1. Spirit Fanfics >
  2. Ghost (Naruto--Akatsuki) >
  3. Capítulo 5

História Ghost (Naruto--Akatsuki) - Capítulo 6


Escrita por: TobizinhaGay

Notas do Autor


Opa, tudo bem?

• este capítulo contém:
° violência

Capítulo 6 - Capítulo 5


Yuna on 


Chegamos na tal boate, era realmente uma coisa muito chique, por algum motivo tem bastante motel nessa parte da cidade ...nem imagino o por que...de qualquer forma, conseguimos um quarto em um dos motéis, apenas para trocar de roupa, arrumar o cabelo e retocar a maquiagem. Eu estava bem simples, estava de calça jeans e com uma blusa de manga longa, que mostrava um pouco da barriga, também estava usando um chocker simples preto, para completar o look estava usando um tênis preto, eu disse estava bem simples.

Esbhãp f gmpsft mjmbtft 

 Nayumi por sua vez estava bem...ousada, usando um vestido preto bem curto, com um decote, junto com um casaquinho branco, e uma bota cano longo e um salto fino

rvfjnbevsbt 

Pandora, estava com uma saia preta bem curta e meia rastão, estava com uma blusinha baby look vermelha, que combinava com seu tênis all-star manchado e velho, também usava uma luva preta que chegava da mão até o anti-braço, com os dedos a mostra.

Btbt ef bokpt f djdbusjaft 

 Já arrumadas, deixamos o quarto e nos digimos em direção a entrada, como Pandora havia dito, realmente estávamos na lista dos vip...as vezes me pergunto como ela consegue tanta coisa tão fácil assim...já na festa, nos dirigimos a uma mesa que estava vazia e sentamos, mal chegamos e a Pandora não parava de olhar uma garota, que tinha cabelo curto com algumas mechas loiras, estava usando uma roupa larga, com uma camiseta de banda. Nayumi estava quieta apenas observando o lugar...Eu estou com uma sensação estranha...sinto uma energia ruim, fora que estou com a sensação de ser observada...Mas decidi esfriar a cabeça e só relaxar...:


- Pan.. que tal você ir buscar algo para a gente beber? - perguntei apoiando a cabeça na minha mão, quase tive que falar gritando, o som estava estourado e pessoas gritavam por toda parte.


- claro chefia, vão querer o que lindonas? - ela disse animada, se levantando do lugar com uma expressão de "vou fazer merda"... talvez ela já estava de olho no Barman...?


- eu vou querer Vodka - respondi olhando em volta desconfiada


- ok, e você Nayu? - Pandora perguntou jogando o cabelo para o lado 


- eu..não quero beber nada valeu Pan.. - ela respondeu dócilmente com um sorrisinho 


- você vai beber sim!, vou trazer um energético pra você, beijos já volto - disse mandando beijo para o ar e caminhando devagar até o Bar da boate 


- a Pan não tem jeito mesmo.. - disse Nayumi com um sorrisinho no rosto - Já fazia muito tempo que a gente não saia assim né?... - Completou em quanto arrumava a postura


- Você divide Neoronios comigo só pode - disse tampando a boca com a mão em quanto dava risada


- ...Eu nem lembrava que tinha tanta gente feia nesse país... - ela diz olhando em volta - éh...nem todos.. - ela dá uma risadinha maliciosa de abaixa a cabeça 


- deixa de ser safada garota! - Dou risada frouxa, nesse exato momento pandora volta com três copos dois em uma mão e o outro ela segurava com a boca...como ela não derrubou aquilo eu não sei..


- hm, hm, hm! - murmurou Pandora com o copo na boca, estendendo a mão oferecendo o segundo como para Nayumi.


- obrigada Panzinha - disse Nayumi já pegando seu copo e dando um gole na bebida


- hm! - Mormura novamente estendendo a mão esquerda me oferecendo o terceiro copo


- Valeu pan - peguei o copo e dei um gole na bebida 


-..Ah respondendo o que você disse Yu, eu não estou sendo..safada, muito pelo contrário, mas errada eu não estou, aqui tem realmente muita gente bonita - explicou Nayumi olhando para a direção do bar que estava atrás de mim 


- ..não posso discordar - olhei em volta e de repente uma lâmpada se assente na minha cabeça - que tal um desafio? - fiz a proposta dando um gole grande na minha bebida 


- que desafio? - perguntou Pandora.

  Coloquei meu copo calmamente sobre a mesa e apoiei meu queixo em minha mão 


- quem pega mais gente aqui na festa - disse com as pálpebras dos olhos meio pesadas, um sorriso malicioso apareceu na face de Pandora 


- eu aceito! e sinto pena de vocês, afinal, eu já ganhei - se gabou, colocando a mão no queixo


- Não comemore a vitória antes da hora, Pandora... - disse Nayumi com um leve tom de deboche na voz, a mesma se levanta calmamente e nos olha 


- Iludidas - disse revirando os olhos


- hm, olha quem Fala, vou passar o rodo em geral! - disse pandora animada 


- Então boa sorte para vocês.. - disse Nayumi nos dando as costas e acedando com a ponta dos dedos 


- igualmente, irmã... - me levantei e sai andando na direção oposta as meninas. Pandora fez o mesmo.


 Algumas horas depois...pois é ficamos horas nesse desafio, minha maquiagem estava toda borrada e meu cabelo estava bagunçado, meu pescoço estava com marcas...acho que não preciso especificar, eu também estava cheirando a álcool e a perfume barato de stripper...Fiquei muito tempo nesse ciclo de pegar gente então decidi dar um tempo me sentando no banco do bar e pedindo uma bebida.

 E estava distraída e relativamente bêbada, até que sinto uma não em meu ombro, não era uma mão pesada então achei que fosse a Pandora, a garota tem uma mão bem leve e com unha curta...

 Então sem pensar duas vezes virei de frente com a pessoa. 

 

 - Yuna há quanto tempo.. - disse um garoto alto com cabelos longos chegando no seu ombro, ele usava uma blusa larga de banda, e uma calça cargo com corrente e um all star preto...que padrão...Após ele falar comigo revirei meus olhos e suspirei com raiva 


- o que você tá fazendo aqui? - disse com um tom de voz sério, sem nem sequer me virar para olhar direto no rosto do meliante.


- curtindo a festa, e você princesa..? - ele disse com um tom debochado na voz, inclinando um pouco seu corpo para frente


- Já falei para você não me chamar mais assim...- peguei minha bebida e me levantei, dando as costas para ele


- calma princesa - ele disse segurando minha mão e me puxando para perto dele - faz tanto tempo que a gente não se vê, vamos conversar um pouco - 


- Me deixa Maycon! - disse puxando meu braço e voltando a caminhar, aquele cara já tinha me tirado do sério!


- você sabe o quanto eu odeio que me de as costas - ele disse colocando a mão no meu ombro e segurando, continuo virada para frente com o copo na minha mão, faltava só um pouco para eu quebrar aquilo em sua cabeça...


- problema seu...agora me dá licença, eu tenho mais coisa para fazer - disse começando a caminhar, porém ele me puxa de volta, fazendo eu cambalear e caindo em seu colo, minha bebida havia caído toda no chão, ele me segurou nos braços e nossos rostos ficaram a centímetros de distância 


- realmente, ao invés de estar aqui vagabundiando, deveria estar em casa lavando louça - Ele disse com um sorriso cínico em quanto segurava na minha cintura, naquela hora eu perdi o controle de mim...vi várias silhuetas nos rodeando...nessa hora minha visão se escureceu...a única coisa que eu conseguia ouvir eram gritos, barulho de copos quebrando...e até mesmo pedidos de socorro...


 Eu acordei horas depois em uma cama, minha cabeça estava girando e estava doendo muito, eu também queimava em febre. Após eu acordar me sentei na cama e coloquei a mão na cabeça, minhas mãos estavam enfaixadas com ataduras, as mesmas estava suja de sangue. Eu tentei me levantar mas falhei miserávelmente caindo no chão


- Yuna você já acord....Yuna?!? - disse Pandora entrando no quarto no mesmo momento em que eu caí no chão, ela corre até mim e me ajuda a voltar para cama - você tá bem?? - Pandora me pergunta preocupada colocando a mão na minha testa - você ainda tá com febre...hm...cadê o paninho que estava aqui? - disse Pandora preocupada


- ...o que, aconteceu na boate?... - perguntei me sentando na cama


- ué, não se lembra? - Pandora parecia perplexa, eu apenas balanço a cabeça indicando que não, Pandora apenas fica meio confusa e pega um pano colocando na minha cabeça


- Eu estava no segundo andar da boate pegando uma Emozinha hehe...quando comecei a ouvir uma barulheira enorme lá em baixo, então como a curiosa que sou, fui lá ver a treta né, quando cheguei lá...


Flashback on 


• Pandora on:

 

 Eu estava conversando com uma garota linda no segundo andar da boate, a conversa começou a ficar cada vez mais intenso...

 A garota começou a chegar cada vez mais perto de mim, eu ia recuando cada vez mais, até encostar na parede, a garota me coloca contra a parede e abraça minha cintura, ela começa a dar selinhos na minha boca que desceram até o pescoço, suas mãos apertavam minha cintura o que começou a me deixar com um Libido extremo...

 Uma de suas mãos começa a descer cada vez mais em quanto ela sussura coisas no pé do meu ouvido, que me deixavam arrepiada...


 Até que ambas começam a escutar uma gritaria enorme na parte de baixo da boate, nesse momento todo nosso clima havia sido estragado, eu fui a primeira a me dirigir para a "sacada" da boate e olhei para baixo, estava acontecendo uma briga e de longe pude ver um cabelo muito claro, que se diferencia dos outros, um cabelo branco logo identifiquei de quem era. Desci as escadas na maior velocidade que pude, em meio há tantos chakras diferentes, um me chamou a atenção...não era o chakra da Yuna...era de outra coisa...de uma coisa maior que isso....


 Ao me aproximar de Yuna vi uma cena horrível...os seus olhos estavam totalmente pretos e a mesma segurava uma das cadeiras, que eram feitas de ferro, e batia com muita força em um rapaz que estava caído no chão ensanguentado, o garoto gritava por socorro e clamava para que ela parasse, mesmo assim ninguém o ajudava...Yuna fazia tudo isso com um enorme sorriso no rosto, o sangue do garoto havia sujado toda sua roupa e sapatos...a Yuna sempre odiou violência...aquela definitivamente, não era ela....


fmb tp fsb vnb nfojob bqbjypobeb...


Notas Finais


Opa, obrigado por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...