História Girls, Girls, Girls - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Mötley Crüe
Personagens Mick Mars, Nikki Sixx, Personagens Originais, Tommy Lee, Vince Neil
Tags Nikki Sixx
Visualizações 7
Palavras 987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei mas aqui estou kkkkk ❤

Capítulo 17 - You're just jealous, baby



— Enfim, o que poderemos fazer? — Apagou a chama de seu cigarro na pobre toalha de plástico da mesa, fazendo um buraco se abrir por causa do calor. — Temos muutas horas restantes até o fim do dia e principalmente até a festa.

— Você pode ter, eu não...— Apoiei minha cabeça para trás, com tédio expresso no rosto. — Tenho que lavar o carro e mais tarde ir para a casa da Frey, de manhã arrumamos tudo para a festa.

— Ela não te deixa em paz — Sorriu, debochando de mim.

— Amigas mulheres normais, com vida social, classe alta e sem graça são assim. — Me levantei do assento de madeira, fazendo com que o moreno me acompanhasse.

...

Depois da caminhada até a casa e minha troca de roupa, gastaram-se chutados vinte e cinco minutos. Eu estava pronta com o balde de água, esponja e pano, vestida com uma regata branca e um shorts jeans, parecia ter saído de algum filme besteirol juvenil comum.

Fechei todas as janelas do carro, depois de um tempo girando a manivela para levantar aquele vidro maldito que só emperrava e fazia um barulho insuportável.

— Uau! Vão gravar um filme pornô aqui? — Tommy colocou sua mão na testa, procurando algo — Cadê as câmeras?

— Hurr durr — Fiz expressão débil, mergulhando a esponja no balde e a balançando em direção à Thomas.

— O que está acontecendo? — Nikki surgiu na janela empoeirada da casa, com seu óculos escuros e uma blusa leve.

Nenhum de nós dois respondemos algo, Thomas apenas pegou a mangueira enquanto eu estava de costas, mirou em mim e ligou a torneira. Aquela água gélida "bateu" em minhas costas, estremeceu-me por inteirou.

— Toma essa! — Gritou Lee, rindo malignamente de mim.

Nikki surgiu com uma polaroid, fotografando aquele momento infantil., Vince apareceu também rindo da cena.

— Seu idiota, pare! — Eu disse com dificuldade, tentando me proteger do jato de água com minhas mãos, correndo para trás do carro.

— Você pediu guerra, Robyn! — Aumentou a potência da água.

— Agora você vai ver, Tommy! — Avistei lama, resultada pela água que Thomas estava a desperdiçar, enchendo minhas mãos com ela, deixando a com formato esférico e a lançando em direção ao jovem. Mas com minha péssima pontaria, acertei a mais nova calça de Vince. — Oh... — Tapei minha boca com as mãos, demonstrando surpresa.

— Merda — Sussurraram Nikki e Tommy, me fazendo morder o lábio inferior.

Vince olhou para a calça e para mim, repetidas e lentas vezes, até eu apenas ouvir seu grito:

— Vaca! — Largou sua cerveja, pegou a lama de sua calça e veio em direção à mim.

— Não! Vinnie, eu lavo sua calça! — Falei rindo, enquanto contornava o carro com Neil me seguindo.

— Você vai lavar à mão! — Ele correu até mim, me virou para ele, segurou meus braços com uma mão e passou aquela lama no meu rosto.

— Pare! — Tentei me livrar do loiro, sem um mínimo sucesso.

As pessoas bem confortáveis em seus casacos quentes, viam nossa cena, balançavam a cabeça negativamente desviando-se das bolas de lama e dos jatos de água.

Mas, somos jovens ainda, não vamos ficar sentados no sofá e ver o jornal!

— Que merda, está chovendo! Bendita Califórnia! — Riu Neil, pegando-me no colo, indo ao meio da rua, girando nós dois, enquanto eu desferia tapas em seus ombros e a chuva nos molhava.

...

Pov – Vince

Robyn estava tomando banho quente depois da chuva que a fiz levar, apenas esperava a garota sair do banheiro para que eu pudesse fazer o mesmo que ela.

— Nikki, vou te falar a real, a Robyn é a puta de uma gostosa, fique esperto, vou roubá-la de você! — Encostei minha mão em seu ombro, rindo e o fazendo repetir o sentimento de maneira falsa.

— Eu sei que ela é gostosa.— Tragou seu cigarro.

— Ela é sua namorada agora? — Coloquei as mãos na cintura e ri.

— Sim, quase isso.

— Então é só uma peguete, babaca. — Balancei a cabeça e saí do local indo em direção ao corredor do banheiro.

Adorava irritar Nikki, mas como eu já havia saído com Robyn e ela vivia naquela casa cheia de homens, irritar o baixista era mais fácil, mas ele não sabia do lance entre mim e a loira.

Pov – Robyn

Saí do glorioso banho quente, que me fez sentir mais leve, e vesti um jeans velho uma jaqueta quente e meus clássicos coturnos. No momento me encontrava me maquiando com apoio do pequeno espelho de bolso, quando Nikki quase quebrou a porta, invadindo o quarto.

— Nikki! Que merda, mais delicadeza, meu bem! — Coloquei a mão no tórax, e revirei os olhos.

— Tenho que te perguntar algo! — Bufou e trancou a porta, se sentando de frente para mim na cama — Você e Vince tem alguma coisa?

— Alguma coisa? Tipo o quê? — Me fingir de songa era melhor do que tremer por inteiro pelo acidente com Vince.

— Vocês transam ou, se pegam? 

— Ah, não! Claro que não — Peguei em seu queixo. — Está com ciúmes?  — Fiz a expressão de quem estava a falar com uma criança.

— Não. Foi só uma pergunta! — Ele franziu a testa.

— Ah, docinho, você é tão fofo! — Balancei seu queixo. — Agora eu tenho que ir, sweet, Freya me espera. 

— Nem uma despedida? — Quando fui me levantar, Nikki pegou na minha mão.

— Claro, como pude me esquecer?! — Dei-lhe um selinho breve. — Vá amanhã na casa da Frey, e convide os rapazes, estarei com saudades.

Nikki me olhava pela janela enquanto eu estava no meu Impala acenando para o moreno. Eu acho que cada vez estou me apegando mais, talvez seja amor. 

Mas sinto que algo ruim vai acontecer



Notas Finais


Eu estou com um bloqueio que só Deus, af. Por isso posso demorar um pouco para postar eps, mas não desistam de mim, amores ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...