1. Spirit Fanfics >
  2. Gods And Angels >
  3. Coração de Ouro 3

História Gods And Angels - Capítulo 41


Escrita por:


Notas do Autor


OIIII AMORES!!!
Deixem vossa opinião pois é muito importante, tanto para mim como para o desenvolvimento da trama!!
BOA LEITURA!
BEIJOS DE CARAMELO!🥰🥰🥰🥰

AVISO: CAPITULO NÃO REVISADO

Capítulo 41 - Coração de Ouro 3


Fanfic / Fanfiction Gods And Angels - Capítulo 41 - Coração de Ouro 3

O tempo aqui passa depressa…

Na verdade passa depressa de mais…

Você se encosta na lateral da porta de madeira… Enquanto Madame Rose confortava Tenten em um apertado abraço.

- Venha minha filha… Venha…

Tenten secava as lágrimas enquanto se deslocava, juntamente com a mulher de meia idade e as crianças para dentro da mansão.

E você não existe…

Eles passam por você como se fosse um autentico fantasma…

Um autentico fantasma…

Você tenta entrar na mansão… Mas as crianças que não param de entrar, afastam você da entrada… Empurram você…

Como se soubessem que você não pertence ali…

O desespero toma conta do seu corpo…

E as crianças parecem nunca mais acabar…

E você tenta passar pela porta… Você tenta entrar novamente na mansão… Mas era remar contra a maré…

Só quando a última criança entra, é que a porta fica livre e desimpedida para você entrar… Já ninguém consegue impedir que você entrar…

E você vai…

Leva a mão direita até à maçaneta dourada…E a porta range quando se abre.

Mas aí…

Meu amigo…

Aí…

Você entra, e está plenamente convencido de que vai entrar, e vai encontrar Tenten sentada na mesa da cozinha sendo confortada por Madame Rose e por outras dezenas de garotos, igualmente tristes.

Mas não…

Você entra… E se desilude quando repara que já não está na mansão de madeira…

Mas sim em uma gruta…

Você perdido… Olha em volta… Chama por alguém… E ninguém responde…

Você percebe que mais uma vez, os seus sentidos te enganaram…

Dá um longo suspiro pesado, pontapeia um pequena pedra…

O barulho da pedra saltitando ecoa pela imensidão da gruta…

- Você precisa ser mais rápido!

Essa voz…

Você conhece essa voz…

Você sabe de quem é essa voz…

Você olha em frente, e uma luz forte indica que aquele é o caminho que você tem de seguir.

- Eu estou tentando!

É a voz de Naruto…

Ouvir a voz do loiro, fez com que você se direciona se mais confiante e desejoso.

Aquele caminho parecia não ter fim… Parecia que estava correndo à horas.

- Naruto… Se concentre!

Aquela voz….

- Me desculpe!

- Tem de se concentrar cabeça de vento…

- Eu já pedi desculpa Sasuke… Eu hein!

Você demorou para se acostumar com a forte luz solar e com a areia que sujava os seus pés e dificultava o caminhar.

Só depois de alguns minutos, é que você conseguiu olhar para a origem das vozes…

Sasuke encarava Naruto, enquanto o loiro bebia água.

- Para você, é vossa alteza!

Naruto não controla a gargalhada.

- Me desculpe sua alteza… Não era minha intenção ofender a sua perfeita pessoa!

A ironia era tão óbvia, que até você revirou os olhos.

Seus pés estavam machucados, por isso sem muitas opções, você se senta no banco de madeira ( onde Naruto pousa a sua espada e se senta também, cansado) acompanhando a conversa dos dois homens.

- E aí… O que você queria falar comigo?

Pergunta o loiro encarando Sasuke, que treinava alguns passos com a espada prateada.

- Vou me casar…

Mais uma vez… O loiro cai na gargalhada.

- Você? Casar? Você está engraçado hoje! De onde tirou esse sentido de humor?

O moreno, pára e olha sério para Naruto.

- Não estou brincando…

- Espere o que? Está falando sério? Casar? Vai se casar com quem?

O Uchia encolhe os ombros enquanto volta a treinar.

- Você nem ao menos sabe quem será a sua esposa?

- Não me importo.

- Não se importa?

- Nem um pouco…

Responde já soando devido ao intenso calor.

- Sabe ao menos o nome dela?

- Sakura.

Diz parando e encarando novamente o loiro, que arregalou os olhos.

- Haruno Sakura… Do reino de Haruno.

Você viu a reação do loiro… E se assustou, pela forma brusca como a pele dele empalideceu.

- Você está bem?

Perguntou Sasuke preocupado indo de encontro ao companheiro.

- Não… Quer dizer sim…

O Uchia arqueia uma sobrancelha, não entendendo a reação do loiro.

Mas você entende… Você sabe que o coração dele disparou quando ouviu o nome da rosa… Da mesma forma que quebrou, quando soube que se casaria com outro.

- Naruto…

- Eu preciso ir Sasuke…

- Você está bem?

- Sim… Não precisa se preocupar… Eu estou...Eu Eu.. Estou bem… Só um pouco cansado… Até amanhã…

E o loiro vai, sem nem deixar o Uchia se despedir também.

Sasuke, segue os mesmos passos de Naruto e mais uma vez… Você fica sozinho.

Completamente sozinho….

Você se levanta…

Se espreguiça fechando os olhos…

E mais uma vez, quando abre os olhos tudo mudou…

Você já não está em um campo de treinamento…

A areia já não magoa seus pés, nem a luz magoa seus olhos…

Olha em volta…

Onde está você?

Há um vestido de noiva… Um longo e lindo vestido de noiva.

O espaço é grandes… Tem um grande espelho… Tem um sofá gigante branco… Há poltronas de veludo cinzento…

Você repara que absolutamente tudo ali… Naquele único e belo espaço… Tudo parece ser demasiado grande…

Ou era tudo grande ou você era demasiado pequeno…

Um cheiro de rosas invade as suas narinas.

Você conhece… Você sabe que conhece esse cheiro.

A porta branca se abre, e uma bela mulher de cabelos rosados e olhos verde esmeralda entra deixando o rasto do perfume de rosas para trás.

A mulher vai até ao vestido, e desliza a sua delicada mão pela veste e dá um sorriso.

A porta volta abrir, e dessa vez entra Naruto um pouco apressado…

- Sasuke eu…

O loiro pára assim que vê a rosada.

- Naruto…

Você fica com uma sensação estranha…

Sabe… É como se de certa forma… Eles já se tivessem visto… Daquela forma…

- Me desculpe, eu pensei que fosse Sasuke que estivesse aqui…

- Não tem importância…

Sakura sorri docilmente enquanto Naruto coça a nuca retribuindo um sorriso sem graça.

- Então… É hoje o dia.

Diz Naruto, em meio ao silencio que se formou.

- É… Hoje é o dia.

A tristeza era clara na voz de Sakura.

- Você não parece muito entusiasmada…

- Não estou…

- Devia estar… Sasuke tem uma cara amarrada… Mas é uma boa pessoa.

- Naruto…

- Vai por mim… Ele no fundo tem um coração mole.

- Naruto…

- Sabe por vezes ele é um cara durão e tudo mais… Mas juro que ele é legal.

- Naruto não é ele que eu amo… E você sabe perfeitamente disso.

Afirma Sakura interrompendo o discurso do loiro.

- Já tivemos essa conversa…

Declara o loiro encarando a janela.

- Mas Naruto…

- Sakura…

A conversa continuava a fluir, e você continuava atento a cada parte… A cada pedaço do diálogo.

Você não sabe… Você realmente não sabe… Você não se lembra... Em que parte da conversa eles deixaram de falar e seus lábios se tocaram. Suas bocas se encaixavam como se fossem feitas uma para a outra. E era incrível a sintonia que ambos tinham…

A certa altura, o loiro se afasta… Como se tivesse feito algo imperdoável… Como se tivesse feito algo abominável…

Um amigo não deve trair outro amigo.

- Me perdoe… Me perdoe…Eu não podia… Eu não podia ter feito isso… Você não é minha… Você não é minha.

O loiro realmente parecia transtornado.

- Vamos fugir…

Fala Sakura quase que feliz pela ideia tida.

- O que?

- Vamos fugir Naruto… Vamos fugir daqui…. Vamos embora daqui… Só nós dois… Só nós dois… Nós podemos ser muito felizes…

- Sakura…Eu não posso

- Faltam três horas para o casamento, se nos apressarmos podemos sair agora… Os portões estão abertos… Nós podemos…

- Eu não posso…

- A gente pode casar… Pode ter filho… Você lembra? Da gente criança, quando planeávamos o nosso futuro? Esse é o momento… Foi o destino que juntou a gente… Só pode.

- Sakura…

- Foge comigo… Por favor… Foge comigo. Por favor Naruto….

Diz encarando o loiro olhos nos olhos… Agarrando as mãos dele com toda a força que tinha…

- Minha esposa está grávida.

Naquele momento, você conseguiu sentir o coração de Sakura se despedaçando.

- O que?

- Eu vou ter um filho...

Sakura, se afasta… Seus olhos expressavam um vazio… Quase assustador.

- Um… Filho… Da sua esposa…

Você quase que sentiu o chão cair.

Você sentiu a dor da rosada… Assistiu às lágrimas que pelo seu rosto deslizavam.

- Recebi uma carta hoje de manhã… É provável que nem sequer vá ao casamento… Tenho de partir o quanto antes… Ele está quase nascendo.

O pesar na voz de Naruto, era tão evidente quanto a tristeza e mágoa de Sakura.

O sino da igreja toca… Despertando a atenção do loiro.

- É melhor eu ir… Ainda é uma longa viagem.

Sakura não se pronunciou.

Você sentia ambos os corações se despedaçando… Ambos quebrando em mil e um pedaços.

E o silencio… Que nada dizia.

- Seja feliz Sakura… É tudo aquilo que eu desejo… Que você seja feliz.

Naruto, virou costas e só quando girou a maçaneta é que ouviu a melodiosa voz de Sakura.

- Seja feliz…Seja muito feliz Naruto… É tudo aquilo que eu peço.

Respondeu Sakura, que sorria em meio à tristeza que tentava disfarçar.

Naruto sorriu uma última vez e saiu fechando a porta.

De certa forma, você voltou a sentir uma sensação estranha…

Como se aquele tivesse sido o seu último encontro…

Como se aquilo fosse a despedida, de dois corações agora quebrados.

Como se aquela fosse a última oportunidade, de seus corações… Se unirem em um só.


Notas Finais


AVISO: CAPITULO NÃO REVISADO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...