1. Spirit Fanfics >
  2. Give me this love >
  3. "Eu falhei miseravelmente"

História Give me this love - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Eu voltei hoje mesmo e talvez volte mais pq estou muito inspirada poxa

Capítulo 23 - "Eu falhei miseravelmente"


Fanfic / Fanfiction Give me this love - Capítulo 23 - "Eu falhei miseravelmente"

- Chega. - Digo afastando o mesmo ainda com os olhos fechados sentindo a respiração do mesmo sobre mim. - É sempre assim, você me beija, me toca, mexe comigo e depois vai embora, eu estou cansada disso Hyuck. - Digo com olhos marejados. - Você disse que me amava Hyuck, e agora você finge que nem me conhece... 

O mesmo se cala se afastando enquanto mexe em seus cabelos aparentemente nervoso, apenas solto uma risada vendo que ele ao menos se importava para tudo que  havíamos passado juntos. 

- Você me obrigou a fazer uma escolha e eu fiz. - Ele diz cínico. - Vocês todos dizem que eu sou o culpado, mas você quis sair disso tudo, não eu. - O mesmo diz apontando para mim meio alterado. - Você que finge não me conhecer pelos corredores e desde que terminamos evita falar comigo. 

- Porque toda vez que eu te vejo a primeira coisa que eu quero é te beijar, te abraçar, te tocar e ser correspondida! Porque eu amo você Donghyuck e você sabe disso! - Digo tão alterada quanto ele. 

- Se você quer porque não faz? - O mesmo pergunta com o rosto próximo ao meu outra vez.

- Porque eu não sou do tipo que apenas fica com alguém, eu quero amar e ser amada, eu quero companheirismo Hyuck. - Digo me afastando mas o mesmo segura minha mão. 

- Você sabe que eu te amo, mas não irei abrir mão do meu sonho por um capricho seu. - O mesmo diz me fazendo rir.

- Um capricho meu? Parabéns Hyuck, pode ter certeza que isso não voltará a acontecer entre nós.  - Digo me soltando do mesmo que parecia não querer soltar minha mão.

Saio do local indo ao encontro de Mark, eu queria estar com ele, chorar no ombro dele, afinal ele era meu melhor amigo. Mas por uma infelicidade esbarro com Junghoe que segurou meu braço com força me fazendo gemer baixo pela dor, sem dizer nada o mesmo me arrastou até sua sala mesmo quando eu perguntava o que ele estava fazendo o mesmo não respondia apenas me arrastando pelo corredor.

- O que é isso? - Pergunto após ser jogada por ele na enorme sala.

- Eu que  te pergunto, agora você vem para empresa para passear e ficar de pegação com seus brinquedos? - O mesmo indaga me deixando completamente irritada. 

- Olha Junghoe, em primeiro lugar eu peço que você me respeite porque eu não lhe falto o respeito e segundo, eu não trabalho para você e já pedi a demissão, você não tem direito de impor nada entende? - Digo tentando manter a calma. 

- Respeito? Para uma vadia como você? - Antes que o mesmo dissesse mais alguma coisa lhe virei um tapa.

- Não me confunda com essas outras que você está acostumado comer para dar um debut. - Digo tentando manter a calma.

- Sabe Somin? Eu conheço muitas como você, pele de cordeiro mas é um lobo, você se faz de santinha mas na verdade é como todas as outras...

- Eu quero minha quebra de contrato hoje, ou eu te processarei. - Digo saindo da sala.

Eu segurava minhas lágrimas com todas minhas forças, esbarrei em Hyuck pelo caminho já que o 127 estava por ali e logo vi Mark, fui até o mesmo e o abracei com força finalmente chorando, o mesmo me abraçou com força sem perguntar o que tinha acontecido já que todos nos olhavam curiosos mas apenas me abraçou.

- Vai ficar tudo bem... - O mesmo disse fazendo carinhos em meus cabelos.

Point of view: Na Jaemin. 

Depois de um bom dia de prática para o novo e possivelmente último comeback do Dream já  que todos tínhamos decidido sair desse inferno  em que vivíamos, fui buscar um café com Jeno, hoje o dia estava mais animado, estavamos conversando sobre tudo super animados.

- Acho que vou pegar só um chá mesmo, ando muito agitado, café vai so piorar. - Jeno diz me fazendo rir. 

- Você agitado? Você está praticamente dormindo o dia todo Jeno.  - Digo vendo o mesmo rir. 

Nossas risadas cessam após ver Mark completamente histérico no telefone como se brigasse com alguém, fomos  até o mesmo que de tanta raiva jogou o telefone no chão uma ação que nos preocupou já que o mesmo está sempre calmo.

- Ei cara, o que está acontecendo? - Pergunto tocando seu ombro.

- Ah Jaemin... - O mesmo diz como se estivesse hesitante em dizer. 

- Diz logo Mark. - Jeno diz sério. 

- Junghoe chamou a Somin de vadia e foi desrespeitoso com ela mais uma vez, além do braço dela estar roxo por ele ter lhe arrastado pelos corredores a puxando pelo braço. - Mark fiz irritado. 

- Onde ela está?  - Jeno questiona sério enquanto eu respiro fundo tentando me acalmar. 

Enquanto Jeno e Mark conversavam o meu sangue fervia, eu havia prometido que ninguém lhe faria mal enquanto eu estivesse ali e falhei miseravelmente nisso, passo as mãos pelos meus cabelos tentando conter minha raiva mas falho outra vez indo em direção a sala daquele maldito.

- Jaemin? Onde você pensa que vai? - Mark questiona me segurando mas me solto voltando ao meu destino.

- Jaemin! - Jeno grita já imaginando o que eu faria.

Adentro a sala do mesmo que estava olhando a vista da janela e sem esperar que o mesmo diga algo vou até o mesmo lhe depositando um soco que logo é correspondido, o que se tornou uma briga séria. Ele era mais forte que eu, mas eu também não iria facilitar, segurando em seu colarinho o encostei na parede voltando a soca-lo depositando toda minha fúria sobre ele o que lhe fez começar a sangrar, Jeno e Mark logo vieram nos separar sabendo que eu não iria parar até mata-lo, ou pelo menos quase isso.

- Chega! - Jeno diz me puxando para longe de Junghoe que agora estava caído no chão aparentemente com o nariz quebrado. 

- Da próxima vez que você ousar encostar na Somin eu te mato seu desgraçado! - Digo limpando o sangue que havia em meu rosto.

Saio dali dando de cara com Hyuck que estava assistindo tudo em silêncio, pensei em dizer o quão nojento ele havia se tornado mas não valeria a pena, passei esbarrando de propósito no mesmo indo a procura de Somin.

Point of view: Kim Somin.

CASA DOS NA, SEUL

Eu ao menos havia tido coragem para ir ao dormitório pegar minhas últimas coisas que estavam lá e me despedir das garotas, eu estava mal, péssima na verdade. Tudo aquilo com Haechan e agora isso com Junghoe, meu braço estava roxo pela pressão que ele havia feito ali e eu me sentia horrível com aquilo, todas aquelas palavras, toda a humilhação que já havia passado esses anos por um sonho que apenas me quebrou por dentro, eu queria desistir de tudo eu estava tão cansada ds tudo isso.

Sai do banho e vesti uma blusa de Jaemin que estava por ali já que minhas roupas ainda estavam no dormitório, continuei com o short que eu estava e apenas fui até a cozinha comer algo, fiz um café e algumas panquecas me sentando na enorme bancada comendo sozinha e pensativa, pensei em Hyuck por um momento e só de pensar nele meu estômago embrulhou, eu havia pegado nojo dele finalmente, depois de  tudo que ele havia dito se eu eu não ficasse também eu seria uma completa idiota. 

Respirei fundo terminando de comer minhas panquecas indo até a pia lavar o que eu havia sujado, eu não sabia explicar se meu corpo havia arrepiado completamente pela água fria tocando minha pele ou pelo abraço que me envolvia por trás que eu já sabia quem era, apenas ele tinha esse cheiro.

- Me desculpe por não ter te protegido. - A voz rouca de Jaemin ecoou bem próxima ao meu ouvido fazendo minhas pernas fraquejarem. 

Me virei com cuidado para não lhe tocar com minhas mãos molhadas, foi quando vi seu rosto todo machucado o que me assustou.

- O que você fez Jaemin? - Questiono já imaginando. 

- Eu fiz ele se arrepender de tudo o que disse. - O mesmo diz sorrindo fraco. 

Eu não sabia o que dizer, eu odiava ver o rosto de Jaemin assim, principalmente por minha culpa.

- Olha só para você, você não deveria ter feito isso... - Digo tocando com cuidado o rosto do mesmo que arrepiou pela frieza da minha mão. 

- Eu farei qualquer coisa por você Somin. - Ele diz segurando a minha mão ainda molhada em seu rosto me olhando profundamente. 

Me perdi naquele momento em seu olhar, eu estava me apaixonando, me apaixonando de verdade por ele outra vez.

- Porque eu te amo. - Ele diz me fazendo corar por completo, meu coração vacilou uma batida e meu corpo parecia já não estar mais ali. 

Desviei meu olhar mas o mesmo segurou  meu queixo fazendo o olhar outra vez.

- Não volte para a empresa mais, fique aqui, por favor. - Ele pede e eu apenas respiro fundo.

- Tudo bem. - Digo sorrindo fraco para o mesmo que se afastou.

Soltei o ar que estava em meu pulmão após o mesmo se afastar sentindo todo meu corpo vacilar, Jaemin parecia tão vacilante como eu já que havia se afastado bruscamente com medo que um beijo acabasse acontecendo ali, apenas olhei o mesmo que parecia procurar algo e sorri boba ao perceber que o Jaemin que havia me beijado do nada uma vez sem querer saber de  nada hoje era um cara que evitava que um beijo indesejado acontecesse, mas a verdade é que eu queria esse beijo mas também estava com medo.




Notas Finais


Time J poxa Jaemin é um bebê com ela


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...