1. Spirit Fanfics >
  2. Ghost Rider - Justiceiro ou herói >
  3. Salvando uma garotinha

História Ghost Rider - Justiceiro ou herói - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Tá aí espero que gostem

Capítulo 8 - Salvando uma garotinha


Capítulo anterior

Izuku se virou e falou

- Eu sou Ghost Rider!! O justiceiro!! - Izuku então saí dali

Agora

Cinco meses depois daquele incidente

Izuku estava tendo esses últimos meses como os meses mais difíceis de sua vida, ele constantemente ia fazer patrulha, todos os dias ele já se preparava pra sair, ele não tinha folga uma única vez, ele saía do esconderijo montado em sua moto e ia fazer patrulha, com o tempo ele se acostumou com isso, não era algo que uma pessoa comum estava acostumado mas Izuku não era alguém comum.

Ele saiu pra mais um dia pra matar vilões.

Izuku se acostumou em eliminar vilões, eles era a escória da humanidade eram pessoas que não se importavam com as outras, ele não teve compaixão de ninguém, pra ele não importava se o crime era grande ou pequeno, um vilão era um vilão, Izuku até agora nesses meses matou 157 criminosos, todos eles morriam de forma diferente, Izuku os deixa a vista para todo o tipo de pessoa ver aquilo.

Mas ele também não fazia só isso.

Izuku não só matava vilões, ele matava qualquer um que cometia o mal, ele principalmente matava cidadões que praticavam um crime que a polícia não dava a mínima, eles eram mortos e seus corpos eram deixados em locais públicos para as pessoas saberem que mesmo que elas cometessem um crime não tão importante, essas pessoas seriam caçadas pelo justiceiro Ghost Rider.

As crianças também não eram poupadas.

Izuku caçava também de crianças até a adolescentes, principalmente aqueles que praticavam bullying, usavam peculiaridades sem licença e que cometiam crimes, mas Izuku não as matava, mesmo que elas tenham feito coisas terríveis, Izuku apenas fazia com que ficassem gravemente feridas aponto de nunca mais na vida elas ousassem cometer um única maldade na vida.

Os heróis também não eram poupados .

Izuku principalmente ia atrás de heróis corruptos, graças a Lúcifer, Izuku pode descobrir quais heróis do Japão eram corruptos, Izuku ao descobrir isso ficou ainda mais furioso ao descobrir que até heróis cometiam maldade, Izuku os caçou, não só os matou como também os humilhou para provar que os heróis eram inúteis, ele também mandou provas para mostrar que esses heróis eram corruptos.

A polícia sabia muito bem sobre isso.

Os policiais temiam Ghost Rider, ele se tornou alguém que ia atrás de qualquer um, atrás de qualquer polícial que fosse corrupto, tanto policiais quanto qualquer pessoa importante que fosse suja, ele não ligava se eles tinham família, ele ia atrás de qualquer um ninguém estava a salvo dele, todo corrupto que ele encontrava, ou ele matava rapidamente ou matava lentamente, isso fez eles o temerem.

Ele não sabia que ele seria muito famoso.

Izuku percebeu que em pouco tempo ele ficou muito famoso, os jornais só falavam dele, em poucos meses ele se tornou a pessoa mais procurada do Japão, seu nome verdadeiro ninguém sabia, mas eles o batizaram de Ghost Rider o justiceiro, ele havia cometido vários tipos de assassinatos de vilões até heróis corruptos, não se sabia o por que mais, parecia que a mídia estava do lado dele.

Todos os heróis estavam a sua procura.

Quando se foi falado de um homem matando, queimando e esquartejando pessoas os heróis de todo o Japão estavam a sua procura, os heróis não estavam com a melhor imagem, além do justiceiro estar matando criminosos, que no qual ele estava fazendo o que parece ser um trabalho muito melhor do que os heróis, ele também estava matando heróis, o único motivo de os heróis estarem ainda estarem com muita raiva do justiceiro era que as pessoas, os civis para ser específico estavam o apoiando, por que? As pessoas que ele matava eram criminosos que a polícia não prendia, ou eram heróis corruptos, ou eram políticos e políciais corruptos, isso estava manchando a imagem dos heróis e da polícia, eles estavam fazendo o esforço para capturar o justiceiro, vários heróis eram mandados para onde o justiceiro passava.

Mas quem disse que seria fácil pega-lo?

Izuku facilmente derrotava os heróis que iam atrás dele. Graças aos seus poderes, os heróis ou eram esmagados como se fosse baratas, ou eram queimados com sua chamas infernais, ou levavam tiros. Izuku não queria matar os heróis, só os corruptos, por isso ele os deixava vivo, apesar deles quererem estar mortos, já que ele os humilhava, alguns até desistiram de serem heróis por causa disso.

Ele era alguém forte de mais.

Izuku estava patrulhando pelas ruas esperando que talvez pudesse encontrar algum vilão para poder matar. Ele tinha que admitir que ficou craque nisso em apenas cinco meses. Várias facções criminosas foram desmatadas por ele, criminosos tinham medo de ir as ruas por causa dele, os corruptos tinham ido embora para não morrerem e as ruas agora pareciam mais limpas.

Ele teve um ótimo professor.

Izuku só conseguiu aprender bastante sobre seus poderes graças ao Phantom Rider, ele já era experiente e já sabia como usar os poderes tranquilamente, Izuku ainda está longe de dominar os seus poderes mas com tudo o que ele tem feito a sociedade agora estava mais tranquila, por enquanto, e ele estava usando os seus poderes com mais naturalidade, até mesmo fazendo movimentos supremos.

Nessa noite foi diferente, havia algo...

Izuku ouviu um grito vindo do beco, ele deu uma olhada e viu que não tinha nenhum herói por perto isso estava errado, se algum vilão aparecesse deveria ter pelo menos algum herói ou polícial por perto para manter essa área segura, mas como sempre os heróis decepcionam de novo é claro que isso não é uma surpresa para Izuku, ele teve decepção de mais em sua vida, mas agora não era hora para isso.

Ele tinha que salvar uma certa pessoa.

Izuku estava na sua forma Ghost Rider enquanto passava pelo beco, tudo o que ele pode ouvir foi vários passos vindo até ele, Izuku então viu, uma garotinha vindo até ele, ela tinha pele clara, com cabelos pretos ondulados, olhos cor de rubi e ela tinha um par de orelhas de gato preto em cima de sua cabeça, ela usava uma regata e uma bermuda toda esfarrapada. Ela deveria ter no mínimo uns cinco anos no máximo.

- Por favor... me....me ajude....

Izuku viu ela chorar, ela tinha cicatrizes de marcas de chicote e outros cortes e queimaduras em seus braços e pernas, ela tinha algumas marcas de que ela foi acorrentada em suas pernas. Izuku estava furioso, quem faria isso a uma criança? Izuku olha pra trás da criança para ver que eram cinco homens sinistros que estavam procurando por ela, eles não pareciam nada amigáveis, eles eram vilões.

- Garotinha fica aqui e tape os olhos e ouvidos

A garotinha obedece, os criminosos logo viram que era Ghost Rider e por puro medo tentaram se defender um deles parecia ter uma peculiaridade que envolvia uma corrente nos pulsos. Ele dispara em Izuku só pra Izuku a segurar na ponta dos dedos a corrente ele puxa o cara pra perto dele ele o joga no chão e começa a pisar na cara dele com muita força, foi tanta força que a cabeça dele estourou o matando.

- Quem é o próximo? - perguntou Izuku

Dois deles que tinham uma peculiaridade que se envolvia em velocidade, partiram pra cima de Izuku, eles começaram a correr envolta dele e no momento em que eles iriam atacar Izuku, Izuku fica intangível e os dois acabaram batendo em si mesmo, Izuku pegou o seu revolver e atirou na cabeça do vilão, o segundo ele pegou a corrente e o envolveu ele e o puxou pra perto só pra Izuku atirar no coração do vilão.

- Então quem mais? Você agora?

Um vilão com pelo azul, enorme com quatro braços partiu pra cima de Izuku, ele foi pra dar um soco em Izuku, mas ele para com a ponta do dedo, o vilão tenta de novo, com o outro braço, mas de novo Izuku para com um dedo, o vilão se irrita e tenta usar toda a sua força em Izuku mas o mesmo se defende dando um soco tão forte que faz um enorme buraco no peito do vilão, o matando na hora sem problemas.

Só sobrou um vilão, com uma cauda.

O vilão tenta fugir mas Izuku simplesmente taca fogo no vilão o matando na hora sem piedade.

Izuku se aproxima da garotinha

- Oi garotinha! Qual o seu nome? - disse Izuku voltando ao normal

- .... Ruby... senhor....

A menina então começa a chorar, mas Izuku a abraça com força.

- Calma! Tá tudo bem!

- Você sabe o por que?

- Por que eu estou aqui!

Continua 


Notas Finais


E aí gostaram semana que vem tem mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...