História Gerlili: O que é pra ser seu,sempre volta pra vc! - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Totalmente Demais
Personagens Germano Monteiro, Liliane "Lili" de Bocaiuva Monteiro
Tags Gerlili
Visualizações 174
Palavras 1.631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - 18


8:00AM 

 "Bom dia,meu amor.

 Saí cedo para resolver o assunto de nossa viagem. Você vai ir comigo mesmo né?! Fala que sim se não eu choro.Estou criando expectativas, até porque não vamos ficar lá o tempo todo trabalhando rsrs. 

 Pedi a Euzébia para fazer um café da manhã para vc. Me espera para o almoço?

 Ah, e tire essas coisas de sua cabeça. Você vai enlouquecer,cabeça dura!! rsrs

      Beijos, eu te amo.

   -Germano."

 

 L: "Cabeça dura"_gargalha_Meu amor,me desculpe, mas eu não vou esquecer isso_ Lili sorri e beija o papel.

 D.E: Dona Lili, está acordada?

 L: Entra Euzébia, estou sim.

 D.E: Dr.Germano me pediu para preparar um café da manhã digno da mulher dele.

 L: É bobo mesmo_sorri.

 D.E: Bom,só vim ver se estava acordada,vou me retirar_A senhorinha se vira.

 L: Espera!

 D.E: Oi?_Volta sua atenção para Lili.

 L: Quero conversar com vc. Tirar algumas dúvidas.Posso?

 D.E: Claro que pode.

 L: Mas promete que vai responder com total sinceridade?

 D.E: Não sei do que se trata. Olha Lili, eu nunca menti para vc.

 L: Mas é um assunto delicado.

 D.E: Fala logo por favor.

 L: O que vc sabe sobre meus pais?

 D.E: Ah, o mesmo que vc. Eles eram os chefes da Bastille. Eram cheios de amor, te amava muito.

 L: E a minha mãe Euzébia?

 D.E: Sua mãe?_a senhorinha fica nervosa_Ah Lili, já falei, era uma mulher fina, boa...te amava...te amava muito.

 L: Que briga feia ocorreu antes do meu nascimento?

 D.E: Como sabe disso Lili?

 L: Responde a minha pergunta.

 D.E: Não sei de briga nenhuma_A mulher se levanta e Lili a puxa.

 L: Tenho certeza que a senhora sabe. Por favor, me conta. Estou com duvidas.

 D.E: Quais suas duvidas?

 L:  a minha mãe. Sempre fui parecida com meu pai. Meu pai era mais apegado comigo do que a minha mae. Minha mãe sempre que brigava com meu pai, ficava com raiva de mim tbm e eu nunca entendi isso. 

 D.E: Ah Lili, era briga de casal ela ficava estressada com todo mundo.

 L: Me diz Euzébia.Está tudo se encaixando. Me fala a verdade,por favor.

 D.E: Não tem nada a ser falado.

 L: Minha mãe nunca gostou de vc. Ela te odiava. Eu notava isso.

 D.E: Impressão sua Lili.

 L: Euzébia, conversa comigo. Fala o que vc sabe_A senhorinha abaixa a cabeça_Poxa,vc sempre esteve aqui comigo, me tratou sempre melhor que a minha própria mãe. Depois que os meus pais morreram,vc podia ter ido embora. Mas vc continuou aqui comigo. Pq vc fez isso?

 D.E: Foram tanto anos Lili. Eu me apeguei a vc, só isso.

 L: Eu nunca senti que a minha mãe, era a minha mãe. Tanto que eu sempre falei apenas de meu pai.VC sabe de algo?

 D.E: Não Liliane, não sei de nada_Fala nervosa.

 L: OK_Lili não percebe o nervosismo dela_Desculpe as perguntas. É que eu estou ficando louca com isso.Vou me ajeitar e ir tomar meu café.

 D.E: OK_Euzébia se retira do quarto.

 Lili se ajeitar e desce.

 D.E: Germano pediu para vc o esperar para o almoço. Acho que vão almoçar fora.

 L: Depois eu ligo pra ele e vejo direitinho.

 D.E: Vou ir para o jardim.

 L: Ok.

 Lili termina o café e liga para Germano. Já era 10:30, ela demorou na conversa com D.Euzébia.

 Ligação. On:

 G: Bom dia meu amor.

 L: Bom dia amor_sorri_amei o bilhetinho. Acordei muito bem, só seria melhor se vc estivesse aqui.

 G: Consegui as passagens para hoje a noite, tudo bem?

 L: Ok.

 G: Vou deixar os trabalhos com o Fabinho e outros funcionários, logo estou ai em casa.

 L: OK,estou te esperando.

 G: Ah, que tal almoçar fora? 

 L: Por mim tudo bem.

 G: OK, beijo.

 L: Beijão!_sorri e desliga.

 Lili resolve ir para a piscina, sobe e põe sua roupa de banho. Ao ir para a parte de trás da mansão,encontra Euzébia.

 L: Vou ir para a piscina. Quer me fazer companhia?

 D.E: Eu?

 L: Tem outra pessoa aqui?_gargalha.

 D.E: Não, não quero. Gosto mais de ficar te olhando daqui de fora.

 L: Vc nunca entrou nessa piscina Euzébia?

 D.E: Já,muitas vezes. Graças a Deus nunca fui tratada como empregada.

 L: Pq vc não é, e sabe disso. Vc é... Uma conselheira,ajudante, sei lá_gargalha_mas não é empregada aqui.

 D.E: Quer alguma coisa?

 L: Não, muito obrigada.Vem Euzébia, é uma delicia nesse calor.

 D.E: OK Lili,vc venceu. Mas vou entrar com essa roupa de uniforme.

 L: Eu nem sei o pq que vc usa uniforme.

 D.E: Ah...é o costume.

 L: Já te disse algum dia que não gosto de te ver de uniforme?

 D.E: Sim,vc já falou isso_sorri.

 L: Então..._sorri_vamos?

 D.E: OK.

 Lili corre e pula na piscina.

 L: Aah, quanto tempo que não fazia isso_gargalha_É libertador.

 D.E: Se eu fizer isso meus ossos quebram.

 L: AiAi_gargalha.

 Elas ficam o restante da manhã ali, entre conversas,conselhos. Dona Euzébia sempre fugia da pergunta de Lili.

 G: Lili!_Germano chega em casa_LILI?!_grita um pouco mais alto.Ele vai até o quarto e ver uma roupa de Lili em cima da cama_Ah,piscina_sorri e olha da janela,que dava para ver os fundos da casa_Está bom ai?!_Grita para elas escutarem.

 L: Está ótimo meu amor, vem também!_grita.

 G: Achei que iriamos almoçar fora.

 L: Eu esqueci completamente. Desce aqui um pouco. Por favor.

 G: Tá!!!

 Ele põe sua roupa de banho e desce.

 G: Olha Euzébia. Me perdoe te deixar sozinha com esse serzinho ai_Euzébia gargalha.

 L: Não entendi Germano_Cruza os braços_Estamos conversando numa boa.

 G: Ela não tira da cabeça um negócio de briga dos pais,etc e tal.

 L: Germano me deixa_Encosta na borda da piscina_Ao invés de ficar aí falando vc podia vim e me dar um beijo, o que acha?_sorri.

 G: Ok Lili,acho uma ótima idéia_sorri e vai até ela.

 L: Seu celular está no bolso?_Fala com ele já baixado perto dela.

 G: Não, pq?_Ela gargalha travessa.

 L: Vem se refrescar comigo_o puxa e ele cai na piscina de imediato.Lili e Euzébia gargalha.

 G: Lili!!!

 L: Ah, hoje está muito calor. E vc não pode ficar um pouco aqui comigo?

 G: É claro que posso! Mas não poderia entrar por conta própria.

 L: Ah Germano_Entrelaça suas mãos no pescoço dele_VC não entraria_Dar um selinho no marido.

 G: Entraria_A beija rápido e olha para dona Euzébia_Ela te forçou também?

 D.E: Quase isso. Mas eu gosto de passar um tempo com a minha Lili_sorri e Germano a olha de olhos cerrados.

 L: Também gosto de passar um tempo com vc Euzébia_sorri.

 G: Mas e nosso almoço? Como fica?

 L: Não sei.

 D.E: Querem que eu preparo algo?

 L: Não Euzébia. 

 G: Vai querer ir almoçar no restaurante? Temos o que conversar amor.

 L: Ok. Vamos então subir. Euzébia, vamos nos retirar,mas pode continuar ai.

 D.E: Não, eu só entrei para não te deixar sozinha.Vou tomar meu banho e descansar um pouco.

 L: OK.

 Lili e Germano sobem para o quarto.

 L:  A Euzébia ficou nervosissíma,quando toquei no assunto da minha mãe. É como se ela estivesse escondendo algo de mim. Foi estranho demais.

 G: Talvez seja algo que vc não precise saber

 L: Esse eu preciso. Poxa, meus pais_Se senta na cama apenas de lingerie enxugando os cabelos.

 G: Acho que a Euzébia só não quer te preocupar com coisas bestas.Isso ocorreu a tanto tempo.

 L: Sei lá, notei a Euzébia diferente. Germano vc sabe as minhas paranóias.

 G: E sei muito bem.

 L: Então... Quase sempre eu acerto.

 G: Pior que é verdade.

 L: Eu vou continuar com isso, vc não vai me fazer esquecer_Germano para e a olha de cima abaixo.

 G: Eu nunca consegui,pq vou conseguir agora?_Lili gargalha.

 L: Ah,também não é assim_O marido a olha de cima abaixo_OK, talvez eu seja um pouco assim.

 G: Anda_dar um selinho na mulher_para de me enrolar e coloque a roupa.

 L: Que horas está marcado o vôo.

 G: Acho melhor conversarmos isso no almoço.

 L: Já sei que não vou gostar disso.

 G: Mas vai estar tomando um bom vinho,com uma boa comidinha.

 L: Ah,então por isso a ideia do almoço?

 G: Claro que não Lili. Eu te escrevi o bilhete antes de comprar as passagens.

 L: Hum_Sorri_vou acabar de me arrumar.

 G: Vou ir lá pra baixo pq estou te desconcentrando aqui_gargalha.

 Alguns minutos se passam e Lili desce.

 G: É minha esposa mesmo!_Sorri a olhando de cima a baixo.

 L: Vamos_pega na mão dele e vão para o carro.

 Restaurante.

 L: Ande, sem enrolação. O que vai ter nessa viagem.

 G: Bom, o vôo que consegui é de uma da manhã.

 L: OI?!

 G: Foi em cima da hora Lili.

 L: Sabe que odeio viajar nesse horário.

 G: Bom...não vamos sozinhos. Vamos ir com mais alguns funcionários da empresa.Mulheres e homens, então se controle.

 L: Me controlar pq?

 G: Nada Lili,nada...

 L: Mais algum caos para me dizer?

 G: Bom...não sei.

 L: Eu vou matar vc. Nós dois sozinhos não damos conta?

 G: Não sei. Mas acho melhor prevenir.Tem uma mulher lá, que vai nos ajudar. Ela é funcionária da empresa que queremos parceria e disse que vai me ajudar.

 L: Pq ela vai te ajudar? Assim...do nada?

 G: Eu converso com ela a um bom tempo. Quando ela soube do ocorrido, me procurou e disse que pode me ajudar.

 L: Solidária né?!_Fala com pouca paciência.

 G: Um anjo na minha vida esse momento.

 L: Hum...

 G: Amor,sem ciumes,por favor. Ela vão ser importante pra mim e para vc também.

 L: Pq eu?

 G: Vamos levantar a Bastille.

 L: Germano, essa empresa vai ajudar a Bastille a subir sim. Mas ela não está afundada não. Vc fala como se tudo iria achar por conta de uma parceria, que vc consegue tantas.

 G: Essa é muito importante.

 L: E vamos tentar ela. Mas agora necessita da mulherzinha?

 G: Necessita Lili,necessita!

 L: Tudo bem...OK então!!_revira os olhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...