1. Spirit Fanfics >
  2. Gasoline >
  3. Gasoline part 2

História Gasoline - Capítulo 2



Notas do Autor


VCS MEUS AMORES QUE PEDIRAM MAIS UM CAPÍTULO, SUA AUTORA FAVORITA - nem se acha ela ksks - ATENDEU SUAS PRECES, ESSA QUE FORAM ATENDIDAS COM MUITO AMOR KSKSK
Não tô bem gente, fumei nescal ksksk
Bom, boa leitura ksksk
Amo vcs❣❣❣🤪

Capítulo 2 - Gasoline part 2


Fanfic / Fanfiction Gasoline - Capítulo 2 - Gasoline part 2

           ...Capítulo Anterior...

Tomo um banho relaxante, tentando esquecer o que eu vi hoje. Depois de um tempo eu já tava com meu pijama - que só era uma regata duas vezes maior que eu que chegava até minhas coxas e uma box ‐ e faço carinho nas orelhinhas do felino,ouvindo o mesmo ronronar.

Não lembro quando, mas logo adormeço, sonhando com um par de olhos vermelhos e caninos grandes.


                          (...)


Fazia uns três meses que eu não via mais aquela aura sombria, apesar se sempre ter a sensação de ser vigiado.

Já era de tardezinha quando saí do meu estágio no hospital mais importante de Seoul, eu tinha ralado muito  pra conseguir uma vaga aqui. Eu trabalhava como fisioterapeuta infantil, e você tinha que ser muito forte pra não chorar lá, porque ver uma criança,que sofreu um trauma,que tinha uma possibilidade de nunca mais andar,e vê-la  a andar novamente, apesar de ser poucos passos, era de fato emocionante.

Enquanto andava de volta pra casa, o que não era muito longe, tenho a sensação de ser perseguido,olho para trás e vejo um homem todo de preto com um capuz que escondia seu rosto vim atrás de mim. Isso estava me deixando muito assustado, ando um pouco mais rápido,quase correndo,olho para  trás e aquela mesma pessoa me seguia,quase me alcançando. Começo realmente a correr.

Sinto braços fortes me pegar pela cintura e uma não cobrir minha boca,uma sensação de Dejá Cú¹ tomar conta do meu corpo,sinto uma vontade enorme de chorar e lágrimas, o cheiro forte amadeirado com um toque de whisky me deixava embriagado mas ao mesmo tempo com medo.

— Você vem comigo gracinha — Por debaixo de seu capuz,só conseguia ver seu sorriso sádico.

Meu Santo G-Dragon, o banguela já vai ficar órfão 

— P-posso pelo m-mais pegar m-eu filho em casa ? — vão tomar no cú quem acha que bichinho de estimação não é filho, nós que é solteira, bichinho de estimação é como um filho, seu parceiro pro resto da vida.

Ouso aquele ser ‐ que eu não tinha certeza se era humano ou não - bufar.

— Está bem, o que a gente não faz pelo o último pedido enquanto está vivo não é mesmo gracinha? — sua risada sádica me dava arrepios, sentia meu sangue esfriar.

Sabe aqueles desenhos onde o personagem principal está dentro de uma cabine espacial, que ficam testando a quanto o corpo humano aguenta a velocidade ? Era isso que eu tava sentindo, o ser corria de um jeito que com certeza era sobrenatural.

Em poucos segundos cheguei em casa,quando ele(a) parou eu me desgrudei e vomitei o cachorro quente que eu tinha comido mais cedo, ouvi o ser desconhecido falar "eca" e saí em direção à minha casa, o cara - ou moça - que tinha me sequestrado começou a me seguir, abri a porta e entrei, deixando a mesma aberta por causa daquela coisa que me seguia. Fui correndo para meu quarto pegar o banguela, quando abri a porta, ela fez um estrondo enorme quando bateu contra parede, peguei um coberto e enrolei no banguela, esse que estava possivelmente estranhando minha pressa.

Quando o felino viu a aura sombria começou a rosna e ficar em posição de defesa, mas por está enrolado no coberto estava falhando.

— Sério isso? Desde quando um gato é um filho? — perguntou irônico.

— Desde que eu sou solteiro e sozinho — respondo com ignorância pro mesmo.

Ele passa seu braço pela minha cintura e morde o lóbulo da minha orelha.

— Sorte sua que o Chefe quer você vivo sem nenhum mordida, porque se dependesse de mim você já estava sofrendo na minhas mãos.

Esse cara me  dava arrepios 

Logo aquela sensação de que eu estava dentro de uma cabine espacial volta, seguro com mais força o felino e em poucos segundos eu estava em frente à uma mansão de três andares. 

 Qual era necessidade de ter uma casa deste tamanho?

Passamos por uma enorme porta cheia de desenhos sobre a madeira escura, alguns detalhes cobertos de prata e outros com aspectos de ouro

Se eu vendesse essa porta nunca mais precisaria trabalhar.

A sala principal era enorme, com um grande lustre pendurado no centro do teto. O chão coberto com um tapete com desenho barroco, uma tevê enorme de plasma estava sobre a parede, e um sofá enorme em forma de L, da cor bordô.

A sala era em conceito aberto com a enorme cozinha, com azulejos em tons de azul e vermelho, deixava um contraste de luxo com os móveis e objetos eletrônicos da cor branca.

Aquela casa transbordava luxo.

O homem - mesmo que eu ache que ele é um ser sobrenatural - me levou até uma grande escada, subindo aquela escada paramos em um longo corredor, onde no final tinha uma grande porta vermelha com detalhes em dourado - que eu julgo ser ouro -, o homem abriu, me dando a visão de um grande escritório, que era totalmente diferente das cores marcantes que fazia presente na casa, o chão era totalmente coberto por uma porcelana mais branca que a neve, duas esculturas que eu não sabia o que era, as paredes eram feitas totalmente de vidro, nos dando uma visão da floresta que era atrás da casa, tinha uma mesa escura, com certeza feita de Pinheiro-  convivência com tio Siehn - e duas cadeiras.

— Fique quieto e não mexa em nada, irei chamar o Chefe — o ser desconhecido fala e saí pela porta - óbvio -.

Em poucos segundos, outra criatura que se parecia com uma pessoa apareceu.

— Finalmente querido, você está em minhas mãos — Eu não acredito.

Sinto suas mãos grandes e ásperas passar pela minha cintura, logo encostando seu peitoral musculoso nas minhas costas.

— Que merda é essa Kim JaeJoong? — pergunto enraivecido.

— Você me pertence Jimin, o meu lado vampiro não vive sem você.

— Que conversa é essa Jae, desde quando você é vampiro? Isso não existe — disse doido pra dar um tapa nele, que conversa de doido era aquela?!

— Eu sempre fui querido Jimin, e posso te mostrar que vampiros não são somente lendas pra amedrontar crianças — deu um sorriso sádico










QUE MERDA É ESSA? QUE POHA É ESSA DELE SER VAMPIRO?


Notas Finais


Gente por favor deixe seus comentários se gostou, teorias e o que vocês acham o que ainda vai acontecer, provavelmente vai ter mais um ou dois capítulos pra acabar a fanfic, então se vc tiver alguma teoria comente ksksk

Deja-Cú é tipo você sentir que vai tomar no cú, e não é do jeito bom ksksk

Kim JaeJoong era do TVXQ,atual JYJ,ele era da SM, mas ele e dois integrantes pularam fora do contrato escravo a alguns anos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...