História Garoto de óculos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Ana Te Amo, Atrasado Mas Com Amor, Baekyeol, Chanbaek, Me Desculpa Aninha
Visualizações 121
Palavras 420
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Você sabe que o amor é verdadeiro quando eu a pessoa que menos gosta de chanbaek no mundo escreve uma pra Ana.
Desculpa eu ter atrasado a fanfic e confundido o dia do teu aniversário @ana te amo.

Capítulo 1 - Único


 Quem visse acharia que é brincadeira, e realmente não é algo que qualquer outra pessoa fosse acreditar, mas Byun Baekhyun estava completamente apaixonado.

Um bobo que soltava suspiros, sorria olhando para o amado, ria com o nada e sonhava com a voz rouca daquele ser divino. Sim, Baekhyun estava exageradamente apaixonado, e, ainda por cima, era por Park Chanyeol.

 Nesse ponto a história fica mais engraçada, pois se torna imaginável demais. Quem acreditaria nisso? Justo o Park, o garoto de óculos, aquele que sentava-se no banco do metrô sozinho, com seus fones de ouvido sem dizer uma palavra sequer. O garoto com cabelos cacheados caindo no rosto, sim, exatamente aquele que habitava um mundo só seu.

Baekhyun se apaixonou pelo Park.  Por tudo que Chanyeol era, pela sua singularidade na vida, ou talvez apenas grande divergência da vida do Byun.

Porque Chanyeol gostava de chá, aqueles chás adoçados demais, quentes que queimam os lábios. Enquanto Baekhyun tomava seu café amargo e via Park sorrir largo.

Chanyeol amava a chuva, o barulho d’água caindo. As gotas correndo pelo vidro. O frescor e o cinza das tarde em tempestade. Mas Byun preferiria o sol quente queimando sua pele meio bronzeada, aquecendo algo dentro de si.

Chanyeol gostava de ler livros de grandes pensadores gregos, cursava filosofia, tudo que lia era conceitual demais, pensamentos avisados e diferentes que ele gostava de conhecer, enquanto que, a únicas coisas na quais Baekhyun tinha a paciência de ler eram HQ’s do Batman, Flash ou Esquadrão Suicida.

 Ah, Chanyeol gostava de músicas calmas, o violão e a voz suave cantando palavras sussurradas cheias de sentimentos bonitos, todavia, quando compartilhava as músicas do Byun encontrava ruídos demais, guitarras e baterias altas, vozes gritando palavras de revolta ao mundo todo ou angústias que cercavam o ser humano.

E mesmo assim, sem nada a ver com nada, Baekhyun gostava de Chanyeol e suas músicas alternativas, seu jeito envergonhado que cora fácil, seu riso escandaloso, seus dias em que está silencioso, seus papos cabeças sobre o universo, seus chás doces demais, seus moletons largos e já desbotados, seus cabelos cacheados, e seus óculos sempre escorregando pelo rosto.

E por mais impossível que pareça, acredite se conseguir ter fé, aquele garoto de óculos tão adorável também gostava de Baekhyun. Uma paixão totalmente recíproca.

Bom... O velho e chato clichê de oposto se atraem talvez tenha caído perfeitamente neles. Até Byun Baekhyun, com seu desgosto por clichê admitia adorar construir um romance idiota desses, desde que fosse ao lado daquele fofo garoto de óculos.


Notas Finais


Tá uma merda, mas fiz de coração


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...