1. Spirit Fanfics >
  2. Gods And Angels >
  3. A Todas As Rosas do Jardim 5

História Gods And Angels - Capítulo 50


Escrita por:


Notas do Autor


OIII AMORES!!!
Deixem vossa opinião
MUITTTOOOO OBRIGADA PELOS FAVORITOS !!!
VOS AMO MTTTT 💕💕💕💕💕💕💕

Capítulo 50 - A Todas As Rosas do Jardim 5


Fanfic / Fanfiction Gods And Angels - Capítulo 50 - A Todas As Rosas do Jardim 5

Foi preciso alguns segundos, para ela processar a notícia que havia acabado de receber.  

Após aqueles segundos, tentou argumentar, o que terminou em uma discussão séria entre Tsunade e a rosada, que já em lágrimas se encontrava.  

-Você não pode dizer que está surpresa, ou que simplesmente não quer que esse casamento se realize. Porque, antes de tudo, não se esqueça que todos os anos que passou aqui, foi treinando para ser uma boa esposa e para servir o seu futuro marido. E para além disso, são muitas as vantagens que esse casamento trará para o nosso reino, e você, como futura rainha do Reino de Haruno devia ter isso em mente. 

-Eu....Eu....Eu não quero.  

-Esse casamento vai se realizar, quer você queira ou não.  

A porta bateu, deixando ali, a jovem Sakura lavada em lágrimas.  

Sempre imaginou se casar com um homem pelo qual estivesse apaixonada perdidamente ou com um príncipe encantado, como dos livros de contos de Madame Rose... Mas o que estava se aproximando não era nada daquilo que imaginava. É verdade que ela sempre soube que se casaria com alguém quando atingi se 18 anos... Mas ela nunca pensou que fosse assim. 

Ela o imaginava como sendo um belo homem loiro, que se aproximaria dela, e convidasse para dançar, durante um daqueles grandes bailes que acontecem na primavera ou no outono. Ele sorria para ela, e ela sorria para ele...E era naquela troca de sorrisos que os dois se apaixonariam...E assim, dali a alguns meses teriam um casamento digno de um conto de fadas.  

Seria tão belo....Seria tão perfeito... 

Nada do que sonhou, seria realizado de facto.  

E esse fator, destruía completamente tudo o que até então havia sonhado para a sua vida futura.  

Iria casar, com alguém que nunca viu. Ele seria rude. E ela iria ser infeliz para sempre.  

Sem muita escolha, mais uma vez, a rosada fez aquilo que melhor sabia fazer... Se adaptou.   

De certa forma, Sakura já se tinha familiarizado com a palavra “adaptar”.  

Se alguém que amasse morresse o que ela fazia? Ela se adaptava.  

Se de repente a retirassem do seu lar, o que ela fazia? Ela se adaptava.  

Se tivesse de crescer em meio a monstros, o que ela fazia? Ela se adaptava.  

Se tivesse de chorar todas as noites sem fim, por saudade, por dor, por tristeza, o que ela fazia? Ela se adaptava.  

Tudo se resumia na sua habilidade de se adaptar ás circunstâncias que sua vida lhe impunha, que tinha de aceitar sem contestar. 

Meses se passaram...  

E aos poucos tudo era produzido...  

E quanto mais o dia do casamento se aproximava, mais Sakura se sentia infeliz e a única coisa que a conseguia animar minimamente era a escolha do vestido. Foi ela que escolheu o vestido, e ele era lindo.... Era branco, com detalhes em renda no busto e com um cinto feito de perolas que definia a cintura magra da rosada com clareza. Ahhh como ele era lindo...  

Falou com Naruto pela última vez, no próprio dia do casamento. Lhe pediu que fugisse com ela... Lhe implorou pela felicidade ao lado dele... E por momentos....Por momentos.... Ela conseguiu sentir que podia ser feliz... Que podia voltar a ser feliz... Ao lado dele...Ao lado de Madame Rose...Do lado de todo o mundo.... Ela só queria voltar a ser feliz.... Ela só queria ser feliz....  

Mas o choque tomou conta da esperança. 

A boca ficou seca.  

As lágrimas caíram... 

O tempo parou. 

E seu coração....Ahh seu coração.... Se despedaçou em mil e um pedaços, sabendo que alguém havia ocupado o seu lugar no coração do homem que por tanto tempo amou.  

Por fim, ele a deixou... Sozinha... Completamente sozinha, vendo tudo se quebrando á sua volta.  

Sakura estava desfeita... Tão desfeita, que nem ouviu as reclamações de Tsunade por ter borrado toda a maquiagem... Tão desfeita, que nem sequer se sentiu bem vestindo o vestido pelo qual se apaixonara... Tão desfeita, que nem uma palavra disse quando Hiruzen a retirou do quarto e lentamente a conduzindo até ao grande salão.  

-Não fique triste minha flor.... Não fique triste meu amor.... Sasuke, é um bom homem...Acredite ele vai cuidar bem de você e você vai ser muito feliz do lado dele. Não se preocupe.... 

«Sasuke? Então esse é o nome dele?» 

Pensou a rosada, após ouvir as doces palavras do senhor, que a conduzia pelo salão- Decorado delicadamente, por flores de sakura e por belos laços brancos e repleta de gentes que admiravam a sua beleza e encanto- ao som da bela melodia do piano. 

Cada paço dado, parecia que mais próxima  do  precipício ficava.. 

A rosada, olhou em frente, para o seu futuro marido, e assim como havia imaginado, nada tinha a ver com Naruto. Claro que tinha charme... Os belos cabelos negros, que caiam delicadamente sob o rosto pálido... As ardes negras, que a encaravam com um misto de curiosidade e frieza... E o terno preto, que lhe caia perfeitamente sob o corpo musculado. Ele era belo...Mas se fosse Naruto, melhor seria.  

Do lado de Sasuke, havia outro homem, também ele belo e parecido com Sasuke, que sorriu assim que encarou os olhos verdes da rosada.  

-Aceita Haruno Sakura como esposa, para amar e respeitar, na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza, na alegria e na tristeza até que a morte vos separe? 

-Sim.  

Ela estremeceu quando ouviu pela primeira vez a voz do marido.  

-E a senhorita, Haruno Sakura aceita Uchia Sasuke como seu esposo, para amar e respeitar, na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza, na alegria ou na tristeza até que a morte vos separe? 

Ela travou.  

Talvez, por tristeza do seu destino....Ou talvez pelas palavras de Naruto, que martelavam fortemente na sua mente... Ou talvez pela dor do coração... Que era tão forte, tão dura... Tão real... Que ela só tinha vontade de o arrancar. 

Despertou com o toque subtil de Sasuke sob a sua mão.  

Respirou fundo, fechou os olhos e limpou a garganta.  

-Eu...Eu...Eu aceito. Sim, eu aceito.  

Colocaram as alianças, professando os votos sem se olharem. 

-Pode beijar a noiva...  

O moreno se aproximou, e lentamente a rosada fechou os olhos esperando o contacto entre ambos os lábios. Mas para sua surpresa, os lábios de Sasuke tocaram em sua testa, o que fez a princesa sorrir de alivio.  

Sairam sob os aplausos de dezenas de homens e mulheres pertencentes á classe mais alta da nobreza.  

Sakura, conheceu o homem que havia sorrido para ela que tinha como nome Itachi que seria o irmão mais velho de Sasuke. Falaram durante a maior parte da festa.... Talvez tenha falado mais com ele do que com o próprio marido que se encontrava em meio a todos os homens do concelho. Durante aquela conversa, a rosada quase que desejou que Itachi tivesse tomado o lugar de Sasuke. Não que Sasuke parecesse rude, por outro lado, parecia muito amável porém Itachi... Itachi, tinha o sorriso...Tinha as palavras ... Tinha o perfume.... 

Não estava apaixonada por ele, até porque só o havia conhecido á um par de horas, mas não havia duvida nenhuma de que se tivesse de escolher entre ele ou Sasuke, com certeza escolheria Itachi.  

Naquela noite, aconteceu o improvável.  

Quando Sakura e Sasuke se dirigiram para o seu quarto, Sakura entrou diretamente no banheiro deixando Sasuke no quarto.  

A rosada, retirou o vestido com alguma dificuldade e se encarou no espelho....Agora pelada. Encarou os seios médios e os bicos rosados...A sua pele, levemente bronzeada... A sua cintura fina e delicada Os longos cabelos rosados, que caiam sob o seu corpo.... S 

eu coração, batia apressadamente.... Sua boca estava seca. Por fim, respirou fundo e se encarou decidida.  

Aquilo iria se realizar mais tarde ou mais cedo... Porque adiar o inevitável? 

Colocou uma langerie, totalmente branca, que deixava os seus seios parecerem maiores bem como a sua cintura e suas bochechas arderam quando se voltou a encarar no espelho.  

-Vamos....Vamos...Sakura...Vamos.  

Disse para si mesma, antes de respirar fundo e sair do quarto.  

Encarou Sasuke, que lia um livro perto da janela, que sorriu quando olhou para ela. Um sorriso muito diferente do que ela estava esperando.... Era um sorriso sem maldade nenhuma, sem luxuria...  

O Uchia, pegou em sua camisa-Que havia jogado no chão- E a entregou á rosada, que o encarou confusa. 

 

-Se vista...  

-O que? 

-Eu não quero e eu sei que voce também não quer. 

Ela arregalou os olhos.... As palavras pareciam rudes, mas tinham um toque de conforto e delicadeza, e ali confirmou o que Itachi havia dito sobre o irmão: « Ele pode parecer frio grande parte do tempo, mas no fundo é um homem bom».  

-Se vista...  

Repetiu.  

Não contestou, nem se sentiu infeliz por Sasuke não a desejar...Mas se sentiu aliviada.  

Ao contrário do que esperava, naquela noite nada fizeram... No entanto, eles falaram. Foi uma conversa agradável... Bem mais, do que havia imaginado.  

Eles se tornaram bons amigos, não naquela noite, mas ela se adaptou á companhia do Uchia, que não era tão horrendo quanto imaginou.  

Eles eram bons amigos, não se comportavam como uma esposa e um marido normais. Eram amigos....Apenas bons amigos.  

…. 

-Sasuke... Eu sei perfeitamente que tem outra pessoa, e eu não te vou impedir de estar com ela...Eu só peço que seja discreto, as aias estão comentando, e eu não quero ficar cornuda da história, entendeu? 

A determinado momento, Sasuke se afastou da rosada.  

Não dormia ou acordava no palácio....Se deixasse, podiam passar dias sem uma noticia, uma carta, uma palavra... Ela sabia o que se passava... Ela sabia exatamente o que estava acontecendo.  

-Me perdoe...  

-Eu só espero que seja bonita, porque se me tiver traindo com uma horrorosa qualquer... A gente vai ter um problema dos grandes senhor Sasuke.  

O Uchia sorriu, um sorriso que falou mais do que qualquer palavra ou poema  que o moreno pudesse recitar naquele momento.  

Com o afastamento de Sasuke, houve a aproximação de Itachi, e com ele... Houve aquela noite, aquela maldita noite.  

A rosada se assustou, quando ouviu, já tarde da noite, alguém batendo na porta do seu quarto.  

-Você? 

Julgou que fosse Sasuke que até então não havia aparecido, mas se surpreendeu quando deu de cara com Itachi. 

-É...Posso entrar? 

….  

 


Notas Finais


beijos de caramelo
ATÉ AO PRÓXIMO CAP 😍😍😍😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...