História Gêmeos em ação - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Kakashi Hatake, Kankuro, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, Tsunade Senju
Tags Sasusaku
Visualizações 531
Palavras 2.711
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olaaaa meu povooo. Voltei mais cedo, terminei o cap rápido então pq não postar na quarta. O próximo vai ser na segunda talvez eu poste antes...

Quero comentários e muitos favoritos estamos quase nos 60 😍😍

Bjsss e até o próximo

Capítulo 20 - Pedido de noivado


Capitulo 20 - pedido de noivado 

 

 

 

Pov’s Autora 

 

 

Sabe o que é sexy? Você tocar na sua namorada como se ela fosse um presente. É você beijar ela na frente de outros como se vocês tivessem começado a ficar há pouco tempo. É você dar aquele tapinha na bunda dela como quem diz para todos em volta: "Meu deus que mulherão".

 

Porque ela é sua. É com você que ela chega à noite em casa. É pra você que ela tira a roupa. É só com você que ela pode relaxar e deixar seu corpo inteiro ser tocado.

 

Isso é muito sexy. Um casal que se toca com tesão e cumplicidade. E se alguém quiser julgar? Tenha certeza que é inveja, afinal não é fácil para os outros verem você já ter o que eles ainda estão procurando.

 

Sexy é isso. É olha sua garota caminhando e fazer aquela cara como se você estivesse vendo aquele mulherão pela primeira vez.

 

É difícil né? Valorizar o que já é nosso. Por isso é bom a gente sempre lembrar  que podemos perder. Então não esquece disso: Tá cheio de cara por aí de olho nela. Lembra sempre disso quando tocar nela, quando puxar ela contra teu corpo e puder tocá-la onde quiser.

 

Lembra que apesar dela se mostrar tão sua ainda assim ela não te pertence. Não cometa esse erro, não perca o tesão por   causa do excesso de confiança.

 

Sexy é isso, é ter tudo que você precisa em uma só mulher. É você saber admirar isso, olhar para aquela pessoa que já se entregou por completo para você, mas sem nunca perder o aquele olhar de primeira vez.

 

 

 

 

Pov’s Sakura Haruno 

 

 

 

 

Logo depois que sai da casa do Sasuke eu fui pra minha. Precisava dar uma arrumada e separar os brinquedos pra doar. Com a casa nova tenho certeza que eles vão ficar super animados e felizes por ganharem três  “irmãos” de uma vez só. 

 

Dei uma ajeitada na casa toda só faltava eu me arrumar e ir pra casa do meu namorado. Tomei um banho me depilei 100%. Já era umas 20:00 então comecei a me arrumar. Fui no meu guarda roupa e peguei um vestido vermelho, ele ia até um palmo acima do joelho era aberto nas costas e tinha um decote generoso, nos pés um salto branco, passei uma maquiagem leve só caprichei no batom vermelho. Desço as escadas e escuto a campainha.

 

— Olá flor - Abro a porta e me deparo com...

— Kiba ! - me surpreendo.

— Com saudades gatinha ? - pergunta sínico.

— Oque tá fazendo aqui ? - cruzo os braços.

— Vim te ver - ele entra em minha casa - que casa bonita - assovia - mas não tão bonita quanto a dona - me olha da cabeça aos pés.

— Olha eu vou sair, da pra você ir embora - me viro pra ele.

— Vai ver o Sasuke Uchiha ? - fala seco.

— Vou sim - provoco - ele é meu namorado Kiba e você não é nada meu a uns 9 anos.

— Não somos porque não quer - debocha - poderíamos estar casados.

— Vai embora agora - falo firme.

— Eu vou - dá uma pausa - mas antes - ele caminha até mim - fica esperta cereja - sussurra perto da minha boca - eu sei aonde ele e os filhos dele moram - sorri de canto - e saiba que esse bebe não vai durar muito - se afasta indo até a porta - a gente se vê flor.

 

Meu coração estava a milhão, minhas pernas estavam trêmulas e meus lábios secos. Kiba sempre me causou isso... medo e desespero, foi sempre oque me prendia ao relacionamento abusivo que tínhamos. Ele ficou neurótico quando terminamos e seguia o tempo todo e vivia atrás de mim. Tenho medo pelo Sasuke e nossos filhos, vou tomar o máximo de cuidado em relação a ele. Acordo da minha transe com meu celular vibrando... era o Sasuke perguntando se ia demorar, respondi que já estava saindo. Ligo meu carro e vou em direção à casa dele.

 

Cheguei na casa do Sasuke, mandei mensagem avisando que estava na porta, o mesmo mandou eu entrar falou que tava terminando de se arrumar. 

 

— Sasuke ? - abro a porta.

 

Vejo um caminho de rosas vermelhas, velas marcavam o caminho que dava até a cozinha. Passo no meio de varias pétala, a cozinha estava escura a única coisa que eu enxergava era a mesa para dois com três velas no centro. Me viro de costas encontro Sasuke ajoelhado com uma caixa de veludo na mão.

 

Meu coração parecia que ia sair pela boca a qualquer momento. Meu estômago revirava por conta da gravidez. Meus olhos se encheram de lágrimas minha mão tremia e minha respiração estava descompensada por conta do nervosismo.

 

— Quer casar comigo ? - ele pergunta me olhando nos olhos.

— Sasuke - as lágrimas escorriam pelo meu rosto - eu-u - gaguejo, respiro fundo e falo - sim, sim amor eu quero me casar com você.

 

Ele sorri e se levanta, me beija com paixão e muito carinho. Sasuke desliza o anel de noivado pelo meu dedo anelar da mão esquerda. O abraço com força.

 

— Te amo muito - murmuro contra seu pescoço.

— Eu amo mais - me dá um beijo no ombro.

— Essa era a surpresa ? - olho em seus olhos.

— Tem lá encima também - sorri de canto - mas antes vamos jantar e a sobremesa vem depois - me dá um selinho.

— Tudo bem então.

 

Sasuke puxou a cadeira pra mim como um cavalheiro, me sento e espero ele. O mesmo serviu a comida nos dois pratos e por fim se sentou - só ele tomou o Chandon - conversamos sobre coisas banais. Até que ele fez um certa pergunta.

 

— Como era o seu relacionamento com o Sasori ? - dá um gole na bebida.

— Bem, a gente namorou por um ano antes de ficar grávida e ele morrer, - suspiro tristemente - fiquei muito abalada quase entrei em depressão mas meus filhos me salvaram - sorrio amarelo.

— Hum, ele foi importante mesmo pra você.

— Foi sim - olho pra taça - mas ao mesmo tempo me magoou muito e me decepcionou também.

— Agora eu vou te fazer feliz - pega na minha mão passando o dedo pela aliança - eu te amo Sakura Haruno.

— Eu também te amo - sorrio apaixonadamente - e a sua ex esposa você nunca me falou dela.

— A Star era loira dos olhos verdes - ele me olha - era apenas uma garota qualquer antes de engravidar de mim. Quando ela me contou eu não acreditei ela era mais roda que o corrimão da faculdade - ri pelo nariz - quando ela fez 5 meses descobrimos que era gêmeos Star não gostou nem um pouco disso, ela queria dar um deles pra adoção eu obviamente não concordei e então o o inferno começou. Casamos no cartório porque eu me recusei casar perante Deus com alguém que queria abandonar a própria filha - vira a taça de Chandon - com 8 meses eu fiz ela fazer o teste de paternidade ainda tinha minhas dúvidas. O teste só ia sair dois meses depois, até lá meus filhos já tinham nascido e não precisei de teste nenhum pra saber que eles eram meus - sorri - a minha sorte que eles não vieram nada parecidos com ela os dois são minhas cópias perfeitas.

— Ela era uma vadia de deixar um filho pra adoção - pego na mão dele entrelaçando nossos dedos - jamais me passou pela cabeça deixar um no orfanato e outro comigo.

— Eu também não ia deixar são meus filhos minha responsabilidade, quando o médico veio me falar que ela havia falecido no parto eu não me importei muito - confessa - talvez eu seja péssimo como marido - ri baixo - mas eu protegi meus filhos todos os momentos e os amei.

— Você é um bom pai amor - dou um beijo na mão dele - e será um marido ótimo pra mim - sorrio.

— Vou me esforçar - ele sorri de canto - agora vamos pra sobremesa.

 

Sorrio maliciosa, me levanto da mesa e o puxo pela mão. Vou levando até a escada antes de ser puxada por ele. Sasuke me pegou no colo e começou a me beijar com vontade, ele sobe as escadas apressadamente. Me coloca no chão me vira de costas beija meu pescoço e retira o meu vestido vermelho. Dou uma passada de olho no quarto fito a cama cheia de rosas formando um coração, velas perfumadas em volta da cama. 

 

Sasuke me tira dos meus devaneios com uma mão no meu seio direto. Ele me pega no colo e me põem deitada no centro da cama. Começa a distribuir beijos desde o calcanhar até a minha coxa, deixa com beijo sobre minha intimida e sobe com a boca até meus seios os sugando com força me fazendo gemer.

 

— Vamos nos amar depois eu te fodo como merece - sussurra em meu ouvido.

 

Fico arrepiada só com as poucas palavras. Os beijos começaram a me provocar e me excitar muito. Estava cansada de apenas beijos, com os pés eu retiro a cueca dele. Sasuke não me impediu até ajudou, rasgou minha calcinha com os dentes fazendo-me levar um puta susto. O bastardo ainda riu de mim. Minha buceta estava molhada apenas com beijos e carícias, aquele homem sabia mexer comigo.

 

 

 

 

Pov’s Sasuke Uchiha 

 

 

 

 

 

Sakura estava entregue em minhas mãos. Como eu amo essa mulher. Queria provocá-la ao máximo pra ver até onde ela aguentaria, em pouco tempo já estáva tirando minha cueca pedindo por mais. 

 

Fico no meio de suas pernas a vendo completamente nua, molhada e sexy. Paço a cabeça no seu clitóris inchado provocando ela. 

 

— Coloca logo Sasuke - pede quase em uma suplicia.

 

Me afundo em sua buceta molhada. Fico dentro se me movimentar, sakura passa suas pernas envolta da minha cintura dando espaço pra eu poder ir mais fundo. Começo a estocar com força tirando suspiros de nos dois. Cada vez que eu ia mais fundo sakura arranhava minhas costas mais forte ou sua buceta me apertava com força.

 

— Mais... forte SASUKE - ela grita em um gemido.

 

Aperto a cabeceira da cama com força tendo mais impulso pra ir mais fundo. Sakura levou os dedos até o clitóris passando freneticamente pro seu orgasmo ir mais forte. Procuro sua boca em um beijo afoito e desesperado, entrelaço minha mão direita com a dela sendo apertando com força tanto na mão quanto embaixo.

 

— Porra Sakura - falo entredentes.

 

Com mais 5 estocadas fundas e fortes gozamos de um jeito absurdamente delicioso. Continuo dentro dela até terminar de ser apertado por sua buceta.

 

— Sempre apertada - me deito do lado dela ainda ofegante.

 

Sakura ri pelo nariz — Eu amo você Sasuke - me dá um beijo com direito a mordida na boca - vamos pro banho.

 

No chuveiro mais uma vez transamos com urgência. Saímos do banho eu coloquei uma cueca e ela uma camiseta minha. Dormimos abrasados. 

 

 

 

 

Pov’s Sakura Haruno 

 

 

 

 

Amanheci com os braços do Sasuke envolta da minha cintura, levanto a cabeça e o vejo dormindo serenamente me sento devagar sem fazer muito movimento, dou um beijo na testa dele. Pego as minhas roupas no chão me troco rápido, escrevo um bilhete e deixo no travesseiro. 

 

Chegando na minha casa vou pro banho mando mensagem pedindo pra Hinata trazer eles. Depois de uns 10 minutos minha amiga chega com meus filhos.

 

— MAMÃE - eles pulam no meu colo.

— Oi meus amores - dou um abraço apertado - que saudade dos meus bebês.

— A gente também estava com saudades mamãe - Sayuri me dá um beijo.

— Subam e se arrumem pra escola.

— Ok - ambos sobem as escadas correndo.

— Obrigado Hinata - sorrio pra ela.

— Que isso amiga - me abraça - tenho que te contar algo.

— Eu também, fala primeiro - me sento no sofá.

— Estou grávida - leva a mão ao ventre.

— Meu deus Hinata, parabéns amiga - a puxo para o abraço.

— Obrigada saky - retribui o abraço - agora me fala oque quer me contar ?

— Estou noiva do Sasuke e estou grávida - dou um gritinho no final.

— AAAAA - ela grita e pula no meu colo - jura ? - me abraça mais forte.

— Sim, nossos bebês serão amigos - sorrio emocianada.

— Que ótimo Sakura estou feliz por você - ela limpa uma lágrima - e quero ser a madrinha do casório.

— Pode deixar Hina.

 

Logo depois Hinata foi embora. Meus filhos desceram as escadas já arrumados.

 

Deixando eles no colégio segui para a empresa. Chegando no meu andar fui direto pra minha mesa, tinha muitas papeladas para arrumar. Me sento na mesa tinha um pequeno envelope branco selado com um uma tinta roxa. Abro com a faca de cartas, retiro o papel branco. 

 

 

“Minha querida flor de cerejeira...

 

Estou na cidade e pretendo ficar um bom tempo, te convido para ir em um jantar casual hoje em meu apartamento no centro. Se caso vier a recusar lembre que sei onde mora e também sei onde seus filhos estudam. Não se esqueça do bebe que carrega. 

 

Com amor Kiba”

 

 

Meus olhos se encheram de lágrimas com as ameaças dele. Kiba nunca me ameaçou desse jeito estava com medo dele fazer alguma coisa comigo ou com meus filhos.

 

Guardo a carta na gaveta e a tranco com a chave. Sasuke me vê fazendo o ato.

 

— Oque está escondendo aí ? - questiona me olhando sério.

— Nada - respondo rapidamente.

— Sakura - suspira sem paciência - vai logo me conte.

— Não estou te escondendo nada amor - me levanto da cadeira pegando as pastas - tenho uma reunião a preparar.

— Depois vamos conversar sobre isso - caminha até a sala dele.

 

Suspiro aliviada. No final do expediente desligo o computador arrumo minhas coisas pra ir embora. Sasuke aparece com a maleta na mão.

 

— Vamos ? 

— Eu tenho que ir pra minha casa amor - dou um beijo rápido - preciso ficar com os meus filhos.

— Tudo bem - aperta o botão do elevador indicando o andar - pretende contar quando do nosso noivado ?

— Contei hoje pra Hinata - sorrio - na sexta eu aviso os meus tios e no sábado conto pros meus pais.

— Ok.

 

Liguei pra minha mãe pedindo pra ficar com os gêmeos por mais umas duas horas, com a desculpa de ter que trabalhar mais um pouco.

 

Tomei banho e me arrumei, coloquei um vestido preto de tubinho - discreto -, não queria Kiba dando em cima de mim. Sasuke não poderia saber que sai para jantar com um ex namorado/psicopata, estou fazendo isso pela minha família. O mesmo me mandou mensagem indicando o endereço e o andar do apartamento.

 

Toco a campainha, Kiba estava perfeitamente lindo, usando uma camiseta social preta deixava com ar de sério e sedutor. Me comprimento com um beijo no rosto.

 

— Está linda flor - sussurra em meu ouvido.

— Obrigado Kiba - me afasto.

— Vamos a comida já está na mesa - segue na minha frente.

 

O apartamento era bonito e bem decorado, a sala de jantar estava também bem arrumada. Kiba puxa a cadeira pra eu poder sentar. O mesmo nos serve, com uma macarronada. 

 

— Gostou ? - ele pergunta.

— Está ótimo - falo baixo - oque quer comigo Kiba ?

— Você - direto - mas como se faz ainda de difícil tenho que te conquistar.

— Sabe muito bem que não vamos voltar nunca - falo firme - não temos mais nada.

— Você que pensa flor - dá um gole no vinho.

 

Não o respondo término de comer rápido. Me levanto da mesa com a desculpa de ir no banheiro. Estava sentindo muito enjoada e minha visão estava turva. Me apoiei na pia do banheiro, escuto brevemente Kiba bater na porta.

 

— Querida oque houve ? - Kiba destranca a porta e me pega no colo.

— Ta doendo muito - me apoio no ombro dele.

— Suas pernas... estão cheias de sangue - ele olhou horrorizado.

— Que ? - murmurei incrédula. 

 

Minha visão estava tão falha que não sabia se era real todo o segue que escorria. Me lembro apenas de desmaiar no colo dele.

 

 

 

 

Pov’s Sasuke Uchiha 

 

 

 

 


Notas Finais


Comentem meus bbs ❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...