1. Spirit Fanfics >
  2. Garoto problema-Jikook >
  3. Capítulo 29

História Garoto problema-Jikook - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Explico tudo lá em baixo KKKK
Amo vocês,ok?

Capítulo 29 - Capítulo 29


-Park Chanyeol,apague esse fogo!-Taehyung reclamou com o irmão do melhor amigo,mesmo que estivesse rindo da situação.

Todos os Ômega e estavam completamente bêbados,exceto Jimin,Taehyung,Huegnikai e Mark. Os outros riam e diziam coisa com coisa enquanto Taehyung provava seus ternos e estavam á um passo de serem expulsos da loja.

Já haviam passar o a manhã e a tarde de loja em loja procurando o terno perfeito,nessa brincadeira de vai e volta Jimin acabou já comprando o seu,e ele seria entregue em sua casa.

Jimin deu mais um gole em sua taça de champanhe e apertou os lábios para não rir ao ouvir um pum alto,tão alto que alcançou os ouvidos de um dos atendentes. Este pirragueou encomodado e sua postura toda seria estava engraçada,pois ele tentava manter o profissionalismo.
Jaebom deu um tapa alto e estalado na coxa de Rosé e gargalhou alto.

-Queimou a borda gostoso agora,né?

E o lugar explodiu em risadas.

Até o próprio Taehyung cospiu todo o seu champanhe em uma gargalhada alta e teve que se apoiar na mesa de centro para se sustentar de pé após o comentário sem noção.

-Me desculpe,mas como foi dada as normas,você deve pagar por todos os danos nas roupas causados por você,e você molhou seu terno de...-Taehyung interrompeu a fala de um dos atendentes.

-Dinheiro não é problema.-Falou todo burguês e voltou seu olhar aos Ômegas que olhavam para si de uma forma totalmente julgadora pelo jeito que ele falou.-E aí,o que acharam desse?

-Gostei porque realçou sua bunda,mas eu ainda prefiro o segundo que você provou,ele parece mais a sua cara.-Nayeon falou erguendo sua taça no ar como se estivesse brindando.-É,eu sou demais.

- Eu concordo com ela,mas nem tanto.-Chanyeol complementou e riu nervosamente passando as mãos pelo cabelo.-Tipo,quem se casa de vermelho?!

-Isso não é um problema.-Taehyung respondeu cruzando seus braços enquanto juntava suas sombranselhas de forma debochada.-Cada um deseja o que quer,e eu desejo muito sexo a mim mesmo.

-Mas o que tem a ver com...Aaata!-Jimin entendeu e riu alto junto aos poucos sóbrios ao entender,a cor vermelha simboliza sexo,assim como a roxa paixão e entre outros. Taehyung tinha um sério problema.-Então sexo é mais importante que paz durante o seu relacionamento?-Perguntou risonho.

- Meu amor,nem se eu fizesse macumba eu teria paz durante o meu relacionamento,além daqueles dois me irritarem com muita facilidade,nós somos uma gangue.-Riu como se fosse óbvio.-Nem sonhando eu teria paz.

-É,você tem razão. Também vou casar de vermelho.-Jimin concordou por fim e gargalhou alto ao sentir uma almofada acertar seu rosto em cheio.

-Vagabunda,me copia não!

-Hm,senhores?Por favor,falem mais baixo ou terão que se retirar.-Um dos seguranças apareceu na visão dos Ômegas e estes abriram a boca surpresos ao repararem no porte físico do tal. Assentiram meio perdidos e o homem curvou seu corpo levemente.-Obrigado!-E saiu com um pequeno sorriso.

-Droga de relacionamento!-Chae reclamou olhando a aliança em seu dedo,fazendo os outros rirem.

-Dahyun vai ficar sabendo disso.-Yeji apontou para ela e correu ao ver a ômega se levantando do sofá,mesmo embriagada e passar a correr atrás dela.

-Certo,então vai ser o segundo.-Taehyung disse animado e olhou para um dos atendentes ao seu lado.-Vou usar a segunda opção com essa calça. Podem separar para mim?

-Certo,vai pagar como?Crédito ou parcelado?-O outro perguntou.

-Á vista.-Ele respondeu sorridente e entrou no provador novamente para se trocar,Jimin sorriu ao ver a animação do melhor amigo e sinceramente feliz,devolveu a taça para a mesa chique em sua frente.

Todos que conheciam bem Taehyung,sabiam o quanto ele era uma pessoa empolgada de natureza,e agora que está perto de se casar,percebem o quanto sua animação estava tão maior e seu bom humor parecia melhor que nunca. Taehyung carregava um brilho nos olhos enorme,completamente feliz.

E mesmo se irritando aqui ou ali,estava sempre sorrindo e parecia cada vez mais animado e ansioso.

Demorou um pouco,porém nem tanto,para que Taehyung saísse do provador com suas roupas caras costumeiras.

Ele poderia sair dali e ir para a casa de Jimin com os outros ômegas,para terminarem de programar sua despedida de solteiro,mas o mundo não parecia girar no mesmo passo que eles.

-Certo,temos uma coisa a resolver.-Jimin se pronunciou levantando-se do sofá. Todos sempre se assustavam como a forma que ele e Jungkook mudavam da água para o vinho. Jungkook é sempre calmo e trata os amigos com total respeito e tranquilidade,e desde que Jimin passou a se incluir em sua vida,seu bom-humor se incluiu nisso também.

Ele estava com sua postura desleixada e quando voltava ao seu papel de Jeon jungkook,sua postura ficava mais firme,sua expressão mais dura,até seu tom de voz mudava. Seus olhos ficavam ameaçadores e mais obscuros,completamente assustador.

E Jimin não era muito diferente.

Ele tinha toda aquela sua boa aura,uma risada gostosa e que era ouvida com frequência,muito fofo,todo delicado e carinhoso. Quando entrava no papel de Park Jimin,ou Sr.Jeon como estava se acostumando a ser chamado,ficava completamente diferente. Sua postura ficava mais ereta,tinha total confiança e certeza sob cada passo,cada palavra e cada ação sua. Era de se invejar todo o tom superior que ele tinha,e como entrava tão fácil em seu papel de uma hora para a outra.

E assim que Huegnikai viu a expressão que o menor fez,engoliu a seco se levantando rapidamente do sofá.

-Kai,você pode esperar na casa do Minnie,ok?-Taehyung disse cauteloso,tentando acalmar o menor,fazendo um leve carinho em seu ombro.

Todos eram infiltrados nessa vida cheia de perigos e surpresas,exceto Kai. Ele nunca gostou,sempre se assustou com facilidade,e tentava mantêr-se o mais longe possível disso tudo.

-Agora não.-Jimin falou sério e desligou seu celular,seus olhos foram diretamente para a enorme porta de vidro,na entrada do local,e fez um rápido movimento com a mão para os ômegas se abaixarem. Metade se abaixou e os bêbados que não conseguiam mais se mecher,foram empurrados para caírem atrás do sofá.

-Minnie o-Hmm...-Kai tentou falar desesperado ao ver Jimin tirando a arma de sua cintura,mas o menor tampou sua boca sem tirar os olhos atentos da porta.
Taehyung,Mark e Chaeyoung sacaram suas armas,mesmo que não estivessem entendendo nada,confiavam em Jimin,e ele não estaria tenso daquela forma por nada.

Quando menos esperaram,as janelas explodiram com tiros altos e incessáveis. Pela resistência e sem pausa para os tiros,Mark soube identificar que eram metralhadoras.

-O que vamos fazer?!-Chaeyoung gritou,para conseguir ser ouvida ao ver o tanto de homens ao lado de fora.-São muitos,sairmos daqui intactos não é uma opção!

Taehyung e Jaebom encararam o menor e Jimin suspirou baixo apenas guardando sua arma novamente.

-Guardem suas armas,vamos precisar delas mais tarde.-Disse alto o suficiente para ser ouvido.-Parece que alguém bajulou alguma regra que há entre nós e a polícia,então Namjoon,Chanyeol e Yukwon foram presos. Jungkook foi resolver isso no Japão,pois parece que o desentendimento foi lá,e essa notícia se espalhou,agora estão tentando nos atacar,para tomarem o meu lugar na Black Mouse.

Taehyung deixou seu queixo cair ao parar pra pensar.

Jimin não está só acima de 100% da gangue,como está ácima do próprio Jeon,se matarem ele,vão tomar o lugar dele,liderar todas as gangues do Jeon,e o próprio Jeon.

- Eu tenho uma idéia,mas pra isso,vamos precisar fazer uma besteira enorme.-Jimin apertou a mão de Huegnikai que estava sentado no chão,tampando os ouvidos e parecia desesperado.-Quem está comigo?

Os sóbrios daquela tarde assentiram,confirmando parte no tal plano e Jimin entregou seu celular á Huegnikai aproveitando que o lugar tinha silenciado por um tempo.

-Se esconda atrás do balcão do caixa e peça um Uber.-Falou tentando soar o mais calmo possível. Kai assentiu desastrosamente e correu para o lugar indicado. Jimin puxou um dos vestidos das araras mais próximas e rasgou o pedaço enorme em duas partes,entregando uma á Chayeoung.-Vá até a janela e sacuda isso para que eles vejam.

Taehyung franziu o senho,preocupado com o que se passava pela cabeça de Jimin e choramingou no chão ao ver o menor de levantar,pegando uma das gravadas nas araras e entrar no último provador.

O Kim se ocupou em ajudar os bêbados a se ajeitarem sentados no chão e eles pareciam um tantinho mais sóbrios,porém não tanto ao ponto de entrar em um tiroteio repentino.

Ao menos eles conseguiriam correr caso desse em alguma merda,e com certeza daria.

Jimin voltou guardando um isqueiro dourado em seu bolso e correu até o balcão,dizendo algo á Kai,voltou até se sentar ao lado de Taehyung,em cima da hora em que a porta foi bruscamente aberta,e uns 30 ou 40 homens entraram rapidamente,com armas potentes em mãos.

-Park Jimin.-Surpreendentemente uma mulher,entrou no recinto com um terno formal e saltos desproporcionais á sua altura,com um sorriso sádico em seu rosto.-Ora,ora!Não pensei que se renderia tão fácil.

-Se o problema fosse eu contra você,tudo bem. Mas aqui tem umas 40 pessoas,e eu tenho o bom senso de saber que lá fora tem mais,e não,eu não ganharia isso sozinho.-O menor respondeu deitado desleixadamente no chão,com sua cabeça apoiada no sofá caro,coberto por cacos de vidro.-Uma pena mesmo...

A mulher de fios vermelhos desceu os elegantes degrais da loja e deu a volta na mesa devagar,enquanto soltava uma risada oblíqua.

-Eu sonhei com esse dia,acredita?!O dia em que teria Park Jimin em minhas mãos...É engraçado porquê,eu tinha tantas idéias,mas agora com você na palma da minha mão,não sei por onde começar...-A mulher se abaixou bem ao lado do corpo de Park,e Taehyung ficou atento á cada movimento da mulher. E como Jimin conhecia o amigo muito bem,apertou sua mão com carinho,pedindo por sua calma assim que a mulher apertou seus fios loiros com força,obrigando Jimin a levantar sua cabeça.-Alguma idéia em mente?

-Sinceramente?Eu sugeriria primeiro uma agressão física,pra deixar a pessoa sofrer e depois uma psicológica,mas não mataria a pessoa,pra deixá-la sofrendo. E repetiria o mesmo processo,todos os dias...-Jimin apertou seus olhos na direção da mulher,e logo sorriu suavizando sua expressão.-Mas você sabe né,pra fazer uma tortura psicológica você tem que saber tudo sobre a pessoa,todo o seu passado,seus piores pesadelos e onde seu calo aperta,e eu duvido muito que você tenha feito algo útil da sua vida,Suly.

-Cala a sua boca.-A mulher disse ameaçadora,espalhando seu aroma Alfino pelo lugar,como uma forma de intimidar o menor,mas Jimin apenas tossiu fingindo se engasgar.

O rosto do Park se virou para o lado com brusquidão ao sentir um forte tapa em seu rosto.

Taehyung arregalou seus olhos e a maior parte dos Alfas armados,encaravam a cena atentos,pois todos sabiam que Jimin sempre revidava. Mas tudo o que o loiro fez foi se virar com um sorriso no rosto e ajeitar o cabelo.

-É tudo o que pode fazer?

Taehyung tinha um problema muito grande;rir em hora errada.

Ao ver a cena,ele soltou uma gargalhada arranhada,falhando em tentar segurar e pressionou seus lábios um contra o outro,para conter o riso abafado. Suly levou seu olhar de Jimin á Taehyung e sorriu.

-Talvez com você eu não possa fazer muita coisa,mas com ele é outra história.-A mulher soltou Jimin e fez um sinal com a mão,dois Alfas se aproximaram deles e pegaram Taehyung pelos braços,o levantando do chão e o arrastando para o outro lado da sala,onde ficavam as roupas encomendadas em cabides,dentro das capas negras de proteção.-Agora não parece mais tão divertido,não é?

Jimin travou seu maxilar e voltou a apoiar sua cabeça no sofá,sorrindo ao ouvir uma busina,não tão distante.

-Que cheiro é esse?-A mulher perguntou ao farejar o ar.-Tem algo queimando?

Jimin se levantou limpando sua calça com as mãos e chamou os outro ômegas,que também se levantaram.-Meu Uber chegou,tenho que ir!

-Onde você pensa que vai?-Suly perguntou com a mão na cintura,tombando sua cabeça para o lado. A mulher retirou uma faca de sua cintura e tentou acertar no Park,porém o ômega foi mais ágil. Segurou o pulso da mulher e girou seu corpo segurando as costas da Alfa com um de seus braços,pressionando-a contra seu peito. A mão da mulher ainda segurava a faca,mas Jimin segurava mão da mulher,contra o próprio pescoço dela,usando-a como escudo humano.

-Tentem dar ao menos um tiro e ela morre,não estou brincando.-O loiro falou sério. O ômega virou sua cabeça na direção dos Alfas que seguravam Taehyung e fez um único movimento com a cabeça,fazendo-os soltarem seu melhor amigo na hora.-Vamos sair!Kai,pode vir!Estamos seguros.

Huegnikai se levantou devagar e saiu de trás do balcão rapidamente,correndo para a porta,onde os ômegas saiam. Jimin entregou a faca e o esqueiro nas mãos de Taehyung e saiu arrastando a mulher porta a fora sem dizer nada.

Taehyung passeou seus olhos pelo lugar e riu sozinho ao ver uma gravata presa no sensor de fumaça,pegando fogo. Logo os sensores foram ativados e o Ômega viu seu terno embrulhado e prestes a molhar. Correu até ali,pegando-o e o abraçou,correndo para a porta. Parou bem na passagem e se lembrou do que tinha que fazer,enfiou a faca em um dos canos de tubulação de gás e acendeu o esqueiro,soltando-o ali dentro.

Mark riu desacreditado ao ver Taehyung vindo na direção do Uber abraçando o embrulho do seu terno e se apertou mais dentro do carro com os outros para caber Taehyung.

Jaebom que olhava o tumulto de homens armados ficando para tras através do retrovisor,soltou uma gargalgada alta ao assistir o lugar explodindo,levando muitos dos homens ao chão.

-Yoonie ficaria orgulhoso.-Taehyung falou rindo animado.

- Eu não acredito que eu vim parar aqui.-Suly reclamou por estar sentada em um dos bancos com dois ômegas em seu colo e Yeji com a cabeça em seu ombro,babando e com um bafo forte de álcool.-Eu odeio todos vocês!

-É recíproco gata!

O caminho até a casa de Jimin foi um tanto quanto silencioso,eles brincavam e tudo,mas apenas 30% do plano foi resolvido. Ainda tinha a parte de Namjoon,Chanyeol e Yukwon na cadeia.

Isso sem contar se Jungkook com Hoseok e Yoongi no Japão.

-Kai,pode tomar um banho. Descanse no meu quarto mesmo que é mais seguro,ok?Lá tem isolamento acústico então ninguém vai encomodá-lo!-Jimin avisou atencioso e o maior assentou ainda meio em choque.
Ele parecia não querer falar nada ainda,estava realmente com medo,mas no fundo,bem no fundo mesmo,ele tinha gostado um pouquinho da adrenalina.

Rosé foi atender a porta ao ouvir a campainha sendo tocada e se assustou ao ver alguns membros da BlackMouse ali fora.

-Entrem!-Ela disse dando espaço e o homens entraram rapidamente.

-Minnie.-Hiuk disse formalmente o comprimentando com um leve acenar de cabeça.

-É simples,vocês vão armar uma fulga pro Namjoon,Chany e Yukwon.-Taehyung falou,sem delongas ao ver que Jimin não havia dito nada.-Eu quero isso hoje ainda.

-Poderíamos sim resolver isso,mas temos uma despedida de solteiro pra comemorar e minha cabeça já está prestes a explodir igual à aquela loja infernal.-Jimin resolveu se pronunciar fazendo uma massagem em sua própria cabeça,e quando seus olhos pararam em Suly,ele sorriu.-Eu até que poderia descontar nela...

-Não,não.-Chayeoung interferiu.-Levem ela pra BlackMouse e deixem-na presa com Hyuna,daí ele desconta nas duas.

-Boa!-Jimin fez um HighFive com a irmã.-Podem ir!

Um dos Alfas levaram a mulher para fora e os outros saírem logo após,pareciam preocupados com o que fazer,mas resolveram não dizer nada.

No fim,eles saberiam exatamente o que fazer!

-Certo,eu vou tomar um banho e volto pra iniciar nossa festa,mesmo que a maior parte dela já esteja meio acabada.-Jimin falou risonho ao ver os ômegas já bêbados.

-Isso não é problema,vamos dar um jeito nisso enquanto você não volta,né Chae?!

-Taehyung Meu bem,não me inclua nos seus problemas mentais.-Ela respondeu já deitada no chão da sala,toda estirada.

-Vamos nos animar,nada pode estragar nossa noite!

(. . .)

A festa da despedida de solteiro chegou ao fim por volta das 07:30 da manhã,e todos os ômegas dormiram amontoados na sala. Acordaram á tarde,antes de anoitecer e tomaram um remédio antes de começarem a se arrumar já que a cerimônia teria início 20:30.

Taehyung estava trancado no quarto de hóspedes com especialistas em maquiagem,cabelo e uma estilista,para o ajudar na roupa. O Ômega estava no céu com tantos mimos,mal sabia ele o que se passava através da porta.

-PARK CHANYEOL,ME DÁ O MEU FILHO,AGORA!-Jimin gritou correndo atrás do irmão pela casa,este que tinha Jungmin nós braços,o pequeno gargalhava alto enquanto babava no ombro de Chany achando a cena divertida e Jimin se sentia cada vez mais furioso.

-Ow,Ow!!-Jungkook intetrompeu a gritaria entrando no meio dos dois enquanto segurava Jimin pela cintura.-Calma!O que está acontecendo aqui?

-Me solta Jungkook,sai da minha frente!Eu vou destrossar a cara desse otário!-Jimin tentou se desvelhenciar dos braços de seu Alfa,mas sequer saiu do lugar. Levantou seus olhos para Jungkook e bufou,sentindo-se amolecer ao ver o sorriso tão carinhoso que ele lançava para si.-Pabo.

-O que aconteceu,uh?-Perguntou acariciando a cintura e a lombar de seu garoto em um gesto inocente.

-Chany pegou o Min e não quer me devolver,Jun!-Cruzou seus braços.-Vamos nos atrasar por culpa dele!

-Faz assim,eu arrumo a Hani e o Chany arruma o Min,vá se arrumar,tá bom?Dê atenção só á você.-Jimin abriu sua boca,prestes a contrariar,mas Jeon o calou com um selar demorado.-Pode ir amor,deixe comigo.

-Hmm...Tá bom!-Resmungou insatisfeito e ficou na ponta dos pés para roubar um selar de Jungkook,sendo acolhido por outros três estalar de lábios.-Eu te amo.

-Não mais que eu.-Respondeu sorrindo inebriado pelo corpo quentinho em seus braços,coberto apenas com um roupão azul.-Vá se arrumar,deixe o resto comigo!-Estalou um último selar nos lábios gordinhos e sentiu a falta do calor do outro ao ver Jimin se afastar.

Jungkook se virou com um sorriso bobo no rosto e pegou Jungmin dos braços de Chanyeol,indo para o quarto do pequeno com o cunhado. Se sentia extasiado porque já estava tudo bem novamente,Jimin parecia 100% recuperado mesmo que com um pequeno trauma e um cuidado excessivo com os pequenos,estava bem e era seu Jimin de sempre. Acordar pela manhã todos os dias e vê-lo com a bochecha sendo ameaçada pelo travesseiro era o motivo do seu dia sempre começar bem. E chegar á noite e ficar agarradinho no seu amor até dormir,é a prova de que seu dia terminou bem e valeu a pena.

Jimin era esforçado para o bem de todos á sua volta,ninguém sabe,exceto os integrantes da BlackMouse,mas todas as pessoas que ele machuca,ele vai atrás depois,procura saber se a família tá bem,se a pessoa se recuperou,mas tudo isso no sigilo.

É isso o deixa ainda mais especial na visão de todos.

Jungkook admitia para si mesmo e para todos que quisessem ouvir que sim,ele se apaixonava pelo loirinho todos os dias.

-Ok,vamos conversar!-Jungkook se dirigiu á Jungmin,o colocando sentado sobre o suporte que Jimin usava para trocá-lo.-Sem cocô hoje,tá bom?-Tentou soar calmo,vestindo com cuidado a calça social do pequeno.-Cocô,não. Sem cocô. Cocô não pode!Olha,"Cocô!Ew!"-Fez a expressão mais nojenta que pode,junto de um movimento com suas mãos.

Jungmin apenas riu e soltou um pum alto,arrancando uma gargalhada de Chanyeol.

-É,ele não te respeita mais.-Chanyeol falou rindo,sentado na poltrona do quarto infantil.

-Cala a boca,imbecil!-Reclamou,voltando seu olhar ao pequeno Min,que o olhava atentamente.

Jungmin e Haneul estavam na idade em que soltavam sílabas e vogais sem sentido,junto de uma quantidade incomum de baba. E o casal Jeon ansiavam como loucos pela primeira palavra dos pequenos.

-Becil...-Min soltou baixinho enquanto babava em seus dedos.-Zani becil...

Os olhos de Jungkook duplicaram de tamanho e Chanyeol riu como nunca antes,liberando até mesmo lágrimas de seus olhos.

-N-Não amor!-Jungkook disse nervoso.-Não pode,tio Chany não é imbecil. Não pode dizer isso,não pode!-O Lúpus colocou o pequeno sentado e alisou barriguinha gordinha com o polegar,tentando fazer o pequeno esquecer aquela palavra.-Fale,"Papai"!

-Zani,becil!-Disse alto logo batendo palmas com suas mãozinhas cobertas de baba.-Zani,becil...

-Puta merda,Jimin vai me matar...-Jungkook disse baixo,passando as mãos nervosamente pelo rosto.-Para de rir,filho da puta!-Gritou com Chanyeol,e não ouviu nada,além da voz doce do pequeno Min novamente.

-Daputa?

-Oh meu Deus...

(. . .)

Um bom tempo mais tarde,Jimin ajeitava a gravata de Jungkook enquanto dizia algo pra ele que o Jeon não parecia ouvir,hipnotizado demais com o seu ômega,que parecia ainda mais prefeito com o cabelo preto,a maquiagem bem feita e um dos ternos chiques que cabiam tão perfeitamente em seu corpo.

Os convidados invejavam o casal,por serem tão apaixonados um pelo outro.

O casal Jeon se separou ao ouvir a música clássica ecoar de forma calma pela igreja,Hoseok e Yoongi estavam um ao lado do outro,ambus sem expressão alguma no rosto,e o casal que conheciam os dois tão bem,sabiam o quão nervoso estavam.

As enormes portas amadeiradas foram abertas e Chanyeol apareceu na porta com Chayeoung,que segurava Hani nos braços. O vestido de Rosé arrastava pelo chão e seu braço envolvia elegantemente o braço do irmão. Haneul estava séria,como sempre era,e isso a deixava ainda mais fofa.

Ao chegarem no altar,reverenciaram para o padre e foram para seus lugares,na primeira fileira.

E Taehyung,que até então não havia dito quem seria seu acompanhante,apareceu na visão de todos com seu elegante terno vermelho e Jungmin em um dos braços,o pequeno segurava o buquê por ele e seu sorriso nunca esteve tão iluminado.

Hoseok abriu seus olhos marejados deixando seu queixo cair e Yoongi soltou uma risada soprada pelo nariz,Taehyung não era do tipo que seguia tradições,era óbvio para os dois que ele não usaria um terno braco.

Os Alfas encaravam o ômega apaixonados,desciam e subiam o olhar lentamente pelo corpo esbelto. Os corações estavam agitados com o novo cabelo vermelho,e Yoongi estava se segurando,assim como Hoseok para não chorar.

Jimin parecia não ligar tanto,pois já estava chorando desde quando seus irmãos entraram.

Quando o Kim chegou no altar,entregou Jungmin nos braços de Chanyeol e o buquê nas mãos de Jimin,foi quando aconteceu. Taehyung puxou o melhor amigo pela mão e Jungkook foi junto,ficando assim os cinco na frente do padre.

Foi quando Jimin percebeu uma almofada á mais ao lado do padre,com mais duas alianças.

Jungkook estava sorrindo feito um bobo para Jimin ao ver o menor chorar,feliz por seu plano ter dado certo.

Ele se casaria mesmo junto do melhor amigo?E é possível tanta gente se casar ao mesmo tempo?!

-Eu nunca diz isso antes,dois casamentos de uma vez,um trisal e um casal.-O padre riu soprado e se reverenciou a ambus os casais.-Iniciemos.

Os convidados se sentaram espantados,pois ninguém esperava por aquilo,e Jimin limpava suas lágrimas feito louco,dando seu melhor para se controlar.

Ok,ele está se casando.

Ok,ok...

Calma Jimin,você consegue!É não desmaiar!

-Senhor Jung,Senhor Min...-O padre disse calmo,olhando ambus os Alfas,e os dois se viraram para Taehyung,segurando cada um em uma mão do Ômega,sorrindo feito idiotas.

Estava na hora dos votos,e Taehyung que até agora se segurava,sabia que não aguentaria mais e choraria nas primeiras palavras.

-Ah,Taehyung...-Yoongi disse cauteloso,colocando uma mecha de seu cabelo vermelho atrás da orelha de seu ômega,completamente derretido.-Já passamos por tantas coisas...Me lembro quando estávamos brincando de esconde-esconde na sua casa e nos escondemos debaixo da mesa da sua casa,e seu pai entendeu errado ao nos ver lá.-Yoongi riu como boa parte da igreja.-Eu nunca apanhei tanto...

-Se seu pai soubesse ao menos 1% dos nossos sentimentos por você daquela época até hoje,ele teria confiado mais em nós.-Dessa vez era Hoseok.-A forma como você odiava seguir padrões ou tradições,nos deixava cada vez mais apaixonados em você. Aos seus 12 anos,eu fui o seu primeiro beijo,escondido e totalmente espontâneo! Você não sabe o quanto eu me segurava pra fazer aquilo á tanto tempo com você...

-E quando eu fiquei sabendo,porra,eu fiquei muito puto com o Hoseok!-Yoongi soltou,arrancando mais risadas,o padre soltou um baixo pigarro desconfortável,então voltaram ao foco.-Tínhamos combinado em fazer isso juntos,pedir sua mão em namoro juntos ao seu pai,e brigamos feio quando ele fez isso. Depois disso,aquilo aconteceu e você sumiu,se isolou de tudo e de todos.

-Yoongi queria ir te ver,me disse que convenceria você a sair de casa para te animarmos novamente,mas você negou até o fim e não saiu de lá por nada.-Hoseok suspirou ao ver o rosto de seu menino completamente molhado.-Foi quando eu e Yoonie começamos a juntar nosso dinheiro para comprarmos uma casa pra nós três,sem você saber. Na época,Yoonie entrou na BlackMouse comigo e investimos muito com Jungkook.

-Então,anos depois,conseguimos comprar e a decorá-la escondido,foi quando um anjo,vulgo Park Jimin caiu na vida de Jungkook e te arrancou daquele quarto á força.-Yoongi falou com um sorriso fofo no rosto,sem desviar os olhos de Taehyung.-Foi quando você nos viu juntos pela primeira vez e pareceu ficar muito chateado com isso. Então,nos esforçamos muito para te conquistar novamente. Ver seus sorrisos,ouvir suas risadas e seus suspiros de prazer,era o que nos deixava motivados a continuar.

-Ver esses olhinhos ficarem expremidinhos a cada vez que seus lábios davam espaço á mais um de seus sorrisos retangulares,acabava completamente com as nossas estruturas,e você não sabe quantas noites você foi embora e nós ficávamos falando sobre você,comentando sobre seus detalhes e o quanto ansiávamos por tê-lo novamente para nós.

-Quando o primeiro "Eu amo vocês" escapou da sua boca,cara,eu chorei feito um bebê e você assistiu isso de pertinho. Hoseok também chorou,e nós ficamos,os três,abraçados,chorando,por quase uma hora.-Yoongi sorriu sentindo uma lágrima escorrendo pela sua bochecga lentamente,não se preocupando em limpá-la.-Eu consigo ver meu reflexo em seus olhos,toda vez que você me olha,e Hobi já me confessou que seu efeito com ele é o mesmo.

-Você voltou pra botar ordem em nós dois e para nos colocar na linha,acima de tudo,para nos fazer sermos os Alfas mais felizes do mundo,Kim Taehyung.

-A sua Alma é a mais pura e a mais bonita que eu já vi em toda a minha vida!

-Talvez não a mais pura,mas ele está coberto de razão!

Mais risos.

-Então nós,Min Yoongi e Jung Hoseok,prometemos te amar,respeitar e estar contigo em todos os momentos,independente deles,até que a morte nos separe. E talvez nem a morte consiga isso,vamos nos encontrar em outras vidas,de novo,e de novo,e de novo...

Taehyung deu um passo para frente e abraçou seus Alfas com toda a força que conseguia,desabando em um choro descontrolado e alto. Muitas pessoas presentes que assistiam toda a confissão estavam emocionadas e Jimin não estava muito diferente.

Em respeito e privacidade ao trisal,o padre olhou para os outros dois com um pequeno sorriso no rosto.

-Enquanto ele se acalmam...-O padre propôs tentando soar o mais calmo que pôde e Jungkook assentiu soltando Jimin do abraço quentinho,se virou devagar segurando as mãozinhas entre as suas e deu um selar no dorso de cada uma delas.

-Ah,você não sabe pegar leve,sabe que eu sou chorão!-Jimin reclamou arrancando um sorriso enorme de Jungkook,daqueles que ele exibia só para si,expondo os dentinhos de coelho,onde todos que assistiam puderam ver também.

-Vou pegar leve,juro!-Entrelaçou seus dedos aos do menor e abaixou ambas suas mãos juntas,o olhando diretamente nos olhos.

Naquele momento,nada mais parecia existir. Nem o padre,nem os convidados,nem Taehyung,Yongi,Hoseok ou qualquer outra pessoa presente.

-Você não pareceu ter entrado na minha vida com o intuito de me obedecer,desde o início,quebrou todas as regras criadas por mim. Até as regras que eu dei a mim mesmo.-Jungkook desceu seus olhos por cada detalhe do rostinho bonito de seu amor e voltou ao olhar doce do menor,que parecia ainda mais cativante.-Isso inclui,sem contato físico,se eu dormir com alguém,não beijaria a pessoa para não me envolver tanto,não mostraria meus lados á ninguém!-Jimin apertou seus dedinhos contra a mão de Jungkook e sorriu deixando outra lágrima lhe escapar,abaixando seu rosto envergonhado,mas logo levantou seu rosto novamente.-No nosso primeiro contato visual,você já quebrou a maior de minhas regras;Não me envolver sentimentalmete com ninguém. Teve contato corporal comigo sem a minha permissão,sem medo e sem hesitar me tocar,dormimos juntos e eu me viciei como um louco em seus lábios.

-Jun...- Disse baixo e tímido sentindo suas bochechas queimando por ele estar dizendo aquilo para tanta gente,mas Jungkook não ligou e continuou.

-Anjo,quando eu cheguei em casa naquela manhã,eu não consegui dormir,estava elétrico!Não consegui conversar com ninguém,fui grosso de um modo extremo á todos que tentavam se comunicar comigo,e eu sabia,que eu só queria você comigo de novo! Então sim,eu invadi sua escola e te sequestrei no meio da aula! Eu quebrei minha própria regra e levei alguém que eu dormi para dentro da minha casa,quebrei outra regra e te deixei ver e se comunicar com Taehyung. E naquele mesmo dia,você o tirou do quarto e o fez rir como eu nunca havia feito,eu vi aquilo com meus próprios olhos e até hoje não acredito no que vi.-Sorriu tentando suprir a vontade de chorar.

O padre também estava sorrindo e Taehyung se encontrava entre seus dois Alfas,assistindo a cena,emocionado.

-Quando eu dei por mim,já não existia mais regras,você me fazia sorrir sem que eu mesmo percebesse e a cada vez que eu saia pra trabalhar,era um sufoco enorme sem você do meu lado. Em menos de uma semana,você quebrou regras e barreiras em mim que eu jamais sabia que existiam.-Jeon soltou uma das mãos de Jimin e levou sua mão ao rosto bonito,fazendo um carinho completamente coberto de sentimentos,parecia estar mechendo no porcelanato mais delicado do mundo,e todos viam isso a olho nu.-Ao seu lado eu sou eu mesmo,sem medo,sem hesitar,sem pensar no que pode acontecer amanhã,ou no medo que você pode tomar de mim,porque na verdade,quem tem medo de você na maioria das vezes,sou eu. Sério,não sou nem louco pra mecher nos seus doces escondidos de novo.-Brincou arrancando um sorriso do Park em meio á tantas lágrimas de felicidade.

-Jungkook,eu sou completamente  e inteiramente apaixonado por você.-Jimin o interrompeu,antes que ele continuasse,quebrando completamente essa coisa de apenas os Alfas se declararem.-Você me tirou da escuridão Jungkok,você foi a minha luz,a minha proteção no meio do mar agitado,a minha calmaria e paz em meio á guerra. Você trouxe de volta meus sorrisos e cor aos meus olhos.-Jimin deu um passo para frente,ficando mais próximo e afastou o cabelo do Jeon que caia sobre seus olhos,podendo ver os olhos quase transbordando de pertinho.-Você faz eu me sentir único e em seus braços nada pode me atingir,eu me sinto amado,não só por você,como agora por mim mesmo. Você me ajudou a enchergar meus defeitos como qualidades e me mostrou o quanto você me ama,com gestos lindos e palavras carinhosas.-Sorriu ao ver as lágrimas escapando de seu Alfa,chorar,para um Alfa é sinal de fraqueza,ainda mais para um Lúpus. Estavam todos espantados pela cena. Taehyung nunca viu o irmão chorar,ainda mais por alguém estar se declarando para ele.

-Amor...-Jungkook chamou baixo,mas o Park continuou,limpando as lágrimas de seu homem com as pontas de seus dedinhos.

-Quando eu vi em seu celular,o tanto de fotos da minha barriga quando eu estava grávido,fotos minha dormindo,ou distraído,eu provei o impossível,me apaixonei ainda mais por você!-Riu sob os cílios molhados.-Nada conseguiu e nem vai conseguir me separar de você,nem uma briga,uma bala,uma vagabunda dando em cima de você ou um possível coma. Eu pertenço á você de corpo e alma,Jungkook.-Ficou na ponta dos pés,dando um selar demorado na bochecha cheinha do Alfa e sorriu.-Sou sua Alma gêmea,sua outra metade,e você me deu o melhor presente que alguém poderia receber;pertencer inteiramente e somente á você. Eu,Park Jimin,te amo e prometo te amar,respeitar e estar contigo para sempre,nem que a morte ouse tentar nos separar.

Jungkook abraçou a cintura do menor e o ergueu do chão,unindo seus lábios em um beijo lento e gostoso,sem pedir permissão,sem pedir licença,ou vergonha por estar chorando na frente de tanta gente. Jimin,por sua vez,apenas envolveu seus braços no pescoço de Jungkook com todo o carinho existente em si,retribuindo com todo o amor que tinha em si,o que não era pouco.

As pessoas aplaudiram e se levantaram,enquanto gritavam e assobiavam,quando o padre bateu no microfone devagar,pedindo para as pessoas se sentaram.

-Me desculpem interromper,mas faltam as alianças.-O padre disse educado,e Jungkook colocou seu ômega de volta ao chão,enquanto ria contido,porém emocionado demais para se desculpar.

Taehyung colocou uma aliança no anelar esquerdo de Yoongi,beijando sua mão e Yoongi fez o mesmo com Hoseok,assim como Hoseok com Taehyung,e logo o trisal trocou selares entre eles.

Logo Jimin e Jungkook fizeram o mesmo,sem desviarem o olhar um do outro.

-Agora sim,eu os declaro:Casados!-O padre disse alto,sorridente.-Parabéns!

Os casais se abraçaram e beijaram. Em cima do palco mesmo,as pessoas jogavam arroz neles,e demoraram um pouco,para um casal ir parabenizar o outro entre abraços e lágrimas.

Ouviram os tiros do lado de fora e riram ao ver Hiuk e Jaebom atirando para o alto,como comemoração.

Estavam felizes,realizados e agora,mais unidos que nunca.

Alem de serem conhecidos,colegas de trabalho e gangues,eram uma família.

Matavam e morriam uns pelos outros,eram um verdadeiro ninho de abelhas,eram a mais bonita e unida de todas as famílias.

Eram a BlackMouse.


Notas Finais


Então
Primeiro,a fanfic não acabou,mesmo que pareça um final,não acabou Kkkk
E eu descobri que escrever me acalma,então eu consegui escrever um cap correndo,mas escrevi e até que ficou bom,espero que esteja tão emocionante quanto eu sinto que está KKK
Muuito obrigada por não desistirem de mim e me desculpa pelo sumiço.
Até o proxímo ,amo vocês♡♡♡
Aliás,o Jimin estava com um terno branco e o Tae com aquele vermelho que ele estava usando no MMA kkkk a Habi com um vestido vermelho de dama de honra e o Jungmin com um terninho branco kkkk
E só esclarecer uma coisinha que eu esqueci;
Jungmin=Jung/min=Jungkook+Jimin=Jungmin
Agora sim,tchauzinhoo ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...