História Garoto de Programa - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V)
Tags Taekook Vkook Bts
Visualizações 63
Palavras 1.778
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá lindxs aqui vai mais um...

Boa leitura pêssual

Capítulo 3 - Transar por curiosidade?


Finalmente chegou a hora de Taehyung fazer seu trabalho, e tudo o que ele pedia era para ser uma mulher.

[23/07/2018 às 00:00]

Jungkook exitou e tentou negar para si mesmo que tinha interesse mas acabou perdendo para Hoseok, ele ficou minutos pensando se entrava ou não, sua curiosidade acabou vencendo.

Ao entrar no local foi até o bar e pegou uma bebida, sentou-se em um sofá e ficou observando o movimento, até que viu um homem bonito, alto e muito atraente, ele vestia uma uma calça preta e uma jaqueta também da mesma cor, seus cabelos eram negros como a cor de sua roupa, seus olhos eram lindos, um castanho claro que refletia a luz negra do local fazendo-os ficar ainda mais bonitos.

Não podia conter seus olhares diretos ao homem, que ao notar Jungkook o observando também não ficou para trás, olhava diretamente e fixamente para seus olhos, foi isso por minutos.

Taehyung, o novo garoto de programa era um homem atraente, que ao perceber as vestes de Jeon viu uma oportunidade de se dar bem, então tomou a iniciativa de ir até o mesmo.

— Em que posso servi-lo? — Taehyung perguntou diretamente.

— O que? — Jeon não entendeu.

— Bom, eu o percebi me olhando e já que não ia até mim eu vim até você.

— Ahh! Você trabalha aqui, entendi. Só que eu não te chamei...

— Como?

— Não te chamei, se eu quisesse algo, eu teria ido até você, e não iria esperar que viesse. — O mais novo como sempre foi curto e grosso.

— ignorante. — Taehyung falou baixo, mas não o suficiente.

— Intrometido. — Jungkook devolveu na mesma moeda.

Quando Kim resolveu sair, Jeon o chamou.

— Espera, bom eu tenho algumas curiosidades, eu queria saber, como...

— Como é transar com homens? Acredite eu também não sei, hoje é meu primeiro dia, mas eu também tenho curiosidade, se quiser pode vir comigo.

— Eu não sei...

— Vem, fica calmo, eu faço massagem para você relaxar. — Taehyung pegou a mão de Jungkook e o arrastou para o quarto.

— Você, o que você vai...

O mais velho sentou Jeon na cama e subiu em cima do mesmo, se aproximou de seus lábios e antes de tocá-los com os seus, balançou a cabeça e foi.

O beijo de Taehyung era calmo e ao mesmo tempo voraz, o que fazia o mais novo gostar e pedir por mais.

"Relaxa Tae, é fácil, você viu tanto porno gay pra isso, é só usar na prática"

Era tudo o que Taehyung pensava, pois com certeza fazer aquilo não seria fácil.

— Não! Para! — Jungkook exclamou assustado.

— Porque? Chegamos até aqui para você desistir, tá sem dinheiro. É? — Tirou conclusões precipitadas o mais velho.

— Não é isso, eu vou pagar, não importa o preço, só que, eu nunca, fiz-fiz isso, eu não sei como agir, eu só...

— Eu falei pra você relaxar, não falei? Fica calmo e deixa comigo. — Confortou o mais novo.

— Mas você disse que também...

— Por isso mesmo, e não só é uma curiosidade como eu passei anos da minha vida negando a mim mesmo que não gostava do mesmo gênero que o meu, mas parece que ao ver você, isso se acendeu em mim novamente.

— Eu tenho que admitir que, comigo... Acho que está, acontecendo... O mesmo? — A dúvida matava Jeon.

— Olha só, você vai ter a honra de ser meu primeiro, e por este motivo serei carinhoso com a mesma densidade que lhe darei prazer.

Taehyung deixou o "profissionalismo" de lado e resolveu agir de forma inadequada ao que devia fazer.

O mais velho deitou Jeon sobre a cama e subiu em cima do mesmo, beijos longos e sedentos de desejo eram depositados nos lábios dele, logo desceu para o pescoço, Taehyung iniciou leves chupões, que tiravam o ar do mais novo... Em seguida desabotoou devagar sua blusa.

Jeon gemia abafado ao sentir os lábios e a língua de Taehyung passear por todo seu peitoral, sua respiração era ofegante e rápida, seus batimentos cardíacos completamente acelerados, a ereção de Jungkook podia ser sentida mesmo por baixo das roupas, o que não demorou muito para se destacar fora das mesma.

Kim não demorou para abrir o zíper de Jeon e colocar seu membro para fora...

Assim que segurou o membro de seu cliente, Taehyung sentiu uma vontade imensa de se satisfazer com ele em sua boca... Movimentos de vai e vem com a mão eram feitos e com a ajuda da boca dava mais prazer ao mais novo, Jungkook agora gemia alto em tom de prazer, seus gemidos eram fortes e densos.

— A-ah, o-own, ah.

Taehyung foi mais intenso, sua língua percorria todo o membro do menor, ao chegar na glade fazia movimentos circulares com a mesma dando prazer e relaxamento, o peito de Jungkook subia e descia em velocidade rápida, o mais velho olhava por auto a expressão de Jeon uma de suas mãos tampava os olhos e a outra estava em cima da cabeça de Kim o auxiliando com os movimentos.

Aquela cena o deu mais prazer ainda, até que abriu sua calça e começou a masturbar a si mesmo, o prazer era duplo, Taehyung masturbava Jungkook e através do prazer que o proporcionava o beneficiou fazendo o mesmo para ele mesmo.

Em cerca de alguns minutos Jungkook gozou e se aliviou fora da boca do mais velho.

Logo Taehyung subiu e beijou Jeon fazendo-o sentir seu próprio gosto, assim que tentou pausar o beijo e sair de cima do mais novo Jungkook o puxou ficando cara a cara com ele com a respiração ofegante perguntou.

— É... Realmente... A primeira vez... Que... você... Faz isso. — Ele não conseguia dizer a frase inteira sem fazer uma pausa depois de cada palavra para poder respirar.

Taehyung apenas assentiu, Jeon deu um sorriso de canto bem malicioso, em seguida passou a língua sobre os lábios e terminou dando uma mordida no lábio inferior.

O mais velho não pôde deixar de perguntar se ele queria agora.

— Você quer que eu... — Taehyung nem mesmo terminou sua frase e Jungkook assentiu com a cabeça rapidamente. — Tudo bem...

Logo o mais velho e o mais novo não vestia peça alguma, o que deu mais liberdade para os dois.

Taehyung deitou Jeon de bruços e o fez fica na posição "de 4" e foi o que fez, Jungkook, Kim já tinha o lubrificante necessário, o pegou e despejou sob seu membro coberto pela camisinha, fazendo-o ficar escorregadio e assim facilitando sua entrada.

Sem aviso prévio, colocou o próxima a entrada de Jungkook tocando-o levemente para o estimular, e então por fim penetrou fazendo Jeon levantar a cabeça e arfar.

Esperou um tempo até o cliente se acostumar, e então começou com estocadas leves, que foram suficientes para fazer Jeon sentir uma dor, porém uma dor prazerosa, logo estava gemendo ao sentir o membro do outro entrar e sair de si.
Taehyung começou a aumentar gradativamente a velocidade das estocadas, o mais novo juntamente aumentava o tom de seus gemidos, levando o mais velho a loucura, o autor do ato então segurou os cabelos do menor e deu tapas fortes em sua bunda no fazendo-o sair da sincronia por sentir um prazer mais intenso.

Taehyung e Jungkook estavam fazendo um ótimo trabalho, que era fornecer prazer um para o outro e parecia que nenhum dos dois se cansaram.  Até que Taehyung chegou ao seu ápice e gozou fora do menino.

Ambos caíram na cama ofegantes e com um sorriso no rosto.

Jungkook olhou Taehyung fechou forte os olhos e balançou a cabeça.

— Qual é o seu nome? Jeon mostrou curiosidade.

— Desculpa, mas não posso falar, regras do local, quem sabe lá fora, e qual é o seu?

— Da próxima eu falo.

— Ok... Você é gay?

— Não... Na verdade, eu tenho... Ah não é nada demais.

— Fala, eu não vou te julgar, a propósito eu acabei de transar com você. — Taehyung falou e sorriu.

— A muito tempo atrás, bom, eu tinha um amigo ele era mais velho, nós éramos crianças sabe, um dia ele havia ido dormir na minha casa e quando ele foi tomar banho no banheiro do meu quarto eu o vi nu, depois disso eu nunca mais pensei nele como um simples amigo. É tão engraçado, eu era só uma criança, ele teve que ir embora, e eu ficava pensando nele e em como ele estaria agora, é isso me fez ter dúvidas sobre minha sexualidade, até hoje. Mas e quanto a você, você é.

— Haha, parece que eu tenho uma história bem parecida com a sua, muito mesmo, mas encurtando, depois do que aconteceu comigo no passado eu questiono também sobre a minha sexualidade. — Explicou Kim.

— E o que aconteceu? Me fala.

— Um amigo meu, mais novo, ele era rico, eu sempre dormia na casa dele, nos conhecemos na escola. — Taehyung parou e sorriu lembrando da cena, e prosseguiu. — Ele era muito baixinho, eu sempre fui mais alto, ele era um menininho isolado na escola. — Jungkook ao ouvir se identificou com o que era dito. — Um dia os meninos maus e mais velhos, que sempre tem em escolas, estavam mexendo com ele, eu fui lá e bati neles, e nunca mais. Depois disso éramos inseparáveis, até eu ser obrigado a ir embora, mas teve um dia perto da minha mudança, estávamos brincando na casa dele e de repente ele caiu no sono, eu o observei por um bom tempo até que senti uma vontade de...

— De? O que você fez com o menino dormindo? — Jeon parecia assustado.

— Nada, nem sei porque eu estou contando isso pra você, eu nem te conheço.

— Tá, mas você fez alguma coisa, o que?

— Eu o beijei. Foi isso, só.

— Que bonitinho... Quantos anos vocês tinham?

— Eu 14 e ele 12. — Jungkook concordou.

Alguns minutos depois ambos já estavam vestidos e Jungkook perguntou.

— Quanto eu tenho que pagar?

— Você nem perguntou o preço antes, que louco, você deve ser muito rico mesmo... — Taehyung riu .

— É, por isso eu vou pagar o dobro do que eu devo.

— Nossa! que exibido.— O mais velho falou o preço a ser pago e o esperou pegar sua carteira, assim que abriu a mesma Jungkook deixou um objeto cair de dentro. — Caiu, aqui...

Taehyung abaixou para pegar e quando olhou para o mesmo o reconheceu.

— Olha eu pretendo voltar com frequência então esteja disponível...  

— Jung-Jungkook...


Notas Finais


Tá enorme socorro, Kkj, bem eu sei que esse lemon não tá lá essas coisas mas relevem eu não sou experiente nessas escritas, me perdoem se ficou muito ruim. Eu tentei Kkj. Então até o próximo...

Eu te amo vocês ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...