisbilhotar. -ela explica.

-É, faz sentido. -dou de ombros. -Tudo bem então, eu vou sair mesmo. Até porque vou pegar um copo de leite pra ajudar a dormir, então eu te acompanho até o quarto.

Falo descendo da cama e saindo do quarto junto com ela, acompanhando-a até o seu quarto e depois passando reto até a cozinha.

A sala de estar  e a da jantar e a cozinha já estavam vazias, imaginei que os garotos já estariam em seus respectivos quartos. Agradeci por isso, assim não teria o desagrado de encontrar qualquer um deles.

Pelo meu agrado eles superaram minhas expectativas e não deixaram nenhuma louça na pia, que eu seria obrigada a limpar por conta de que eu era incapaz de fazer uma comida com qualquer coisa suja me atrapalhando. Isso era anti-higienico.

Peguei um copo de vidro no guarda louça e fui até a geladeira para pegar o leite, se é que havia sobrado leite.

-Achei que já estivesse dormindo... -aquela voz fez com que eu gelasse exatamente onde eu tava.

"Calma Kells, calma. Você sabia que uma hora ou outra ia se esbarrar com ele."

Zeus, como esse destino é cruel.


Notas Finais


Mais um, para recompensar o sumisso.💙🐙💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...