1. Spirit Fanfics >
  2. Garotinha >
  3. Donnie Darko

História Garotinha - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Donnie Darko


Fanfic / Fanfiction Garotinha - Capítulo 7 - Donnie Darko

17 de fevereiro, Segunda, 18:54 da noite.

Já colocamos tudo no lugar, está na hora de ir embora.

- Henry, ainda tá cedo, vocês não querem ficar e assistir um filme? - Rebecca perguntou.

- Acho que é melhor irmos embora, vai descansar um pouco, você está bêbada. - Disse Henry com frieza no olhar.

- Tchau Rebecca. - Eu falei enquanto abria a porta pra entrar no carro.

- Por favor amorzinho! Fica! 

- Desculpa Rebecca, a Valéria tem aula amanhã. 

- Valéria! Por favor, convence o seu irmão a ficar. - Rebecca Implorou com lágrimas saindo dos olhos.

- Não posso fazer nada. - Respondi fechando a porta.

- Se vocês forem embora, vou te trocar por um negão! - Disse de joelhos.

Comecei a rir dentro do carro quando ela disse isso.

- O que você está falando? Vai logo dormir. - Henry respondeu com um tom sério.

- Me desculpa amor, eu nunca vou fazer isso, por favor, fica! - Ela agarrou as pernas de Henry e começou a chorar. 

Henry pensou um pouco e respondeu. - Tudo bem! Vou assim que o filme acabar. - Ele virou para o carro e fez sinal com a mão me chamando.

Porra! Pelo jeito não vou me livrar dessa menina tão cedo. Saio do carro e entro na casa.

- O que foi?

- Vamos assitir um filme e depois vamos embora.

- Ok... - Respondi desanimada.

- Obrigado por ficarem. - Rebecca agradeceu pegando em nossas mãos.

- Tá bom, vou pedir uma pizza. - Disse Henry pegando o celular.

- Eu faço a pipoca. - Rebecca correu animada pra cozinha.

- Eu escolho o filme. - Eu disse subindo pro quarto da Rebecca.

A cama dela é bastantante espaçosa, ela tem uma TV no quarto, eu também quero uma TV no meu quarto. Me jogo na cama e pego o controle, entro na Netflix e vou procurando um filme pra assistirmos.

Não demorou muito e Henry subiu com a Pizza e a Rebecca subiu com a pipoca e o refri, o filme que escolhi foi "Donnie Darko". Os dois concordam e se acomodam na cama.

Minutos depois...

Já está na metade do filme, a Rebecca finalmente dormiu, Henry está prestando atenção pois faz o estilo dele, é agora que meu plano entra em ação.

Me aproximo de Henry e fico agarrada nele, como na noite passada. Fico passando a mão em seu peito enquanto respiro  em seu pescoço.

- Valéria, você tá muito perto.

- Estou te incomodando? - Falei perto de seu ouvido.

- Não é isso, você está me apertando muito.

- Mentira, você não está confortável, pois sua namorada está aqui do lado, você me chama pelo nome e me trata como criança perto dela. - Falei com um tom de tristeza. Passo a mão em seu peito descendo pra barriga.

- O que você tá falando? Eu nunca te tratei diferente na frente dos outros.

- Silêncio... - Coloquei meu dedo indicador em sua boca. - Shiiiiiii!

- O que você está fazendo?

- Eu percebi que você ficou excitado, deixa eu cuidar disso. - Desço minha mão pra calça dele, abaixo o zíper e desabotoou, seu membro salta pra fora de tão ereto que ficou.

- Para com isso Valéria! - Disse com a voz abafada. É a primeira vez que fico excitada ouvindo meu nome.

- Fala baixo, você não vai querer que sua namorada acorde e veja você obrigando sua irmãzinha a te satisfazer. - Seguro seu membro e começo a masturba-lo.

Henry ficou corado, ele não fala nada, apenas deixa acontecer enquanto assiste ao filme. 

- Tá gostando? - Seu pau pulsa quando falo em seu ouvido.

Ele não responde, continuo a movimentar minha mão pra cima e pra baixo. Eu aperto seu membro com força e ele solta um baixo gemido.

- Gostou foi? Pode falar.

- A Rebecca vai acordar...

- Ela bebeu tanto que só acorda amanhã provavelmente. - Respondi enquanto aperto mais forte.

Ele ficou em silêncio, continuo com o movimento, passo a mão na cabecinha e desço até os testículos, ele tá se segurando pra não gemer.

- Suas mãozinhas são bem macias e confortáveis, mas você pode usar a boca?

- Finalmente decidiu se render, né? não vou fazer o que você pedir, eu vou fazer o que eu quero. - Aumento a velocidade e a força da minha mão, ele geme mais uma vez, dessa vez foi alto, mas não acordou a Rebecca.

- Eu vou gozar! - Disse Henry revirando os olhos.

Ele gozou na minha mão, não saiu muito pois ele já tinha gozado hoje cedo. Minha mão está melada com esse líquido quente e grudento.

- Me desculpa. - Disse ele desviando o olhar.

- Não precisa se desculpar. - Me aproximo de seu rosto e lhe dou um selinho. Ele ficou corado. - Vou lavar minha mão e já volto. - Levanto da cama e vou para o banheiro do quarto.

Fico olhando pra minha mão toda melada, estou curiosa pra saber o gosto, mas fica pra próxima. Lavo minha mão e volto para o quarto. 

- Já limpou seu pau? - Ele deve ter usado os lençóis.

- Acho melhor a gente ir. - Disse Henry desligando a televisão.

- Ok.

Rebecca está roncando, vamos embora sem fazer barulho. Na volta pra casa, Henry e eu não tocamos no assunto. Nessa noite eu senti como se estivesse desbloqueado uma conquista.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...