História Gisa e Maven forbiden love - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Rainha Vermelha
Personagens Elara Merandus, Evangeline Samos, Farley, Gisa Barrow, Julian Jacos, Kilorn Warren, Mare Barrow, Príncipe Maven Calore, Ptolemus Samos, Sara Skonos, Tiberias Calore "Cal" VII, Tiberias Calore VI
Tags Gisa Barrow, Maven Calore, Mistérios Drama, Rainha Vermelha, Romance
Visualizações 43
Palavras 1.402
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Somente o passado existe


Fanfic / Fanfiction Gisa e Maven forbiden love - Capítulo 21 - Somente o passado existe

_ E agora o que fazemos ? Perguntou assustada.

_ Vamos ter que esperar que notem que o elevador parou e nos tirem daqui.

_ E vai demorar muito pra eles perceberem ?

_ Talvez só amanhã cedo, Respondeu tranquilamente.

_ Ah eu vou ser mandada embora depois de um dia apenas de trabalho falou sentando - se no chão.

Ele se agaixou e tocou seu rosto a fazendo olhar nos seus olhos antes de dizer :

_ Prometo que não vou deixar nada acontecer a você Gisa.

Estava surda ou ele acabou de chama- lá pelo seu nome sem a o menos nunca ter o dito.

_ Como sabe o meu nome ? Perguntou curiosa.

_ Ouvi chamarem  na assim, respondeu simplesmente.

_ Meu nome todo é Gisa Barrow eu tenho uma irmã que também trabalha aqui o nome dela é Mare, disse um tempo depois para puxar assunto.

_ Ela é sua irmã mais velha ou é a caçula.

_ Além dela eu tenho mas três irmão mais velhos sou a caçula da família.

_ Nossa não sei se aguentaria ter tantos irmãos mais velhos ter um só já  é tão complicado.

_ É mesmo principalmente pra ver televisão se você não for boa de briga .

Maven riu de seu comentário.

_ Eu e meu irmão sempre tivemos muitos problemas.

_Trabalho aqui a um dia só mas ouvi dizer  que se dão muito bem.

_ Aparentemente sim mas não é bem desse jeito é muito difícil a nossa relação principalmente pelo meu pai ele faz muita distinção entre os dois e quase sempre que brigamos tenho que pedir desculpas mesmo que esteja certo pra não desagradar meu irmão.

_ Por que ele vai ser rei um dia ?

_ Pra não deixar cair a máscara,  respondeu parecendo lamentar algo.

_  Máscara de que ?  perguntou começando a se sentir intrigada.

_ Do irmão perfeito em que se pode confiar cegamente.

_ É mais importante ele confiar em você do que poder ser você mesmo, sem precisar se esconder. 

_ A regra do jogo aqui é esconder o seu coração, ele nunca leva você a o lugar onde quer chegar.

_ É um jeito  duro de enxergar as coisas.

_ É um jeito bom para  sobreviver num mundo cruel como esse.

Maven parecia ter mais experiência de vida do que algumas pessoas mais velhas que conhecia concerteza ja havia passado por muitas coisas que o fizeram amadurecer.

Coisas ruins.

Olhou para ele por um tempo buscando fragmentos da criança que um dia foi, parecia saber o que estava procurando e começou a falar denovo para distrai - lá.

_ Essa conversa tá muito pesada pode acabar derrubando o elevador ,vamos falar de outras coisas que não sejam a minha família.

_ A última coisa que eu quero é que isso daqui despenque.

Já haviam passado três horas percebeu pelo relógio de pulso de Maven e nem tinha percebido o tempo passar enquanto conversavam,  ele era tão diferente dos prateados que conhecia nem pareciam ter nascido pra sentirem repulsa um pelo outro. 

Era tão encantador principalmente quando sorria.

_ Você é tão bonita.

Estava olhando para ela de uma maneira diferente de antes e  seu coração batia mais forte e sua pele corava por isso.

_ Eu sou vermelha Maven, disse tentando o fazer voltar a realidade.

_ É a garota mais incrível que eu ja conheci.

_ Não sou ninguém sabe disso.

_ Pra mim você é a pessoa mais importante do mundo falou pegando na sua mão.

Sua pele inteira se arrepiou com aquelas palavras.

_Não devemos fazer isso.

_ Não devemos mais podemos foi o que disse antes de a beijar.

Os seus lábios estavam nos seus e a sua língua fazia movimentos provocantes dentro de sua boca.

Aquilo era tão bom.

Separam - se quase  sem fôlego e ele a olhou buscando aprovação para outro beijo e ela o puxou para si novamente.

Era uma loucura sabia disso mas a sensação de sua boca na sua era tão maravilhos

As mãos dele percorriam suas costas enquanto as suas seguravam sua nuca podia sentir sua temperatura aumentando conforme o beijo se aprofundava.

Não acreditava que estava tendo seu primeiro beijo com um Príncipe de verdade, era  o momento mais perfeito de todos da sua vida.

ENQUANTO ISSO NA CASA DOS BARROW

_ Ainda bem que voltou precisamos conversar disse Mare a pegando a irmã pela mão. 

Parecia aflita.

_ O que foi ? 

_ Vem comigo rápido.

_ Aconteceu mais alguma coisa ruim como voltarmos no tempo.

_ Veja por si mesma e me diga o que acha disso falou abrindo a porta do quarto e mostrando a sangue nova responsável por tudo isso deitada na sua cama.

_ Como... O que ela está fazendo aqui ? Pode ser uma armadilha disse de uma vez só. 

_ O Samos tava obrigando ela a o ajudar ameaçando a família dela por isso fez aquilo.

_ Aquele homem é  mesmo horrível foi ele quem fez isso falou olhando as marcas em sua pele.

_ Ele tentou a matar porque não era mais útil.

_ Como assim ela pode viajar no tempo isso é muito útil embora perigoso.

_ O máximo que ela voltava antes eram em horas, dias semanas, um mês talvez voltar quase três anos foi demais está sobre carregada desde que voltou não pode mais usar os poderes.

_ Então não pode nos levar devolta.

Aquilo a fez perder as esperanças que tinha de acordar a o lado de Maven novamente como se nada tivesse acontecido.

_ Não existe lugar nenhum pra nois voltarmos.

_ É claro que existe ! Do que está falando ? Disparou.

_ Assim que eles mexeram no passado mudaram o futuro é como se aquela vida que tivemos  fosse só um sonho.

_ Não pode ser falou deixando as lágrimas escorrer e sentando - se na cama.

_ E ainda tem mais.

_ Não sei se quero ouvir.

_ Assim que ela morrer nois que viemos do futuro vamos desaparecer.

_VAMOS MORRER ! Gritou.

_ Não podemos ficar no mesmo tempo que nossos antigos eus sem a presença dela, respondeu em meio a algumas lágrimas.

_ Mas nois duas desse tempo vamos continuar vivas  não vamos ? 

_Sim mas não sei por quanto tempo.

_O que mais pode dar errado ? Disparou.

_Volo Samos mandou uma carta pra si mesmo contando tudo o que aconteceu com o rei  que Maven planejou tudo com a mãe pra roubar o trono e culpar o irmão pela morte do pai, ele deu as datas falou sobre nois tudo.

_ E agora estamos no mesmo lugar que ele sem saber de nada falou bagunçando os cabelos ruivos.

_Exatamente.

_ Podemos fazer o mesmo que ele e escrever uma carta pra nois mesmas não podemos ?

_ E aonde deixaríamos as cartas no Palácio onde eles vijiam todas as correspondências que os vermelhos recebem. 

_ Vamos deixar aqui então.

_ É arriscado eles podem inventar algum pretexto pra entrar aqui e revistar tudo amanhã mesmo.

_ Podemos deixar uma pista que só nois mesmas entenderiamos e deixar em outro lugar.

_ Eu não  consigo pensar em nenhum lugar seguro acho que podem estar atrás de nois e...

_ Devem estar mais preocupados em tentar saber como reagiram a noiticia.

_ Acho que sei um  lugar.

_ Assim que terminaram Mare levou as cartas para o lugar e Gisa deixou as pistas.

Quando voltou a garota dava seus últimos  suspiros.

_ Não tem nada que possamos fazer mesmo por ela.

_ Não do contrário eles teriam feito alguma coisa não iriam querer perder alguém com a habilidade dela.

_ Mare antes que seja tarde demais  eu quero saber se tenho o seu perdão por tudo que aconteceu entre nois no passado ou no futuro nem sei mais.

_ Eu ia perguntar a mesma coisa pra você.

_ Ia mesmo ? 

_ Fui muito dura com você, cruel até .

_ Eu também errei Mare devia ter te contado antes e procurado você até fazermos as pazes depois de ter te dado um tiro.

_ E eu devia ter protegido você aquele dia a o invés de  ficar tentando matar o Maven embora ele merecesse.

_ Senti tanta saudades suas.

_ Eu também.

E assim as duas se abraçaram antes  da garota em cima da cama dar seu último suspiro.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...