1. Spirit Fanfics >
  2. Genius (Imagine bts- Jeon Jungkook) >
  3. Prólogo

História Genius (Imagine bts- Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oieee boa tarde coelhinhos, tudo bem?
Trago mais uma fic para vocês e espero que gostem

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Genius (Imagine bts- Jeon Jungkook) - Capítulo 1 - Prólogo

Repórter: tudo okay?
Câmera: sim
Repórter: o presidente da república acaba de chegar ao palácio do planalto com a primeira dama e sua filha Park sn

Jungkook Pov on

Jungkook: eu terei de fazer isso para provar pro senhor minha lealdade?
Sr.j: e só a filha do presidente da república o que tem demais?
Jungkook: e quando terei de...
Sr.j: hoje a noite- ele me entrega um mapa
Jungkook:  o que e isso?
Sr.j: esse e o mapa da casa do presidente aqui- ele circula um certo cômodo- esse e o quarto da sn
Jungkook: e o que farei com ela?
Sr.j: você deve a manter em cativeiro o maximo que puder até o presidente nos passar o dinheiro
Jungkook: e quanto o senhor vai pedir?
Sr.j: entre 2 bilhões em barras de ouro

Dois bilhões? Sera que o presidente pagaria isso tudo pela sua filha?

Sr.j:seja discreto eles tem quase 20 seguranças em torno do quarto deles e da filha então qualquer erro você sera preso e não terá como justificar

Engulo em seco e assinto olhando para a porta 

Sn Pov on

Perfeita e impecável, e tudo o que tenho que ser em frente as câmeras e paparazzis

S/p: sorria filha

Forço um sorriso para os paparazzis que tiravam foto da gente

Sn: aish- digo assim que deito confortavelmente em minha cama
S/m: sn você tem seção de fotos agora a tarde
Sn: não vou,pode cancelar
S/m: sn!
Sn: tudo bem- me levanto

Não e fácil ser a única filha logo do presidente da república
Sou mimada desde criança, e nunca tive tempo para brincar ou fazer algo que eu realmente gostasse
...
Chego em casa exausta pronta para tirar aquela roupa e tomar um belo banho o mais rápido possível

S/p: filha?- meu pai entra em meu quarto tirando totalmente a idea de tomar meu banho rapido já que quando ele resolve falar comigo demora muito
Sn: sim?
S/p: você foi bem hoje
S/p: esteja pronta para o jantar as 19:00
Sn: tudo bem
S/p: vejo você no jantar

Aceno para ele e assim que sai reviro os olhos sentindo o frio gelado da janela invadir meus braços me arrepiando por completo

Sn: quem deixou isso aberto?

Indignada com a falta de atenção dos empregados vou fechar a janela e finalmente preparar meu banho

SM; filha está pronta?

"Se eu não sai ainda e por que não estou pronta..."

Sn: ainda não

Sm: essa roupa não SN
Sn: como assim essa roupa não?
Sm: você precisa vestir esse vestido temos visitas especias hoje

Minha mãe me entrega um vestido todo cheio de babado e com pérolas em volta
Faço uma careta ao ver aquele vestido mas decido vistir mesmo assim

"Visita especial? Quem estaria aqui? Sei que recebemos vistias direto de pessoas mas especial?"

As empregadas me ajudam a descer e vejo meu pai, minha mãe e mais três pessoas a mesa que não reconhecia seus rostos

Sn: boa noite- me curvo antes de sentar a mesa no canto superior ao lado de um garoto

S/p: filha esses são Park jimin e Park Segung 
Sn: olá
Park segung: seu pai já deve ter te contado
Sn: sobre???
Park segung: oh! Então ele não te contou? Como seu pai e o presidente ele achou interessante que se relacionasse com uma pessoa de dentro da política então você e Park jimin irão se casar

Eu o que? Me casarei com um idiota que nem conheço? So pode ser brincadeira com a minha cara

Sn: como assim me casarei com ele?- debocho
S/p: são negócios sn
Sn: eu tenho o direito de escolher com quem eu quero ficar
S/p: por cima do meu teto não SN
Sn: nunca pedi para ser assim vocês que me fizeram isso- aponto para o vestido de 3 quilos que estava usando
S/p: pare de ser mal criada sn
Sn: não me casarei com ele nem que tenha que sair dessa casa

Corro para o jardim e me sento em uma parte áspera encarando todas aquelas flores

Sn: argh
Jimin: eu também não queria me casar..

Olho para o garoto de cabelos loiros se aproximado de mim e ergo uma sombrancelha

Sn: eu não sou mercadoria para me venderem assim
Jimin: eles não estão te vendendo... E apenas um acordo
Sn: então você não quer se casar mais esta do lado deles?
Jimin: só estou falando a verdade
Sn: você deve estar se sentindo privilégiado por " casar com a filha do presidente "- faço aspas e ele cerra as sombrancelha
Jimin: seu pai tem razão
Sn: ah faça mil favores ne? Eu nem te conheço e quer me dizer se sou criada ou mal criada?
Jimin: então senhora estressadinha o que gosta de fazer?
Sn: não ache que perguntando o que gosto vai te tirar da reta de ser um filhinho de papai
Jimin: você fala como se não fosse filhinha de papai
Sn: e eu não sou
Jimin: todos sabem que você e mimada Park sn, alias olha que legal você não precisara nem mudar seu sobrenome já que nossos sobrenomes são iguais
Sn; estou morrendo de rir Park jimin
Jimin: você se acha inteligente quebrando regras?
Sn: quem disse que estou quebrando regras?
Jimin: não conheço seu pai bem... Mas sei que ele e capaz de mover a terra em um piscar de olhos
Sn: não tenho medo do meu pai
Jimin: mas deveria ter
Sn: o que sabe sobre meu pai? O que sabe sobre mim? Sobre minha família? Nada ne? Então me deixe em paz

Já que nem no jardim tenho paz decido ir para meu quarto
Passando pelas portas do fundo já que não queria topar com meu querido " papai"

Were: o que aconteceu senhorita?
Sn: meu pai quer me obrigar a casar com um garoto que nem conheço
Were: Park jimin?
Sn: o próprio
Were: ele parece ser um bom garoto
Sn: aham idiota, arrogante, interesseiro e ainda mais egocêntrico 
Were: sn sabe que não pode fugir das regras de seu pai
Sn: e claro que posso! Alias acho que posso.... Quer saber não sei se posso ou não mas de qualquer jeito isso não importa agora o que importa e que não me casarei com aquele galinha lá em baixo
Were: sn!
Sn: o que foi? Estou mentindo? Ele pode parecer bunitinho (aut: errei de propósito) com aquelas mãozinhas minúsculas, MAS ELE NÃO TEM NADA DE FOFO
Were: senhorita se alcame
Sn: quer saber were sai do meu quarto

Were ainda curva diante de mim e cruzo meus braços esperando a mesma sair do meu quarto e sumir de vez do meu ponto de vista

                   00:00

Ouço barulhos na janela mais ignoro completamente pois ainda lembrava que Amanhã teria de fazer ensaio de foto além de ajudar uma caridade na qual meu pai me obrigou a ir
Apesar de não me importar de ajudar os outros e chato fingir querer aquilo
Pois toda vez meu pai faz eu falar que estou ajudando por livre espontânea vontade

Os barulhos aumentam e eu ainda insistia em não olhar para aquela janela
So que a janela e aberta pois senti aquele mesmo vento frio de hoje mais cedo quando a empregada deixou aberta
Decido finalmente olhar para aquele lugar onde o vento frio vinha e vejo um homem encapuzado que assim que me ver da um sorrisinho de lado

Sn: q-quem e-e v-voce?


Notas Finais


Obrigada @AnyKimpark pela capa incrível


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...