1. Spirit Fanfics >
  2. Ghost Love >
  3. Última esperança

História Ghost Love - Capítulo 327


Escrita por:


Capítulo 327 - Última esperança


Fanfic / Fanfiction Ghost Love - Capítulo 327 - Última esperança

Página 135 do diário de Paulina.

Querido diário, eu amo o garoto fantasma mais que qualquer coisa nesse mundo, mas porque as vezes tenho desejos por Danny Fenton?


...


Vlad avança furiosamente contra o monstro, ele está revigorado e descansado, seus golpes estavam rápidos e esmagadores, o observardor não estava conseguindo se defender e acompanhar sua incrível velocidade, cada golpe causava um grande impacto no corpo do monstro que parecia começar a querer se desmontar, cheirava forte a carne torrada e sangue quase negro escorria de suas feridas.

Danny se esforçou para tentar se levantar devagar com ajuda de seus pais e Jazz.

-Menino fanstasma, você precisa descansar, o Vlad da conta agora.

-Não... Eu não posso descansar até isso acabar, ainda tenho... Eu preciso...

-Danny, descanse pelo menos alguns minutos, por favor. Diz Jazz segurando em seu ombro.

-Está... Está bem...

Eles se senta novamente encostado na parede observando Vlad lutar.

-Jazz, cuide dele, eu e seu pai vamos tentar achar mais recursos para ajudar o Vlad.

Eles correm para dentro indo até o porão, Jazz fica abaixada ao lado de Danny.

-Danny, olhe só pra você...

-Não se preucupe Jazz... Eu já... Passei por coisa pior.

-É eu sei bem disso, por isso odeio te ver assim, me trás lembranças horríveis.

-Jazz, quero que saiba que aja o que houver, eu amo você irmã.

-Por... Porque está me dizendo isso?

-Porque ninguém sabe o que vai ser de nós daqui algum tempo.

-Danny, você podia ter acabado com essa coisa... Com aquilo... Porque não usou aquilo? Eu sei que você ainda pode...

-Tudo... Ao seu tempo Jazz...

-PLAAAASMIUS!!!

-Engole essa sua aberração!!!

Vlad segue golpeando brutalmente o monstro, seu corpo todo já estava ainda mais deformado e esmagado, como golpe final Vlad toma distância e com seu punho direito extremamente energizado ele golpeia bem ao meio do peito do monstro, o impacto foi devastador abrindo uma enorme cratera no local jorrando sangue por todo o lado para trás.

-Acabou!

O monstro da lentos passos para trás cambaleando e cai de costas, quando seu corpo começa a derreter e a estrutura óssea da forma humana começa a ficar totalmente exposta junto aos órgãos queimados e um odor podre sobe ao ar.

-Ele conseguiu? Tio Vlad conseguiu!!

-Eu acho... Que ainda não.

-Como assim?

Das ruínas daquele corpo destruído o observador em sua verdadeira forma surge.

-Maldito Danny Phantom!! Maldito Vlad!! Malditos todos vocês!!!

Danny se esforça para se levantar e da alguns passos a frente.

-Então aquele corpo não era seu?

-Hahaha, eu menti para você, era apenas um humano comum, que eu possuí para usar seu corpo para lutar, que eu me lembre um dos meus irmãos já fez isso em você, não é Plasmius!?

-Grrrr...

-Meus caros, vocês acabaram de matar um humano!! Um de vocês! Hahahaha.

-E agora é a sua vez!!

-Eu acho que não! O asteroide está chegando meus caros, eu irei saborear a extinção de todos vocês custe o que custar!! Hahahaha!!!

O observador some em uma fumaça negra antes que Vlad pudesse avançar nele.

-Legal, agora ele fugiu.

-Temos um problema maior agora Daniel.

Jack e Maddie aparecem na porta armados até os dentes.

-Chegamos!! Ei, o que houve?

-Ah veja Jack, o Vlad conseguiu vence-lo.

-Puxa Vlad, você deixou só a carcaça, que incrível.

-Gente!! É melhor verem isso!! Diz Jazz da porta a todos, eles correm até lá dando direto na sala, na tv o noticiário mostrava ao vivo, o míssil seria lançado agora.

-É a nossa última chance!

Tucker e Sam chegam até a rua de Danny e vêem o tamanho estrago em todo o local, mais a frente a carcaça dilacerada estava no chão.

-É parece que o Danny ganhou.

-Que cheiro horrível!!

-A porta da casa do Danny está aberta, vamos!!

Eles vão até a casa de Danny, param na porta e vêem todos junto a Vlad na sala de pé a frente da tv.

-Danny!

-Tucker? Sam?

-Crianças?

-Vocês se conhecem?

-Hahaha, todo mundo... Conhece o garoto fantasma, hehe, legal te ver Danny Phantom.

-Ah... Igualmente a vocês.

-Olhem!

A Contagem regressiva do míssil foi iniciada, trinta segundos e então ele se foi, o míssil continha um perfurador sismico que seria para explodi-lo de dentro para fora.

-Pessoal, é tudo ou nada.

Uma câmera estava instalada no míssil mostrando toda a sua rota que estava sendo mostrada mundialmente na tv, o asteroide já estava bem perto, Sam disfarçadamente se aproxima de Danny e segura firme sua mão.

O mundo todo estava agora a frente da tv, Paulina agora com seus pais na sala torcia para que desse certo.

-Eu desejo... Desejo que isso de certo... Eu ainda preciso viver, quero viver ao lado do menino fantasma... Será que ele está vendo isso? Se tudo der errado... Ele tem que nos salvar...

O míssil finalmente chega no asteroide, com grande impacto ele começa a perfurar lentamente a titânica rocha.

-Meus Deus, isso não vai funcionar, olha o tamanho daquela coisa.

-Não perca a fé querido.

-Cade o Danny? Ele tem que ver isso!

-O Danny está vendo pela tv dele no quarto, ele estava com medo de tudo aquilo e não estava se sentindo bem... Eu falei com ele, melhor deixa-lo quieto por enquanto.

O míssil perfurou e entrou no asteroide, ao chegar bem ao seu núcleo a contagem regressiva da detonação foi iniciada, o mundo todo agora suava, era tudo ou nada.

-Vai da certo... Vai dar certo...

-5... 4... 3... 2... 1...

...

A bomba detonou, um grande impacto aconteceu e pôde ser ouvido no céu, porém... Sem sucesso... As visões nas câmeras dos satélites mostraram o momento da explosão, um grande estrondo seguido de um clarão, a bomba tinha a força de trinta bombas atômicas, e mesmo assim não foi poderosa o suficiente para destruir o asteroide, a colossal pedra quase do tamanho da própria terra seguia firme em direção ao planeta.

-A todos que estão assistindo, parece que nosso amado mundo chega ao fim, o míssil falhou miserávelmente, na verdade ele parece ter piorado a situação, o impacto dele parece ter dado mais velocidade ao asteróide, ele agora está vindo ainda mais rápido, a estimativa do tempo de impacto é apenas dez minutos, dispeçam-se de suas famílias e entes queridos, foi um prazer viver entre vocês... Eu sou Lance Thunder... E deixo aqui meu adeus.

No espaço próximo a lua o observardor olhava a última esperança de todos falhar.

-Acabou... Eu venci... Danny Phantom...

Um silêncio tomou conta de todo o mundo, as pessoas entraram a prantos, a última esperança se foi, até para aqueles que ainda acreditavam no garoto fantasma, Maddie se sentou devagar no sofá em lágrimas, Jack sentou ao lado dela a abraçando, Jazz se sentou no outro sofá com as mãos no rosto chorando muito, Tucker entrou em desespero, Sam apertava firme a mão de Danny se segurando para não chorar, Vlad permanecia de pé sem expressão.

-Jazz... Chame o seu irmão... Agora!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...