História Gato Bobo - Capítulo 78


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Amor, Marichat, Miraculous
Visualizações 164
Palavras 3.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiie people!
Desculpem pelo tempo que demorei,mas tenho andado meio (muito) ocupada daí não ter postado antes,e também queria um cap que não fosse pequeno né?Além de que não me tenho sentido muito bem,ainda não estou completamente bem,isso dificulta um pouco,mas mesmo assim eu tento escrever...!
Não se esqueçam de passar pelo Ig da fic "gatobobo" e só um pequeno aviso:o Hentai de Leélix vai sair como especial de 600 fav.,okay?E vai tramar-me,visto que falta pouquíssimo...But whatever!
Espero que gostem,bjs!

Capítulo 78 - Pesadelo


Fanfic / Fanfiction Gato Bobo - Capítulo 78 - Pesadelo

Pov Adrien:

-Vocês?!

-Sim,nós.-a Catherine riu um pouco como se dissesse "Não somos monstros".

-N-Não,não é isso!!Não falei no sentido de vocês não merecerem nem nada do tipo, apenas me supreendi.E quais eram os vossos Miraculous?-questionei.

-Bom...-disseram ambas e encararam-se -Para a semana descobres...!

-Ah mano,sério?Ninguém me vai dizer?!

Eles os cinco riram do meu "desespero":

-E tu Adrien,que Miraculous possuis?-perguntou a Cath.

Nem tempo de falar tive,pois a Lilliann olhou de cima a baixo para mim:

-Sério?Deve ser legado de irmãos,tens o Miraculous do Félix!-eu olhei para ela e ela apenas sorriu,mas parecia um sorriso verdadeiro,sem maldade.Ok,isto foi estranho...!

-Sim,tenho...Bom,eu se calhar vou indo e deixo-vos a falar...Até para a semana para a maioria...

Despedi-me de todos e saí dali ainda um pouco transtornado por descobrir que elas também estariam no treino...

Pov MaryLadyNoir:

Até agora o loiro apenas havia ficado supreendido,isso não era,de longe,suficiente para ser akumatizado de novo,até que...

###Quebra de Tempo-3 DIAS-Mansão Agreste###

Era de manhã,madrugada,aliás.Os primeiros raios de sol começavam a aparecer, entrando no quarto do loiro,que se levantou ao levar com a luz no seu rosto,indo até á casa de banho e olhando o seu reflexo no rosto.Surpreendentemente ele estava horrível, e isso não era normal,até quando dormia ele mantinha o seu lindo rosto de anjo,mas hoje não.Já há 3 noites que não descansava em condições,e isso estava a acabar com ele: ou ficava preocupado a pensar se iria ser akumatizado de novo, ou pensativo em relação ao treino, ou ambos os motivos.O Agreste voltou ao quarto,fazendo um certo kawamii ficar a estranhar a sua aparência:

-Adrien,devo dizer-te,estás com pior cara do que o Wuant quando o Kazzio lhe colocou bombas de mau cheiro no quarto!

-Ah Plagg,nem venhas,deixa-me em paz!

Três batidas na porta ecoaram pelo quarto.O garoto permaneceu calado.Mais três leves batidas,ou seja,não era a Nathalie,ou a secretária já teria falado:

-Adrien...?Posso entrar?-ouviu a voz da "irmã" do outro lado da porta.

-Entra Lea.-disse o loiro sem ânimo,atirando-se para a cama.

-Bom dia!-disse ela entrando e a sorrir,mas rápidamente ficou alerta- Uou,que aconteceu? Estás com péssima cara!- perguntou a mestiça enquanto fechava a porta atrás de si.

-Hoje é o dia nacional de me dizerem quão horrível estou?!-o loiro simplesmente se virou de costas na cama,enquanto o kawamii voou até ao ombro da heroína.

Ninguém gosta de ouvir que está a parecer mal,mas o modelo estava mesmo: olheiras que se notavam a 1 Km,cabelo mais despenteado do que fios de palha entrelaçados (que era o que parecia agora,um monte de fios de palha,não d´ouro), olhos vermelhos de cansaço, pijama amarrotado.

-Ignora o mau humor dele,acho que lhe saltaram uns três ou quatro parafusos durante a noite!-sussurrou o gato preto.

A morena ficou de cara fechada,ela sabia que havia um motivo para o amigo estar assim:

-Okay,desculpa...

Ouviu um suspiro:

-Eu é que peço desculpa,e a ti também Plagg,não devia ter descontado em vocês.

O kawamii preparava-se para fazer uma piada,mas ele sabia o que incomodava o adolescente, daí ter preferido ficar calado:

-Ei Lea,se calhar vou ter com a Katniss...

A morena sorriu:

-Vai lá.-trocaram sorrisos cúmplices:o kawamii não iria dizer que ficou calado para não chatear o Agreste,mas nem era preciso,ela sabia.

-Então...Disseste que não devias ter descontado em nós. -andou até á cama dele e sentou-se na borda- Queres me contar o que se passou?-ela deu um sorriso simpático,mesmo ele estando de costas.

-Lea e se... -ele deu uma pausa,enquanto procurava as palavras mais agradáveis para dizer aquilo - E se... E se eu tivesse feito algo pouco correto e isso tivesse tido consequências...?

Pela primeira vez desde o início da conversa, ele virou-se de frente para ela, vendo a nova iorquina confusa:

-Bom,não sei o quê que terás feito,mas...qualquer que seja o problema, não estás sozinho.

-Mas é esse o problema Lea! Eu estou sozinho!

-Não estás!Tens-me a mim,á Alya,ao Nino,o teu melhor amigo,ao Félix -disse o nome do irmão do garoto num tom mais sério- e á Mari...-interrompida pelo loiro.

-Não percebes Lea!Vocês não podem fazer nada!

-Então explica-me Adrien!!Explica-me o quê que fizeste de modo a que nenhum de nós consiga interferir!-ela levantou ligeiramente a voz,o que fez com que ele suspirasse, e depois outro suspiro, mas desta vez por parte dela,ao perceber que assim não chegavam a lado nenhum- Ouve...Por mais que digas que não conseguimos fazer nada,eu sei que não é verdade.Pode ser o que tu achas,mas não é o que eu tenho a certeza,e sabes o que é?Tenho a certeza que por mais erros que cometas, vais superá-los,com a nossa ajuda.Pelo menos a minha terás sempre.-outro suspiro dela.

-Obrigado Lea,mas... isto supera a Alya, o Nino, o Félix e a Marinette.

-E porquê que eu não estou nessa lista...?

-Porque tu és uma portadora,simples.Quer queiras quer não, é o teu trabalho, derrotares o akuma.

-Okay Adrien,agora puseste-me mais confusa do que a confusão!O quê que os Miraculous, os portadores e os akumas têem haver com o teu problema?!

-Lea,eu fui akumatizado.

-O QUÊ?!REPETE?!

Ele colocou-lhe as mãos a tapar a boca:

-Ainda é cedo vais acordar o Félix,e não quero que ele saiba!!-ele destapou-lhe a boca e respirou fundo.

-Desculpa,mas quando?!Porquê?!Onde?!Como é que te libertaste do akuma?!Porquê que não me disseste?!

-Bem...Foi assim-ele ia começar a contar-lhe os acontecimentos que tanto o importunaram e ainda importunam,quando três batidas são ouvidas na porta:

-Adrien?As aulas de chinês retomam hoje,em quinze minutos lá em baixo por favor.E diga á Leanary que a mãe dela quer falar com ela caso a veja,por favor.-a secretária nem entrou no quarto,ou seja estava aterefada,mais do que normalmente.

-Sim Nathalie.-ele respondeu,mesmo sem saber se a mesma ainda estava do outro lado da porta.

-Tu tens que te arranjar,e acho melhor ir ver o quê que a minha mãe quer comigo...-ela levantou-se e foi até á porta,só quando já estava prestes a sair é que falou- E não penses que esta conversa fica por aqui!-ela saiu do quarto,deixando um modelo preocupado em voltar a ser akumatizado e a arranjar-se.

Pov Leanary:

Apercebi-me agora que não tinha a mínima noção do perigo que os akumas são: um herói foi akumatizado?Como?E logo o Chat,um dos principais...Realmente,o Hawk Moth estava mais forte...

Antes de ir lá em baixo ter com a minha mãe fui ao meu quarto só para avisar o Plagg que já podia voltar e vestir algo por cima do pijama:

-Pst,Plagg!-abri a porta com cuidado e voltei a fechá-la do mesmo modo,de modo a não acordar o Félix e não ter que aturá-lo e ás suas mentiras-Plagg!-voltei a chamar num sussurro.

-Estou aqui,que foi...?-corri uns dois passos de modo a tapar a pequena boquinha dele e a fazer um gesto a apontar para o adormecido na cama-Humh.-ele assentiu e eu soltei-o.

-Desculpa ter-te tapado a boca, daqui a bocado dou-te um pouco de Cambambert,okay?

Ele , literalmente, agarrou-se tanto á minha bochecha que me esmagou esse lado da cara:

-Quero-te como portadora!!Ficas com dois Miraculous,siiiiiim??-foi inevitável não rir um pouco,se bem que baixinho.

-Não obrigada,estou bem apenas como Volpina!Vai lá ter com o Adrien!-falei baixo.

-Uh,ele,pois é.-ele fez uma cara de enjoado.

-Oh,não sejas assim!Vá lá,admite...-segurei-o na palma da minha mão esquerda- Tu gostas de tê-lo como amigo...Vá...-ele virou a carinha e depois olhou de lado para mim, acabando por dar um mini sorriso,quase imperceptível.

-Um pouco-falou muito rápido e depois atravessou a parede para o quarto do Adrien.Eu sorri e peguei num moletom meio grande,preto, a dizer "Go away" e vesti-o por cima do pijama,fazendo com que nem se notassem os shorts.

-Acordo e já vejo esta imagem...-olhei para a cama e vi o Félix com um sorriso,eu apenas fechei a cara,cruzei os braços e arqueei uma sobrancelha.Ele suspirou com os meus atos- Ainda estás chateada?

-Já te disse:não estou chateada,estou desapontada.-falei com uma calma do outro mundo. Desde daquilo ,desde aquele beijo que nós não falamos,apenas cumprimentos rápidos. - E faz-me um favor,faz o que diz no moletom,okay?!

-Não Lea,não vou embora,e eu já te disse a ti:não te quero preocupar.

-A sério?Esta conversa novamente...?-mantive a minha postura e o mesmo tom de voz e prossegui- Félix Agreste,tu próprio enterraste-te,eu sei que estou relacionada, portanto, enquanto eu não souber o que é,vou continuar assim,e - enquanto eu falava ele levantava-se e vinha na minha direção,cruzando os braços e ficando a ouvir as minhas palavras- olha que eu aguento estar assim!Portanto,don´t test me,alright?!-falei com uma ponta de impaciência na voz.

-I won´t test you -What?!Ele fala inglês?!-But...I´ll do that.-e beijou-me.

Um beijo como aquele de há poucos dias,eu apenas fechei os olhos e pude sentir as mãos dele na minha cintura,puxando-me mais para ele.Separamo-nos após 1 minuto mais ou menos,encarei-o, em parte chateada porque ali estava outra prova de que ele não queria MESMO contar-me , mas por outro lado um pouco...Não sei descrever,pelo outro lado é meio estranho... É difícil dizer ao certo o que senti,foram como faíscas a percorrer todo o meu corpo,acabando no coração,sem que eu conseguisse controlá-las.

-Félix Agreste,explica-me o porquê deste e do outro beijo! AGORA.-falei séria- Já estou farta dos teus joguinhos de provocação e de ciúmes e seja lá mais o que for!Farta,ouviste?!

-A sério?Então explica-me tu: porquê que não te afastaste?-ele ficou só a olhar para mim, com uma expressão neutra.

-Eu...Tenho que ir ter com a minha mãe.

Saí do quarto sem lhe dar tempo de me questionar mais,e cruzei-me com o Adrien nas escadas:

-Oi novamente Lea,tenho que ir para as aulas de chinês,mais tarde vemo-nos,ok?-ele falou, meio desconcentrado,como ao bocado.Apenas assenti e fui á sala,vendo a minha mãe lá sentada,no sofá.

-Bom dia mãe!-forcei-me a sorrir e dei-lhe um beijo na cara,sentando-me de seguida ao lado dela.

-Bom dia querida.-ela sorriu.

-Então,o quê que querias falar comigo...?-fiquei a olhar para ela,que rápidamente ficou ligeiramente mais séria.

-Lea...Hum...Acho que já és crescida o suficiente para lidares com a verdade...

-Como assim...?-fiquei a olhar para ela.A minha mãe nunca me escondia nada importante, ou era o que eu pensava!

-Tu sabes que eu te amo,certo querida?-olhei para a minha mãe e observei-a:ela estava com os olhos marejados.

-Claro mãe!Eu também te amo muito,e nada mudará isso!Mas...está tudo bem?- aproximei-me mais dela.

-Eu não sei se é o melhor,mas visto que são várias coisas mais vale contar-te tudo já.

-Mãe,como assim?!Contar-me o quê?!

-Várias coisas:do meu passado,do teu...

-Mas o quê?!

-Muita coisa Lea,mas a mais relevante está relacionada com...com...

-Estás a assustar-me mãe...-fiquei a olhar para ela- Relacionada com o quê?!

-Com o teu pai.-ela olhou para mim.

-Com...?-as palavras ficaram presas na minha garganta.

-Sim...-ficamos a olhar uma para a outra.

-Eu...Não entendo...

-Sem mais segredos,vais saber de tudo...

E foi naquele dia,com aquela conversa,que eu descobri toda a verdade que me tinha sido ocultada,e ainda não acreditava em algumas coisas...

Pov Marinette:

Acordei com a minha irmã a abrir-me as cortinas para o lado:

-Bom dia dorminhoca!

-Dorminhoca...?Ah Bridgette,que horas são...?!-falei meio molenga e a cubrir o rosto com a almofada.

-São mais ou menos oito.-falou ela enquanto,pelo o barulho,abria o meu roupeiro.

-Ah Bridgette!-atirei a almofada para onde calculei que ela estivesse,mas apenas a ouvi a rir.

-Erraste,tipo...um pouquinho,sabes?-ouvi-a a rir e olhei e reparei que a almofada estava muito longe dela.

-Ah!-deixei a minha cabeça cair no colchão.

-Oh não não!-ela obrigou-me a levantar.

-Bridgette Dupain-Cheng!-falei autoritária.

-Marinette Dupain-Cheng!-ela falou mais autoritária do que eu.Ambas ficamos onde estávamos,e após 5 segundos eu ri-me

-Okay ganhaste!

-Oui!Mais um ponto para mim!

-Aff...Mas tá,qual o motivo de me estares a levantar ás oito da manhã?!Posso saber menina vencedora?

-Não sei não...Coisas de primeiro lugar,não sei se posso comentar este assunto com o mero segundo...-ela disse rindo.

-Com o segundo lugar não sei,mas com a tua irmã podes compartilhar as informações.-nós rimos-Diz logo!

-Tá calma!Vamos ter um dia de irmãs!

-Sério?!Não temos um dia só nós faz tempo!

-Eu sei,daí irmos ter um hoje!

-Espera...É um...?-olhamos uma para a outra e ambas dissemos-Dia de tênis!-nome estranho?Sim,mas com uma história por trás XD!

-Tá,agora a sério,arranja-te.-ela falou e saiu do quarto.

Olhei para as opções de roupa que ela me tinha deixado,e o calçado de todas era um par de tênis (kkk).Acabei por escolher um conjunto clarinho de renda,umas sapatilhas e uma regata de ganga.Fui até á casa de banho e fiz as minhas higienes matinais,penteei o meu cabelo e optei por deixá-lo solto mesmo,apenas com uma flor branca de enfeite.E, claro, confirmei se a minha metade do colar do Yin-Yang estava bem:eu só tiro o colar para tomar banho, de resto estou sempre com ele,até quando vou dormir,sinto-me mais ligada ao meu gatinho, que falando nele,já há uns dias que não vem cá...Estou meio preocupada,mas a Tikki já me disse que ele só deve estar ocupado na sua forma civil,e eu espero que seja só isso...

Voltei ao meu quarto:

-Tikki?-chamei e ela apareceu a voar,enquanto esfregava os olhinhos,tão fofa!

-Mari?-ela olhou para mim e depois arregalou os olhos-Quem és tu e o quê que fizeste á minha portadora?!Já estás arranjada!-eu ri um pouco e ela apenas ficou surpreendida- Agora a sério,como é que te levantaste tão cedo?

-A Brid acordou-me,vamos sair!

-Ah okay,a bolsa?

-Aqui-peguei numa bolsa branca e a Tikki entrou,de seguida desci as escadas até á cozinha e peguei nuns cookies,indo de seguida para a padaria,onde os meus pais já estavam a atender clientes e a Bridgette estava á minha espera.

-Até logo!-nós despedimo-nos dos nossos pais e saímos rumo ao café que tem em frente ao parque.Era meio que o nosso lugar secreto de irmãs,ela já me tinha levado lá muitas vezes, e eu também já a tinha arrastado ,digamos assim, até lá.Era um lugar onde podíamos afogar as mágoas em gelado,ou criar carinhas com os smarties dos crepes,é realmente importante para nós,e costuma estar meio vazio,mesmo sendo em frente ao parque.

-Ei Brid,tu sabes que adoro este café,mas,vamos passar aqui o dia todo?-perguntei meio entediada.Ela sorriu e riu um pouco enquanto falava.

-Calma,aqui é só o pequeno-almoço ,ficamos aqui um pouco e depois vamos dar uma volta! Podemos almoçar no McDonald´s ,ir ás compras,tirar fotos,lanchamos no Starbucks e depois de mais uma volta podemos ir para casa!Que achas?

-Não gosto muito dessa ideia.-falei meio pensativa.

-A sério?Mas tu adoras fazer estas coisas!-ela mostrou-se surpreendida e eu ri.

-Dãh,não gosto da ideia,amo!!

Nós rimos e após uns 2 minutos de conversa pedimos o pequeno-almoço:um sumo de laranja natural e um croissant com compota de frutos silvestres para ambas.Conversamos muito e depois lá fomos dar uma volta pelas ruas,parando em algumas montras,e aproveitei para comprar alguns tecidos na minha loja preferida.É uma ótima maneira de começar o dia!

Pov Adrien:

-Adrien,que se passa?Nǐ jīntiān de zhōngguó shì fēicháng zāogāo!*

-Duìbùqǐ lǎoshī, wǒ zài xiǎng lìngwài yīgè wèntí...**

-Muito bem,vamos parar o teu chinês por um bocadinho...Queres falar sobre o assunto?

-Não, obrigado professora...

-Mesmo assim,fazemos uma pausa,pode ser?-a minha professora sorriu enquanto se levantava-Tens 10 minutos.

A aula estava a decorrer no jardim,pois hoje estávamos a fazer revisões dos temas exteriores,ela entrou novamente em casa e eu fiquei só a olhar para o céu:

"Eu fui tão estúpido...A Marinette gosta do Chat,não sente mais nada por mim,nem me admira ela ter escolhido o Nathanaël,eles sempre se deram bem,ainda para mais agora que ele e a Lea nem namoram...Claro que ela o escolheria...Por um lado eu devia sentir-me bem, pois isso significa que ela gosta do meu "eu" verdadeiro,mas por outro... ela esteve só a brincar com os meus sentimentos,como Adrien...Eu...Ah,eu estou confuso!"

Sem que eu me apercebêsse os 10 minutos passaram a correr:

-Então?Pronto para continuarmos a aula?-a minha professora voltou a sentar-se na sua cadeira e reparou que eu ainda estava meio distraído-Ouve,fazemos assim...Se te concentrares e acertares os exercícios que te vou passar,pelo menos a maioria, a aula acaba mais cedo,pode ser?

Eu assenti e ela começou a passar-me exercícios.

Pov Leanary:

###Após a conversa###

-Eu...vou para o meu quarto...Com lincença...-comecei a levantar-me,meio perdida.

-Querida...Desculpa mas...tu eras muito pequena...Eu...

-Tudo bem,eu compreendo...Até já mãe...-dei um beijo na bochecha á minha mãe,que ainda tinha algumas lágrimas a escorrerem-lhe pelo rosto.

Subi as escadas,sem pressas,mas mal me vi em frente á porta do quarto abri-a como se fosse preciso uma força de outro mundo e corri para a cama,agarrei-me á minha almofada e escondi o rosto lá.Não que eu estivesse a chorar,só queria esconder a vergonha que eu sentia por ter sido enganada estes anos todos.Ainda bem que o Félix não estava no quarto... Ou era o que eu pensava...

-Lea?-ouvi a voz dele e senti-o a sentar-se na cama,do meu lado.

-Deixa-me em paz Félix!Não quero saber de nada que vás dizer Félix Agreste!!-falei, mesmo com a almofada a tapar-me o rosto na mesma.Eu já estava mal com ele e já, e mesmo eu sabendo que não devia descontar nele,eu nem estava a pensar nisso.

-Lea,ainda estás assim por causa de eu não te contar?Desculpa,mas não posso mesmo... 

-Como é que sabes se é por causa disso que eu estou assim?!-tirei a almofada do rosto e encarei-o -Sabes tudo da minha vida?!Ao que parece nem eu sabia,portanto é impossível tu saberes!!

-Lea,mas o quê que...?!O quê que se passa contigo?!

-Nada!-respirei fundo e acalmei-me-Nada...

-Lea,eu conheço-te,o quê que se passa?

-Não se passa nada!-cruzei os braços e ele aproximou-se mais de mim.

-Lea,a sério,podes me contar...-ele acariciou o meu rosto e eu simplesmente relaxei.NÃO! LEA,NÃO!ELE ESTÁ A MENTIR-TE,LEMBRA-TE!ELE ESTÁ A ESCONDER-TE ALGO!!

-Félix,tira a tua mão...

-Queres mesmo que eu faça isso?-ele ficou só a olhar para mim,mantendo a mão no meu rosto mas sem fazer carícias.-Olha para mim e diz-me que queres que eu tire.

Eu encarei-o mas não consegui falar,eu sei que ele me está a esconder algo,e isso eu não suporto,mas...ele está a ser tão...tão assim!

-E então?-ele deu um sorriso.

-Eu não quero...Mas quero que faças algo...-aproximei-me dele.

-O quê?-ele deu outro sorrisinho,como se nem soubesse do que se tratava.

-Não sei...O quê que tu achas?

Ele aproximou-se mais de mim:

-Não tenho nenhuma ideia...-ele olhou para mim á espera que eu dissesse o que ele queria ouvir.

Eu apenas revirei os olhos:

-Kiss me stupid.

Ele sorriu pela terceira vez naquele curto espaço de tempo e beijou-me.

"Por segundos esqueci-me de tudo o que a minha mãe me tinha contado.E que segundos...!"

Pov Marinette:

###QUBRA DE TEMPO-Hora de almoço###

Enquanto comíamos relembráva-mos acontecimentos divertidos,a maioria memórias antigas:

-Lembras-te da primeira vez que tivemos este dia?-perguntou-me ela,em meio a risos.

-Como é que me poderia esquecer?Foi nesse dia que surgiu o nome!

-Nós fomos tão burras!

-Nem me fales!Onde é que nós tínhamos a cabeça de ir passar um dia todo a andar,práticamente, e tu foste de saltos altos e eu de botas com um pouco de salto!

-Fomos mesmo idiotas!

-Verdade!-nós ríamos por nos lembrarmos daquele acontecimento.-Foi da pior maneira que aprendemos que quando tivermos um dia destes temos que estar de tênis!

-Mesmo!-rimos mais e assim passamos o almoço:a rir e a relembrar os bons velhos tempos! 

"Já me tinha esquecido de como é ter a minha irmã do meu lado,nestes bons momentos, mas eu ainda não me tinha esquecido do meu gatinho"

Pov Adrien:

A minha aula já tinha acabado,como havia dito, a professora liberou-me mais cedo e foi embora,deixando-me novamente com os meus pensamentos,quando ouvi gritos:

-Ah não!Sério?!Um akuma?! Plagg,claws out!

Pov Leanary:

Não sei como é que chegamos aqui,só sei que,neste momento, eu estou encostada ao ombro do Félix,sem ter vontade de fazer mais nada,ele tinha me dito que podia ficar assim o tempo que eu quisesse,enquanto organizava a minha mente,e estava a resultar,quando ouvi gritos.Um akuma,claramente, mas...eu não sei se consigo lutar agora...

Pov Marinette:

Eu e a Bridgette estávamos a andar pelas ruas de Paris,depois de termos almoçado,quando vi pessoas a correrem e a gritarem e uma mulher com roupas confusas,como se cada peça pertencêsse a uma pessoa diferente!Ela possuí-a uma máscara e um livro, que tinha como título "Reality or just a dream?",livro do qual eu nunca ouvi falar.

-Brid!-chamei e ela olhou para mim enquanto assentiu.

Ambas corremos para uma esquina e eu confirmei se não estava ninguém ao redor a ver,e depois transformei-me:

-Boa sorte mana.

-Obrigada,mas é só mais um akuma!Até já!

Pov Bridgette:

Um akuma que estranhamente não está a causar danos...É realmente estranho ela apenas está a escrever no livro e a olhar ao redor:

Pov Adrien:

Chegando ao local vi que a Ladybug já lá estava,fui ao encontro dela:

-Ladybug,o quê que sabemos da akumatizada?

Ela olhou para mim,meio desconfiada,mas depois logo me respondeu:

-Sinceramente?Nada,estou a chegar agora também.Pronto?-sorriu

-Vamos despachar isto.-falei sem ânimo.

Pov Marinette:

Este não é o meu gatinho!Sem piadas,sem trocadilhos,sem sorrisinhos,sem rebaixar o akuma?Alguma coisa errada não está certa!Mas vou ter que deixar isso de lado agora! Nós chegamos mais perto da akuma,mas sem baixar a guarda:

-Olá?O quê que estás a fazer?-perguntei

-Ladybug,Chat Noir!Finalmente se juntam a mim!Estão prontos para viverem os vossos sonhos?-olhei para o Chat,confusa,mas ele apenas se focava na akumatizada.

-Como assim vivermos os nossos sonhos?-peguei no iô-iô,só por precaução

-Já vão ver!-sem tempo de se quer agir-mos a akumatizada  escreveu no seu livro e apontou a caneta para nós,da qual saíram dois raios:um em minha direção e outro em direção do Chat.Após isso,o sonho começou,que mais parecia que iria virar um pesadelo.

 


Notas Finais


Desculpem quaisquer erros!Espero que tenham gostado!
E só uma coisinha,obrigada á @fortynibeezy16 por ter favoritado TODAS as minhas fics,e já agora passem na fic dela, realmente recomendo,estou muito viciada nesta fic!:

http://socialspir.it/9027297 (NÃO É DE MIRACULOUS)

Agora,as traduções! ^-^:

*-O teu chinês hoje está péssimo!
**-Desculpe professora,estou a pensar em outro assunto...

[Erros nas traduções culpem o titio Google]

Foi isto pessoal!Espero que tenham gostado!Uma joaninha milagrosa,um gato preto e...fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...