História Girl Problem (JERRIE) - Capítulo 71


Escrita por:

Postado
Categorias Little Mix
Personagens Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Leigh-Anne Pinnock, Perrie Edwards
Tags Jerrie, Lesy
Visualizações 112
Palavras 859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, LGBT
Avisos: Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 71 - 71


 

4 of 14 days.

Jade acordou cedo naquela manhã, ela levantou, tomou seu banho, se perfumou e fez suas higienes. Foi até o pequeno armário que tinha no quarto e vestiu um biquíni vermelho, uma regata branca e por último um short curto preto, calçou seus chinelinhos, arrumou seu cabelo, pegou uma toalha e a carteira de Perrie, logo saindo para fora do quarto onde a alfa ainda dormia.1+

Ela foi até o elevador calmamente e desceu até o restaurante do hotel, onde comeu pãezinhos de queijo e tomou suco natural de morango. Ela se sentia bem naquela manhã, apesar de ter dormido incrivelmente mal por causa da sua alfa.

Quando terminou de comer, ela pagou pelo seu café da manhã e voltou ao elevador, onde subiu para a cobertura do hotel, que tinha piscina, espreguiçadeiras e um sol maravilhoso onde ela podia se bronzear.

A ômega adorava o clima no Brasil, em um dia chovia e no outro o sol brilhante e quente já se fazia presente, fazendo os dias ficarem lindos e ensolarados, coisa que era difícil de acontecer em Londres.

Jade foi em passinhos rápidos até uma espreguiçadeira, sentou-se nela e tirou sua regata e o short, ficando apenas com o biquíni vermelho, que valorizava suas pernas grossas e principalmente sua bunda grande. Ela deitou na espreguiçadeira de bruços e pegou o celular, onde respondeu à algumas mensagens de Debbie que perguntava como estava a viagem e também ligou para a sua mãe.

- E como está a viagem, ursinho? – Clara perguntava animada do outro lado da linha.

- Está ótima mamãe. – Respondeu, mas não estava tão legal assim ultimamente.

- Tem certeza, Jay? Você me parece meio desanimada. – Norma sempre sabia quando tinha alguma coisa errada com seus filhos.

- É a Perrie. A gente meio que discutiu ontem e ela saiu e voltou tarde. – Falou cabisbaixa.

- Oh minha querida, e você ainda está sem falar com ela?

- Ela ainda não acordou. Estou aqui na parte onde tem piscina.

- Fale com ela, tenho certeza que vocês se resolvem. – Ela falou docemente e Jade escutou alguns ruídos do outro lado da linha. – Preciso desligar, ursinho. Seus irmãos estão se matando, aproveite sua viagem. Eu te amo e sinto saudades.

- Boa sorte com eles mãe. – Riram. – Te amo, sinto sua falta. – Desligou o celular e largou o celular, deitando sua cabeça na almofada confortável da espreguiçadeira e fechou os olhos.

.X.

Por volta das 11:15 da manhã, Perrie acordou e passou seu braço ao lado da cama, procurando inconscientemente pela sua ômega, mas abriu abruptamente seus olhos quando encontrou o lado da cama vazio e gelado.

Perrie levantou rapidamente, procurando por Jade pelo quarto todo, mas não tinha nenhum sinal da ômega por ali. A dor de cabeça estava quase insuportável, mas sua preocupação com Jade estava maior. A alfa se xingava mentalmente por ter saído e bebido na noite anterior com Louis e Harry, ela não devia ter deixado Jade sozinha.

Quando Perrie fez sua higiene e se vestiu, ela correu para o restaurante do hotel à procura de Jade, foi para alguns andares, mas nada. Nem um sinal de Jade. Mas então ela lembrou da cobertura e foi rapidamente em direção ao elevador.

E quando ela chegou quis morrer, Jade estava sozinha em uma mesinha, sozinha e de cabelos molhados, com um prato de comida e um copo de suco, comendo graciosamente com a toalha sobre seus ombros tampando seu corpo.

Perrie queria muito se bater por tê-la deixado sozinha duas vezes, em menos de 24 horas. Ela se aproximou da ômega pequena, puxou uma cadeira da mesinha ao lado e sentou-se em frente a Jade na mesa redonda.

Mas a ômega nem levantou o olhar.

- Amor, eu-

- Não fale nada, eu não quero ouvir suas desculpas. A única pessoa que realmente está aproveitando essa viagem sou eu, e somente eu. Fiquei sabendo que você saiu com dois caras ontem à noite, o que custava ter ido me avisar ou pelo menos ter mandado uma mensagem?

- Eram dois alfas.

- Não me interessa quem era ou deixava de ser Perrie, eu fiquei preocupada. Pedi sua comida preferida daqui porque eu queria me desculpar por ter duvidado de você, mas você nem apareceu e eu perdi a fome e fui dormir. Sério, se você não queria ter vindo para cá podia ter me dito, eu teria vindo com a minha mãe.

- Me desculpa Jade, por favor.

- Só isso que você tem a dizer? Sinceramente, vai se foder.

- Eu estou muito arrependida, solzinho. Eu estava irritada e encontrei Louis e Harry, a gente conversou e bebeu um pouco. Eu nunca deveria ter deixado você sozinha. Eu te amo muito e eu estou arrependida, por favor Jade. – A alfa pegou na mãozinha da ômega e a acariciou, olhando com aqueles olhos azuis e pidonhos para Jade. A ômega tirou sua mão de perto de Perrie e se levantou.

- Eu estou indo para o quarto, pague minha comida. – E simplesmente saiu, deixando Perrie frustrada e com um bico do tamanho do mundo para trás.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...