1. Spirit Fanfics >
  2. Garoto vs garota - jornada através do tempo (Dramione) >
  3. Parceiros de fuga

História Garoto vs garota - jornada através do tempo (Dramione) - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Parceiros de fuga


- ISSO NÃO É POSSIVEL! - Gritava Hermione para si mesma dentro do banheiro feminino vazio.

- COMO ISSO PODE SER VERDADE?

Hermione achou no seu celular as provas de que ela e Draco Malfoy tinham um caso. Ela ficou surtada ao ver que trocavam mensagens picantes, fotos sensuais e que tinham até conversas profundas sobre a vida. 

Isso era algo tão improvável de se imaginar que Hermione começou a desconfiar que esse Draco Malfoy era o "Seu Draco Malfoy" aquele traira que quase matou todos brincando de Deus.
Hermione sabia que o vira- tempo podia dar nisso...e sabia que se esse cara das mensagens fosse o  Draco que ela conhecia, com certeza estaria ali para mata-la.

Ele pode ter se aproveitado da sua "Eu" desse universo mas e se inicialmente ele quisesse apenas garantir que controlaria esse mundo sem que Hermione atrapalha- se?

Sem poderes, sem saber por onde começar...
Depois de chorar de raiva, Hermione lavou o rosto na pia, fez um coque com um lápis e saiu do banheiro decidida à ir até o Beco Diagonal.
Precisava saber se Harry e Rony estavam bem...e como não tinha sinal de onde encontrar o "Draco Amante" achou que seria a única opção de ação.
Ao sair do banheiro deu de cara com Dilan seu irmão, ele estava serio.

- H...o que está acontecendo com você? - ele parecia bem preocupado. Hermione notou que ele era uma criança perspicaz mas ainda um criança. 
- Está tudo bem Dilan - ela disse sorrindo, forçando mas sorrindo.

Ele arqueou a sobrancelha não acreditando.
- Olha...você não parece você...- disse serio - eu sei que você pretende cabular aula para fazer algo importante, mas pra isso você precisa de um álibi e de um transporte que te faça voltar rápido, antes da ultima aula acabar...eu posso te ajudar...
Hermione olhou para o garoto de boca aberta e decidiu confiar no seu "Irmão" espetinho e apenas concordou com a cabeça.

O plano era simples e inteligente.
Dilan tinha seus contatos, e conseguiria tirar Hermione de dentro da sala com ajuda de um amigo monitor com uma desculpa de que ela precisa ir até a reitoria. 
A parte de Hermione era complicada pois envolvia roubo, mais precisamente o roubo da chave do carro brega do seu namorado.
Lógico que pra isso era teve que agarrar o garoto no meio do corredor , beijando -o ferozmente enquanto afanava as chaves do pobre Josh.

O que Hermione não estava esperando era encontrar seu irmãozinho em frente ao carro do Josh.
- Para onde vamos? - perguntou animado.
- Você fica Dilan  - disse ela indo em direção ao motorista.
Ele ficou bravo.
- Eu te ajudei...vou também H! 
O garoto era decidido, e a ideia era analisar o beco e não entrar, até porque sem poderes era provavel que Hermione não conseguiria entrar no mundo bruxo facilmente.

Eles entraram no carro e Hemione sabia que não podia ser pega dirigindo com 15 anos e soltou o cabelo para disfarçar.
- Coloca o cinto Dilan.
O garoto obdeceu animado.
Hermione ligou o gps do celular o optou por caminho alternativos sem fiscalização, o menino só obeservava.

Chegando perto do Caldeirão furado, Hermione não conseguia identificar o predio, tudo parecia igual e isso era com certeza a Magia anti-trouxa ou a certeza de que ela e Malfoy destruiram o mundo bruxo e viraram dois trouxas de outro universo.

- Merda! - disse Hermione batendo no volante - Cadê você?? Cadê? Maldito Caldeirão Furado...- ela resmungou.
Dilan ao escutar isso riu e apontou pra um prédio em ruínas.
- Por que você quer entrar nesse estalagem com nome esquisito H? 
Hermione congelou...
- Você ta vendo Dilan??? - perguntou eufórica.
O menino achou estranho.
- Ué ...to - disse apontando - Você não?

Hermione não acreditou que o destino pudesse ser tão filho da puta com ela.
Seu irmão do universo alternativo tem magia e ainda nem sabe disso.
Ela tinha uma oportunidade de entrar, mas precisaria ensinar algumas coisas para o garoto.
Ela estacionou em um beco próximo.
- Podemos parar aqui H? 
- Agora podemos - disse Hermione rindo. Ela não deixou de notar que o garoto era muito parecido com ela em muitas aspectos...ousado o suficiente para cabular aula, mas ainda assim preocupado com leis de transito.
Ao chegar na porta, ela se virou para o garoto que era quase da sua altura.
- Dilan, preciso da sua ajuda para entrar ai...
Ele ficou confuso.
- Como assim?
- Esse é um lugar especial apenas algumas pessoas conseguem entrar e outras precisam de ajuda.
O garoto parecia preocupada mas prestava atenção.
- Como H?
Hermione respirou fundo nervosa, pensando em como fazer isso funcionar.
- Existe uma espécie de "Senha" e como você consegue ver e eu não você precisa dizer enquanto segura a minha mão, só assim eu posso ver e entrar com você.
Pela primeira vez ele parecia nervoso.
- Isso é serio?
- Sim...você me ajuda Dilan?
O garoto balançou a cabeça afirmando, enquanto segurava a mão da irmã.
 - Quando você falar pense em me mostrar - disse ela nervosa - Diga...REVELIUM! 
- REVELIUM! - Disse ele no mesmo tom que Hermione.

Hermione chorou de felicidade ao ver o letreiro do Caldeirão Furado surgir diante dos seus olhos.
Dilan percebeu que algo mudou e ficou ainda mais nervoso.
- H... 
Hermione o segurou pelo ombros delicadamente.
- Não tenha medo Dilan! Vou te mostrar tudo! Você confia em mim?
Dilan olhou a irmã nos olhos e disse:
- Sim H!
E assim entraram  no Caldeirão Furado. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...