1. Spirit Fanfics >
  2. God Is a Woman-imagine Jeon Jungkook >
  3. Cap. 30

História God Is a Woman-imagine Jeon Jungkook - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


terei um pouco de dificuldade para estar postando aqui essa semana, terei provas todos os dias e tenho que me manter focada, espero que entendam.

Capítulo 30 - Cap. 30


Fanfic / Fanfiction God Is a Woman-imagine Jeon Jungkook - Capítulo 30 - Cap. 30

Pov's s/n on

 ✨Flashback s/n on✨ 

 -Pare com isso!- choraminguei para Dojin que insistia em tentar arrancar a boneca que fui presenteada de meus pais. 

-Eu apenas quero brincar com você, deixe de ser egoísta!- me empurrou para o chão tendo o brinquedo em suas mãos.- O que me diz se cortarmos o cabelo dela?!- sorriu perverso.

-Idiota, ela disse para você parar!- Dojin foi jogado contra o chão assim como eu, era Jungkook, salvando-me dos ataques do Park, como sempre. 

-Não nos atrapalhe Jeon, estamos apenas brincando.- ameaçou Jungkook com seu olhar. 

 -Tome, aqui está…- me entregou o brinquedo novamente.- Venha, sei um bom lugar para brincarmos.- coçou sua nuca sorrindo como um pequeno coelho. 

-Tolos, não me ignorem, ainda estou aqui!- Dojin gritou na tentativa de receber nossa atenção, mas falhou vergonhosamente.

-Vamos, corra s/n!- Jungkook estrondeou divertido logo se pondo a correr ligeiramente.

Flashback s/n off

-S/n…

-Não somos mais crianças, Jungkook…- respondi quase em um sussurro.- Não sou aquela pequena e frágil garotinha que dependia de seu socorro, não preciso que me salve Jeon.- agarrei o moletom acinzentado o comprimindo entre meus dedos.

Tonturas que a dias aborreciam-me atingiram meu corpo com mais intensidade naquele momento, possivelmente por todo meu estresse, me apoiei em uma das paredes que haviam alí, suspirei pesadamente e me recompus, recebendo olhares curiosos de Jungkook.

-Você está bem?- perguntou, Jungkook, desassossegado.

-Não mude de assunto.- o adverti trêmula.

-Não seja teimosa, olhe só como você está!- tomou-me em seus braços pondo-me em pé novamente com sua ajuda.

-Me solte Jungkook, eu apenas preciso me deitar!- segui até a escada com dificuldade na tentativa de ir até meu quarto.

-Pare com isso, s/n, sei que não quer me ouvir, apenas deixe-me levá-la para seu quarto…- o mesmo me segurou novamente, firme e cuidadoso.

Apenas o abracei com a pouca força que ainda me restava, seus braços me retiravam do chão colocando-me contra seu peito quase em disparada para o andar superior. -Está se sentindo dessa forma a quanto tempo, querida?- alisou meu resto após estarmos sentados um a frente do outro em minha cama.

-Eu não sou sua querida.- ofeguei evitando seus olhos.

-Diga para mim, s/n, a quanto está se sentindo dessa forma?- ditou ríspido.- Olhe, você está pálida, fraca… Entendo que Eliza seja nossa maior preocupação no momento, mas preciso que você se cuide.- sussurrou preocupado.

-Estou bem Jungkook, não há o que se preocupar…- repliquei o vendo suspirar paciente.

-O que você comeu durante o dia?- continuou encostando sua mão em minha testa como se estivesse a medir minha temperatura.

Silêncio, pensei e repensei em uma resposta, nada.

-Não me lembro, Jungkook…- fugi de sua pergunta deitando-me exausta. -Estarei na cozinha preparando algo que a deixe melhor, caso se sinta pior basta apenas me chamar.- acariciou minha mão calmamente.

Pov's s/n off 

[...] 

 Pov's Jeon Jungkook on

 Me deitei ao lado de s/n sentindo seu corpo mais quente que o normal se resfriar aos poucos, seus batimentos voltavam ao seu estado normal e o cansaço que antes a mesma ignorava a consumia.

-Não deveria ficar tanto tempo sem se alimentar, isto afetará sua saúde e não apenas você como Eliza ficaram sob o cuidado de médicos.- a mesma se esquivou pensativa.

-Não diga como se fosse algo proposital…- se explicou provocando um breve riso de minha parte.

-Durma, você está cansada, certo?- afaguei seus fios logo selando sua testa.

-Não fique tão perto, Jungkook…- sussurrou próxima a mim.

-Não sei se conseguirei, querida…- murmurei de volta.

-Não sou sua querida, Jeon.- sorriu entrelaçando sua mão aos fios de minha nuca.

-Certo.- acariciei seu rosto aproximando-me lentamente de seus lábios.

- Não precisa fazer isso caso não queira…- sussurrei rente à sua boca.

-Eu quero, Jungkook, por favor…

Ataquei seus lábios de imediato, apoiando seu corpo ainda fragilizado sobre o meu, acariciei suas costas ansiando por mais.

-Não se esforce tanto.- a abracei ofegante.- Durma, pela manhã virei vê-la.- selando seu pescoço sem malícia alguma ouvi lamentações da mesma.

-Fique comigo, apenas está noite.- s/n se deitou ao meu lado, sinalizando para que eu me acomodasse ao seu lado.

🕑Breaking time🕑

Me estirei sobre o sofá, a espera de s/n que aprontava-se a horas.

-S/n, não podemos chegar atrasados, se apresse!- exclamei olhando para o relógio em meu pulso.

Seokjin estava com Eliza, a tão esperada festa havia chegado, cada detalhe minimamente planejado para que conseguíssemos novos patrocinadores, já não me importunavam mais, apenas queria poder vê-la em um de seus belos vestidos festivos.

-Oh, s/n, você está…- suspirei surpreso.- Linda…- sorri estendendo a mão para a mesma que se localizava no centro de nossa escada.

Seu corpo era marcado detalhadamente pela peça avermelhada com uma fenda  sua coxa direita que seguia até seu par de saltos altos pretos, seus ombros desnudos pelo modelo de vestido tomara que caia, um decote em forma de v avantajado seus seios, vossos lábios cativantes e tentadores eram pintados por um batom que se aproximava do tom de sua pele bronzeada. Uma verdadeira princesa.

-Obrigada, Jungkook.- agradeceu tocando em minha destra chegando ao fim dos degraus.- Imagino que estamos atrasados, certo? Devemos nos apressar.- ditou calmamente desvencilhando-se de meu toque.

-Não fuja de mim, ao menos essa noite…- toquei seu vestido fazendo-a parar de se mover.

-Não estou fujindo, Jeon, apenas não me dê motivos para que isso aconteça.- respondeu brevemente voltando a se locomover, indiferente.

-Caso se sinta mal, me chame, basta dizer meu nome, não hesite.- segurei seu rosto sem força podendo ver seus olhos brilhantes e confusos.

-Apenas dirija, ficarei bem…

Assenti, sua feição era de apreensão, s/n parecia insegura, aperteva o tecido de sua roupa observando as ruas movimentadas e iluminadas atentamente à medida que nos aproximavámos do edifíci onde passaríamos o resto de nossa noite.

-Você está tensa, podemos voltar, não quero força-la a algo assim.- sugeri estacionando o automóvel em frente ao nosso destino.

S/n suspirou negando e se retirando do carro assim como eu, pondo um dos mais belos sorrisos em seu  rosto, entrelaçando seu braço ao meu.

-Estou pronta, vamos.- disse em meu ouvido voltando a sorrir.

-Não fique assustada, você será a mais bela de todas nesta festa.- beijei o topo de sua cabeça sorrindo aos seguranças que se espalhavam pelo trajeto de entrada até a cobertura.

A puxei para mim assim que olhares curiosos foram direcionados para nós, tomando seus lábios rapidamente afastando-os envergonhados.

-Venha, eles estão alí.- sinalizei com os olhos para os homens de terno conversando tediosamente ao lado de suas esposas.

-Parecem conversar apenas sobre finanças…- rimos disfarçadamente, pela primeira vez em meses a vi se divertir.

-Sei que conseguiremos suportá-los, juntos.



Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...