História Girl Meets Evil || Jungkook BTS - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Bangtan, Bts, Hentai, Hibridos, Jungkook, Misticismo, Morte, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 594
Palavras 2.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioioi
Obg pelos favs, amo vcs

- o cap nao ficou tão bom mas os próximos serão melhores
Boa leitura sz

Capítulo 2 - Chapter I.


Fanfic / Fanfiction Girl Meets Evil || Jungkook BTS - Capítulo 2 - Chapter I.

“ Te admiro de longe porque de perto é proibido. “

               - ????

Seul, Coréia do Sul – 17 de março, 2007


{ Narrador POVs }


-Hey, calma aí, o que aconteceu ? – perguntou Namjoon, tentando acalmar o vampiro.

- Hyung... Ela voltou. – a raiva e angústia era notável na voz do mais novo.

- Ãhn ? Quem ? – Namjoon perguntou dando passagem pro vampiro entrar.

- A Jihyo, ela está de volta e em forma de uma criança. Isso não pode ser verdade, agora não é a hora. – Jungkook falava enquanto andava de um lado pro outro e puxava os fios de seu cabelo, claramente enraivado.

- Não tem como, você deve ter se confundido, ainda é muito cedo! São apenas 173 anos, não tem como ela ter reencarnado tão cedo. – Namjoon respondeu enquanto procurava explicações cabíveis pra possível reencarnação. – Como você tem tanta certeza ?

- Hyung, quando fui ataca-la, uma dor muito forte se fez em meu peito e quando experimentei de seu sangue tive uma lembrança em forma de visão do dia em que ela matou meus pais e quando me transformou. Eu sei que é ela, o cheiro e o gosto são os mesmos. – se jogou no sofá tentando se acalmar

- Vou ligar pro Jin e perguntar pra ele que porra é essa, não tem como o feitiço ter acabado em tão pouco tempo. – Namjoon vai pra sacada com o celular mas antes que saisse foi interrompido por Yumi.

- Aode está indo ? – Namjoon recebe um selar carinhoso.

- Jagi, onde a Haneul está ? Jungkook está precisando dela. – Yumi é cercada pelos braços do Namjoon, a apertando em um abraço. – Como foi sua viagem ? Curtiu muito? - falou contra a pele quente da Yumi.

- Ela já está vindo e agora não é a hora pra perguntar da viagem, quero saber porque você está assim... Preocupado. – se soltou do abraço e passou a encarar o mais velho, ela realmente o conhecia muito bem.

- É incrível o quanto você me conhece. – riu. – Bom... Possivelmente a Jihyo voltou. – Namjoon fez uma expressão desconfortável e sua voz soava cansada.

- Você só pode estar brincando, né ? – Yumi riu irônica. – Só faz 173 anos, isso não é possível! – aumentou o tom de voz em frustração.

- Ei, eu sei disso, não se estresse também, Jungkook está uma pilha de nervos. - Cercou ambos os lados do rosto da mais nova com suas mãos e os acariciou levemente. - Por isso precisamos da Haneul, tenho que ligar pro Jin, talvez ele saiba o que aconteceu... – deu um selar em sua namorada e foi pro enorme jardim fazer a ligação.


{ Jungkook POVs}


- Vou ligar pro Jin e perguntar pra ele o que porra é essa, não tem como o feitiço ter acabado em tão pouco tempo. - Namjoon falou saindo da sala.

- Não, não, não ! Ela não pode ter voltado! Ainda não estou preparado pra mata-la, aish. – pensei alto.

Fechei meus olhos tentando esquecer disso por um momento até que o cheiro de um perfume feminino invade minhas narinas, fazendo-me abri-los novamente.

- Oppa...? – Ah, sim, Haneul voltou. Ela tinha uma expressão cansada e preocupada, talvez por conta da viagem que acabou de fazer.

- Oi. - respondi com um sorriso forçado.

Estava feliz em vê-la, mas ainda estou muito frustrado para demonstrar alguma emoção positiva.

Haneul ignorou meu tom de voz e atacou meus lábios com um beijo doce e cheio de saudades, correspondo pedindo passagem para aprofundar o ósculo, pedido que automaticamente foi assentido. Ela sentou em meu colo nos deixando em uma posição confortável e gostosa, minhas mãos percorriam o corpo esbelto da minha namorada e assim parando em suas coxas deliciosas, das quais apertei possessivamente e recebi um arfar em troca, eu sabia muito bem o que ela queria naquele momento, mas não estava no clima. Interrompi o beijo separando nossos rostos e a coloquei sentada ao meu lado.

- O que foi ? Por que parou ? – Me perguntou sem entender nada.

- Eu não tô afim disso agora. – respondi friamente.

- Não estava com saudades ? – Perguntou chateada.

- Estava sim, mas estou preocupado demais para isso. – confesso.

- Ah tá, está tão preocupado ao ponto de não querer foder com sua namorada que passou uma semana fora ? Tá bom então Jeon. – Ela ficou realmente nervosa.

- Sabe, a Jihyo provavelmente voltou, então, sim, estou tão preocupado ao ponto de negar uma foda. – Me enraivei também e ela pareceu compreender.

- O quê ? Mas já ? – tinha ficado surpresa. – Me desculpe oppa, não sabia disso. – deu uma leve corada. Não posso negar, ela é linda.

- Não tem nada não, venha cá. – deitei no sofá, puxei seu corpo para deitar comigo e o aninhei ao meu. Fiz cafuné em seu cabelo, coisa que ela amava. Haneul grunhiu roçando sua cabeça contra minha mão, em busca de mais contato.

- O que você pretende fazer com essa notícia? – Respirou fundo, preocupada.

- Não sei como, mas pretendo matar aquela vadia da pior forma possível. – falei confiante.

- Amor, você sabe que a Jihyo é muito poderosa e você ainda não conseguiu controlar seus poderes completamente, saiba bem o que vai enfrentar. – Me alertou.

-Eu sei disso, não se preocupe, eu já sei o que fazer. – Eu não tinha a menor ideia do que iria fazer.

- Se você diz... – o silêncio se fez presente.

Eu realmente não sabia o que fazer, mas ver a Haneul preocupada também não irá ajudar, preciso pensar logo em algo, se aquela criança deixar o espírito da Jihyo escapar toda aquela dinastia vai voltar, última coisa que eu quero é ver aquela vadia no poder novamente.

Pensando em formas de acabar com aquilo tudo, adormeci.


{ Namjoon POVs }


- Ei, eu sei disso, não se estresse também, Jungkook está uma pilha de nervos. - Utilizei minhas mãos para  cercar seu delicado rosto, com os polegares, fiz carinho em suas bochechas. - Por isso precisamos da Haneul, tenho que ligar pro Jin, talvez ele saiba o que aconteceu... – Selei os lábios da minha amada e fui ao jardim fazer a ligação.

*Call on*

- Jin-Hyung... O QUE ACONTECEU ? – Gritei. Ele sabia muito bem o que estava acontecendo.

- Não grite, aish. Eu não sei, tá bom ? Eu não sei. – falou decepcionado.

- Tem certeza que você não faz a menor ideia ? – ele tinha que saber de algo.

- Eu sei que jogaram outro feitiço nela e assim o antigo se quebrou, mas não sei quem fez isso e nem como... Jungkook está bem? Como ele reagiu à notícia? Já já eu estou voltando pra casa. - falou frustrado.

- Ele está bem sobrecarregado, ele experimentou o sangue da menina e teve a lembrança daquele dia, provavelmente está com muita raiva, e triste também. - Suspirei.

- Ah, ok, eu apareço aí daqui a pouco, já sei o que fazer. – desligou

*Call off*


Cocei o cabelo em frustração. Senti uma presença a mais no jardim, quando me viro para ver quem é, sou surpreendido por Yumi pulando em minhas costas.

- Já está melhor, Oppa ? Eu estava morrendo de saudades de você. – falava distribuindo beijos na minha nuca, arrepiando os pêlos daquela área.

- Estou melhor sim, agora desça daí. – ela desceu e me cercou em um abraço carinhoso, colando nossos narizes.

- Sabe do que mais eu estava com saudades ? – Falava manhosa enquanto beijava e mordiscava a pele do meu pescoço, me causando arrepios.

- Hmm, do que ? – ah, eu sabia muito bem, mas ouvi-la falar será bem melhor. Em um impulso coloquei Yumi em meu colo, minhas mãos a seguravam possessivamente pelas coxas, ato que a fez arfar contra meu ouvido.

- De senti-lo dentro de mim, de deitar ao seu lado depois de uma boa foda, de beijar suas costas molhadas de suor. – falou pausadamente e mordiscando o lóbulo da minha orelha, Ah sim, ela era bem safada quando queria.

Antes que eu pudesse fazer algo para saciar seu desejo, fomos interrompidos por outra pessoa.

- Opa, vocês fariam isso no jardim? Sério? Que desrespeitoso... – Jin-Hyung se fez presente. Ele batia palmas e tinha um tom brincalhão.

- Jin! – Yumi pareceu não se importar com a brincadeira, afinal estava com saudade do mais velho. Correu e o abraçou, sendo retribuída rapidamente.

- Cof – forcei uma tosse falsa. – vocês dois já acabaram ? – fingi sentir ciúmes.

- Pare com isso, oppa. – Yumi revirou os olhos e se soltou do Jin.

- JIN-HYUNG, QUE SAUDADE. – pulei nos braços do Hyung  como se eu fosse um neném e ele me agarrou por surpresa.

- Aish, me largue. – ele me largou no chão.

- ok, agora sou eu quem está com ciúmes. – Falou Yumi em tom de brincadeira.

- Onde Jungkook está ? – Perguntou-me Jin.

- Acho que está na sala com a Haneul. – respondi.

- vamos até lá, vou contar detalhadamente o que vocês irão fazer. - falou seguindo até o enorme portão principal.

Fomos até a sala e Jungkook estava dormindo com a Haneul no sofá.


{ Jungkook POVs }


Abri os olhos e os fechei automaticamente ao sentir a luz queima-los, além disso, a sala estava barulhenta, o que me fez despertar.

- Aish, calem a porra da boca. – esbravejei e acabei acordando Haneul, que despertou sonolenta e sentou-se ao meu lado.

- Oi pra você também, Jeon. – Jin hyung falou.

- Oh, oi Hyung... Já está sabendo na nova notícia? – perguntei desanimado.

- Então, é sobre isso que eu quero falar com todos. – falou sério. – Não quero que você fique bravo comigo... Bom, como você sabem, eu que selei o espírito da Jihyo e o amaldiçoei a ficar pelo menos quinhentos anos preso no inferno das almas, porém, algum feiticeiro desfez essa maldição e agora a Jihyo voltou. - respirou fundo. - Tudo bem até aí, mas eu já sabia dessa reencarnação há muito tempo, o nome da menina que está com o espírito dela é Wang Hana, ela tem apenas 7 anos e nunca despertou nada em relação à vampira, ou seja, ela ainda é uma criança normal, como as outras. - falou colocando as mãos no bolso da calça.

- COMO ASSIM VOCE SABIA DISSO E NÃO ME CONTOU ? QUAL O SEU PROBLEMA? – Como assim o Jin hyung sabia da volta da Jihyo esse tempo todo e nunca me contou ? Aish, que raiva.

- Calma Jungkook, ele fez pra te proteger! – Haneul exclamou

- Haneul, fique fora disso, isso não remete a você. – Falei friamente me levantando e indo em direção ao Hyung. – Eu acreditei em voce, porque não me disse antes ? PORQUE ? – gritei as últimas palavras. 

- Veja só, se agora que você aprendeu a controlar seus poderes está tendo essa reação infantil, imagine como seria se você soubesse da volta dela a um tempo atrás. – revirou os olhos. – eu posso te ajudar a mata-la mas você vai ter que se controlar.

- Continue. – respondi relutante.

- Primeiro, respeite seu hyung, sou mais velho e sou o responsável por  você, então  se acalme. – falou apontando pra mim e me fuzilando com os olhos. - Segundo, você vai acompanhar o crescimento da menina de longe e vai ver se ela desperta algum poder.

- Você sabe que eu não posso ficar saindo assim o tempo todo né? O conselho está querendo me matar e isso não é novidade. - falei revirando os olhos.

- Claro que eu sei, mas não se preocupe, daqui a um tempo ela vai morar na cidade e iremos acompanhá-la, e nós...- apontou pros três atrás de mim; Namjoon, Yumi e Haneul. – iremos te ajudar, além disso tem o Taehyung que está infiltrado no Conselho, ele nos ajudará também.

- Pra mim tanto faz, contanto que eu mate aquela vagabunda. – falei saindo do cômodo e indo pro meu quarto.


{ Narrador POVs }


Haneul tinha ficado muito triste com Jungkook pela forma em que ele a tratou. Depois que o vampiro saiu do cômodo Namjoon o seguiu. Subiu as escadas e entrou no quarto do mais novo.

- Jeon Jungkook. – falou sério.

- O que você quer ? – respondeu ríspido.

- Quero que você se desculpe com a Haneul pela forma em que você falou com ela. Ela é sua âncora, não pode tratá-la daquela forma. - sentou-se na beira da cama.

- Hmm. – pareceu pensar por um momento. – Hyung, quando eu vi aquela menina, a Hana, senti que deveria a matar mas ao mesmo tempo eu quis a proteger, ela estava chorando e estava machucada, provavelmente perdida. Eu não sei, estou confuso, me senti muito estranho.

- Não diga besteiras, vou chamar a Haneul e você vai se desculpar com ela. – mudou de assunto saindo do quarto, deixando um Jungkook confuso para trás.

...

Haneul entra lentamente no quarto do vampiro.

- O que você quer ? – perguntou a híbrida.

- Me desculpe pela forma em que tratei, eu estava nervoso e falei por falar. – falou quase em sussurro, mas sabia que ela tinha escutado.

- hum, eu desculpo, mas não faça aquilo novamente. – Jungkook sorriu levemente e a chamiu para deitar na cama com ele, e assim adormeceram agarradinhos.


...


Notas Finais


Obg por ler sz
Se gostou de o fav sz

- os próximos capítulos serão o desenvolvimento da história, bjbj

- não se esqueça que comentários são importantes, mesmo que seja só um "continue", obrigada.
❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...