1. Spirit Fanfics >
  2. Garoto de programa >
  3. Capítulo 1

História Garoto de programa - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo 1


~Jeon Jungkook

Levo novamente o pequeno copo que está em minha mão até a minha boca o virando devagar, sentindo assim o pouco líquido preencher parte da mesma; não demorou muito, logo sinto o gosto amargo do whisky com um leve sabor de uva no final. Engulo o líquido sentindo o mesmo descer "rasgando" pela minha garganta, mas como sempre bebo esse tipo de bebida não me incomodei.

_Pra quem não queria vim, o senhor está muito animadinho com as bebidas não?- Debochou o azulado enquanto me olhava de forma divertida

Taehyung é meu melhor amigo de infância, inclusive foi ele que me convenceu a vim para essa boate, caso ao contrário eu estaria agora descansando em minha casa de baixo das cobertas.

_Da para parar de encher?- Pergunto rindo soprado enquanto faço uma careta

Taehyung apenas me olha sério e começa a beber a bebida azulada que está dentro da taça de cristal.

Desvio meu olhar dele e foco na pista de dança vendo todos dançarem ao som da música alta, meu pé automaticamente começa a se mexer acompanhando o ritmo da mesma. Estava curtindo o clima agitado da boate até que a música para deixando todos que estavam na pista insatisfeitos. Estavam todos murmurando até que uma voz feminina chama a atenção de todos, a mesma anuncia a "especialidade da casa" um tal de Park Jimin. Fico bastante surpreso quando ouço gritos da maior parte da boate, todos me pareciam bastante ansiosos para ver esse tal Park e isso me deixou com muitas expectativas.     

_Ei- Chamo a atenção do barman que estava encarando o palco, provavelmente esperando o tal Park- Mais uma dose se Vodka, por favor

_Pura?

_Pode ser

Seguro o copo no balcão enquanto ele o enche para mim. O líquido transparente encheu até a metade do copo quando as luzes da boate se apagam deixando todos no breu, o barman se atrapalhou um pouco e acabou deixando o líquido alcoólico cair na manga da minha jaqueta a molhando. O líquido frio umedeceu o tecido e logo entrou em contato com minha pele quente me dando um leve arrepio por sentir tal contato.

_Me perdoe-Escuto apenas a voz do homem que me servia

_Tudo bem, acidentes acontecem- Falo retirando minha jaqueta ficando apenas de regata branca- Você pode guardar minha jaqueta?- Pergunto enquanto estendo a peça de roupa em direção do mesmo

_C-claro! Me desculpe pela jaqueta

Ele pega a minha jaqueta de um jeito meio atrapalhado, realmente estava muito difícil fazer algo nesse escuro. Eu já estava começando a achar que a luz não iria mais voltar, mas quando eu menos esperei a luz voltou em uma tonalidade avermelhada, todos estavam se entreolhando confusos quando uma luz um pouco forte iluminou o palco revelando um homem muito bonito em cima do mesmo, no mesmo instante todos começaram a gritar seu nome e alguns mais ousados coisas eróticas e obscenas.

Realmente, o garoto é lindo, muito lindo para não dizer perfeito. Suas madeixas loiras estão bem alinhadas a sua testa na altura de suas sobrancelhas, uma pena não consegui enxergar sua face muito bem daqui de onde estou, precisaria ficar mais perto para enxerga-lo melhor. Mau pude analisar o dançarino e a música começou a tocar preenchendo toda a boate com sua melodia provocante. Assim que Park escutou a primeira batida da música tratou de começar a mexer seu corpo da forma mais sensual possível. 

Park vira de costas para todos e abaixa seu tronco deixando sua bunda farta empinada, seu short como consequência sobe um pouco deixando metade de suas nádegas a mostra, como se não fosse o bastante o dono do corpo começou a rebolar de maneira lenta enquanto olhava para trás com feições de prazer. Eu já estava totalmente prendido em seus movimentos, não existia ninguém naquele local, apenas ele dançando de forma totalmente erótica e eu. Com as mãos acima de sua cabeça o dançarino se abaixou e começou a rebolar enquanto jogava suas nádegas para trás fazendo as mesmas se balançarem assim como suas coxas, todos da boate já não falavam mais nada, apenas secavam todo o corpo do que está apresentando. Eu já estava quase literalmente babando pelo homem quando a música acaba, Park apenas faz uma pose sexy sendo assim aplaudido por todos do local, inclusive por mim.

_O que foi isso?- Falei enquanto ainda me "recuperava" da sua recente apresentação

_Que bunda- Taehyung fala tão maravilhado quanto eu

_É né, sr. hétero

Acabo rindo do seu comentário, a música volta a tocar e todos que estavam na pista voltam a dançar. Pego meu copo com vodka e tomo um gole da amarga bebida.

_Calma ae Jeon- Taehyung sorriu- Desse jeito vai acabar ficando bêbado

_E qual é o problema?- Pergunto e logo em seguida tomo mais um pouco da viciante bebida

_Querido- Usou sua voz brincalhona me fazendo rir alto- Se a senhorita ta achando que eu vou te levar no colinho, ta muito enganada viu?

_Só você mesmo- Falo ainda rindo- Não se preocupe, isso não ira acontecer- falo pegando meu copo o virando

_Não confio em você, acho melhor parar de beber por aqui

_Ah não, agora que está começando a ficar bom. Estraga prazeres!

_Qual é Jungkookie, é sério que você vai ficar a noite inteira ai bebendo?

_E o que você sugere que eu faça?

_Ah sei lá.. talvez..- Olha para o chão pensativo

O olho enquanto espero sua resposta, ele me parece bastante pensativo.

_Que tal nós irmos para a pista?- Falou desviando seu olhar do chão para mim

_Hmm, não é uma má ideia- Falo vendo seu sorriso quadrado começar a aparecer

_Então vamos?- Perguntou animado

_Antes, posso beber só mais uma dose?- Pergunto já sabendo a resposta

_Não- Falou a resposta que eu já esperava

_Okay, okay, deixe-me só pagar a conta- O mesmo confirmou e me observou

Chamei o barmen que me atendia e pedi para ele me passar o valor das bebidas que consumi, não demorou muito, logo ele me deu um papel com os preços. Pego minha carteira e começo a tirar o dinheiro da minha mesma.

_O que acha de ganhar mais uma bebida de graça?- O barman me perguntou com um sorriso ladinho

_Eu iria adorar- O encaro com a feição leve

O vejo virar de costas para escolher a bebida, enquanto isso, eu pego o valor pedido e boto na mesa do bar.

_O que eu te disse sobre as bebidas?- Taehyung disse sério

_Não seja tão chato, não é todo dia que você ganha uma de graça

Volto minha atenção para frente ao ver o homem com minha bebida na mão.

_Aqui está- Me ofereceu e eu aceitei pegando a bebida meio amarelada

_Muito obrigado- Sorri agradecido

_Não a de que- Piscou para mim e logo foi atender os outros clientes

_Isso foi um flerte ou oque?- O azulado me olhou indignado

_Eu acho..- Paro minha frase para levar o copo até a minha boca, ingerindo todo líquido que tinha nele- Eu acho que você está se preocupando de mais essa noite 

Ao terminar minha frase acabo fazendo uma careta e sacudindo de leve minha cabeça ao notar o quão forte a bebida é.

_Que seja, vamos logo para a pista- Se levantou e foi em direção a mesma 

_Ei! Taehyung! Me espera!

Me levanto e ando em passos rápidos até o homem impaciente, estávamos no meio da pista quando segurei seu braço.

_Não vai ficar nervoso por causa disso né?- Berrei com esperança dele escutar minha voz em meio a música alta

_Quer saber, esquece isso- Se comunicou no mesmo tom de voz que eu- Vamos apenas nos divertir- Ao terminar sorriu e eu retribui

Tímido, comecei a movimentar meu corpo vagarosamente enquanto meu amigo já empolgado com a música mexia seu tronco de uma forma engraçada enquanto seus braços estavam levantados sem rumo algum. Aos poucos fui me soltando mais, me deixando levar pelas batidas viciantes da música. A essa altura a bebida já está começando a fazer efeito, eu já estou quase totalmente embriagado. Minha cabeça esta a mil, ao mesmo tempo que estou me divertindo lembro de algumas coisas do trabalho, é realmente difícil você deixar seus problemas totalmente de lado por uma noite inteira, eles sembre vem. Não sei muito bem quando mais em um piscar de olhos eu já estava mexendo meu corpo de forma agitada, olhei para os lados mas não avistei Taehyung, provavelmente ele deve estar beijando alguma mulher por ai, não me surpreendo, Taehyung sempre pega geral, a famosa expressão "passar o rodo".

Estava distraído com meus pensamentos quando um corpo se choca ao meu, ao sentir minhas costas se alinhar ao peitoral alheio tomei um leve susto.

_Hey, calma- Escuto uma voz um pouco doce e rouca falar perto do meu ouvido me causando pequenos arrepios

Sinto suas mãos apertarem a minha cintura e seu corpo se mover junto ao meu, ao notar a intenção do mesmo, cedo, dançando a música junto com o desconhecido, até por que só vivemos uma vez. Ainda rebolando sinto seu membro roçar de leve em minhas nádegas me dando um leve tesão, suas mãos apertavam minha cintura com possessividade, sentia seu peitoral se mover ainda colado em minhas costas. Eu estava começando a me descontrolar, a sensação de começar a ficar completamente bêbado ficava mais forte e isso me preocupava.

_Que tal nos subirmos para o quarto, hun?- Perguntou descendo sua mão até minha coxa direita a apertando levemente por cima do tecido fino do jeans

Ao notar sua intenção me afasto do corpo alheio e me viro me deparando com um homem, não sei por que mas tenho a maldita sensação que já vi esse rosto antes.

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...