História Geração - Vhope - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, IKON, Neo Culture Technology (NCT), SHINee
Personagens BamBam, Huang Zitao (Tao), JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinhwan, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lu Han (Luhan), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Taemin Lee, Youngjae, Yuta
Tags 2min, Amamentação Masculina, Bambam, Bamgi, Hyuna, Jay Park, Jikook, Namjin, Sunmi, Vhope
Visualizações 104
Palavras 3.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Lemon, LGBT, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Machista


Fanfic / Fanfiction Geração - Vhope - Capítulo 6 - Machista

Junhui acordou com a luz solar batendo em seu pé, o esquentando,

havia esquecido de fechar as persianas


Esticou os braços pelo colchão ao se espreguiçar, notando que o marido não estava ali 


A situação do casal não era nada boa, e tinha medo de que isso afetasse seu neném de alguma forma 


Bocejou se levantando e indo até o banheiro do quarto escovar os dentes 


Era sábado então ficaria de pijama o resto do dia mesmo 


Escovou os dentes e urinou, saindo do quarto em seguida 


Ouviu a gargalhada gostosa do filhotinho vindo da sala de jantar, caminhou até lá 


- Oi, papai ... 


Hanjun notou o pai, com a boca cheia de bolo


Junhui franziu o cenho vendo que Luhan havia preparado o café da manhã — ou melhor, comprado — coisa que nunca fazia, não nós últimos meses 


- Vem tomar café da manhã com a gente, amor .... - Luhan se levantou, indo até o esposo - Eu comprei tudo que eu sei que você gosta ... - Luhan deu um beijinho na testa do mais velho - Bom dia 


- Bom dia ... Você acordou cedo e foi na minha cafeteria preferida?! .... Que fica próximo ao meu trabalho ?! - Junhui arqueou a sobrancelha 


- Sim ... De carro não foi trabalho nenhum ... Vem - Luhan puxou o marido até a mesa 


Junhui tirou Hanjun da cadeira que estava, se sentando nela e pondo o bebê no colo 


- Você vai ficar com dor de barriga tomando toddynho com bolo de chocolate - Junhui mordeu a bochecha fofinha do filhotinho 


- Ele queria te acordar pra mamar, então dei toddynho pra ele....


Luhan deu de ombros, passando o que Jeongguk havia passado pra si, pro filho, o gosto por toddynho 


- Tá bom ... - Junhui foi direto nos cupcakes de morango


- Está bom ?! - LuHan perguntou ao marido, que assentiu 


- Papai, 'da poco 


Hanjun levou a mãozinha até a do pai, querendo um pedacinho do bolinho 


- Você não já tá comendo o seu ai, olhudinho ?! 


- Mas eu 'queio o rosa tamem 


- Seu pai que vai te limpar mesmo - Junhui cortou um pedacinho do cupcake, dando ao filhote 


- Junhui ... - Luhan tocou a mão do ômega - Não fica assim comigo, eu te amo 


- Eu também amo você, mas você esta sendo um ot... - Junhui se tocou que o filho estava ali - Um sem noção a um tempão, me magoa sabia ?! 


LuHan coçou os fios loiros, nervosos, ansioso e se sentindo culpado por magoar seu bebê 


- Eu sei, me desculpe ... Eu estou estressado ultimamente e estava jogando em cima de você, me desculpe 


- Eu te conheço desde que nasci, Luhan, nós dois crescemos juntos, você era meu melhor amigo antes mesmo de termos um relacionamento amoroso, e ainda é e eu te amo ... Então não esconde as coisas de mim, não guarda tudo pra você.... Invés de me dar patada o dia todo podia ter chegado e me dito o que esta acontecendo 


- Eu sei, eu só não quero te encher com os meus problemas, entende ?! 


- Não estávamos casados só pelos momentos bons, LuHan 


- Eu sei...- O alfa encheu a mão do mais velho de beijinho - Pode me desculpa agora?! Não quero ficar de clima ruim com você 


- Tudo bem ... Se prometer que vai ser sincero comigo e não me excluir dos seus problemas - LuHan assentiu 


- Prometo...


- Okay então.... 


- Papa, 'vamu casa do vovô Tae - Hanjun passou a mãozinha gordinha no rosto do ômega, o sujando de bolo 


- Ir na casa do vovô ?! Ele vai te expulsar de lá o tanto que você vai - Junhui brincou dando um beijinho no nariz do bebê 


- Filho, você não quer sair com o papai ?! - LuHan perguntou chamando a atenção do bebê 


- Sai onde ? 


- No cinema, você não pediu para o seu pai te levar pra ver Rei Leão ?! Então, que tal a gente ir ?! 

    Luhan se lembrou do dia que o comercial do filme passou na TV e o bebê tocou a tela falando que era o Simba e pro papai levar ele


- Vê o 'Siba eu queio papai... - O menino ficou todo feliz 


- Então vamos 


- Tá, mais só depois que eu terminar isso aqui - Junhui apontou para a mesa, afim de comer todas aquelas coisas gostosas 


— X —


Na Casa Dos Jung °


- Amor, você quer achocolatado ou cereal ?! 


- Cereal com achocolatado, papai 


- Só se você quiser ir parar no hospital com diarréia... Papai vai fazer cereal, ta ?!


- Tá... 


Kwan assentiu focado no desenho e Taehyung foi preparar o cereal do filho 


O ômega misturou o cereal com o leite na tigelinha funda, sem açúcar, o açúcar dos grãos ja adocicava o leite 


- Toma, amor ... Cuidado pra não derramar no sofá 


- Tá bom, papai ...


Taehyung foi preparar café da manhã pra si, Hoseok ainda dormia, dormir até tarde não fazia parte da rotina do alfa, mas Taehyung sabia que o marido estava exausto, principalmente com toda a situação envolvendo Kwan, então o deixou dormir 


Se sentou na mesa com um pão com queijo, derretido pela máquina de misto quente e um copo de suco de morango da noite passada 


Abriu o notebook vendo as suas redes sociais 


Viu que a caixinha de E-mail piscava, anunciando que havia recado, clicou 


- Papai, acabei 


- Traz aqui, o mocinho não acha que eu vou ai buscar, né ?!


- Porque não? - Kwan ficou de joelhos no estofado, para visualizar o pai


- Porque eu não sou seu empregado, ue ... Você que tem que ser meu empregado ... - Taehyung brincou


- Porque ?! 


- Porque você tem seis anos, tem uma disposição e energia de sobra e o papai já tá cansado ... 


- Cansado de que?! - o betinha perguntou cara de pau, fazendo Taehyung o olhar desacreditado 


- De limpar seu bumbum sujo, de fazer mamar pra você .... Agora é você que vai fazer as coisas pro papai


- Eca, eu não, papai ... Fala pro papai fazer - o menino se aproximou trazendo a tigela vazia, Taehyung riu


- Seu papai tá mais cansado que nós dois, amor, nem acordou ainda


- Porque ?


- Você vai ficar perguntando porque pra tudo, amor?! - Taehyung sabia que o filhote já havia saído da fase dos 'porque' 


- Sim, porque ?! 


- Affs .... - Taehyung riu voltando a atenção ao notebook 


Kwan voltou para o sofá, assistindo desenho e o pai focou no aparelho 


Clicou no E-mail, vendo que era uma proposta de emprego da escola em que trabalhava antes de parar de trabalhar para cuidar do filhote 


- Bom dia... - a voz rouca do alfa ao acordar soou 


- Bom dia, dorminhoco 


- Humm, estava com cansaço e sono acumulado - Hoseok deu um beijinho no topo da cabeça do esposo 


O alfa estava descabelado e usando apenas a calça largada do pijama e pantufas 


Hanjun correu para o pai mais velho 


- Hey, bom dia 220 voltz - o alfa pegou o filho no colo, lhe dando um beijinho no bochecha 


- Papai vamos no Mcdonald 


- O papai nem acordou direito, filho 


- Você foi no Macdonald não faz nem uma semana, Kwan 


Taehyung era o responsável por cuidar da saúde e alimentação saudável do beta, já que se fosse pelo alfa Kwan comeria as porcarias que quisesse 


Hoseok simplesmente fazia tudo que o filho pedisse, havia mimado Junhui desse jeito e agora repetia com Kwan


- Mas agora tem o boneco dos vingadores, papai 


- Tá bom, a gente pode ir almoçar no shopping e ai você come no Mcdonald e pega o boneco, tá bom ?! 


Hoseok fez o filhote assentir todo sorridente 


Kwan deu um beijinho na bochecha do pai e desceu do colo, correndo pro quarto 


- Hoseok ... 


- Deixa ele, Taehyung ... Ele é criança 


- Ele comeu no Mcdonald na terça-feira você sabe que essas comidas fast food não fazem bem pra saúde 


- Mas ele quer pegar o boneco dos vingadores, deixa ele ...


- Eu compro um boneco dos vingadores pra ele 


- Taehyung  ....


Taehyung rolou os olhos, voltando a atenção ao notebook 


Ao contrário de como era com Junhui, Taehyung tinha um cuidado triplicado com Kwan, não por diferença de amor, jamais, amava os filhos da mesma forma 


Mas não conhecia o histórico médico do filho adotivo, não sabia se o pequeno tinha pre-disposição a ter alguma doença hereditária 


Taehyung havia feito todos os exames do mundo no bebê quando chegou, e os repetia a cada seis meses


O medo do filhote desencadear alguma doença genética — como diabetes — o fazia um pouquinho paranóico 



Hoseok voltou da cozinha com uma xícara de café 


- O que tanto vê nesse computador ?! 


- Recebi uma proposta de emprego da escola em que trabalhava 


- Hmm, eu não quero que você aceite... 


- E desde quando você manda em mim ?! - Taehyung arqueou a sobrancelha 


- Desde que a gente casou .... - Taehyung gargalhou, rindo muito 


- Amor, minha barriga doe desse jeito 


- Estou falando sério, Taehyung ... Eu prefiro que você fique tomando conta do nosso filho - Hoseok se sentou na cadeira ao lado da do esposo 


- Primeiro eu ainda nem disse que ia aceitar ou não .... Segundo, eu passo o dia todo em casa sozinho, o Kwan estuda integral e só chega de tarde ... Então caso eu queira aceitar não mudaria nada na nossa vida 


- Mudaria sim ! 


- Hoseok para de ser machista 


- Não estou sendo machista, eu só não vejo necessidade de você trabalhar Taehyung ... - o ômega rolou os olhos 


- Talvez eu queira ter dinheiro 


- Eu te dei um cartão de crédito sem limites, Taehyung 


- Um dinheiro meu, sem influência sua ... Vendo assim, até parece que você me paga pra que eu não trabalhe 


- É claro que não, amor - Hoseok pegou a mão do mais novo, dando beijinhos na mesma - Eu só gosto de saber que você está em casa, seguro e cuidado do nosso bebê 


- Você quer que eu seja dono de casa, isso é machismo, Hoseok 


- Nada haver, eu não disse que quero que você cozinhe, lave e passe ... Isso é machismo - Taehyung rolou os olhos - Só quero que você fique aqui, protegido no teto do nosso lar - Hoseok debochou 


- Você é inacreditável ... Eu não sou de vidro, tá bom?! 


- Pra mim você é de cristal, porque você é a coisa mais preciosa da minha vida 


Taehyung riu jogando a cabeça pro lado sabendo que o alfa se aproveitava do emocional 


- Isso não vai funcionar - Taehyung levantou, pegando a tigela que o filho havia posto na mesa junto com o prato e o copo e levando pra cozinha 


- Taehyung ... Você já está seis anos sem trabalhar .... Porque isso agora?! - Hoseok foi atrás do mais novo 


- Exatamente por isso, esse convite de trabalho abriu meus olhos sobre eu não fazer nada da vida 


- Você faz, cuida da casa, cuida do Kwan, cuida de mim ...


- Machismo.... - Taehyung contarolou debochado 


- Não tem machismo nenhum 


- Tem sim, você quer que eu fique em casa pra virar dono de casa 


- E tem problema ser dono de casa agora?! Não sabia que era errado cuidar da família 


- Não tem nada errado nisso, Hoseok .... Assim como não tem nada errado em eu querer trabalhar fora - Taehyung se virou para o alfa, se encostando na pia de mármore 


- Pelo visto você vai aceitar 


- Talvez, ainda to pensando - Taehyung umideceu os lábios inferiores 


- Vou ficar muito chateado se você aceitar, porque não há necessidade 


- Hoseok ... - Taehyung se aproximou, jogando os braços em volta do pescoço do mais velho - Deixa de ser bobo 


- Não é bobeira - Hoseok tocou a cintura do ômega - Eu sempre te dei tudo que você quis 


- Não tem haver com dinheiro, amor ... Talvez eu não queira me sentir tão depende de você 


- É minha função de alfa prover você, Taehyung 


- Isso é coisa do século passado, Hoseok 


- Você que sabe, Taehyung.... - Hoseok tirou os braços do mais novo de si, saindo da cozinha 


Hoseok se jogou no sofá, ao lado do bebê que assistia desenho enquanto pintava no livro de colorir


- Filho o papai quer abandonar a gente 


- Abandonar?! - a criança parou de pintar, olhando confuso para o pai


- É mentira, amor - Taehyung pegou o filho no colo - Seu pai tá de bobeira, ele é bobo igual você 


- Hm ... 


- Vamos se arrumar pra ir no shopping pegar seu brinquedo do vingadores - Taehyung deu uma mordidinha na bochecha da criança, indo com o betinha ao quarto


— X — 


- Luhan, se ele cair a culpa é sua 


- Ele não vai cair ... Ele tá se divertindo - Luhan enfiou a mão no bolso de trás da calça do ômega 


Hanjun ia na frente dos pais, andando naqueles andadores de bichinho, similar a uma motinha


- Papai ! - Hanjun acenou para os pais que estavam atrás 


- Meu Deus, ele é muito fofinho 


- Eu que fiz, sabia ?! - LuHan sorriu acenando pro filhotinho 


- Você fez sozinho, né ?!


- É claro que não, sua participação foi fundamental para que eu gozasse gostoso e então fazer esse neném fofinho 


- LuHan ! - Junhui riu 


- Ue é verdade, você sentou muito gostoso 


- E você lembra?! - o ômega levantou a sobrancelha 


- Não, mas você sempre senta gostoso - Luhan deu um beijo na bochecha do esposo, mordendo a mesma em seguida 


- Para de falar essas coisas em público, Luhan


- Porque?! 


- Porque eu fico sem jeito - Luhan riu, a fofura do Hanjun tinha a quem puxar 


- Você é muito fofinho 


- Luhan .... 


- Parei ... - o alfa roubou um selinho do mais velho - Estamos no shopping, você não quer comprar nada ?! Roupa?! Seila ?! - LuHan encarou as vitrines nas laterais 


- Eu não, já tenho roupa demais ... Mas deixa chegarmos na loja de brinquedos que seu filhote te faz abrir a carteira 


- Eu amo mimar ele 


- Eu sei ... - Junhui deitou a cabeça no ombro do marido - Eu também amo mimar você 


- Adoro quando você me mima - Luhan riu safado, levando um tapa no abdômen - Eu amo você, sabia ?!


- Eu amo você também - Junhui tocou o rosto do mais novo, de forma carinhosa - .... Mesmo sendo idiotas às vezes 


- Me desculpa por isso ... Te amo tanto


O celular do alfa tocou, e LuHan pegou o aparelho do bolso, leu o nome na tela e rejeitou a ligação 


- Não vai atender ?! 


- Não, não é nada importante 


O celular voltou a tocar e Luhan repetiu a ação, apertando no vermelho 


- Tem certeza?!


- Tenho .... É só um repórter chato querendo uma entrevista pra coluna de esportes 


- Hm ... - Junhui estranhou, já que os jogadores tem assessoria de imprensa e o marido nunca lidava diretamente com a mídia assim


- Você ficou bem com essa calça, é nova ?! 


- É ... Ficou bom mesmo ?!


- Ficou, mas não nego que tô louco pra tira-la quando chegarmos em casa 


- Eu sei .... Agora vai lá pegar seu filho enquanto eu entro na fila do ingresso - Junhui pediu ao chegarem ao cinema, Hanjun estava andando mais a frente no andador


- Tá bom, já volto - Luhan deu um selinho no mais velho 


- Hey, o cartão ... - Hanjun puxou o mais novo pelo pulso, Luhan riu pegando a carteira no bolso de trás, abrindo e depositando o cartão na palma do ômega 


- Espertinho você....


- Muito obrigado - Hanjun debochou 


Hanjun entrou na fila do ingresso e Luhan se aproximou do filhote 


- Amor, chega de andar nisso, hm ?!


- Não, papai 


- Seu pai tá na fila esperando a gente pra ir ver o filme, depois você anda mais nisso ai - Luhan estendeu os braços para pegar o bebê no colo 


- 'Memo ?


- "Memo" - Luhan riu imitando a fala do filho 


- Tá - Han levantou os bracinhos, se deixando ser retirado do andador 


Luhan pegou o filhotinho no colo, notando a semelhança entre o bebê e o pai ômega 


- Você é muito fofinho do papai, sabia ?! 


- Aham ... 'Papa vamu compa binquedo ?! 


- Depois do filme a gente vai na loja de brinquedos, tá?! - o bebê assentiu 


Chegaram até o ômega na fila e o mesmo mandou Luhan ir comprar pipoca para adiantar 


- Papai, eu 'queio picoca doce 


- Não tem pipoca doce, amor - Luhan passou a mão cabelo do bebê, o jogando pra trás 


- Só 'cum sal ?


- É... - a atendente riu da fofura da criança de quatro aninhos 


- Papai 'compa piulito e chocolate pa mim - Hanjun gritou de repente, tocando o vidro da vitrini 


- Meu Deus, não precisa gritar, filho, a moça vai pôr seu chocolate e seu pirulito no pedido... Põem jujuba, Marshmellow e Fini também, por favor - Luhan pediu a moça, que assentiu 


O pedido chegou e Hanjun pediu pra levar a pipoca, todo mundo olhava encantado com a fofura do pequeno, o saco de pipoca GG era quase do tamanho do bebê 


– X – 


- Qual boneco você quer, filho ?!


- Eu nem consigo ver, papai - Hoseok riu pegando o filho no colo 


- Consegue agora?! - Kwan assentiu observando o stand com os bonecos 


- Eu quero do homem de ferro ... Papai, pega o do homem aranha 


- Mas o papai não come o mesmo lanche que você, filho 


- Mas pega ... 


Hoseok suspirou e fez o pedido dos lanches, levando até a mesa aonde o ômega o esperava entretido no celular 


- Três Mc lanche feliz ?!


- Papai eu peguei três brinquedos, o homem de ferro, homem aranha e o Thor - a criança mostrou os bonecos para o ômega 


- Você é muito espertinho, sabia ?! Sabe que seu pai faz suas vontades e aproveita 


- É não ... - o menino se entreteu com os brinquedos e com o lanche, esquecendo dos pais 


- Você vai mesmo aceitar a proposta do trabalho?! - Hoseok tocou no assunto 


- Porque você quer tanto que eu não aceite ?!


- Já disse os motivos 


- Se aqueles forem seus motivos você esta ferrado 


- Amooor ... - Hoseok tocou a mãos do mais novo - Esquece isso, vai ...Tem toda essa situação chata envolvendo o Kwan ... Você acha mesmo que vai ter cabeça pra trabalhar fora ?


- Não faz isso, Hoseok ... Não usa o Kwan pra conseguir suas vontades, uma coisa não tem nada haver com a outra 


- Tem sim


- Chega desse assunto, Hoseok, a decisão é minha e se você me ama vai aceitar minha decisão seja qual for ela


- Eu amo você, moreno


- Então pronto 















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...