História Girl and Zombie? - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Apocalipse, Epidemia, Fantasia, Jungkook, Zumbi
Visualizações 6
Palavras 1.637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 4 - The First Outbreak Of Jungkook


Capítulo 3 

O Primeiro Surto de Jungkook

 

 

2 Meses Depois

__________ P.O.V

 

Durante esses dois meses continuo encontrando Jungkook, porém, minha mãe e irmão desconfiam de algo e a cada dia as desculpas estão ficando cada vez piores.

-- Aonde pensa que vai? -- Minha mãe ditou séria.

-- Como assim?! Eu vou sair!

-- Olha! Eu acho muito bom que você agora tem amigos e que está saindo mais, só que nós nunca sabemos onde você está! -- Preocupação, era isso que tinha na sua voz.

-- Não se preocupe mãe, eu só quero voltar a ter uma vida normal, então, sair  faz  eu me sentir melhor e ter a sensação de que nada disso está acontecendo. -- Nunca contei uma mentira tão boa.

-- Está bem! Pode sair, mas, me liga, por favor! -- Pode deixar!

 

Saí de casa por volta das 13:30. Hoje está fazendo muito frio, parece que o inverno está ficando cada vez mais próximo, as chuvas estão aumentando cada vez mais e por esse motivo, tenho que sair bem agasalhada, tipo, MUITO mesmo. Depois da epidemia de  "mortos-vivos", as pessoas ficaram mais vulneráveis à doenças, já que a imunidade de muitos baixou.

Jungkook e eu não ficamos mais na barreira, por uma vez quase termos sido pegos por um dos caras que faz a ronda. Agora passeamos por uma parte da cidade do outro lado da barreira que é totalmente fantasma, embora não acho que isso seja seguro, até porque nenhum lugar é seguro muito do lado da barreira onde não temos proteção alguma.

Nessas duas últimas semanas, Kookie tem estado estranho. Ele fica muito quieto do nada e estático, ele abaixa a cabeça e resmunga coisas incompreensíveis, as vezes, também treme e se contorce, ou então me abraça e fica com o rosto no meu pescoço um bom tempo, estou com medo de ser algo completamente irreversível.

 

[...]

 

-- Então...você disse que tem algo importante pra me falar... -- Já estávamos no nosso ponto de encontro e nos direcionavamos ao início de uma pequena caminhada pela cidade.

-- E-eu s-sei...es-estou tentando...a-a-arrumar u-um...jeito...d-de t-te...contar -- Uma coisa muito irritante que aconteceu com o Jungkook durante essas duas semanas é que ele gagueja mais do que antes, nove palavras ele fala gaguejando e a décima palavra também.

-- Só conta de uma vez!!! Eu aguento a pressão! -- Disse batendo no meu peito. Ele riu.

-- V-você...n-não p-pode...ma-is m-me...ver. -- Naquele momento, eu congelei. -- Não consigo...t-ter o...cont-trole q-que... tinha.

-- Como assim Kookie? Você tá' dizendo que sente vontade...de...de... -- Soltei o ar pela boca -- Não! Isso tá' errado!

-- ______,  meu anjinho...n-não dá...p-p-pra p-prot-teger...v-você do m-monstro...q-que e-eu sou. -- Enquanto ele falava, nós continuavamos a andar. -- E o seu...c-cheiro j-já e-está p-por....t-todo o-o l-lugar.

 

Isso não é bom, significa que mais zumbis podem vir atrás de mim, e do Jungkook. Zumbis estão mortos, mas não são burros. Eu já não estava bem com as atitudes estranhas do Jungkook, agora mesmo que eu vou ficar mal...sinto que vou explodir. Ele está correndo muito risco em ficar comigo e vice versa. Outra coisa que poucos sabem, é que zumbis não comem só carne humana, eles atacam eles mesmos, tipo, um zumbi come outro zumbi, é um tipo de canibalismo.

-- Não se chame de monstro Jungkook, se você fosse um, não estaria tentando me proteger e sobre o meu cheiro, não tenho culpa de ser tão limpinha. -- Queria fazer Jungkook rir, estava um clima muito tenso. E não é que eu consegui.

Estava indo tudo "bem", até passarmos por debaixo de um poste.

 

-- Grrrr!!! -- Rosnou alto assim que a lâmpada que estava no poste explodiu, fazendo com que  caísse  faíscas da luz e cacos de vidro em nós.

-- Você está bem? -- Ele estava de cabeça baixa, notei que sua respiração estava acelerada. -- Jungkook? -- Não obtive resposta. Ele pôs as mãos na cabeça. Estou começando a ficar assustada.

Ele se virou de frente para mim, seus olhos estavam brancos, a pele estava com as veia em um tom de preto e saltadas para fora.  Comecei a andar para trás a passos lentos.

-- Jungkook!!!!? Para! -- Disse alto quando escutei os ossos dele estralando, ele estava se contorcendo e rosnando, ele vinha andando até mim no mesmo ritmo que meus passos. Jungkook começou a correr, corri também, todavia, virei meu pé e cai. -- Por favor! Jungkook! Devolva o Jungkook! -- Estava desesperada e já chorava por medo e por não conseguir me defender dele. Fechei meus olhos, é o fim.

-- Vai embora! -- Falou com a voz grave e rouca, sua mão direita estava levantada. Olhei para ele assustada e com a respiração desregular. Levantei desajeitada e corri. Corri muito, sem olhar para trás. Passei pela barreira, mas continuei a correr até chegar em casa. Abri a porta com toda a minha força e corri escada a cima em direção ao meu quarto. Já havia anoitecido.

 

[...]

 

-- ______? -- James abriu a porta do meu quarto e entrou. -- O que houve? Seus amigos fizeram algu... 

-- Não, eles não fizeram nada. É mentira! -- O interrompi. -- Eu não tenho amigos, eu menti.

-- O que quer dizer com isso? Se você não tem amigos, aonde você ia e com quem ficava? -- James estava surpreso e um pouco irritado.

-- Eu não posso mentir pra você, vou te contar a verdade. Eu estou me encontrando com o Jungkook. -- Ele me olhou surpreso.

-- Jeon Jungkook? Aquele guri que parece um coelho? -- Assenti. -- Ué! Ele não tava' morto?

-- James! Seja mais sensível por favor!

 

[...]

 

-- E foi por isso que cheguei desesperada aqui em casa. -- Tinha contado tudo para ele, até a parte em que JK é um zumbi.

-- Você só pode ser louca! Dá onde já se viu ir para a barreira, se encontrar com um zumbi e não ter coragem de matá-lo só por ele ser, na outra vida dele, seu namorado!? -- Meu irmão estava irritado.

-- ELE NÃO É... MEU NAMORADO!!! Você não está entendendo James! De primeira eu não o reconheci, só vi que era o Jeon depois que ele tocou minhas mãos! -- A esse ponto, já brigávamos.

-- É claro que entendo, você está saindo com um zumbi _____, UM ZUMBI!

-- Shh, não grita! A mamãe não pode saber. Me escuta... -- Segurei o braço dele.

-- Te escutar? Eu já escutei o bastante! --  Ele tirou minha mão de seu braço bruscamente e se virou para ir embora.

-- Ele é humano, eu sinto isso!

-- HUMANO _______? ELE TENTOU TE ATACAR!!

-- MAS SE CONTROLOU! James entenda, ele ainda tem uma parte humana, ele pensa, chora, ri e fala como uma pessoa normal. Tem algo nele que o faz se lembrar de quem era.

-- Você só pode ter ficado biruta, bateu a cabeça em algum lugar!!!? Eu não posso acreditar em você. -- Falou asqueroso e indignado -- Preciso de um tempo. Não saia desse quarto! -- Abriu a porta do quarto e saiu. Comecei a chorar, ali mesmo no meio daquele pequeno cômodo. Nunca pensei que o meu irmão, o meu próprio irmão, iria me "abandonar"  desse jeito.

Fiquei ali no chão um bom tempo chorando baixinho, até ter uma ideia.

 

-- Preciso encontrar os pais de Jungkook!

 

Os pais dele são cientistas, na verdade o pai dele é, a mãe é uma engenheira mecatrônica, mas acho que eles podem me ajudar. O problema, é sair da cidade sem ser vista. Os pais dele moram em uma espécie de laboratório, que é super seguro, porém longe e só o Jungkook sabe onde fica. Mas, eu não posso levar ele, se o fizer, vou acabar sendo morta, ele atrai outros zumbis e não posso arriscar, ele pode acabar surtando outra vez e daí será o meu fim.

 

-- Já sei!

 

A prima dele sabe onde é. Ainda bem que ela sabe do Jungkook. Pois é! Lembra quando eu disse que quase fomos pegos? Então, a prima dele nos tirou dessa furada.

Levantei do chão e peguei minha mochila. Coloquei duas lanternas, pilhas reservas, rádios, armas, munição, casaco. Me vesti com uma calça preta, regata, timberland, touca, luvas de couro e pus um casaco na mochila. Desci as escadas e fui para a cozinha. Peguei alguns enlatados, água e faca, assim, saí de casa para ir de encontro a Haru, prima de Jungkook. Desculpa James.

[...]

-- Ei, Haru! Desce aqui! -- Dizia enquanto jogava pedras na janela dela. -- Anda logo!

--  O que foi? -- Olhei para frente e encontrei Haru com uma cara de peixe morto. -- Tem ideia de que horas são?

-- Não, preciso da sua ajuda, onde fica o laboratório dos seus tios? -- Disse já sendo direta no assunto, não gosto de rodeios.

-- Você me acordou pra isso? Não podia esperar até amanhã não?! O que você quer fazer lá?

-- É eu te acordei pra isso sim e não, não iria esperar até  amanhã. Eu preciso da ajuda deles, tenho que descobrir o que o Jungkook tem que os outros não têm. -- Ela apenas suspirou e entrou fechando a porta na minha cara. -- Nossa! Mal educada. -- Me virei e sentei nas escadas de frente para o portão.

-- Vamos _______! Se quisermos chegar lá o mais rápido possível temos que sair agora. -- Olhei para trás e vi Haru toda arrumada e com uma mochila nas costas como eu. -- Para de me olhar com essa cara de bunda e vamos logo!

-- Tá', mas como a gente vai sair da cidade?

-- Vamos passar pela barreira, simples.

-- Daí a gente pega um carro e faz ligação direta. Ótima idéia.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...

Cometem o que acharam do capítulo e o que acham que vai acontecer.

*Atenção*

Talvez na próxima semana eu não vou postar nenhum capítulo, pois tenho que ensaiar para um show de talentos na minha escola.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...