1. Spirit Fanfics >
  2. Gelo e fogo >
  3. Infalível

História Gelo e fogo - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Infalível


 Amber encarou o marido, que estava mais cabisbaixo que o normal. Seus olhos estavam fundos.


 A notícia da quebra da bolsa de valores, não parecia tão importante para a mulher, já que os negócios da familia se baseavam apenas na Europa.


- O que houve? Isso é tão sério assim? - Ela indaga confusa.


- Você não consegue compreender. Nossas empresas estão falindo neste exato momento, muitos dos nossos compradores são americanos... Além disso, nossa país também ficará falido, já que não poderão comprar de nós. - Sir. Wolberg foi bem direto.


- Mas e agora? Perderemos tudo que temos? Como isso pode acontecer? Nossa família é de classe rica e alta a anos... - A senhora diz preocupada.

Nunca havia pensado que perderia quase tudo.


- Receio que terá que fazer ressalvas, além disso, alguém quebrou as máquinas da minha empresa, aqui na cidade, não sei o que fazer... Todos esses anos construindo algo... Passando por altos e baixos e agora tudo está destruido. - Alfred abaixa seu olhar.


- Se acalme por favor... Deve haver alguma forma.


- Não há, talvez eu devesse fazer como aqueles homens fizeram ontem na América, eles se mataram. - Sir. Wolberg suspira pesado. Seu olhar entregava tudo. Ele estava desesperado.


- Não diga isso... Você tem sua família... Acharemos um jeito, vamos cortar gastos... E assumiremos o controle novamente. - A mulher tentava tudo que fosse, mas sabia que aquilo era algo sério demais.



Ninguém ousava falar sob aquela mesa, na hora do jantar, todos estavam em silêncio. Era óbvio que todos sabiam o que estava acontecendo, mas ninguém parecia acreditar ou comentar sobre algo.



- Espero que meu noivo William venha amanhã, ela havia prometido vim me visitar. - Jane se pronuncia. Ela queria quebrar o clima tenso em sua casa.


- Acha mesmo que no meio de todo esse caos, o seríssimo William Fitzgerald's vai vim vê-la? Ela vai deixa-lá assim que souber que sua família está agora falida! - Seu irmão James a encara. 


Jane se cala, William nunca faria tal coisa.



- Não fale assim com sua irmã. - A matriarca o repreende.


- A nossa família vai pra sargenta. Pelo menos é preciso alguém realista pra dizer isso. - James continua com seu discurso.


William sempre foi um homem gentil e cavalheiro com Jane, suas famílias sempre almejaram um casamento entre eles, desde que eram crianças. William a amava, e Jane sentia o mesmo por ele, ao menos, achava que sim.



Jane preferia não dizer que havia descoberto toda a verdade sobre Thomas Shelby.


Ele era um homem perigoso e sua família estava se arruinando aos poucos. Ele poderia ser um inimigo muito poderoso, poderia lhe machucá-la ou pior, toda a sua família.


Foi então que um convidado nada esperado havia aparecido em sua casa novamente. Ela sentiu seu corpo estremecer ao ver que se tratava dele novamente, Thomas Shelby estava a poucos metros de distância, ele conversava com seu pai, provavelmente sobre a queda da bolsa.


Jane não entendia como seu pai pode ter negócios com um homem sujo feito ele. A cada dia mais sentia como se seu mundo tivesse se repartindo ao meio.


Jane queria fugir, sumir do olhar daquele homem mas não tinha forças. Tinha medo dele, tinha medo de seu poder. E então Thomas se trancou com seu pai, naquela mesma biblioteca da noite passada.


Ela sentia seu coração pulsar, como se soubesse que algo de ruim iria acontecer.


Além deles, seu irmão também estava. Não sabia dizer o que todos os 3 haveriam de conversar.


Thomas assim que chegara foi gentil com os dois, eles nem imaginariam que ele foi o responsável pela quebra das máquinas em sua empresa. Ele não se orgulhava disso, apenas achava que havia sido por uma causa maior.


Os recompensaria depois.


Thomas fuma seu cigarro.


- Eu sinto muito... Também fui prejudicado com a queda da bolsa... Mas felizmente meus negócios não dependem da América, então posso dizer que não sou sofri tanto assim. - Thomas murmura, os homens bebiam uma bebida.


James sabia muito bem que Thomas era um gângster, isso fez com que o respeitasse mais, James não admitia, mas Thomas Shelby lhe causava arrepios.


Sua família agora fazia negócios sujos, e ele teria que aprender a conviver com isso.


- Você é um homem muito sortudo Thomas... E um ótimo amigo também. - Sir. Wolberg o encara.


- Eu gostaria de ajudá-los, de certa forma me sinto... Ligado a família de vocês, mas existe alguém especial que acho que me fez torna-me alguém muito mais sensível em relação a familia de vocês. - Thomas os encara.


- Oras, quem? - James indaga confuso.


- A senhorita Jane é uma mulher muito inteligente... Ela acabou de elevar o meu apreço para um nível muito mais alto. - Thomas bebe sua cerveja.


Todos ficam calados.


- Está dizendo que sente apreço por minha filha, Thomas? - Sir. Wolberg murmura.


- Sim... Eu gostaria de unir a sua família, e os ajudarei financeiramente a retornar os seus negócios. - Thomas então da a cartada final.



- Está dizendo... Que quer nos ajudar, em troca da minha irmã? - James suspira surpreso.


- Não diria dessa forma. Mas é a condição. Tenho apreço por ela... E considerando que sua família não tem mais o renome que tinha antes, nem os negócios estão indo bem... Eu acredito que ela não sairá perdendo em nada disso. - Thomas continua. Os homens pareciam petrificados.


- Thomas não sei nem o que dizer... Mas deve saber que minha filha já tem um compromisso com o Sir. William Fitzgerald. - Alfred se pronuncia.


- Eu sei, como também sei que as empresas Fitzgerald não andam nada bem depois da bolsa... Demorará anos para que retomem o que antes era. Pense no futuro da sua família, no futuro da sua filha Alfred, não existe nenhum homem hoje que além de casar com sua filha, também lhe garantirá bom sucesso nos negocios de sua família também. - Thomas então se levanta colocando sua boina.


Sir. Wolberg parecia petrificado, analisando a situação.


Thomas estava querendo um casamento com sua amada filha.


- Preciso ir agora, espero que me acompanhe Sir. Wolberg. Espero a resposta amanhã. Somente amanhã. - Thomas o encara e os dois homens vão juntos para fora.


Jane encarou Thomas uma última vez antes dele ir embora. Não sabia o que eles tanto conversaram.


- O que houve? Me fala? - Jane encara seu irmão James.


- Porque toda a curiosidade? Disse que não gostava de Thomas Shelby. - James sorrir de lado. Eles estavam sussurando sob um corredor.


- Eu o detesto. Detesto esse homem. - Jane suspira irritada.


James continuava com seu riso de lado.


- Você quer mesmo saber a verdade? Papai vai dá sua mão ao Senhor Thomas Shelby. - Então ele a encara com um olhar desafiador.


Jane sorrir de lado. Aquilo deveria ser mais uma brincadeira de seu irmão.


- Você se superou desta vez... - Ela sorrir.


James então revira os olhos.


- Se não quiser acreditar então tudo bem. Mas esteja pronta amanhã minha querida irmã... Você vai ter que agradar ao Sir. Shelby. - Ele então se afasta conseguindo irritá-la de verdade.


Jane não podia crer que aquilo fosse real. Como assim, ela iria ser noiva dele? Jane constestou seu pai aquele exato momento. E ele simplesmente a ignorou.


- Como pôde fazer isso com sua própria filha?! - Ela grita com os olhos encharcados de raiva. 


- Não acredito que está vendendo sua filha desta forma... Para um gângster... Para um criminoso! - Jane deixava as lágrimas rolarem.


Sir. Wolberg fica supreso, não achava que Jane sabia disso.


- Como soube disso Jane? Quem a contou? - Ele a encara irritado.


- O próprio... O próprio Thomas Shelby me contou.- Ela o responde.


- Saia daqui agora. Deixe-me a sós com sua mãe. - Sir.Wolberg o encara furioso. 


- Eu nunca vou te perdoar! - Então Jane corre as escadas, enquanto suas lágrimas desciam.


Não acreditava que poderia ser real aquela situação, não aceitaria nunca se casar com um gângster, com um homem violento e manipulador como Thomas era. Porquê? Porquê teria que sujeitar a isso?


Porquê ele a queria tanto? 


Jane o odiava, odiava Thomas Shelby com todo o seu ser.





Notas Finais


Obg pelo favs❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...