1. Spirit Fanfics >
  2. Give me your love and I will do the same! - YUNHO, OneShot. >
  3. Capítulo Único.

História Give me your love and I will do the same! - YUNHO, OneShot. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Antes de começar a leitura, preste atenção aqui!

Vamos nos previnir contra o Coronavírus, ele não é só uma gripezinha como muitos pensam. Não saiam de casa, façam as devidas higienes e precauções para contato com alguma pessoa contaminada.

E se você puder, comente. Eu amo quando vocês fazem isso~~ kk

Obrigada e boa leitura! ♥

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction Give me your love and I will do the same! - YUNHO, OneShot. - Capítulo 1 - Capítulo Único.

O relógio indicava que o segundo tempo ainda não havia passado completamente. Meia hora para o intervalo. Meu coração palpitava cada vez mais rápido e a ansiedade tomava cada centímetro do meu corpo. Eu poderia ter um surto interno a qualquer momento. Ainda que o meu grande ato fosse ocorrer no último período, às 17:40. Estava decidida, porém, com uma grande aflição.

Milhares de possíveis respostas e ações martelavam minha cabeça ininterruptas vezes, meus pensamentos estavam me prendendo em uma jaula de pura aflição e angústia.

_Alguma dúvida? - Pergunta o professor que logo aguarda respostas, não tendo a movimentação de um aluno se quer. - Muito bem, estão liberados. - Então, se despede de todos os alunos que se ainda se encontravam na sala.

Dou as devidas despedidas e agradecimentos para o professor de matemática, ele era o meu favorito. Sempre de bom humor, tirando dúvidas e ensinando quem não tinha entendido. Ele é bem paciente, talvez esse seja um dos motivos do meu favoritismo.

_Woo, Woo, Woo. Cadê o Woo? - Cochichava para mim mesma. - 3A… 2A. Ainda não foram dispensados? - Questiono mentalmente. Olho ao redor, havia um banco no corredor que estava localizado ao lado do banheiro feminino. Olho para a sala novamente e suponho que a professora iria demorar mais um pouco.

_Vou me sentar logo… - Me coloco em direção ao assento. Todavia, Wooyoung sai da sala chamando por meu nome.

_Vai me deixar sozinho, S/N? Que maldade! - O típico teatro. O qual sempre me arranca uma mínima risada.

_Não faria tal coisa, Sr. Drama. - Comento com um tom brincalhão. - Por que demorou?

_A professora estava fazendo um discurso de como vai ser nossa vida daqui em diante e blá blá blá. - Diz. - Ah, já volto. Não foge.

_Como se eu pudesse escapar. - Digo rindo.

Finalmente consigo me sentar. Fico observando Wooyoung sumir dentro da sala por alguns segundos, retornando acompanhado. Acompanhado do conjunto de causas da minha insônia da primeira hora do dia. — Vulgo madrugada. — Eu já cheguei a fazer uma lista de oque me chama atenção neste garoto. Isso, YunHo:

•Dispõe de olhos que qualquer um diria que a abriga a galáxia inteira;

•Também conta com um sorriso impecável, aquele que deleita à todos;

•Detém, também, uma ilustre educação e cavalheirismo. Quase um príncipe dos filmes que vimos quando éramos mais jovens, sabe?

•Não podemos deixar de citar que, oque ele possuí de alta estatura tem de ternura.

Eu poderia expor mais? Poderia. Entretanto, já estou parecendo uma idiota excepcionalmentje amantética, não é verdade?

_Tudo bem se YunHo almoçasse conosco? - Wooyoung indaga com a expectativa de receber uma confirmação.

_U-uh… Sim, sem problemas. - Digo tentando disfarçar a tensão que sentia naquele exato momento.

_Obrigado, S/N! - O garoto sorri satisfeito.

_Vou ao banheiro, vão indo na frente. Logo alcanço vocês. - Sorrio levemente.

-- Quebra de Tempo --

_Cade o YunHo quando eu preciso? - Me pergunto frustrada.

_Desculpe me intrometer… Está procurando o Jeong? - Um garoto de cabelos e olhos castanhos se aproxima sem demora.

_Sim. Sabe onde ele está? - Pergunto ao garoto.

_Na sala de música. A propósito, me chamo JongHo. Choi JongHo. - Sorri simpático.

_Bang S/N. Muito obrigada, JongHo. - Agradeço e logo me distancio do rapaz.

A sala de música não fica muito longe, apenas passar por alguns corredores. Um mix de sentimentos — Ansiedade, medo, agonia, tudo o que um humano poderia sentir. — me domina instantâneamente, diminuo a velocidade dos meus passos conforme me aproximava.

_Coragem, S/N… - Me encorajo. No entanto, sou surpreendida por uma voz muito conhecida por minha pessoa.

_Oh, S/N! Tudo bem? - YunHo pergunta enquanto ajeita a mochila em suas costas. - Eh… oi? - Meu coração tropeça quando reparo que estava completamente congelada em sua frente.

_Desculpa. Eu… hu-uum… preciso conversar. - Fito seus olhos.

_O que aconteceu? Tá tudo bem? - Sua feição desentendida deu lugar para uma preocupada. Ele tira a mochila que estava em suas costas a colocando no chão e cuidadosamente segurando minhas mãos. - Pode falar.

_Não é nada disso! Não precisa se preocupar. - Me pronuncio. - Eu queria mais é fazer uma pergunta. - Jeong me olha aliviado e logo completa:

_Fique à vontade.

_O que você diria caso eu falasse que gosto de você?.. - Fixo meu olhar em seus lindos olhos castanhos. Uma quietude se instala no local. - Me responde, por favor… - Sai em um sussurro.

_Depende. Você realmente sente isso? - Me olha, um olhar incrivelmente sereno, despreocupado. Confirmo com a cabeça, ainda receosa. - Que é mútuo.

Meus olhos se arregalam. Nunca imaginaria que ele sentiria o mesmo por mim. Nenhuma reação se manifestava em meu corpo. As palavras se negavam a sair.

_Mes - Sou interrompida.

Seus lábios se unem aos meus. Eles eram suaves e macios. O mundo ao nosso redor fora apagado durante alguns segundos, assim como nosso ar, que nossos pulmões lutavam bravamente para recuperá-lo.

_Me dê seu amor e farei o mesmo! - Ele diz por fim.


Notas Finais


Obrigada por ler até aqui! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...