1. Spirit Fanfics >
  2. Ghost Love >
  3. Medo

História Ghost Love - Capítulo 249


Escrita por:


Capítulo 249 - Medo


Fanfic / Fanfiction Ghost Love - Capítulo 249 - Medo

Bem longe do cemitério Danny pousa no chão por um tempo, a forte chuva já havia começado, ele estava em uma pequena área verde próximo ao início da cidade, ele ainda está tentando entender o que viu, quando ele ouve um grunhido estranho, ao olhar para o lado seu outro eu ia ataca-lo com seu deformado braço, ele se esquivou rápido e saiu voando de lá, por incrível que pudesse parecer a coisa também vôou atrás dele.

Ele realmente não queria enfrentar aquilo, por alguns minutos ele continuou fugindo até chegar a frente do castelo de Vlad, ele pousou alguns metros do castelo e esperou a criatura, ela não ia desistir, ele tinha que enfrenta-la, e seria ali mesmo, no mesmo lugar onde ele tinha enfrentado seu clone que Vlad havia criado aquela vez, exatamente no mesmo local.

Ele pousou alguns metros de Danny, aquela fisionomia estava o apavorando, ele tinha que por um fim nisso, ele avançou contra o zumbi o atacando cegamente, ele acertou todos os golpes e o derroubou o jogando longe, a coisa então se levantou devagar grunhindo e lentamente continuou andando em direção a ele.

Danny ia disparar um poderoso feixe de energia quando ele ouve uma voz conhecida se aproximando.

Você não cansa de se intrometer onde não é chamado!?

Spectra!!!

Você nem deveria existir garoto!! Como diabos você está aqui!

Então foi você!! Você roubou o medalhão do tempo de Clockwork!

Quer dizer esse aqui!? Hahahaha!

Sua maldita!!

Pelo visto o fantasma do tempo resolveu agir não é? Ele deve ter te contado o que aconteceu, bem mas não importa mais, agora aqui você está fraco e sozinho, e quando você morrer sua realidade será permanentemente apagada.

Porque você fez isso!?

Não é óbvio? Não apenas vingança mas para tirar você do caminho, te matar quando você ganhou seus poderes foi muito mais fácil do que ficar te enfrentando em batalhas, com isso tirei até mesmo sua patética e vergonhosa família de caça fantasmas de cena você não imagina a energia que tirei do desgosto a tristeza deles, da sua amiguinha Sam então, uma refeição completa, foi perfeito, agora olhe só pra você, um zumbi radioativo fantasma, que só consegue balbuciar um pouco do antigo idioma usado pelos fantasmas no início dos tempos, ele ficou bom não ficou!? Eu vou chama-lo de... Anti Danny.

Anti Danny? Você está pirada de vez.

Pirada!? Olhe só pra mim querido, com você morto eu pude criar um corpo perfeito, agora minha forma fantasma nunca vai envelhecer, olha só como estou linda, gostosa, maravilhosa, olhe só pra isso. Diz Spectra deixando seus enormes seios a mostra e depois os escondendo de novo em seu uniforme.

Não são lindos!?

Eu vou por um fim nisso agora!!

Sinto muito, mas você não vai não, agora você terá que enfrentar o seu eu morto enquanto eu termino meus planos para escravizar esse seu mundo totalmente, eu terei a energia de todos eles e serei ainda mais bela e poderosa, vir para essa época e possuir eu mesmo dessa realidade foi incrível, quando nossos corpos se fundiram eu senti a perfeição total em minha essência.

Você se fundiu consigo mesma!? 

Um ato de gênio não acha!? Hahaha, eu sei, eu sou maravilhosa em tudo, agora se me der licença, tenho mais planos a executar, mané.

Danny furioso avança em Spectra, mas ela é tão rápida que ele nem percebe quando ela o contra ataca o jogando no chão nos pés de seu zumbi com toda força, ele se levanta rápido e a procura, mas ela já havia sumido, quando o Anti Danny pula em cima dele o atacando.

Como qualquer zumbi ele era bem lerdo, mas era muito feroz e bruto, seus golpes eram pesados, Danny o acertava de forma rápida e precisa, mas nada o balava muito, um soco com sua mão deformada em Danny lhe deu um tipo de choque radioativo que abalou toda estrutura de seu corpo, sem contar que o impacto do golpe foi monstruoso e extremamente dolorido, Danny caiu para trás se contorcendo por alguns segundos e depois se levantando rapidamente já um pouco ofegante.

Essa coisa, está com pura radiação, eu preciso tomar cuidado, mas o que!!!? Não!!!

Danny se desespera quando a criatura parece se aproximar dele na velocidade da luz, logo aquela coisa que era tão lerda, com seu braço deformado ela golpeia o rosto de Danny com uma pancada devastadora, novamente toda estrutura de seu corpo estremece e o impacto o atordoa causando grande estrondo o mandando para longe, a chuva continuava a cair forte e persistente, ele se levanta devagar com a mão no rosto, uma fita de ectoplasma escorria de sua boca, ele rapidamente tentava se recompor da tontura.

A criatura se aproxima dele muito rápido novamente, com seu braço deformado ela agarra Danny pelo pescoço o sufocando de uma forma descomunal, ele não conseguia se soltar,  ele sentia a radiação emanando brutalmente em seu corpo, logo ele começa até espumar pela boca sufocado e envenenado pela radiação no toque, o zumbi então o joga para o outro lado no chão com muita brutalidade.

Ao cair Danny sentia seu pescoço queimar enquanto ele tocia recuperando o fôlego e limpando a boca, ali caído ele observa a coisa se aproximar dele novamente com lentos passos enquanto tentava rir de forma sinistra, Danny já sentia seu corpo todo dolorido novamente, ele ainda não tinha totalmente se recuperado do que houve com Technus e dos dias anteriores, era demais pra ele, mas uma coisa era certa naquele momento, ele sentia algo que o abalava passando oir suas entranhas, sua espinha e todo o seu corpo... Medo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...