1. Spirit Fanfics >
  2. Garoto é você que não Presta 2 ( Kim Taehyung) >
  3. Capítulo 10

História Garoto é você que não Presta 2 ( Kim Taehyung) - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction Garoto é você que não Presta 2 ( Kim Taehyung) - Capítulo 10 - Capítulo 10

Taehyung sai da sua mesa e chega ao nosso encontro.

- Família! Que bom que chegaram...- ele fala colocando a mão no bolso e virando para sua família atrás que parecem não entender nada - Outra parte da família, conheçam as pessoas que moram lá em casa agora, Eun a governante de tudo...

- Olá tudo bem..- fala ela brevemente e dando uma saudação.

- Os gêmeos e sua irmã mais velha Humy...- na hora eles fazem também uma saudação - E por último minha namorada Nari..- fala ele se aproximando de mim e colando sua mão nas minhas costas.

-Oii! - falo dando um sorriso de canto, todos nos olham sorrindo pelos olhos mas sem falar nada, chocados.

-Bem vamos nos sentar naquela mesa..- fala Tae nos guiando para uma mesa encostada no canto, Humy e seus irmãos sentam na beidara juntamente de Eun e fico de frente de Taehyung, sinto ele encarar meu colo mas é pra isso mesmo que vim com decote, chamar atenção!

-Ola! Vão ja pedir algo? - fala um garçom que se aproxima de nossa mesa e começamos a folhear o cardápio.

-Bom eu vou querer um Hongeo - fala Eun olhando para o moço e apontando no cardápio, ele anota rapidamente.

-E vocês, crianças?

- Kimchi...por favor! - falam todos juntos, realmente eles gostam deste prato.

- E a senhorita? - ele fala se dirigindo para mim.

-A bom....eu vou querer um vinho tinto, e de comida vou querer um Bolgogi - fala olhando para ele e para o cárdapio no final dou um sorriso para ele e fecho o cardápio.

-Ok senhorita, bom em alguns minutos a comida de vocês vão estar prontas, com licença! - fala ele terminando de anotar e saindo de fininho.

Volto meu olhar para a mesa e os olhos de Taehyung encontram com os meus as vezes, sinto uma onda de tensão e nervosisimo de olhar seus olhos castanhos e pensar em seu toque e em sua respiração misturando- se com a minha. Levo meu olhar para o meio da mesa tentando me concentrar em outra coisa do que Taehyung, pensar  nisso é bom mas não estou afim de molhar o vestido.

Depois de muito tempo de conversa, risos e comidas o aniversário chega ao fim. Não aguentava mais beber coqueteis alcoólicos e ver Eun se divertir dançando com o Tio de Tae, eles realmente estavam se cabeça, as crianças antes de dar meia noite foram para seus quartos para não ver nossas loucuras ou conversas sobre bananas e mexericas, e desagrádavel pra elas coitadas. Rindo e mais rindo fomos jogar o jogo do copo, pior ideia possível, quer ficar bêbado? Pode jogar isso, meu azar nesse jogo foi incrível em nenhuma rodada consegui me safar e beber um gole de água.

A pinga e as bebidas forte ja tomando conta do corpo de todos, os convidados se retiraram os mais sóbrios e damos ínicio ao parábens, não lembro direito como estava a mesa ou o gosto do bolo, acho que esta embreagada demais.

Taehyung e eu saímos esbarrando pelos corredores abraçados e rindo a cada tropeção. Quando finalmente chegamos na porta do quarto fiquei encostada na parede esperando Tae tirar a chave do bolso, uma missão difícil pra quem estava vendo tudo torto.

-Vamos..- falo ainda pelos risos - Acha logo esse chave seu bundão!

-Ah! Se fosse você aqui também acharia dificil, vem ca e tente achar menina burra! - ele fala apontando o dedo pra mim com raiva, me ajeito no parede.

-Ah seu burro! Lógico que acho melhor que você - saio andando em sua direção e na hora que abaixo a cabeça para olhar a chave ele levanta e batemos forte.

-Ai!! - gritamos juntos e cada um para em uma parede, abro meus olhos devagar tentando pegar a conciencia e avisto Tae rindo de canto na outra parede, fico com raiva na hora mas logo a dor passa e acompanho ele na risada.

Ele percebe minutos depois que estou rindo também e para e fica me encarando virando a cabeça na parede e se acomodando aos poucos, fico encarando ele também e devagar ele se aproxima de mim. Quando nossos olhos finalmente se encontram percebo o tão perto ele esta...fico meio nervosa e sinto minhas bochechas começarem a queimar.

-Você...está muito linda e provocante esta noite senhorita Doming...- fala ele devagar e passando a mão em meus lábios, fico excitada pelo seu ato...cacete.

-Provocante é...- falo em um tom malicioso e olhando ele de cima a baixo , em encosto mais na parede e passo minhas mãos em volta do colo do meu vestido devagar, sinto ele acompanhar meu movimento. Em minutos ele não se segura e me beija a força, segurando meu pescoço - devagar sem enforcar - ele começa a demarcar meu rosto ate a orelha...começo a soltar zunidos em seu ouvido o que o deixa louco, rapidamente ele tenta abrir o quarto e consegue.

Taehyung me pega pelo pescoço devagar e me guia de costas ate a cama, me jogando contra ela, pelo álcool fico meio diferente do normal, começo a me remexer na cama e antes que ele volte a atacar minha boca tira sua blusa e a joga em algum canto do quarto.

Rapidamente ficamos entrelaçando nossas línguas e cada vez mais solto granidos em seu ouvido quando ele da liberdade a minha boca, realmente eu não aguentava mais.

Por impulso afasto ele fazendo o mesmo se virar e cair sobre a cama, foco em cima de seu colo e começo a tirar lentamente meu vestido ele morde os lábios ao ver meu ato, o que me faz morder também. Quando acabo volto ao encontro de sua boca e agora eu tomo o controle a noite vai ser longa.

                                        As luzes me confundem mas no fundo eu ainda acho você


Notas Finais


Trecho no final - Super trouper música ABBA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...