História Gatos Guerreiros - Almas Selvagens - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Gatos Guerreiros - Almas Selvagens - Capítulo 5 - Capítulo 3

Pata Selvagem pisou a frente do túnel de tojo,lá Brisa de Sílex pacificamente esperava,aproveitando o sol em seu pelo, ao escutar passos atrás de si,a gata se virou e sorriu.


" Pronta? " Ela miou, " Sim! " Pata Selvagem respondeu.


Brisa de Sílex correu por dentro do túnel e Pata Selvagem rapidamente seguiu,sentindo a grama fofa e moldada em suas patas.


Uma luz forte bateu nos olhos de Pata Selvagem,a felina piscou algumas vezes,se acostumando com a intensa luz.Olhando ao seu redor ela viu uma floresta Cheia de vida.


  Pata Selvagem respirou fundo,ela já esteve na floresta,no dia em que ela havia acompanhado Faísca do Anoitecer para coletar ervas,a gata já conhecida grande parte do território.


Brisa de Sílex continuou a andar até uma árvore mais próxima e se sentou,olhando para os olhos verdes de Pata Selvagem,a gata enrolou a cauda em suas patas e miou " Vou começar te dizendo sobre como caçar diferentes presas,ouça bem " 


Pata Selvagem assentiu e se sentou " Para caçar ratos e ratazanas, você precisa se agachar e levar todo o seu peso para suas ancas, para que suas patas não tenham impacto no chão da floresta. Ataque e quando estiver perto o suficiente, mate-os com uma mordida rápida no pescoço " Ela explicou e pausou para ver se sua aprendiz ainda estava prestando atenção,recebendo um aceno de Pata Selvagem,ela continuou " Um coelho sentirá seu cheiro antes de vê-la, então se aproxime com o vento soprando em sua direção. Ataque assim que estiver perto o suficiente e mate-o com uma mordida rápida no pescoço,pássaros são um pouco mais fáceis,você tem que subir na árvore e pular.Prenda suas garras nas penas do pássaro e derrube-o. Morda rapidamente o pescoço. Se você não conseguir um ataque mortal, elimine suas asas,entendeu? " 


Pata Selvagem piscou e miou " Eu acho que sim " Ela olhou para suas patas e falou " Um rato vai sentir seus passos antes de você chegar perto,um coelho vai te cheirar,um pássaro não pode me detectar tão facilmente deixando eles alvos fáceis " Brisa de Sílex assentiu satisfeita " Agora você precisa aprender como seguir a presa " A felina se levantou e rapidamente se agachou,rastejando um pouco para mostrar a mais jovem como se fazia.


Pata Selvagem observou Brisa de Sílex e se agachou tentando parecer com a gata,então rastejou,ela se encheu de orgulho quando não ouviu nenhum som vindo debaixo de suas patas.


" Muito bem Pata Selvagem,você vai caçar mais presas que eu em pouco tempo " Brisa de Sílex miou,Pata Selvagem respondeu com um ronronar agradecido.


" Eu presumo que Pétala de Amora ou Faísca do Anoitecer já lhe tenha apresentado o território,então por que não tenta caçar? " A felina mais velha perguntou.


Pata Selvagem se virou e caminhou rapidamente,mantendo sua boca aberta,ela caminhou lentamente procurando pelo primeiro sinal de alguma presa.


Então ela encontrou um coelho, Pata Selvagem rapidamente se agachou,mantendo o peso em suas ancas e rastejou em direção ao cheiro,o animal estava andando ao lado de uma das árvores,calculando o espaço dela e da presa,ela festejou mais um pouco e saltou.


O coelho se virou mas antes que pudesse correr,Pata Selvagem mordeu seu pescoço com força,sangue morno se espalhou em sua boca,ela cuspiu e chacoalhou a cabeça,mordendo o pescoço da criatura peluda e andando até Brisa de Sílex.


A gata olhava para o céu,ouvindo os passos pesados de algo,ela se virou e sorriu assim que seus olhos caíram na aprendiz com o coelho.


" Coelhos são difíceis de se pegar,eu estou surpresa que conseguiu em sua primeira tentativa " Ela miou,Pata Selvagem colocou o coelho no chão e olhou para sua mentora " Agora vá e de essa presa para uma das rainhas?E depois vá descansar " 


Pata Selvagem pegou o coelho e atravessou o túnel de tojo,sendo comprimentada por um filhote ruivo tigrado de boca,patas,pescoço brancos e olhos castanhos cheios de admiração " Wow~ " O filhote olhou o coelho " Isso é um coelho grande " Ele falou tocando o coelho com uma das patas,depois saltou para longe,com medo de que ele se mexesse, Pata Selvagem ronronou,claramente entretida pelo filhote.


" Filhote de Fogo! " Uma voz ecoou,olhando para trás do filhote ela viu uma rainha ruiva pontilhada com uma cicatriz no ombro e olhos castanhos preocupados,conhecida como Salpico de Âmbar " Onde você estava?! Eu quase matei um dos aprendizes por causa de você! " Ela chiou em uma voz preocupada com um toque de raiva,as orelhas do filhote caíram e ele olhou para o chão,Pata Selvagem andou à frente do filhote e colocou a presa no chão.


" Ele não estava fazendo nada,provavelmente ficou dentro do acampamento o dia inteiro aqui,leve o coelho,você vai precisar de mais comida para ter leite na Estação Sem Folhas " Pata Selvagem abaixou a cabeça,Salpico de Âmbar se acalmou e miou " Pelo menos você tem modos,e você vai vir comigo para o berçário " Salpico de Âmbar alongou o ' você ' enquanto olhava para Filhote de Fogo,ela pegou o coelho e  saiu andando,o filhote logo atrás.


Pata Selvagem suspirou e chacoalhou a cabeça enquanto tinha um sorriso,ela caminhou até a toca dos aprendizes,Pata de Madeira já estava dormindo lá dentro,ela pegou um dos ninhos e se deitou,fechando seus olhos.

_________________________________


Pata Selvagem acordou com o barulho de gatos chiando e uivando,olhando para o acampamento,ela viu guerreiros de seu Clã batalhando com guerreiros do Clã do Rio.Olhando pela clareira,ela chiou em pânico assim que viu um guerreiro ruivo de olhos azuis do Clã do Rio prender Coração de Neve no chão,garras pressionadas contra seu pescoço,ninguém se aproximava. Pata Selvagem se rastejou pelas sombras,até chegar atrás do guerreiro,no mesmo momento que ele ergueu umas das patas,garras longas saindo delas.


Um, Pata Selvagem contou,se aproximando,mais ainda nas sombras.


Dois, A gata juntou suas patas,preparando para pular.


Três,Suas garras afundaram na terra e ela mostrou suas presas.


Agora!,As garras desceram,Pata Selvagem saltou uivando,de repente se sentindo como se não tivesse mais controle sobre seu corpo,Pata Selvagem se prendeu aos ombros do guerreiro,mordendo e arranhando seu ombro,o guerreiro uivou de dor e começou a pular,libertando Coração de Neve e jogando Pata Selvagem para longe.


" Um filhote?! " Ele miou surpreso,os olhos de Pata Selvagem brilhavam com fúria e ela chiou " Uma aprendiz!! " Se jogando para cima do gato do Clã do Rio,mas ele foi mais rápido,cortando o ombro da gata e a jogando para trás,uma dor enorme surgiu no ombro de Pata Selvagem,mas ela ignorou e se levantou e correu, o felino desviou de suas garras e tentou morder seu ombro novamente,mas ela foi mais rápida,correndo debaixo dele e cortando sua barriga macia,ele uivou novamente e recuou um pouco.


" RECUAR!!! " Um uivo foi ouvido,o guerreiro cuspiu e correu para longe,assim os outros gatos do Clã do Rio fizeram.


Pata Selvagem ganhou controle de seu corpo novamente,ela sentiu suas patas desistirem,a gata bateu no chão,seus olhos lentamente ficando embaçados ela ouviu voz tentando mantê-la acordada,a última coisa que viu antes de desmaiar,foi o olhar desesperado de sua mãe.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...