História Geração Miraculousa - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Tikki, Wayzz
Tags Miraculous
Visualizações 10
Palavras 1.515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Início de tudo


Pov Emma

Hoje eu acordei mais cedo, infelismente, tinha treino das líderes de torcida, eu como capitã do time, foi obrigada a vir, depois do trino, eu Mell e Alan ficamos na entrada esperando a Nicolle e o Louis, depois que eles chegaram o sinal bateu e fomos pras salas.

—Bom meus queridos, na aula de hoje, como estão muito adiantos, vamos mudar as coisas, quero que me contem, numa redação, como foi a vida de vocês no último ano, resumidamente, ok.—diz a senhorita Bustiê entregando folhas a gente.

—Ah! Que maravilhoso—diz Nick ironicamente—vamos contar como foi o último ano! —ela termina de dizer e eu lembro de quando ganhamos os miraculous.

Flashback on

—creio que precisaram usar isso em breve— dizia com uma expressão perucupante no rosto, que particularmente me assustava, por que ate meu pai que costuma sempre estar fazendo piadas, estava preocupado.

—Precisaremos viajar e queremos que vcs fiquem com os miraculous - disse Meu pai, muito rápido quase sem respirar, e eu obviamente fico extremamente feliz.

—Não que eu esteja reclamando mais pq vocês vão viajar? E vão deixar o Miraculous conosco, ao envés de deixar com o Mestre, tudo bem, ele já é uma múmia de 200 ano, mas...vocês me entenderam! - questionou Nicolle com cara de Sherlock Holmes.

—Não sei como, os Miraculous da borboleta e do pavão foram roubados novamente querida, e como você sabe, a outros Miraculous Pelo mundo, precisamos checar tudo— respondeu o tio Nino.

—O DA ABELHA E MEU! - gritou Mell enquanto pulava em sua mãe pegando o miraculous

— Eu quero o do gato —digo empolgada pegando o miraculous do meu pai

—O da raposa é meu por direito! Tenho a minha herança! - disse Nina, meu pai ri, enquanto sua mãe a entregava a caixa

— O da tartaruga - disse Alan, e seu pai fez a mesma coisa

—Eu não vou furar as orelhas!—meu irmão afirma desesperado, arrancando risadas da Nicolle.

—Calma querido os brincos são mágicos não será necessário furar - disse minha mãe tentando acalma-lo

- Ufa - disse Louis aliviado

O dia passou e ficaramo conversando com os kwamis o dia inteiro nossos pais foram para o aeroporto e os deixaram em casa que estava olhando os Lahiffe, era nota. Juleika e Rose estavam responsáveis por Mell

Flashback off

Pov Nicolle

Ah que legal! Como vou escrever meu último ano? Dizendo "Ah professora! Nada de mais! Só salvei Paris! Pra fazer a redação, eu reflito um pouco, o que eu posso arrancar da minha aventura

Flashback on

Na minha casa

—Aí maninha eu tô com fome e saudade do meu docinho! - reclama Alan

—Sério mesmo? você comeu 2 x-salada faz 30 min! E sobre a Mellory vc viu ela hj depois da aula — eu respondo.

—Eu sei mais...- tentou dizer meu irmão meloso, quando foi interrompido por gritos de socorro

— O que foi isso —Eu pergunto

—Provavelmente a 1° vítima do tio das brabluletas— disse meu irmão animado

—Isso é sério tio das brabluletas? —Eu reclamo.

—É não sabemos seu nome ainda, o que vamos fazer?—perguntou ele.

—É simples repita comigo way —eu digi

—Way - obedeceu Alan

—ZZ

—ZZ

—hora

—hora

—Do

—Do

—Cas

—Cas

—Co

—Co

—Agr tudo junto bem rápido- eu explico

—Wayzzhoradocasco? Ele diz confuso.

—Valeu Nina—agradece o pequeno wayzz enquanto é sugado pelo bracelete.

—Agora é minha vez TRIXX DISPARAR—eu me transformo, já havia visto minha mãe fazendo isso varias, e varias vezes—vem logo!

—E agorar gênia?—Ele me provoca

—Vamos ligar para o Louis—eu digo

Ligação on

Nico e Louis.

Alan: Louis cara ?

Louis: onde vcs estão ?

Alan: Na torre Eiffel

Louis: Tá estamos a caminho

Alan: Ok vou ver onde a Mell ta

Louis: Tá

Mell e nico

Alan: Amor?

Mell: onde vcs estão

Alan: Na torre Eiffel, a Emma e o Louis estão vindo

Mell: Ok to chegando aí amor

Ligação off.

Flashback off

POV Mellory.

É exatamente por esses motivos que levam a odiar redação! Eu tento lembrar de algo que possa colocar na redação

Flashback on

Saimos e fomos pra onde o akumatizado (ou como dizem Alan e Emma o brabutado). Ele era um garoto que parecia ser um adolescente da nossa idade ele tinha cabelos e olhos azuis

— Finalmente os heróis de Paris chegaram eu sou sandboy e não vou desistir até ter seus miraculous—disse o Vilão

— E o que vc vai fazer em me deixar com pesadelos??? — brica o Louis

— Quase Joaninha, deixe eu demonstrar... - falou o sandboy se aproximando dele

—Vamos acabar logo com isso - disse Louis. O Akumatizado se aproximou

— Vc se diz ser um bom líder e amigo mais sabe que essa função não é sua vc não é capaz e todos sabem disso - ele olha no fundo dos olhos dele e quando acaba de dizer ele vooa longe

—LOU...DBUG!!! - Gritou Emma preucupada com seu irmão

—como vc fez isso?—Nicolle pergunta.

—Eu posso te mostrar —ele diz se aproximando

—obrigado, mas não precisa! Eu acho que já entendi! - ela diz dando pequenos passos para trás.

—Mas eu sim quero uma boa briga! - diz o tonto do meu namorado, batendo o escudo em direção a cabeça do Akumatizado que desvia

—Posso de derrotar com duas palavras - diz sandboy

— Bora testar essa teoria - diz ele

— Peso mosca- quando ele acaba de falar ele também voa longe

—Se aproveitando dos pontos fracos, que feio!!! - disse Emma

— Qual das três vai ser a próxima humm...a raposa —ele disse

— Pode vir eu não tenho medo de bicho papão — ela diz o encarando nos olhos

— Mais devia ter hahahahah...- ele disse aproximando

— O mesmo bla bla bla de sempre! quando vcs vão aprender a calar a boca?!?!? - ela questionou

— Primeiro eu preciso calar a tua...você finge ser leal aos seus amigos mais assim que a primeira oportunidade aparecer de estudar música vai largar tudo... você pode confiar em seus "amigos" mais eles nunca confiaram em você - ele disse, ela saiu voando, bate as costas com tudo em um muro e cai perto do Alan e do Louis

— Nunca diga nunca - Eu disse entrando na luta.

— E você, nunca ataque sem saber como se defender do seu oponente! - ele se virou para mim

— E pra mim você nao tem nada? - eu questiono

— É claro que tenho...vc não passa de uma garotinha fraca, indefesa e mimada- não sei porque eu voei para onde os outros estavam

— Que tal parar, isso já tá repetitivo vire um homem lute justamente!!! - diz Emma

—Falou a garota no qual os amiguimos usam Miraculous em uma luta! mas não vou descutir te derrotariei com uma palavra...Desastrada!

— É eu sei nem todo mundo é perfeito!!! - como ela tá na luta ainda?

—Talvez eu tenha te substimado precisarei de mais algumas... incompetente, tonta, desajeitada, estabanada, idiota, TOLA!!! - diz ele mais suas palavras não fazem nem cossegas na Emma

— Tudo isso é mto mais!!!—diz ela batendo o bastão onde seu Akuma estáva, o inseto nojento, que sai voando, era nossa primeira vez, estava fácil até de mais, acabamos não o purificando e isso deu muito problema.

—cara, como tu fez aquilo?

—Eu não sei tudo que ele falou não me incomodou tudo que ele falou para mim é verdade eu sou sim muito desastrada mais é isso! Umas ruins, outras boas, que me fazem ser quem sou! - disse Emma. Lois estava muito estranho, mas logo voltou ao normal.

Flashback off

Tenho certeza, que não somente eu, como Emma e Nicolle, não acabaram a redação, o sinal bateu indicando o intervalo, a professora passa recolhendo as atividades, ela se surpreendeu quando viu que eu nem elas tenhamos ser quer nome adicionado, a atividade. Nós saímos da sala, Louis, Álvaro e Alan nos esperavam na porta, eu beijo meu namorado, não sei o por que, eu o amo muito, mesmo, idiota, besta e ciumento é o meu amor.

—Ei, ei, ei! Dá pra fazer isso depois da escola? Tipo, longe de mim?—Diz Nicolle, nós nos separamos e Alan ri. Mesmo Nicolle não mostrando, seu irmão era tudo pra ela, ela morre de amores por aquele irmão, ela só não consegue demostrar seus sentimentos, se incomoda com nosso namoro, mas não diz nada, ela nunca me disse nada, simplesmente respeita a vontade do irmão,as eu conheço ela desde que nasci. Fomos caminhando até o refeitório, sentamos na mesa de sempre

—Kim, vamos lá comprar o meu sanduba!— diz Álvaro e Kimberly revira os olhos e se levanta

—Compra pra mim uma água?—pede Nicolle

—Na garrafa?—Ele pergunta

—Não, Alvarozinho, joga no chão e vem puxando com um rodo!—nicolle sendo Nicolle

—Grossa!—ele diz e sai com Kim e Emma começa

—O que fariam se vocês tivessem que escrever uma redação sobre seu último ano, o que escreveriam? Por que essa foi nossa tarefa hoje!

—Vocês não...—louis se assusta

—Acha que não temos juízo? Nicolle pergunta

—Foi o que eu pensei—diz Alan

—Toma sua água! E pra a mimadinha, um hot dog, e a Senhorita uma pizza—diz Álvaro voltando dando uma de garçom, ele tem que aprender a parar de me chamar assim!

—obrigado, você tem bastante queijo! Digo a pizza tem bastante Álvaro! não! Eu vou no banheiro!—emma gagueja e sai correndo

—Ela tá bem?—Alvaro pergunta

—Acho que foi o queijo—Alan diz e eu soco seu ombro de leve



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...